História Lifes Things - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Anko Mitarashi, Deidara, Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Hinata Hyuuga, Ino Yamanaka, Inochi Yamanaka, Itachi Uchiha, Jiraiya, Kakashi Hatake, Karin, Karura, Kiba Inuzuka, Kizashi Haruno, Konan, Kurenai Yuuhi, Kushina Uzumaki, Maito Gai, Matsuri, Mebuki Haruno, Minato "Yondaime" Namikaze, Naruto Uzumaki, Neji Hyuuga, Orochimaru, Rock Lee, Sai, Sakura Haruno, Sasori, Sasuke Uchiha, Shikamaru Nara, Shion, Shizune, Tayuya, Temari, TenTen Mitsashi, Tsunade Senju, Yahiko
Tags Auto-mutilação, Drama, Festa, Gaaino, Naruhina, Nejiten, Sasusaku, Shikatema, Suícidio
Visualizações 972
Palavras 5.697
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Famí­lia, Festa, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Kon'nichiwa min'na ♥
Gomen, demorei muito para postar novamente... É que eu nem estava a fim de viver, quem dirá escrever :'V
Mas, desculpem-me, as pessoas que acompanhavam a fic, pela demora ._.
Kraii, att em janeiro, e olha, estamos quase em Dezembro ;-;
Minha falta de vontade de viver mandou bjs, bom, bateu aquela sdds de escrever sabe, sou péssima, mas é divertido ;=;
Senti sdds da Lay-kawaii <3 tenho que ler seus capítulos att tbm, dorga, E VC PARECEU EU NÉ, DEMORANDO, LAY LAY CUIDADO COM O PIANO, ELE PODE CAIR EM CIMA DE VC ASSIM DO NADA ! Midira, te amo <3
~ Cof cof
Sei que ninguém ta lendo sapoha :'v
Enfim, amo falar enfim, mais enfim, espero que gostem do capítulo, e se tiverem gostado deixem sua opinião, em que devo melhorar :P ou se estou escrevendo ruim de mais v: ~ cof cof
Acho que o capítulo saiu um lixinho ._. o dialogo ._.
Boa leitura nekos <3
Desculpe se tiver algum erro ortográfico. Estarei revisando sempre que possível.

Capítulo 4 - Inicio das aulas.


Fanfic / Fanfiction Lifes Things - Capítulo 4 - Inicio das aulas.

Na manhã seguinte...

O despertador de Sakura soou forte pelo quarto, fazendo-lhe acordar. Fora tirada abruptamente de seu ótimo sono e sonho, e isso não lhe agradou nenhum um pouco – na verdade ninguém ficava feliz com isso – a mesma não teve outra reação além de pegar aquele maldito objeto em seu lado; tacou-lhe na parede assustando a loira que saía do banheiro, pronta. Tanto Ino, quanto Hinata, assustaram-se com a violência no quarto, ora, pobre despertador, tão caro e tão... Pedaços. Era o que ele havia virado, apenas meros pedaços estilhaçados no chão. Hinata olhava abismada para a garota que após jogar o objeto na parede, encobriu-se, ela realmente não suportava acordar cedo. 

– Caralho, que agressão. – dissera a loira espantada, com o acontecimento. – É pessoas assim que eu costumo respeitar. – riu.

– Eu quero dormir... Calem a boca pelo amor! – A Haruno murmurou, debaixo do cobertor. 

– E a senhorita deveria estar se arrumando. Fica aí Sakura, é capaz da diretora morcega lá vir aqui e levar você pelas orelhas. – Ino falou, arrumando a gravata, que folgou, no pescoço.

– Sério que você tá animada? – Hinata a perguntou, de sobrancelhas franzidas. A mesma ainda estava deitada, no entanto, seu notebook estava em suas mãos, havia virado a noite jogando. E as olheiras lhe denunciavam. 

– Ah e você acha mesmo que eu estou animada porque  quero estudar? Cara, eu quero mais é tacar bolinha de papel no professor. – dizia enquanto calçava seu all star preto. 

Ino vestia a blusa normalmente branca do I.K, juntamente à saia vermelha. Ficara perfeita em si, nem curta e nem grande de mais, apenas na medida certa, e a blusa estava por cima da saia. Havia colocado também o blazer vermelho. Na boca levava um batom rosa. Em seu pescoço tinha uma gargantilha pequena, em formato de um morceguinho, já seus cabelos, como sempre, amarrados em um alto rabo de cavalo.  Estava pronta, ao contrário das outras duas mortas em cima da cama.

