História Life Is a Unicorn - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, Kai, Kris Wu, Lay, Lu Han, Sehun, Tao, Xiumin
Tags Chanbaek, Exo, Hunhan, Kaisoo, Sulay, Taoris
Visualizações 33
Palavras 2.057
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Romance e Novela, Yaoi, Yuri
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Transsexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


OOOOOOIIIIIINNNNNNN COMO QUE CÊS TÃO????? Bom aqui estou eu novamente nesse mundo maravilhoso de fanfics com a segunda temporada de Apenas Um Baekhyun, AAAAAEEEEEEEE *palmas* bom nos vemos nas notas finais. Boa leitura

Capítulo 1 - CAP I - Juntos para sempre?


Fez 11 meses que estou casado com Chanyeol, nós adotamos duas crianças SinHyun e Jaeyoon, os dois tem 10 anos, eles são um casal de gêmeos, quando vimos os dois simplesmente nos apaixonamos.

Nossa vida mudou bastante desde o dia que nos casamos, meus pais se mudaram realmente para os Estados Unidos, Luhan e Sehun adotaram uma menina linda chamada Lim Nayeong de 7 anos, ela é tão linda que da inveja. Kai e D.O vivem viajando para cima e para baixo, é raridade ver eles na Coréia, Xiumin e Chen estão morando no Japão, mas sempre nos reunimos para nossos encontros, virou meio que tradição, eu e Chanyeol compramos uma casa nova e estamos morando juntos, compramos uma casa um pouco maior pois SinHyun e Jaeyoon precisam de espaço para poderem brincar a vontade.

Chanyeol é gerente de uma empresa de negócios, e anda ganhando bastante dinheiro, meu trabalho como fotógrafo apenas cresce, eu sempre viajo para vários países para fazer fotos para novas revistas, mas estou começando a trabalhar como modelo, sim, modelo, o Luhan deu essa idéia para o meu chefe e ele aderiu e me ofereceu um emprego na área de modelo também. Será se eu tô rico? Tô nada, imagine.

Eu nunca pensei que algum dia eu iria ficar rico e famoso, a vida nos prega peças realmente.

O meu trabalho mais o de Chanyeol não atrapalha a nossa relação juntos, mas ultimamente Chanyeol anda distante, ele sempre chega em casa tarde da noite e eu sempre tenho que acalmar as crianças quando ficam preocupadas com o pai, eu já conversei com Chanyeol para saber o que estava acontecendo, ele falou que era apenas por causa do seu trabalho que estava o deixando muito cansado.

Eu fico realmente bastante triste, eu sei que o trabalho de Chanyeol é muito pesado mas eu fico com medo de perdê-lo, ele anda muito diferente, quando fez 11 meses que nós casamos ele esqueceu, aquilo me doeu tanto, mas ele me prometeu que isso nunca mais aconteceria, ele me prometeu que me faria feliz.

As crianças ficam sempre tristes quando Chanyeol não chega em casa na hora do jantar, mas eu sempre as acalmo e peço para eles terem paciência.

Chanyeol nunca nos abandonaria.



                                            2 meses depois


Hoje eu e Chanyeol fazemos 1 ano de casados, é o nosso aniversário de casamento, Luhan preparou uma festa na minha casa para poder comemorar, nós não contamos para  Chanyeol pois faríamos uma surpresa para ele.

Luhan comprou vários balões coloridos para enfeitar a festa, me senti em uma festinha de criança. Eu já estava muito ansioso, não aguentava mais.

- Ele vai chegar de noite Baek, ainda nem anoiteceu, aquieta o cu. - falou revirando os olhos.

- Vou aproveitar para rever as músicas, precisamos enaltecer a rainha dos gays vulgo Lady Gaga, vou aproveitar para rezar para ela poder perdoar o Chanyeol por estar me deixando ansioso, e cadê o Sehun?

- Ele deve vir mais tarde, nem quero ver a cara dele.

- O que foi? Vocês brigaram?

- Eu tô com raiva dele, ele ficou de conversinha com um menino que nunca nem vimos na vida, ficou com o cu todo aceso pra cima dele, e como punição eu estou fazendo greve de sexo, avá que eu vou empinar a minha bundinha linda para um viado daquele. 

- Que drama Luhan. - falei sorrindo. - E quem é esse menino?

- Eu vou saber? Mas ele tem cara de ser chinês, se eu não me engano....... o nome dele é Lay, eu acho, não me lembro direito.

- L-lay? - Meu cu, o Lay tá na Coréia?

- Sim. Porque você está surpreso? Você conhece ele?

- Sim, eu conheço, ele estudava na mesma escola que a minha nos Estados Unidos.

- Aaahhh ele era aquele que se matou?

