História Libido - Capítulo 56


Escrita por: ~

Postado
Categorias MasterChef Brasil
Personagens Ana Paula Padrão, Erick Jacquin, Henrique Fogaça, Paola Carosella, Personagens Originais
Tags Bdsm, Farosella
Visualizações 398
Palavras 869
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Hentai, Romance e Novela, Universo Alternativo
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Penúltimo capítulo manas

Capítulo 56 - Mudanças


Pov Paola

Recebi a ligação do meu subchefe dizendo que tinha corrido tudo bem com o crítico e eu suspirei aliviada dentro do carro, tudo que eu não precisava naquele momento era de uma crítica negativa sobre meu restaurante.

Dirigi até o aeroporto onde encontraria Jason, depois iriamos a um estúdio de fotografia.

Assim que cheguei o vi no desembarque e acenei para ele.

- Olha se não é a chef mais linda desse pais.

- Soy mesmo - sorri o abracei, ele estava vermelho pelo calor de São Paulo que ele não era acostumado.

- Você ta bem mais feliz, mais bonita, mais iluminada... Minha câmera vai ficar feliz em te fotografar.

- Estou numa fase melhor do que quando você me conheceu...

Fomos até o meu carro dirigi direto até o estúdio.

- Fase melhor? Fez as pazes com o namorado? - ele perguntou e eu gargalhei sozinha.

- Falei alguma besteira? - Jason perguntou

- No, no, só essa palavra é engraçada, mas sim eu fiz as pazes com o Henrique.

- Fico feliz por vocês.

- Ele ia gostar de ouvir isso - pensei em voz alta.

- Ia?

- Porque ele estava morrendo de ciúmes de você.

- De mim? Nossa, podia ter chamado ele para ver a sessão.

- E perder a chance de provocar ele? Nunca.

- Você não é mole Paola...

Fomos até o estúdio que ele sempre ficava em SP, era rústico, as paredes em tijolos e enormes luzes, além de uma vista para a paulista.

- É aqui que eu me escondo, me refugio.

- É um lugar lindo - comentei - todos nós temos um lugar para se esconder e sermos nós mesmos.

- Exato, você tem o seu?

- Claro, mas é um lugar diferente - sorri e juntei as mãos - mas vamos as fotos?

- Claro - ele disse e me entregou um vestido branco longo.

Logo me troquei e começamos a sessão de fotos, me sentia bem diante das câmeras, até pedi para que Jason tirasse umas no meu celular que eu mandaria a Henrique somente para provocar ele.


(...)


Depois das fotos fui até a casa de Gabriela e Ana para tomarmos um lanche juntos mas só Gabi estava em casa.

Estava deitada com o pé para cima no sofá dela porque depois de passar a manhã inteira de salto meu pé tava inchado, aproveitamos que Valentina estava na escola e apenas jogamos conversa fora.

- Tava com saudades de só nos duas - Gabi comentou sentando no chão ao meu lado.

- Você que casou e virou mãe.

- Você também ta firme com o tatuado né?

- Estamos bem, nos provocamos, mas bem...

- Você adora uma provocação Paola Carosella.

- Enviei a foto do ensaio hoje para ele e ele respondeu isso - entreguei o celular a ela com a mensagem de Henrique que dizia " você sempre vai ser a modelo mais linda do mundo e não precisa de um velho inglês pra provar isso"

- Ele tava morrendo de ciúme - Gabi me devolveu rindo - e você não brigou com ele? Sempre detestou ciúme.

- Não, achei engraçado...

- Você mudou mesmo.

- Eu me sinto diferente, não sei, da última vez que transamos foi de madrugada. Eu levantei para comer e quando vi ele na cozinha me deu uma vontade de me entregar a ele sabe - sorri relembrando dos momentos - eu gosto muito de comandar, você sabe mas naquela noite deixei que ele me fizesse.

- Eu não acredito que estou viva para ver esse momento, Paola Carosella sendo dominada na cama.

- Eu já fiz inversão de papeis sua besta, e não foi na cama, foi na bancada da cozinha.

- Só é inversão se for no quarto de jogos Mrs Libido - ela ironizou - você se deixou dominar.

- Eu queria levar ele pro quarto mas não me controlei, sabe quando você gozar, eu tava assim.

- Deve ser a menopausa...

Taquei uma almofada sobre ela e fechei o cenho.

- Menopausa tem a sua mãe.

- Tem, e fica com esses calores, querendo macho - Gabi segura o riso e massagea o braço onde acertei a almofada.

- Nunca mais te conto nada Gabriela Barretto.

- Juro que parei - ela levantou as mãos em rendição e me ajeitei sobre o sofá branco.

- E você e a Ana? já treinou ela para te chicotear

- Paola... Para - ela ficava vermelha a cada comentário meu e eu me sentia vingada.

Já passava das 15h quando olhei no relógio, foi bom da uma parada na casa de Gabi porque ainda iria trabalhar no horário do jantar do Arturito.

- Obrigada pelo lanche tava morta de fome - disse levantando do sofá.

- É bom te ver se alimentando, ta até com o quadril maior, vai deixar os machos malucos.

- Primeiro você me chama de velha e agora de gorda, que amiga em.

- Não disse gorda ia dizer bunduda.

- Se saiu bem - pisquei para ela e quando fui pegar minha bolsa sobre a mesa senti uma tontura enorme, minha cabeça girou e tudo que me lembro é de ter ficado escuro. 


Notas Finais


Não ficou enorme porque eu não queria que ficasse massante e pra guardar o melhor pro final lógico, obrigada a todas que tão lendo, sempre que to mal vejo comentário de vcs e me da bastante força, vcs são foda


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...