– Que coisa mais infantil. – a morena disse, e riu pelas narinas. – Mas se outras pessoas entram no meio, apesar da infantilidade, ficaria divertido. E isso deixaria o professor muito puto. – tirou seu note do colo e o colocou na cama, assim levantando-se. Fora para o banheiro fazer sua higiene matinal, iria ter aula, afinal. 

– Opa, até ela. – a loira ficou animada pela frase da garota, seria mesmo uma bagunça avassaladora se todos entrassem no meio. – E você moranguinho, vai acordar não? 

Sakura estava a ponto de matar a Yamanaka, era impossível dormir ali? Céus. A mesma jogou o travesseiro na garota que estava olhando-a e mandou o belíssimo dedo do meio para ela. A loira foi obrigada a desistir de tentar amigar com rosada ou tentar fazer com que ela fosse a aula. Então apenas saiu de lá, dando-se por vencida, fora para a cantina tomar seu café da manhã pois logo o sinal tocaria alertando-os que as aulas começariam. 

~•~

Já no quarto onde Tenten e Temari ficavam, as duas estavam acordadas e prontas. Temari vestia todo o conjunto preto, a blusa branca por dentro da saia preta, e o blazer, tanto pelo frio quanto pelos cortes estampados em seus braços. Nos pés levava um tênis, que também era preto. Seus cabelos estavam soltos, e molhados, pois a mesma havia lavado-os pela manhã. Assim como a loira, Tenten vestia partes do preto. Logicamente a blusa, e o colete preto, mas não usava saia, então colocara uma calça de malha preta, e nos pés, um all star de cor acinzentada; seus cabelos estavam presos em dois coques.

A Mitsashi fazia a maior bagunça em busca de seu pacote de granola perdido, estava quase descabelando-se pelo bendito pacote. Temari por sua vez queria rir da garota, mas achava que não seria muito bom. 

– Está ao lado de sua bolsa. – ela soltou uma risadinha. 

– Hã? – a garota disse confusa. – O quê? – fios de seus dois coques estavam cada vez mais bagunçados, e estavam todos em seu rosto. 

– A granola, está ao lado da sua bolsa!

– Ahhh, maldita! A mamãe ficou preocupada, eu queria te tacar em um triturador, até você virar pó! Mentira, mamãe nunca faria isso minha preciosa. – a essa altura Tenten estava agarrada com seu amado pacote, jogando-o pra cima e o beijando. Temari não conseguiu, tivera que rir da garota.

– Que idiota. – disse, em meio a risadas que relutaram para sair.

Ao dizer suas últimas palavras, suas risadas cessaram, ela não devia ter dito isto, ela mal conhecia a morena, não podia ir chegando assim e lhe chamando de idiota. 

– Me desculpa. – pediu. – Não queria ter dito...

A Mitsashi não entendeu que mal ela havia feito, por que estaria se desculpando? Ela não tinha feito nada, não teria motivos pra que se desculpasse. Na verdade ela não entendia nada, queria saber mais sobre aquela na qual dividiria o quarto por um ano. Ela conseguia perceber tristezas nos olhos mortos da  garota, e não era impressão. 

– Por que  está se desculpando? Muito boba mesmo. – Tenten disse, e sorriu. – Ei, você fica tão linda sorrindo também, deveria fazer isso mais vezes! 

Ela não ficou brava?... Sua reação foi totalmente diferente da que ela imaginou, e ainda disse que ficava linda sorrindo?! Suas palavras foram tão quentes, amigáveis... Era sempre tão bom, pelo menos duas pessoas não lhe odiavam sem motivos. Os olhos de Temari marejaram, parecia bobagem, no entanto para ela, aquelas palavras foram boas. A morena observava a outra calada, o que ela tinha afinal? 

– Desculpa, falei algo errado? – Tenten quebrou o silêncio que se fez lá, após ter dito aquilo. 

– N-Não... Você não disse... – ela murmurou, tentando suprimir o que sentia ali. 

– Ah... Tudo bem. Bom, aproveitando que já estamos arrumadas, vamos para a cantina? Daqui a pouco as aulas começam, aí você   sabe né. – riu fraco. 

– Não estou com fome não, acho que vou lá para o jardim. E esperar dar a hora. – a Iwasaki disse, se levantando da cama e pegando seu celular, que estava em seu lado. 

– Quer que eu vá contigo? Sua companhia me parece agradável. – de todas a formas a morena tentava, por algum motivo que não sabia, tinha uma enorme vontade de ser amiga daquela garota. 

