História Life - Capítulo 18


Escrita por: ~

Postado
Categorias Magcon
Personagens Aaron Carpenter, Cameron Dallas, Carter Reynolds, Hayes Grier, Jack and Jack, Jack Gilinsky, Jack Johnson, Jacob Whitesides, Mahogany LOX, Matthew Espinosa, Nash Grier, Personagens Originais, Shawn Mendes, Taylor Caniff
Exibições 47
Palavras 1.354
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Comédia, Famí­lia, Festa, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oi, amigas! Daqui para os próximos dois ou três capítulos vão entrar novas personagens. Preciso saber quais de vocês, as quais as personagens ainda não apareceram ainda acompanham a historia.

Capítulo 18 - Life of the Party.


P.O.V Ana Clara

Eu nunca quis ser uma heartbreaker. Eu sempre odiei Heartbreaks. Eu me sinto a pior pessoa de todos os tempos quando eu deixo alguém magoado. PIOR. PESSOA. DE. TODAS.

Por outro lado, eu nunca poderia fingir sentir algo mais do que a incrível amizade e do super carinho que eu tenho pelo Jack. Ia ser muito pior, e eu sei disso por experiência própria.

Eu juro do fundo do meu coração que se eu pudesse escolher ia escolher gostar dele. Ele sempre conversa e é legal comigo. Mas, eu esqueço de tudo isso quando eu ouço a voz do Shawn. Ou vejo o sorriso dele. A risada dele. Ou o jeito que ele é com as meninas que vão ver a gente. Até daquela pequena cicatriz que ele tem do lado esquerdo do rosto e perto do nariz eu gosto. Deu para ver que a situação tá complicada, né?

Eu sei que pode parecer ridículo ou exagero meu. Você pode me falar "Vocês só se conhecem a alguns dias, você não pode amar ele assim".

Ok, eu não amo ele.

Eu sempre tive as diferenças definidas na minha mente que:


Gostar: é quando a gente se apega à uma pessoa e começa a apreciá-la.


Paixão: É quando a gente acha que a pessoa é perfeita.


Amor: É quando a gente sabe que a pessoa não é perfeita, mas aprender a amar até os defeitos dela.


Então, se eu for seguir essa minha tabela, eu diria que estou apaixonada pelo Shawn. E gosto do JG. Não parece difícil definir.

Só esqueci de mencionar um pequeno detalhe, o Shawn, não gosta de mim desse jeito. Então, de toda essa história, vão sobrar apenas duas pessoas na Bad. A vida nunca é 100%, não é mesmo, amores? Vamos seguir com o que a gente tem mesmo.

-Então, galera, essa é a última parada no Texas. Arrasem aqui em Austin, ok? -Bart era sempre animado. - Eu queria que vocês pensassem em apresentações em dupla ou trios para hoje.

O que? Como assim? Eu olhei ao redor tentando encontrar algumas das meninas para fazer um dupla e dançar, mas...

Grey e Isa se juntaram e iam fazer uma apresentação "completa", ou seja, Isa ia cantar e Grey ia dançar.

Sophia e Mel se olharam de um jeito tão cúmplice que fez todo mundo ficar com medo do que estava por vir.

Ok...Ainda posso cantar com a Giulia! Ou com o Jack!

-Giu!! Vamo cantar alguma da Demi? - Eu virei esperançosa para ela.

-Na verdade...É que... - Ela estava tentando explicar algo

-Ela vai cantar com a gente, Baby! - JJ jogou uma piscadinha para mim. E apontou para ele e Gilinsky, que apenas deu de ombros.

-Ok. Johnson, era para você se aproximar da Giulia, não para roubar minha amiga quando eu mais precisava - Eu disse fazendo biquinho. Giulia ficou vermelha e JJ também - Vocês já são uma dupla. Não é justo.

-Ana Clara, eu queria testar uma coisa - Eu me assustei quando Bart falou, eu não tinha percebido que ele estava observando "meu pequeno problema" -  Você e Shawn. Acho que a voz de vocês combina, dá para vocês acharem uma música que os dois saibam e apresentarem? - Ele não me deixou responder - Sabia que sim! Shawn!! Vem cá, senta aqui com a Ana e preparem uma música para a apresentação.

-E aí, você tem alguma ideia? - Shawn se sentou ao meu lado.

Na verdade, eu até tinha pensado em "Wouldn't change a thing" da Demi com o Joe. Mas, eu fiquei com medo de aquilo parecer muito uma indireta. Melhor não.

-Nada. E você?

-Eu ach

-Start of Something New!! Pelo amor de Deus! Nunca pedi nada para vocês. - Mel não deixou Shawn acabar de falar e passou o braço abraçando eu e ele.

