História Liar - Capítulo 46


Escrita por: ~

Postado
Categorias Orange Is the New Black
Tags Alex Vause, Orange Is The New Black, Piper Chapman, Vauseman
Exibições 349
Palavras 1.627
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Romance e Novela
Avisos: Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 46 - Earned It


No sofá Alex estava toda esticada, lendo um livro tranquilamente. Piper estava no banho.

- Al... Terminei. - A loira voltou meia hora depois. Ela usava apenas um roupão. Seu cabelo estava enrolado.
- Uau... - Alex tirou as pernas do sofá deixando Piper se sentar. - Que cheirosa. Você... Está sem nada aí por baixo?
Piper deu risada.
- O que você acha? - Mordia o lábio.
- Eu acho que está. Mas... como não tenho certeza, você devia me mostrar. - Alex tentou alcançar o laço do roupão.
- Só deixo depois que você tomar banho. - Piper se levantou.
- Por que?
- Porque sim, Al.
- Tá bom. - Ela sorriu se levantando, e puxando a loira pela cintura. - Mas, depois eu quero ver.
- Eu te mostro. - Piper sorriu.
- Adoro! - Umedeceu os lábios. - Já volto! - Alex lhe beijou e foi pro banheiro.


Enquanto a morena estava no banho Piper soltou os cabelos, passou um batom vermelho, contornou os olhos com um lápis. Aplicou máscara nos cílios, e voltou a sala. Afastou a mesinha de centro, e pegou uma cadeira. Acendeu as velas que tinha comprado a tarde, colocou-as em pontos estratégicos para iluminar a região onde se encontrava a cadeira.

Foi até o aparelho de som da morena, pegou o cd, e procurou pela música que queria. Deu pausa quando a encontrou. Com o controle remoto na mão ela foi apagar a luz da sala. Ajeitou as velas, e se sentou no sofá esperando a namorada.

Alex voltou quinze minutos depois. Ela veio andando pelo pequeno corredor, estranhando o fato da sala estar escura.

- Pipes? - Ela chamou. - Por que está escuro? - Vinha devagarinho pelo corredor. - Tenho certeza de que paguei a conta. - Deu risada. - Não tem graça, Pipes. - Piper estava deitada no sofá, o que impossibilitava Alex de vê-la. - Piper? Que luz estranha é essa? - Perguntou com a voz trêmula entrando na sala. A loira soltou uma risada.

- Oie! - Ela se levantou olhando pra namorada.
- O que são essas velas, hein? - Alex gargalhou, a olhando confusa. - E... Porque está toda produzida assim? Achei que fôssemos nos deitar.
- E vamos. Depois! - Piper tocou o laço do roupão. - Você disse que queria ver.
- Eu quero muito. - Alex a olhou de cima a baixo. - Você vai fazer disso um ritual?
- Não.
- Então qual o motivo das velas?
- Apenas sente na cadeira. - Soltou uma risada.

Alex levantou a sobrancelha, e sorriu. Virou e se sentou. Observou a loira pegando o controle remoto em cima do sofá. Ela apertou, e ficou parada em sua frente. A música começou.

Piper puxou o laço do roupão e o deixou escorregar por seu corpo. Alex a olhou boquiaberta. A loira empurrou o roupão pro lado, com o pé. Levou as mãos pro cabelo e começou a bagunça-los sensualmente, enquanto movia os quadris.

- Uau. - Alex sussurrou.

" You make it look like it’s magic
'Cause I see nobody, nobody but you, you, you
 I'm never confused
 Hey, hey
 I'm so used to being used "

Alex não sabia se olhava pro rosto da loira, que sussurrava a letra da música, a olhando intensamente, e as vezes mordendo o lábio. Ou pro corpo esguio e sexy, se movendo, com aquela lingerie vermelha.
Piper girou, Alex engoliu seco. Estava morrendo de vontade de toca-la.

" So I love when you call unexpected
 'Cause I hate when the moment's expected
 So I'ma care for you, you, you
 I'ma care for you, you, you, you, yeah "

Ela se aproximou da morena. Colocou as mãos nos ombros dela, e sentou em seu colo. Rebolava lentamente. Se aproximou do pescoço alvo, e mordeu.

" 'Cause, girl, you're perfect
 You're always worth it
 And you deserve it
 The way you work it
 'Cause, girl, you earned it (shit)
 Girl, you earned it, yeah "

Alex não se conteve começou a acariciar sua cintura, mordendo o lábio.

" You know our love would be tragic (oh, yeah)
 So you don't pay it, don't pay it no mind, mind, mind
 We live with no lies
 Hey, hey
 You're my favorite kind of night "

Piper se levantou. Abriu as pernas da Alex e colocou um pé na cadeira, entre elas. Se exibindo com um sorrisinho. Alex aproximou a boca do seu joelho e mordeu. Piper lhe deu as costas,  voltando a sentar em seu colo.

" So I love when you call unexpected
 'Cause I hate when the moment's expected
 So I'ma care for you, you, you
 I'ma care for you, you, you, you, yeah "

- Nossa. - Alex suava com o movimento da loira em seu colo. Sua respiração estava pesada, seu lábio ardendo, de tanto morder. E um incomodo crescente jazia em seu centro. Decidiu agir. Quando Piper ia levantar a puxou com força pro seu colo, ainda com as pernas abertas.