– Não precisa, você deve estar com fome, não quero atrapalhar. – sorriu fraco.  – Vai lá, nos vemos depois. – dito isso, Temari se retirou do quarto, de cabisbaixa. Queria sim, a companhia daquela que foi tão fofa com ela, mas achou que atrapalharia ela, e não queria ser uma pedra no caminho de alguém.

Para escanteio... Todavia não era como se ela fosse desistir de ser amiga dela, pois não o faria. Tsc. Tenten respirou pesadamente e saiu daquele quarto, indo para a cantina. Apesar de ter sido avisada anteriormente que skate's eram proibidos por lá, ela não deu ouvidos. Subiu em seu skate e pelo corredor se foi. Parecia divertido, mas rezava que ninguém viesse lhe encher.

~ Life's Things~ 

– Velho, não tô a fim de estudar não. – Naruto resmungava enquanto bebia seu suco de laranja. 

– Ah e você acha que eu tô? – o Uchiha retrucou, batendo a cabeça na mesa  da cantina. – Só que pudemos perceber ontem que, talvez não seja um ano novamente entediante. – dizia ele, referindo-se os novatos, ou melhor, as novatas.

– Ata. Foi bem divertido ontem! Meu cabelo é a prova disso, lavei, lavei, lavei, e a carniça não sai não mano. – Gaara resmungava enquanto passava a mão no cabelo e cheirava. – Ah não ó, não. – murmurou fazendo os seus amigos rirem. 

– 'Tô sentindo o fedor de longe! – disse Shikamaru chegando, acompanhado de Neji.

– Desse jeito vai espantar as meninas. – Neji zombou do amigo, puxando a cadeira e se sentando. Após fazer isso, comeu uma de suas torradas. 

– Ha-Ha-Ha tô morrendo de rir. Panaca. – revirou os olhos.

Os demais riram, de fato, o cabelo antes sedoso, macio e principalmente cheiroso de Gaara, agora não tinha um cheiro agradável. No entanto, continuava lindo como sempre; tanto ele quanto os outros garotos, usavam o conjunto de uniforme preto, pois eram os que mais gostavam, quem não gosta de preto? Pelo frio presente, todos usavam blazer's.

O Sabaku viajou  e começou a pensar em como ele gostaria de enfiar a cabeça dela em um vaso sanitário, pena que ela é uma garota, não pegaria bem fazer isso com ela. Apesar de uma possível baderneira, ela era tão linda, carinha de anjo, mas suas ações mostravam que de anjo, ela só tinha o rosto. 

– Bom dia amiguinhos! – ora só, era a loira maldita, cumprimentando-os, com seus mais belos sorrisos sapecas. Talvez seja porque o ruivo estaria lá, e ela não parecia tão ressentida com o que havia acontecido no dia anterior.

– Bom dia. – todos os garotos responderam, menos Gaara, que comia virando seu rosto pro outro lado. 

– Ai, sem educação ele. – ela riu. 

– Sai, estou de mal. – ele murmurou mastigando o alimento em sua boca. 

– Foi acidente poxa, não me odeie. – ela dizia sorrindo. Ele ficava fofo bicudo. 

– Qual é Gaara, depois você se vinga dela. – o Hyuuga se pronunciou cutucando o garoto que estava sentando do seu lado. 

– Ah ele não faria nenhuma maldade comigo, eu sou tão fofa cara. – a loira falou pose de criancinha, fazendo aqueles ali rirem. 

– Eu disse que não seria tão entediante. – Sasuke que até então estava calado, disse sorrindo de canto. Mas o que ele gostaria de saber mesmo era onde estaria aquele ser cor-de-rosa, ao mesmo que, ser cor-de-preto, que parecia tão interessante. 

– Posso me sentar com vocês? – a Yamanaka questionou, segurando sua bandeja.  – 'Tô nem aí pra resposta, vou sentar do mesmo jeito porque sou dessas, beijos. – dizendo isto, ela realmente se sentou, sem ao menos responderem. 

– A gente não ia dizer não mesmo, né não, Gaara? – Shikamaru disse, olhando pro amigo. 

– Estou de mal. 

– Vou te dar um murro! – o loiro bateu na própria testa, observando a criancice do ruivo. 

O Sabaku entregou-se ao momento e riu deles, virando para o lado onde eles estavam. Vendo-a sentada de frente pra ele, ele observou-a, ela era realmente linda, seus olhos pareciam piscinas, queria mergulhar neles, se fosse realmente possível. Só que, apesar de tudo, apesar da beleza, ela era uma maluca que jogou uma bexiga horrível nele!