-De onde você surgiu, Melissa? - Shawn perguntou rindo.

-Eu estava passando como quem na quer nada, porque já acabei de resolver o que vou fazer com a Sophi, e resolvi ajudar vocês, sabe... - Ela tentou fazer uma cara de anjinha.

-Falando assim até parece que a gente não ia conseguir sozinhos - Shawn estava teimando com Melissa só para aborrecê-la.

-Me ajuda, Ana! Esse menino tá chato hoje. "Start Of Something New" ia ficar lindo nas vozes de vocês. E as meninas iam amar ouvir vocês cantando HSM. - Mel se virou apenas para mim - Vou deixar vocês pensando.

Mel se virou para ir ao encontro de Sophi novamente deixando apenas Shawn e eu. Nós nos encaramos por um instante e começamos a rir de Mel.

-Sabe, ela é assim maluquinha, mas eu realmente acho que podemos "Começar algo novo" - Ele me disse tocando os primeiros acordes da música no violão. - Você sabe essa letra?

-Acho que sim. A gente pode só treinar algumas vezes, né?

-Claro. Vamos lá.


P.O.V Shawn Mendes.


Ana tinha um voz encantadora. Sério, cara, quando ela canta ela definitivamente vira o Centro das atenções. Eu adoro também quando ela simplesmente não se importa e dança como se não tivesse ninguém por perto.

Mas, é estranho pensar tudo isso. Afinal, ela tem "uma coisa" com o Jack. Eu realmente não sabia o que eles tinham, mas eles eram muito próximos. E o Jack é amigo demais para eu competir com ele. Eu não posso fazer isso.

-É, definitivamente algo novo. - Ela sorriu para mim.

-Viu, Shawn Chato! A música ficou sensacional na voz da Aninha. Você também até que cantou legal.

-Ah, Obrigado pela parte que me toca, Mellie. - Eu disse com certo sarcasmo.

-Mellie? - Ela riu alto - Não. Definitivamente não combina comigo. "Mel" já é fofinho e doce demais para uma louca como eu. Palavras da minha melhor amiga Bia. Então, nem pense em me chamar de Mellie.

-Você não pode me impedir, Mellie. Ainda vou postar no Twitter que é seu novo apelido para os seguidores te chamarem assim também.

-Você não vai aguentar as consequências, Mendes - Mel semicerrou os olhos e me encarou.

-TÁ NA HORA DO SHOW, CRIANÇAS!! - Bart nos chamou para o palco.

Cameron e Nash fizeram uma pequena "batalha de arrotos" na apresentação de dupla deles.

Taylor e Carter fizeram uma disputa de flexões, vergonhosa, só para esclarecer.

Isa cantou "Starchips" enquanto Grey  ensinou a coreografia para o pessoal.

Sophia e Mel chamaram algumas fãs no palco pediram os telefones das meninas e zoaram com muita gente do Twitter e Instagram delas. Depois seguiram elas, e bateram foto, para amenizar.

Giulia e os Jacks cantaram uma música muito legal.

Aaron e Matt fizeram uma dancinha esquisita de "Lip Gloss"

E por último, eu e Ana fomos cantar Start of Something New, a platéia foi a loucura! Sério, foi muito bom elas cantando junto com a gente. A Ana arrasou. Queria muito ter encontrado ela em um karaokê de verdade.

É engraçado, ver a Ana cantar, e ver toda esse sonho fantasiado de loucura que a gente tá vivendo...Isso tudo tá me deixando cheio de idéias.

Tem uma música que eu não consigo tirar da cabeça. Acho que eu preciso escrever.


P.O.V Ana Clara
.

Porque, Mel, Porque? Além do Matthew e do Aaron, ela ainda tinha que conquistar o Shawn? Sério mesmo? Qual tipo de feitiço?

Eles conversam como se fossem amigos a muito tempo. E o jeito como ele é com ela? Claramente diferente de como é com as outras. Cheios de piadinhas e essas coisas. Mais um para ter o seu momento de Heartbreak. A Melissa não sabe controlar para quem ela joga charme.

CHEGA! Pelo amor de Deus, Ana Clara Britto!! Esse ciúme do que nem é meu é ridículo. A Melissa não tem culpa. Nem Shawn. Nem ninguém.

A vida é assim. Se a vida fosse justa, ela se chamaria "Mãe".

Eu preciso mesmo dar um jeito de superar isso.

-Ana, tá tudo bem? - Jack se sentou do meu lado no ônibus - Você ficou parecendo meio e estranha depois da apresentação...

-Tá tudo bem, Jack - Eu sorri para ele - Obrigada por se importar. 





Notas Finais


Bjbjbjbj


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...