- Não Luhan, esse era o Suho, Lay é o menino que ele gostava, eu sinto tanta saudades de Junmyeon. - falei com a voz trêmula, se eu continuar falando eu vou acabar chorando.

- Ai Baek não fique triste. - falou se aproximando de mim. - Vem, me ajude a encher os balões. - falou me puxando pelo braço.

- Meu Deus Luhan, porque caralhos tu comprou esses balões? Não é uma festa de criança.

- Não reclama não que eu tô te ajudando nessa bagaça, se tu continuar reclamando eu vou ir embora e te deixar sozinho. - cruzou os braços.

- Tá bom mamãe. - sorri.

Bom anoiteceu, Luhan foi para casa se arrumar mais cedo do que devia, mas aquele ali, é pior do que menina para se arrumar, meus filhos estavam dormindo, tenho que acordá-los a tempo de se arrumarem.

- SinHyun, acorda, temos que nos arrumar. - sussurei acariciando seus cabelos fazendo um carinho, ela foi abrindo os olhinhos devagar.

- Appa? - indagou coçando os olhos.

- Oi meu bebê, desculpa te acordar mas temos que nos arrumar, okay? - perguntei e ela assentiu.

- Jaeyoon? Acorda querido, temos que nos arrumar. 

- Deixa mais um pouquinho Appa. - murmurou puxando o lençol para cobrir a cabeça.

- Ah pequeno, você tem que se arrumar, eu prometo que quando você ficar com sono é só me falar que eu te coloco na cama okay? - assentiu. - Agora levanta, o Appa está chegando, temos que nos arrumar.

SinHyun e Jaeyoon ficam muito cansados por causa da escola, os dois estudam de tarde e chegam exaustos da escola, eles sempre dormem bastante quando chegam.

Depois de muita insistência minha e de SinHyun, Jaeyoon teve coragem de levantar, tomamos banho e nos arrumamos, logo os meus amigos começaram a chegar, bom todos estavam chegando menos Chanyeol, estava ficando preocupado e resolvi ligar, liguei uma vez nada, segunda vez nada, terceira vez nada, na quarta vez ele atendeu.

- Chanyeol? Graças a Deus você atendeu, estava preocupado. - falei assim que ele atendeu.

- Me desculpa Baek, estou ocupado por causa do trabalho, mas eu prometo que não vou demorar. - sua voz estava estranha, ele não podia estar bebendo ..... Não, ele não faria isso.

- Okay, não demora por favor.

- Eu te prometo. - ele nem falou nada sobre o nosso aniversário de casamento, será se ele esqueceu? Porra Baekhyun, pare de pensar essas coisas, ele está apenas cansado por causa do trabalho.

- Baek? O que foi? Você está bem? - D.O indagou com o olhar preocupado.

- É o Chanyeol, eu liguei para ele, sua voz.... estava estranha, parecia que estava bebendo, e além disso, estava uma barulheira, será se ele esqueceu do nosso aniversário de casamento? - minha voz começou a ficar trêmula no meio da frase, meus olhos já estavam cheios de lágrimas.

- Fica calmo Baek, o Chanyeol te ama muito, ele não iria esquecer, você sabe disso, apenas se acalma okay? - assenti. - Agora enxugue essas lágrimas e venha se divertir.

Kyungsoo sempre foi uma ótima pessoa, eu o amo muito.

Eu apenas me acalmei como D.O me aconselhou e fui me misturando. Luhan convidou todos os nossos amigos, meus pais não puderam vir, pois o vôo acabou atrasando, os pais de Chanyeol também não vieram, estava apenas nossos amigos.

A festa continuou, e o tempo foi passando, passando, e as pessoas foram embora uma por uma, foi ficando tarde, e nada de Chanyeol.

Eu não acredito, eu me recuso a acreditar que Chanyeol esqueceu o nosso aniversário de casamento.

Todos foram embora, Kyung queria ficar comigo, mas ele tinha que ir para casa pois sua garganta estava doente, e estava com indícios de febre, meus filhos estão dormindo, eu fiquei tão triste, Jaeyoon ficou perguntando o tempo todo sobre o pai, eles dois são muito próximos um do outro, ele ficou tão abalado.

Eu quero quebrar tudo a minha volta, mas não posso, eu vou acabar acordando as crianças, eu estou com tanta vontade de quebrar todos esses copos. Nunca na minha vida meu coração ficou tão quebrado.

Já são 2 horas da madrugada, e até agora estou esperando por Chanyeol, eu já derramei tantas lágrimas que nenhuma quer descer mais.