– Que é? – ela perguntou, encarando-o. 

– Nada. – ele respondeu, e bebeu de seu suco.

– Tô  vendo. – ela riu. Começou a tomar seu café da manhã, assim como eles, composto de uma garrafinha de suco – o dela era de uva – duas torradas, um iorgute, e uma fruta de sua preferencia, no caso, maçã.

– Cara, esse sinal nem podia tocar. – o Uzumaki resmungou, o tom entediante se via em sua voz. 

Porém seu pedido não foi ouvido, ao terminar de dizer, o sinal soou pelo internato já marcava sete horas e vinte minutos. O tempo parecia ter voado, agora não poderiam escapar. Era estudar, ou estudar. Mas já sabiam que no primeiro dia de aula, não seria muito demorado. 

– O merda. – Shikamaru falou, se espreguiçando. Logo em seguida se levantou da cadeira.

– Vamos então né? – o loiro disse, assim como amigo, se levantando.

– Mas eu quero comer. – Ino falara, vendo todos os garotos saindo de perto da mesa. 

– Vem logo, você já comeu, parece que tem um buraco aí! – Sasuke comentou, em meio a risos.

– Parece a granolática lá. – Neji relembrou-se de Tenten, e riu pelas narinas. – Falando nela... – ele murmurou vendo-a passar para fora, sem dar-lhes pelo menos um " bom dia ". Ela estava pela cantina, sentada sozinha, e eles não perceberam. Dava a entender que não queria conversa, carregava seu amado pacote, porém parecia longe.

– Ao contrario dela, eu dou bom dia. – a Yamanaka resmungou, olhando ela ir embora da cantina.

– Vamos logo maritacas. – Gaara falou, fazendo o mesmo que a Mitsashi. – Temos que pegar as bostas dos cadernos ainda. 

Assim eles fizeram, foram diretamente para a sala, passando assim pelos corredores eventualmente pegaram seus materiais nos armários.  Temari ao ouvir o som do sino, adentrou o colégio indo para sua devida sala também, seus olhos estavam vermelhos, não podia negar-se que havia chorado, aquelas palavras  por mais simples que fossem, lhe aqueceram a esse ponto, quem sabe isso fosse um pequeno inicio. 

Por algum motivo desconhecido, a Mitsashi estava triste, ela apenas chegou na sala de aula, sentou-se em um canto que possuía janela, e ficou observando por ela. Não entendia o motivo de querer tanto ser amiga daquela garota, o que ela tinha de especial? O que ela via nela que a fazia querer tanto isso? Ela mesmo se perguntava. Ainda sim, ela tinha um grande problema com loiras de olhos verdes, parecia até coincidência, mas acima de tudo, as duas eram completamente diferente, tais como vozes e nomes.

~•~

Na sala de aula...

Entravam uns após os outros na sala, Tenten era a única a ter chegado primeiro lá estava ela, entristecida e comendo granola. A Iwasaki também chegou na sala, e foi se sentar em um lugar no fundo, e em um canto–do outro lado da sala. Tenten viu quando a mesma havia chegado, e teve esperanças que ela fosse sentar por perto dela, mas, esteve enganada ao pensar isso. Torceu a boca e viu os demais adentrarem a sala de aula. Ino por sua vez estava acompanhada dos cinco e belos garotos, e os mesmo sentaram perto da Mitsashi, que estava na última cadeira, da primeira fileira. Naruto sentou-se na frente de Tenten, Gaara ao lado esquerdo de Naruto, Shikamaru atrás de Gaara, Sasuke na frente de Gaara, Neji na frente de Sasuke e por último, Ino, que se sentou na carteira em frente de Naruto.

Assim que todos chegaram, e se sentaram, a professora alguns minutinhos depois chegou, dando bom dia para aqueles ali presentes. Em primeiro lugar, fizera a chamada e viu que faltava duas alunas, que por preguiça ainda não haviam dado as caras no horário certo.

– Bom, chamo-me Anko Mitarashi, para os que ainda não me conhecem. – disse a mulher de cabelos roxos, e olhos acinzentados. Mantendo a seriedade. – ENTÃO MEU  POVO, EU SÓ QUERIA DIZER QUE EU ESTOU MUITO EMPOLGADA PARA MAIS UM ANO LETIVO! – disse novamente a Mitarashi, aos berros, em cima de uma cadeira. 

