História Liar - Imagine Jeon Jungkook - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Colegial, Colégio, Drama, Imagine, Imagine Bts, Imagine Jungkook, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Liar, Minadojiminn, Rap Monster, Romance, Suga
Visualizações 58
Palavras 1.209
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Fantasia, Ficção, Fluffy, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


HEY AMORESSSS
antes de mais nada
OBRIGADA PELOS 64 FAVORITOS! VOCÊS SÃO DEMAIS!!!

perdoem-me a demora, me deu uma falta de criatividade horrível ;-;

MAS CA ESTOU
e gente... O QUE ESTÁ SENDO ESSE COMEBACK? ESSES POSTERS ESTÃO ACABANDO COMIGOOOO

e as teorias? alguém já tem?

mas enfim, perdoem os errinhos de português, cortei a unha e o dedo fica bugando o teclado :/

MAS ENFIM DNV

B O A L E I T U R A

ps: amo vocês <333

Capítulo 7 - Injusto.


Liar, imagine Jeon Jungkook.

Injusto.

POV's S/N

E então eu acordei.

Uma forte luz branca adentrou em meus olhos, me fazendo automaticamente fechá-los em seguida.

Comecei a ouvir vozes ao meu redor então tornei a abrir meus olhos e olhar em volta, quando vi Lisa, Jungkook, Namjoon e Tae conversando com uma enfermeira daqui da escola.

— Venham, ela acordou. — A voz doce da enfermeira me acalmava, mas logo me veio o nervosismo, pois iria ver Jungkook. Por que estava aqui?

— Hey S/N, o que aconteceu? — Escutei Tae e o olhei com um sorriso fraco.

— Não sei, e-eu...

— Você comeu algo hoje, S/N? — A enfermeira perguntou.

— N-não. — Jungkook me encara mas eu desvio o olhar.

— Ficar um longo período sem comer, pode causar sintomas ruins, S/N, como tontura, cansaço, raciocínio confuso, dores de cabeça, entre outros. Esses sintomas são relacionados à hipoglicemia, que é a queda de glicose no sangue, o que é bem ruim.

Assustei-me com o que ela disse. Depois de mais uns minutos, ela pediu para me acompanharem até o refeitório porque eu deveria comer alguma coisa.

— Eu quero um sanduíche e um suco de laranja. — Digo para a moça da cantina, que vendia comida.

— Deixa que eu pago. — Tae puxa uma nota antes de eu achar minha carteira.

Me sentei numa mesa e então todos se sentaram e me olharam comer. Foi a coisa mais desconfortável que eu já fiz na minha vida. Assim que dei meu último gole no suco, Lisa arrumou sua postura e me olhou com arrependimento nos olhos.

— S/N, me perdoe. — Ela olha para baixo. — Eu não percebi que você estava distraída, então apenas joguei a bola, não queria te machucar. — Ela me olha e eu sorrio fraco.

— Relaxa, acontece. — Ela abre um sorriso enorme e me ageadece umas dez vezes, me arrancando risadas fracas.

Então depois disso, percebi que Jungkook — sentado ao lado de Lisa, pra ser mais legal — estava sério.

— Hey Kook. — Lisa e Jungkook me olham. — Tá tudo bem?

— C-claro! Estou pensando muito ultimamente.

— É.. eu percebi. — Sorri fraco e então um silêncio se instala no local.

— O que vocês acham de ir lá em casa jogar? — Nam convida e eu aceito na hora, apenas Lisa e Jungkook ficam pensativos.

— Eu e o Kook vamos! — A Lisa diz. Espera... ela falou Kook?

— Beleza! Hoje não posso, mas que tal terça às quatro? — E então todo mundo concordou.

OFF.

Então como o sinal já havia batido há uns três minutos, S/N correu para fora, atrás de Lee, quando Seokjin aparece.

— Hey S/N. — Ele a chama. — Precisamos conversar, tipo, sério. — Seokjin olha sério para S/N, que estranha toda a situação.

— Mas o Lee... — Ela é interrompida.

— Eu falei com ele, venha.

Seokjin puxa S/N para fora dos portões escolares. Após andarem um pouco, chegaram numa praça e se sentam num banquinho.

— O que tem de tão importante e sério? — A garota pergunta, fazendo Seokjin a olhar sério.

— Tem algo que preciso te falar, mas peço que por favor, mantenha a calma.

Enquanto Seokjin e S/N ficam sérios na praça, Jungkook e Lisa vão em direção à casa do Jeon.

— Eu não acredito que você não está brava por saber minha casa! Eu esperava você dizendo: "você mentiu pra mim". — O moreno diz, fazendo a outra rir.

— Não, eu também não sou podre de rica. Perdão por mentir também. — A loira diz, fazendo Jungkook sorrir.

