História Lie - one shot - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Drama, Mentira, One-shot, Tragedia, Traição, Tristeza, Vibe
Visualizações 10
Palavras 512
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia)
Avisos: Heterossexualidade
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


oe seus xero verde
te recomendo a ler escutando 'bittersweet tragery - melanie martinez'

ateh uma proxima

Capítulo 1 - Capítulo Único


Como podemos falar se não temos palavras?

Como podemos escrever se não temos tinta?

Como podemos amar se você mentiu?

Você foi a ultima coisa que eu vi, você foi a única coisa que eu queria ver.

Eu queria que você soubesse que eu simplesmente não posso consertar o que você já quebrou

Simplesmente não posso segurar o que você afastou

Não posso ficar bem com isso.

Feche os olhos, sinta as batidas do meu coração e se arrependa. Você é como um mimico, mas como podemos amar um ao outro se você não fala?

Á meia noite eu sentia sua falta e te dava tudo, dei até uma coisa que eu não deveria. Eu deveria ter guardado para a pessoa que me faria feliz, e infelizmente você não é essa pessoa. me devolva meu sorriso, você se foi e o levou junto, junto com a minha felicidade

Mas agora você é feliz, você é livre.

Eu te amava, você também?

É tao doce ouvir a voz dessa mentira saindo da sua boca, essas palavras sujas que me dao vontade de vomitar simplesmente fecham os meus lábios.

Você fez do nosso amor um teatro de fantoches

Infidelidade nem passou pela minha cabeça.

Eu te fiz feliz, mas você nem tentou. Eu voltei atrás antes de você. Era tudo tao intocável, nosso amor sempre foi o mais delicado.

Eu te amava, e você?

Mesmo depois de todos aqueles alertas, eu continuei amando você, errar nunca tinha sido tao certo.

Eu tinha um milhão de palavras para dizer

E você tinha um milhão de mentira a contar

Tudo estava na ponta da língua

Não, eu não estou nada bem, e você? Como vai o seu filho que você nem se preocupou em me contar que tinha?

Ah, eu esqueci mesmo de te perguntar, como vai sua mulher?

Eu não te conheço, não sei nada sobre você.

E você, sabe alguma coisa sobre mim? Acho que nem se lembra mais

Você voou para longe e me deixou sozinha, sendo sufocada por essas suas desculpas que eu estava me forçando a engolir.

Você me deixou tao sozinha, fez eu me sentir tao sozinha

Mas você não se sentiu sozinho em momento algum

As cicatrizes que você fez são mais profundas do que meus próprios demônios

Não é por que eu sou tola que você pode me fazer de brinquedo

Hoje você brinca, amanha é brinquedo

O cheiro das flores não vai encobrir o seu cheiro de imbecil, como eu fui tao cega a ponto de não enxergar?

Como vou olhar para você e sorrir?

Como posso abrir minha boca para perguntar como foi seu dia?

Eu queria que você fechasse seus olhos e nunca mais pudesse abri-los.

Como podemos beijar se nossas bocas estão comprimidas?

Como podemos ver se nossos olhos estão fechados?

Como podemos viver se queremos estar mortos?

Se eu pudesse voltar para o dia em que nos conhecemos

Provavelmente teria ficado na cama

Oh, nada nunca é suficiente

Você me traiu enquanto eu te amava

E eu vou sumir enquanto você me procura.

 


Notas Finais


:)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...