– Mas o quê? – Tenten deu uma risada da professora que praticamente dançava em cima da cadeira. 

– TUM TUM TUM A-HÃ TO FRITANDO! – ela mexia seus braços de um lado para o outro e os alunos olhavam para ela como se ela fosse uma débil mental, pois era oque realmente parecia. 

– A Anko é desse jeito mesmo, sei nem como trabalha como professora. – O Uzumaki riu ao recordar das loucuras de sua professora, três anos aguentando ela, já estava acostumado. 

– Meu Deus do céu, parece que ela ta com uma formiga na bunda, ala ó. – Ino comentou, fitando Anko.  – PORRA ESSA É DAS MINHAS! PAM PAM PAM ELA TA FRITANDO!

Todos viraram para a garota e começaram a rir da mesma, que imitava a professora. Temari as olhava e ria pelas narinas, elas eram loucas ou algo do tipo? Fritando o quê? 

– Do que que elas tão falando? Tô com medo. – Gaara perguntou encabulado, olhando volta e meia para a professora e para a loira.

– Ainda bem que eu não conheço essa menina, magina se descobrem que ela é minha irmã? Help. – Deidara escondeu seu rosto com uma das mãos, apoiando o cotovelo na mesa. 

– Nem adianta que nós já sabemos. – dissera Neji.

– A QUÍMICA É LOUCA É PARANORMAL DO ALÉM DO ALÉM. – a outra cantarolava com a língua presa. Não tinha como eles não rirem da professora, pois de fato ela dançava como se estivesse pisando em pregos, com uma formiga andando em seu corpo.

– É isso que as pessoas aprendem no Brasil. – Sasuke murmurou, rindo da mulher. 

A Haruno e a Hyuuga estavam na porta da sala, pois as mesmas estavam atrasadas; observavam as loucuras da professora e juravam que era a sala errada, não é possível, que tipo de profissional seria ela? 

– Que droga é esse? – Sakura questionou, olhando abismada para a cena. 

–Também queria saber. – a morena contia os risos que queriam sair, é isso que ganham por virem estudar em um internato? Uma professora desprovida de normalidade? 

Hinata vestia a blusa do colégio, que ficou bastante justa em si, mostrando como ela era bem dotada, usava a saia preta também. Juntamente ao blazer preto. Seus cabelos estavam presos em um coque bagunçado, e sua franja caia pelo rosto. Nos pés tinha uma bota preta sem salto. Sua gravata não estava arrumada, apenas estava lá em volta de seu pescoço.   Sakura usava todo o conjunto preto, inclusive o blazer. Usava também uma meia 7/8 pretas, e nos pés um sneaker todo preto também. Não usava a gravata, pois em seu pescoço já tinha um colar de cordão preto com um pingente de pimenta, e outro com uma caveira, prata. Os cabelos estavam normalmente soltos, porém uma mecha da parte direita estava presa com uma pequena presilha. 

– DO ALÉM DO ALÉM DO ALÉM. – ainda cantarolava dançando quando olhou para a porta. – Ah, as donas atrasadinhas poderiam me explicar onde estavam?! – falou, voltando ao normal, já que sua crise dura poucos minutos. Realmente ela variava de personalidade a cada minuto que passava, em um era uma louca, outro séria... E assim por diante. 

– Estava ocupada. – a Hyuuga respondeu, indo para um lugar vazio, que no caso era em frente de Ino. Assim como Sakura, que sentou na frente de Neji.

– Eu só queria está  dormindo. – a rosada dissera. – Mas alguém, não me deixou dormir em paz, daí não teve jeito e tive que vir. 

– Teve uma discussão interessante lá no quarto, até ameaça com caveiras teve. – Hinata comentou, recordando-se, logo dera uma risada, levando uma cutucada da rosada.

Sakura revirou os olhos e bufou lembrando da chatice da mãe mais cedo. A Mitarashi deu sermões nas duas, e logo deu inicio a sua aula sua matéria era química.  Conversas paralelas se fizeram na sala, como Sasuke estava contente que Karin acabou caindo no 3-B, pelo menos não teria que aguentar a mesma enchendo-lhe na sala de aula, já bastava no colégio. 

– Turma, o que é melhor que começar mais um ano estudando? – Anko perguntou-lhes, batendo as mãos uma na outra.

– Dormir. – O Nara respondeu, bocejando. 

– Jogar. – Tanto Hinata, quanto Neji, disseram em uníssono, ao perceberem isso, fizeram caretas para os mesmos. 