- 'Cause, girl, you're perfect. - Começou a sussurrar no ouvido dela. Acariciando sua barriga. - You're always worth it. And you deserve it. The way you work it. 'Cause, girl, you earned it .
- Shit. - Piper completou fechando os olhos.

 - On that lonely night. We said it wouldn't be love. - Alex continuou. - But we felt the rush. It made us believe it was only us. Convinced we were broken inside.
- Shit. - Piper dizia.
- Inside...
- Shit. - Piper sussurrava com os olhos fechados. Alex massageava seus seios por cima do sutiã.

- Como você é gostosa, Pipes. - Alex sussurrou percebendo que a música tinha acabado.
- Humm... - Piper gemeu com a mordida de Alex em seu ombro.
- Foi isso que você comprou no shopping, não é? - A morena a fez se levantar e se sentar de frente pra ela.
- Foi. Você gostou?
- Adorei.
- Que bom. A dança foi muito ruim? - Ela sorriu contra o pescoço da Alex. - Eu devia ter ensaiado uns movimentos mais legais.
- Foi maravilhosa.
- Para. Eu sei que danço mal pra caramba.

Alex deu risada baixinho, alisando a cintura dela.
- Você não dança tão mal assim. Você é graciosa, tem um molejo legal. E o mais importante: roça deliciosamente bem.
Dessa vez Piper quem riu.
- É sério. Foi muito bom, babe. - Alex desceu as mãos para as coxas lisas dela e apertou. - Acho que... Nós vamos fazer algo aqui nessa cadeira.
- Vamos? - Piper deu um beijo molhado no pescoço dela. - O que?
Alex não respondeu, alcançou sua boca e lhe beijou. Levou as mãos até o fecho do sutiã e o tirou.

- Hm... Al... - Piper sussurrava enquanto a língua da morena brincava com seus mamilos rígidos. Elas se levantaram, Alex tirou o pequeno short vermelho. Agarrou a coxa direita da loira e trouxe pra sua cintura. Piper estava com os braços por volta dos seus ombros. Elas se beijavam.

Alex desceu a perna dela, foi se ajoelhando dando pequenos beijos em seu tronco. Baixou a calcinha rendada bem devagar, olhando cada detalhe do seu corpo.
- Senta. - Ela sussurrou pra loira.

Piper se sentou na cadeira. Alex abriu suas pernas amplamente. Puxou-a um pouco de encontro com seu rosto, começando a lambe-la avidamente.

- Ahhhh. - Piper gemia.

Alex continuou até ela chegar ao ápice. Subiu os lábios, ainda completamente molhados, pelo corpo dela. Dando leves beijos, sentiu Piper se acalmando. Quando ela já estava recuperada, Alex a pegou no colo, e deitou-a sobre o sofá.

- Tão linda! - Alex sussurrou, ficando sobre ela. - Gostosa demais.

Então a boca da Alex já estava em seu pescoço, descendo pro colo e seios, fazendo as pernas da Piper tremerem em ansiedade. A loira enfiou as mãos nos cabelos da namorada e a puxou para seus lábios. Alex a beijou com força, acariciando seu sexo, explorando, provocando e arrancando gemidos.

Com uma lentidão torturante, desceu a boca pelo corpo da Piper novamente, beijando e lambendo cada pedacinho de pele até chegar ao ponto latejante. Passou a língua devagar, saboreando aquele gosto.

Piper se contorcia, gemendo alto e implorando por mais. Então Alex mergulhou a boca nela com todo seu desejo. Direcionou o dedo indicador e a penetrou com todo cuidado. Esperou até ela se acostumar, inseriu outro logo depois. Piper lhe puxou os cabelos gemendo com os olhos fechados. Ela não demorou muito a acabar nos dedos e na boca da morena.

Alex se sentou desajeitada com as pernas da loira esparramadas sobre suas coxas. Piper se sentou com dificuldade e a beijou
docemente. Desceu os beijos pelo pescoço e mordeu. Se levantou com a morena, ajudando-a a livrar-se das roupas que vestia. Ela voltou a sentar no sofá e Piper ficou por cima de suas pernas.

Beijando o pescoço, as mãos acariciando os seios, antes de inesperadamente, tocar-lhe entre as pernas, arrancando um gemido. Sentiu um pouco e depois a penetrou com os dedos. Alex gemeu e começou a se mover nos dedos dela de uma forma tão excitante, que deixou Piper louca. Elas se olhavam, suadas, descabeladas e as bocas entreabertas gemendo. Não demorou muito, Alex se desfez em um orgasmo longo, gemendo alto. Piper levou a boca até seu pescoço, e com vontade o chupou três vezes.

O corações juntos, batendo incontrolavelmente. Alex a puxou mais pra perto, colando seus corpos totalmente, com os braços em volta da cintura lhe beijou com paixão.

Quando as pulsações começaram a voltar ao normal, Piper sorriu contra o pescoço da namorada.

- O que foi?
- Você vai pirar quando ver a marca no seu pescoço. - Piper gargalhou.


Notas Finais


Estou sem Wifi... :( Então vou postar pelo celular por mais alguns dias. Me atrapalho toda na hora formatar. Porém...

Espero que esteja bom... :v
Obrigada por tudo gente! Todos os comentários, os favoritos, enfim... Por todos que lêem. :*

Xoxo


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...