Foi quando eu ouvi a porta sendo aberta, o fedor de bebida invadiu a sala, eu olhei para a figura de Chanyeol ele veio andando em minha direção quase caindo de tão bêbado, eu estava sentado no chão, quando eu vi o seu estado meus olhos começaram a arder por causa das lágrimas, abaixei minha cabeça fitando o chão.

- B-baekhyun, e-eu cheguei. 

- Você esqueceu, não esqueceu? - levantei o rosto, Chanyeol estava em pé na minha frente.

- E-esqueci o que? - sua voz saia arrastada por causa do efeito do álcool 

- Eu não acredito. - sorri em desgosto. - Você esqueceu o nosso aniversário de 1 ano de casamento. Eu já podia esperar. - me levantei. - Você estava bebendo, por isso o som de música estava alto quando eu te liguei, por isso a sua voz estava diferente. - suspirei. - O que é isso no seu pescoço? Em Chanyeol?! Me responda!

- E-eu, estava com um amigo. 

- Você me traiu? Você me traiu com outro garoto? No dia do nosso aniversário de casamento? - suspirei fundo novamente. - Eu só não grito com você porque as crianças estão dormindo.

- Baekhyun eu não fiz por querer. Eu estava numa festa, era uma festa do traba - parou de falar e a única coisa que se pôde ouvir foi o som do tapa que dei no rosto de Chanyeol ecooar pela sala.

- PARE DE USAR A PORRA DO SEU TRABALHO COMO DESCULPA! - não consegui me conter, acabei aumentando o tom. - O seu trabalho é o culpado por você esquecer nosso aniversário de casamento? O seu trabalho é o culpado por você me trair? - parei de falar esperando ele responder. - RESPONDA CHANYEOL!

- Fale baixo Baek, você vai acordar as crianças.

- Elas tem o direito de ouvir, e saberem que elas têm um pai orrivel. Eu não acredito Chanyeol, eu sofri tanto por sua causa, porque eu queria voltar para te encontrar e ser feliz ao seu lado. - as lágrimas começaram a cair. - Mas o que você está fazendo é o contrário. Você tem noção do quão ruim foi ficar aqui te esperando chegar? Eu nem tinha vontade de comemorar, eu não tinha nada para comemorar, mas eu comemoraria o que? Comemoraria que o meu marido me traiu pela primeira vez? Comemoraria que enquanto eu estava triste você estava se divertindo com outro em uma balada? - eu não consiguia mais falar, a minha voz não saia mais, pois quanto mais eu falava mais a minha garganta doía.

- A-appa? - a voz de Jaeyoon nos chamou a atenção. - Vocês estão, b-brigando? - perguntou com a voz trêmula.

- Não querido, não precisa se preocupar, estamos apenas conversando, volte para o seu quarto pequeno.

Assim fez Jaeyoon.

- Chanyeol. - o chamei. 

- Sim?

- Amanhã faça o favor de arrumar as suas coisas e ir embora da minha casa. - falei seco.

- O-o que? B-baek você, está querendo para nós nos divorciar? 

- Eu não sei Chanyeol, você já me decepcionou uma vez, e agora dessa vez foi pior, eu não quero para isso acontecer novamente. - e as lágrimas voltaram.

- Por favor Baekhyun! - me abraçou, o cheiro de álcool me enoja. - Eu te amo tanto, eu não quero ficar longe de você. - seu tom de voz mudou, ele está chorando? Ah não fode Chanyeol!

- As suas palavras não são de acordo com suas ações Chanyeol, como eu posso confiar em você novamente?

- Me desculpa Baekkie, eu estava bêbado, eu não sabia das minhas ações, e sim eu fui um idiota, eu esqueci o nosso aniversário de casamento e eu me arrependo profundamente por causa disso, apenas me dê outra chance por favor Baek, eu posso até ficar sem falar com você mas por favor eu não quero ficar longe de você e nem das crianças eu não quero ir embora. - me abraçou mais forte e eu passei meus braços em sua cintura. - Por favor Baek me perdoe, eu te prometo que eu vou parar de pensar muito no meu trabalho e pensar mais em nós, okay? - me olhou nos olhos.

- Tudo bem Chanyeol, mas isso não significa que eu te perdoei ou que minha confiança voltou.

-  Eu te prometo Baek, eu vou fazer a sua confiança voltar, e eu vou te fazer a pessoa mais feliz do mundo. - me abraçou novamente.

Eu espero Chanyeol.

Pois eu sofri muito para nós ficarmos juntos.

E eu não quero me arrepender disso.





Notas Finais


POR ESSA VCS NÃO ESPERAVAM NÉ NOM???? A segunda temporada já começa na merda.
Muitas coisas estão a acontecer meus amigos.
Apenas esperem.
E ai como ficou o cap? Como está o coração de vcs?
Espero que vcs tenham gostado.
Até domingo meus coelhinhos <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...