História L. I. E. - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Exibições 160
Palavras 300
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Fantasia, Ficção, Romance e Novela, Sobrenatural
Avisos: Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Mutilação, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Estou tremendamente irritada com o spirit, espero que a foto abra, se não abrir, me perdoem 😕
Vamos ao capítulo...

Capítulo 4 - Tres


Eu já tive um namorado. Daqueles que juram amor eterno e compram presentes todos os dias só para te ver sorrir. Ele era o cara perfeito, e os meus amigos sabiam disso. 

Suga não gostava muito dele, havia algo no meu ex que o incomodava, mas sempre que eu lhe perguntava, ele dizia que estava tudo bem. 

Meus problemas começaram quando a depressão chegou em minha vida. O mais engraçado era que, quanto mais apegados ficávamos, mais a minha situação piorava, e isso parecia incomodar a todos ao meu redor. 

Mas eu só terminei o meu relacionamento, quando eu comecei a ter sonhos estranhos.Sonhos, nos quais, meu namorado era a típica imagem do demônio. Aquilo foi o suficiente e, depois do término, nunca mais o vi. 

Eu não merecuperei da depressão, mas os meus resultados melhoraram muito depois do fim. 

- Foi bom você ter terminado - Jimin comenta,sentado ao meu lado na cama, enquanto assistimos o meu dorama favorito. 

- Você acha que ele estava me fazendo mal? - pergunto. 

- Talvez - Jimin murmura. 

Ele é tão sério e ao mesmo tempo sorridente. 

- Você tem segredos também? 

- Talvez - Ele sorri, e volta a olhar para a TV. 

Existe algo nele que me dá uma confiança estranha, um desejo de contar sobre a minha vida. Mas também existe algo nele que me pede para que eu fique longe, ou eu poderei me machucar mais. 

- Você não vai contar - murmuro, sorrindo meio sem graça. 

Ele nega com a cabeça, de um jeito triste. Como se quisesse contar, porém algo o impeça de fazê-lo. 

- Vamos fazer o quê amanhã? - Ele muda de assunto. 

- Vou te apresentar um amigo meu. 

Sorrio. Imaginando que, se ele  e Suga se conhecerem, eu vá desvendar  seus segredos. 


Notas Finais


Tá difícil postar capítulos com foto.
Eu sinto que os capítulos ficam vazios sem elas. 😕
Mas... postei mais um 😀
Obrigada por terem lido até aqui.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...