História Life after you - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Sakura Haruno, Sasuke Uchiha
Tags Kakasaku, Naruto, Sakura, Sasuke, Sasusaku
Exibições 102
Palavras 1.116
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Romance e Novela, Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Oie... Aqui está mais um capítulo, desculpem pela demora.
Espero que gostem, boa leitura!

Capítulo 5 - Aquele sorriso...


Fanfic / Fanfiction Life after you - Capítulo 5 - Aquele sorriso...

E a enfermeira, é gostosa? – Perguntou Madara, ainda olhando para a janela.
− Eu achei bastante gostosa, um pouco séria demais e tem um cabelo meio esquisito, mas tenho certeza que deve ser uma maravilha na cama. – Disse Itachi, fazendo Madara rir.
− Acho que é por isso que Sasuke não fez de tudo para tirá-la de lá. – Concluiu Madara.
− Não duvido, Sasuke sempre adorou mulher difícil de ser conquistada. – Itachi colocou as mãos nos bolsos,
− Como disse que ela se chama? – Indagou Madara.
− Eu não disse, mas se não me engano ela se chama Sakura alguma coisa, acho que é Haruno. – Assim que Itachi fechou a boca, ele viu a taça de vinho que seu tio tinhas nas mãos se espatifar na chão – Está tudo bem tio?
− Você disse, Haruno? – Perguntou Madara espantado.

− Sim, tio, eu disse Haruno. O que está havendo? – Perguntou Itachi aproximando-se do tio, que caminhou apressado até seu computador e começou a digitar desesperadamente.
− Será possível? – Falou Madara consigo mesmo.
− O senhor pode me explicar o que está havendo? – Perguntou Itachi aproximando-se da mesa do Tio.
− É uma longa história, depois explico! – Disse ainda encarando a foto de uma criança de cabelos róseos em seu computador.
---

 

− Então ele tem uma péssima relação com o irmão dele? – Perguntou Kakashi acariciando meu cabelo, enquanto eu estava deitada em seu peito.


− Exatamente. Pelo visto nem tudo é perfeito na vida de Sasuke Uchiha – Dei um suspiro cansado ao me dar conta de que teria que voltar para o hospital. Mas pra ser sincera, não era assim tão ruim cuidar do Uchiha, fora as piadas sem graça que ele fazia vez ou outra. Sentei na cama e peguei minha regata preta que estava no chão, não demorou muito para eu começar a sentir as mãos de Kakashi em minha cintura e seu hálito quente em meu pescoço.


− Já vai me deixar? – Sua voz rouca me fez arrepiar.


− Não por vontade própria, acredite – Tentei manter a sanidade antes que eu tirasse a roupa novamente e me jogasse em cima daquele homem.


− Só Deus sabe quando vou te ver de novo não é? – Indagou ele depositando beijos em meu pescoço.


− Tentarei fazer com que não demore tanto – Selei nossos lábios. Quando estava prestes a me desgrudar dele, Kakashi segurou meu rosto e aprofundou mais o beijo. Podia sentir minha excitação voltar. Só esse homem mesmo pra me deixar assim as seis da manhã. O beijo foi sessando e ele finalmente me deixou partir.


Passei em casa rapidamente, tomei um banho e troquei de roupa. Peguei um iogurte que estava na geladeira, acrescentei um pouco de whisky e tomei. Meu telefone começou a vibrar em cima da mesa, vi o nome de minha mãe na tela e revirei os olhos. Não queria atender, mas podia ser sobre a saúde de Sasori.


− O que é? – Nem tentei parecer gentil.


− Seu irmão vai fazer a cirurgia em duas horas – Disse ela.


− Do que está falando? Eu ainda não consegui o dinheiro todo, falta mais da metade ainda.


− Que piada sem graça, Sakura!


− Do que está falando, mulher?


− Seu amigo, o Sr. Sasuke Uchiha entrou em contato comigo ontem à noite e disse que você havia conseguido um empréstimo com ele e é claro que fiquei muito agradecida. Só quero saber como conseguiu fazer com que ele lhe emprestasse tanto dinheiro.


− Também quero saber. Tenho que desligar, me liga quando Sasori sair da cirurgia – Desliguei sem esperar por uma resposta. Peguei minha bolsa e saí de casa.


Quando cheguei ao hospital, assinei meu ponto e fui direto para o quarto do Uchiha, ele estava sentado com fones no ouvido cantarolando uma música que eu não conhecia. Quando se deu conta da minha presença, tirou os fones de ouvido e me lançou um sorriso.


− Bom dia, flor do dia! – Cumprimentou ele.


− O que você fez? – Ignorei seu bom dia.


− Tomei banho sem você, espero que não se importe – Sorriu sacana.


− Sabe do que estou falando.


− Sei?


− Porquê pagou a cirurgia do meu irmão? – Perguntei séria.


− Ah, é disso que está falando! Bem, você estava precisando e eu quis te ajudar – Respondeu calmamente.

 

− Por quê?


− Ué, eu gosto de você; você precisava de ajuda e eu podia ajudar, então eu ajudei.


− Depositando cinquenta mil dólares na conta bancária do meu irmão?


− Na verdade, as contas do hospital também estavam atrasadas, então foi um pouco mais que isso – Disse ele dando de ombros.


− Um pouco mais quanto? – Merda! Quanto eu estava devendo a esse cara?


− Bom, eu transferi sessenta e cinco mil dólares para a conta do seu irmão!


− O QUÊ? – Puta que pariu -  Eu não tenho como te pagar isso tudo! – Levei as mãos ao cabelo.


− Considere como um presente de natal.


− Ainda estamos em julho.


− Um presente de natal bem adiantado – Riu ele.


− Mesmo que estivéssemos em dezembro, eu nunca aceitaria.


− Achei que não aceitaria, então tenho uma proposta para te fazer – Apenas o olhei em silencio esperando que ele continuasse – Como você deve saber, vou sair do hospital amanhã e gostaria de lhe oferecer um emprego.


− Não vou ser sua concubina! – Falei séria e Sasuke caiu na gargalhada;


− Querida, quando você se deitar comigo, vai ser por vontade própria e não porque está sendo paga para isso – Ele é muito prepotente – Mas de qualquer forma, não é esse tipo de emprego – Disse ele parando a risada aos poucos – Quero que seja minha secretária particular.


− Tenho certeza que você já tem uma e eu não sei nada sobre isso.


− Minha última secretária se aposentou, Judite era maravilhosa, mas resolveu me deixar e pelo que pude ver, você sabe lidar comigo muito bem e está resistindo ao meu charme, assim como Judite. Você é perfeita para o trabalho.


− Só pode ser brincadeira! – Esse cara tá tirando uma com a minha cara, só pode.


− É sério! Quanto você ganha aqui? Dois mil e quinhentos por mês? Eu pagarei mais que o dobro disso e você vai poder pagar o empréstimo que lhe fiz em menos de três anos. E tudo o que você precisa fazer é cuidar de mim e dos meus compromissos -  Eu não podia acreditar no que eu estava ouvindo – E então, o que me diz?


− É uma... Excelente proposta – Fechei os olhos tentando me convencer a aceitar. Mas esse cara cheirava a problema e algo dentro de mim dizia pra eu ficar longe. Mas aquele sorriso me era tão familiar...
---


Notas Finais


O que acharam? Comentem, comentem, opiniões são sempre bem vindas.
P.S.: Desculpem pelos erros ortográficos, não revisei.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...