— Ainda bem que não sou o único que mente naquele colégio. — Ele sorri e ela sorri mais ainda.

— Kook, você gosta de alguém do colégio?

POV's S/N

— Fala logo, cara! — Digo, sem paciência.

— O aniversário do Kook ta chegando e a gente tem que fazer algo! — Ele diz e eu o olho

— Sério!? Ok! O que vamos fazer?

— Bem, o Kook gosta de... ir num parque!

— Parque? Tipo... com balanços?

— Não! Aqueles ambientais!

— Ah! Vamos fazer uma surpresa pra ele nesse parque! — Disse sorrindo e Jin sorriu junto comigo.

Começamos a planejar tudo, se passou a tarde toda e então, estava tudo pronto. O plano era perfeito! Será a melhor surpresa do mundo!

OFF.

Jungkook não respondeu Lisa, apenas continuou caminhando até sua casa, onde a mesma ficou impressionada e ainda comentou o quanto a casa era bonita. Jungkook sorriu para Lisa.

Lisa e Jungkook ficaram conversando a tarde toda, compartilhando sorrisos e então S/N veio a mente do moreno e ali ficou.

Ele estava com tanta saudade. Mas ele estava fazendo para o próprio bem e estabilidade mental.

Ele não poderia gostar dela.

Eles eram diferentes, muito diferentes.

Era injusto.

Passou-se dois dias, era um belo domingo, no parque ambiental, Seokjin, Jimin, Hoseok e S/N arrumavam um espaço, para um grande piquenique.

S/N conversava animadamente com Hoseok, então Seokjin pediu silêncio, para ligar para seu amigo, que logo atendeu o telefonema.

— Ok, venha logo, naquele parque ambiental. Beleza, tchau! — Seokjin abriu um sorriso. — Ele está vindo.

Todos ficaram em pé e deram os toques finais, enquanto ele não vinha. E então viram silhuetas se aproximando, S/N sorria ao imaginar o sorriso de Jungkook ao ver a surpresa.

Mas o sorriso sumiu ao ver que o seu moreno que tanta alegria lhe causava, estava acompanhado.

POV's S/N.

— Obrigada Lee, até amanhã e uma boa noite. — Despedi-me de Lee e adentrei em casa, fechando a porta e então tudo que estava entalado em minha garganta foi liberto.

Meus olhos soltavam lágrimas pesadas como ferro, já não via nada em minha frente, as lágrimas embaçavam minha vista, mas consegui com cuidado chegar na escada. Pude ouvir a voz de minha mãe e Yu, mas apenas subi com cuidado a escada e chegar em meu quarto, batendo a porta e chorando horrores.

É tão injusto.

No mesmo dia, no piquenique.

Então vi ele segurando a mão de Lisa. Eles já estavam tendo algo?

— Surpresa! — Gritaram os meninos, então eu apenas sorri forçado.

Ficamos ali, comemos, Jungkook sorria como nunca, por que eu não sorria também?

Por que não meus sorrisos não eram sinceros?

Conversamos bastante, consegui fingir um pouco.

— Jungkook eu queria conversar a sós com você, posso? — Tomei iniciativa e o mesmo assentiu.

Então andamos longe e ele ficou sério.

— O que quer?

— Cadê o meu Kook? Aquele que conversava comigo!?

— O seu Kook? Por favor né S/N, o que houve, não tem outros amigos? Porque eu tenho!

— Eu gosto de conversar com você! Você é o único que me entende! — Digo com dor.

— Ah S/N, fala sério!? Você tem quantos anos? Cinco? Por favor, não é porque eu sou pobre que eu vou ficar que nem cachorrinho atrás de você! Me deixa. — E como um tapa no rosto e um chute no estômago, as palavras de Jungkook me acertaram em cheio.

Voltando ao agora.

Eu chorava como nunca chorei antes, me deitei na cama e soluçava alto, queria alguém para me consolar, mas quem?

Ele tinha algo com a Lisa e eu sabia, ele nunca gostou de mim, ele nunca foi meu melhor amigo como eu fui para ele.

Ele era meu melhor amigo, meu anjo. Mas eu não era a melhor amiga dele, muito menos anjo. Eu era apenas uma.

A atração era só de minha parte.

Ele deve estar lá, sorrindo e eu aqui... soluçando.

Isso é tão injusto.


Notas Finais


p e s a d o
o que acharam do cap? digam nos comentários :3

Meu army amino (me sigam, sou legal :'D) : http://aminoapps.com/p/7fgvn6

Espero que tenham gostado, comentem coisas, isso me ajuda demais! :D
Não deixem de me seguir aqui no spirit, assim terá notificação de capítulos e fanfics novas! :D

BEIJOS ♡♡♡♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...