– Errado! Começar o ano já com um trabalhinho de química. – ela disse sorrindo, olhando o semblante de desanimo dos demais ali. – Eu quero grupo! Vejamos... – falara olhando a lista na chamada. – Temos exatos trinta alunos nesta turma, então quero três grupos de dez integrantes. – falou por final.

Temari ficou em desespero, com quem faria o trabalho? Ou sequer alguém iria querê-la no grupo? Não pensou em mais nada além de tentar pedir para que a Mitarashi deixasse-a fazer individual, porém eram três temas a serem trabalhados, e ela de fato, não poderia ficar sozinha. Tendo seu pedido negado ela apenas viu a contragosto, os grupos se formando. 

– Falta só mais cinco. – Gaara resmungou, com a cabeça deitada em sua mesa. – Quer fazer com a gente, loirinha satânica? – perguntou para a garota que ficava jogando uma bolinha de papel pra cima. 

– Pode ser. – ela disse apenas, mantendo sua concentração em jogar a bolinha mais alto e pega-la sem olhar. Até que tacou a bolinha no irmão, que resmungou esganando-a com o olhar.

– O moranguinho, topa fazer com a gente? – Neji perguntou para Sakura, que lia um mangá no momento. 

– Tanto faz. – ela disse apenas. – E me chama de moranguinho de novo, que te faço rolar no chão com dor. – bufou. 

– Porra, sai. O que minhas bolas fizeram pra vocês? Puta merda. – o Hyuuga resmungou, fitando a garota em sua frente. – Mas enfim, o granolática, faz com a gente? 

– Por mim tudo bem. – ela falou ternamente, comendo sua granola, que já estava no fim. A mesma olhou para o outro lado da sala, vendo-a sozinha, ela teria que chama-la. 

Neji convidou Hinata também, e a mesma aceitou. Praticamente já havia se formado os três grupos. O irmão de Ino, Deidara, já parecia ter amigado com outros alunos também, e ele estava em um grupo bem baderneiro conversando enquanto a professora não falava do que se tratava.  Temari por sua vez estava no canto sozinha, ainda não havia entrado em um grupo, e pra ela, nem entraria.  Ao perceber que seria mesmo excluída, e teria que esperar a professora vê-la sem grupo para poder fazer algo a respeito, apenas pegou uma folha em branco e começou a desenhar. Por que será que o desenho lhe refletia? Talvez porque ele fosse de uma menina sozinha, e sorrindo falsamente enquanto chorava. Ao terminar o desenho, que não demorou muito a ser feito, passou a rabisca-lo, como se a garota do desenho não tivesse valor, ou que não fosse necessária.

– Posso ver? – a voz doce da garota tirou-lhe de seus devaneios. – Você desenha tão bem. – sorriu. Temari olhou-a, lá estava ela novamente, em seu lado, puxando conversa e sendo meiga. 

– Eu já ia jogar fora. – disse amaçando o papel, Tenten segurou-lhe a mão, para que ela não danificasse mais a folha. Que garota complicada.

– Me deixa ver? – novamente ela perguntou. A Iwasaki respirou profundamente e soltou a folha, dando-a para a morena, a mesma observou cuidadosamente. – Que linda. – elogiou, fazendo com que Temari fitasse-a. – Aposto que ela é loira, e tem olhos verdes. Mas é uma pena que ela está chorando, porque ela fica muito linda sorrindo. 

–...Sim. É uma pena... – Temari riu fraco. 

– Você vai jogar fora? – perguntou-lhe, recebendo apenas um aceno com a cabeça, como se fosse um sim. – Posso ficar com ele? 

– S-Sim... Mas, por quê? – ela indagou, confusa. 

– Quem sabe. – riu divertida. – Ei, você não tem grupo ainda, não é? 

– Não. Não tenho. 

– Quer fazer comigo e com eles ali? – a Mitsashi disse, apontando para os possíveis amigos.

– Não vai ser incomodo? – Temari perguntou-lhe baixinho, vendo-a negar. Não tivera como recusar. 

– Oba! Finalmente você quer fazer algo comigo, achei que me odiasse. – ela riu em zombaria. 

– N-Não é isso... 

– Eu sei, boba. – Tenten apertou o nariz da garota. – O RAPUNZEL VEM CÁ! – gritou para o moreno, que olhou-a como se tivesse alguma demência. 

– Rapunzel? Que é? Ta com inveja do meu cabelo sedoso? . – ele disse, jogando os cabelos, fazendo a garota revirar os olhos, e Temari rir baixinho. Levantou-se e fora até a garota escandalosa, pois o mesmo nem estava tão distante dela. – Diga " master queen granolática", no que posso te ajudar? 

– Eu sei que sou rainha, agora leva a mesa dela e põem lá na frente da garota que tá sentada na tua frente. E se reclamar morre!

– Lá já tem gente cara. – ele murmurou, olhando para o garoto que lá estava. 

– Não prec... – foi interrompida. 

– Shh! – Tenten deu um peteleco de leve na testa da loira, que logo pois a mão em cima resmungando um " ai ". 

A Mitsashi fora até o garoto e o fez chegar amedrontado para frente. Ameaças sempre funcionam. Deu uma piscada para o moreno, que revirou os olhos e  levou a mesa de Temari para o outro lado, e a mesma levou apenas a cadeira. 

– O que tu disse pra ele? – o Hyuuga quis saber. 

– Que eu sou uma serial killer infiltrada no internato, e se ele não chegasse pra frente, para que a minha amiga sentar, eu matava ele e a família dele. – disse ela normalmente. 

– E ele acreditou nessa marmota? – riu, sentando-se em seu lugar.

– Ninguém nunca me perguntou se eu não tenho uma faca de borracha. – falou sentando-se também. 

– Caralho, você tem problemas? Algum distúrbio mental? – Neji bateu na própria testa, ao falar. 

– Tenho vários! 

– Agora o grupo está completo! – Shikamaru disse, espreguiçando-se e olhando para a garota que estava agora sentada na frente da Hyuuga.

– E então? Já fizeram os grupos? – a professora perguntou-lhes, enquanto escrevia os temas no quadro branco. Lá estavam eles. Histórico da química orgânica e comportamento do átomo de carbono; importância dos compostos orgânicos; funções orgânicas. Eram esses os três temas, na qual a professora passaria um trabalho apresentável. 

Todos consentiram, grupos formados. Agora era a hora de decidir quais temas pegariam. Não seria eles que escolheriam por si próprios, e sim com um sorteio. No final, o grupo de Sasuke acabou pegando o primeiro, eles ficaram desanimados só pelo tema ser grande, mas tudo bem, eles eram dez, fariam facilmente isso. O grupo que Deidara estava, ficou com o terceiro tema, e o segundo ficara com outro grupo, logicamente. 

– Agora que já tem seus temas, posso falar que o trabalho vai ser apresentado para a turma toda, valendo trinta pontos, quero o trabalho escrito em minhas mãos, e na hora de apresentar, não quero ninguém lendo em papelzinho não ta? Vocês irão dar uma aula sobre isso. Decidirei a data e falarei para vocês na nossa próxima aula! – Anko dissera toda animada, afinal, com esse trabalho apenas ouviria eles falando, queria que eles aprendessem tudo e explicasse para todos. 

– Ah velho, que maldade, eu nem sei o que aconteceu ontem, até parece que eu vou gravar tudo isso. – Naruto disse descontente com o trabalho, as aulas mal começaram e já tinha isso? Céus

– Eles já começam querendo nos foder. Ah velho... – Assim como o Uzumaki, Gaara não estava contente com o que teriam que fazer.

– Sem reclamações garotinhos. – ela os repreendeu. – Minha aula já deve estar acabando, por sorte de vocês, hoje só tem uma, amanhã começará o verdadeiro " inferno " como dizem. 

– Cadê a Anko louca? Cadê a Anko paz e amor? Cadê a Anko doideira? Aquela que sobe na cadeira e dança cantando? CADÊ? Só  me resta lembranças do estranho " to fritando " dela. – Ino falava com tom de voz choroso. 

A Mitarashi rira da garota, mesmo gostando de palhaçadas, teria que ser uma profissional, para que a diretora não reclamasse tanto em seus ouvidos. O sinal soara e ela deixou a sala, deixando também alunos felizes o resto do dia seria algo sem encheções e sem professores dando aulas para eles. 

~ Life's Things ~

Estavam perto da piscina de papo furado, claro que Tenten teve que praticamente puxar a loira que não queria ir com eles, mas parecia ser um inicio de uma amizade entre elas; entre eles. O dia estava ensolarado, e o calor que começou a fazer, deixou-lhes com saudades daquele delicioso frio. O Sabaku ainda achava incrível como Temari parecia sua mãe, talvez esses pensamentos de semelhanças fosse apenas ele querer tanto saber como está sua irmã, ou se ela ainda é viva. Talvez fosse mesmo apenas uma impressão sua, sem chances, jamais seria ela.

A garota apesar de estar com eles, parecia distante também, passava seus pés por entre a água geladinha da piscina, Tenten e ela se tornariam boas amigas? Sorriu ao pensar na possibilidade, ela ainda tinha dúvidas disso? Estava mais que na cara que a Mitsashi queria ter sua amizade. 

– Tá sorrindo só porque eu disse que ela fica linda sorrindo. – Tenten comentou rindo, do sorriso que escapou pelos lábios da garota. Ao ouvir isso, Temari ganhou uma coloração avermelhada em seu rosto. 

– O quê? – a loira olhou-a, estava rindo dela, tanto ela, quanto eles. 

– Brincadeira! – a morena fez biquinho e riu em seguida. Foi uma sensação extremamente boa vê-la sorrir novamente. 

– I-Idiota. – colocou a mão fechada perto da boca, murmurando o que falara mais cedo. 

– Sou. – sorriu.

– Mano que calor. To suando pra caralho aqui. – dissera Gaara, se abanando, e tirando a camisa. 

– Isso explica o fedor! – Naruto zombou do amigo, e assim como ele, também tirou a camisa, e ficou de pé. 

– A-ha-ha, engraçadinho. – o Sabaku deu o dedo do meio para o loiro. – A culpa disso tem nome e um sorriso perverso, Yamanaka Ino! – ele revirou os olhos.

– Sua mãe que nunca te ensinou a não entrar de baixo de uma bexiga quando ela estiver caindo querido. – ela riu ao dizer.

– Ata, ela sabia mesmo que uma loira demente jogaria isso em mim. – Gaara falou, bufando contrariado. 

– Não sei vocês. – o Hyuuga disse, tirando a blusa e o short. – Mas eu vou dar um mergulho, esse calor ta de matar. – mal terminou de falar e pulou na piscina, começando a nadar em seguida.

– Caralho meu, eu tô no paraíso. – dissera Ino, abobada com os garotos que estavam sem camisa. 

– Até parece que eu não vou! – Naruto pulou também na piscina, mais o mesmo não tirou o short. – Porra, que delicia de água. Vão cair não? – disse olhando para os demais que estavam sentados à beira da piscina ainda.

– Ainda pergunta? – dizendo isso, assim como Naruto e Neji, Gaara mergulhou naquela água. 

– TI BUM!  – Gritou a Mitsashi, pulando na piscina de roupa e tudo, eles riram quando ela o fez, pois parecia uma perereca pulando em um rio. 

– Isso, pula de roupa. – a Haruno falou em meio a risos que não puderam ser contidos ao ver tal cena. 

– Cara, o que foi isso? – o moreno indagou voltando de volta para a superfície. – Parece que jogaram uma bomba aqui. – riu fazendo os demais rirem também.

– Olha aqui querido você ta me chamando de gorda? – ela retrucou, jogando água na cara dele. 

– Quê? Jamais. – riu tirando a água de seu rosto, na qual a menina havia jogado, fazendo o mesmo com ela.

– Ino! – Sakura lhe chamou.

– Diga? – a loira dissera suspeitando, já que a garota não lhe dirigiu a palavra antes. 

– Lembra de hoje? Quando eu queria dormir e você não deixou? Poise, aquilo me irritou. – dizendo isto, a Rosada jogou a outra dentro da piscina e riu em seguida. 

– Porra, eu tava de roupa! – Ino bufou tentando sair da piscina, porém Gaara a puxou pelo pé. – Solta retardado. – disse ela, se debatendo e tentando sair de lá. E assim ele o fez, rindo, queria mesmo era afogá-la, mas querer nunca foi poder.

– UPA CAVALINHO! – O Uchiha berrou subindo nas costas de Shikamaru, que pulou na piscina junto com ele. Os mesmos já não estavam com suas roupas de cima. 

– Esse teu upa aí não ficou uma coisa legal cara. – o Nara falou, abaixando a cabeça do moreno dentro d'água.

– É cada um pior que o outro. – a rosada riu com o próprio comentário, parecia que eles estavam se divertindo ali dentro, no entanto, os outros alunos que observavam a cena se perguntavam se eles tinham algum distúrbio. 

– VEM CÁ! HORA DE RETRIBUIR OS FAVORES. – dizendo isto, Ino começou a correr atrás de Sakura, igual a uma desembestada, e a rosada fez o mesmo, mas o que ela estava fazendo ali? Correndo de alguém que simplesmente podia mandar ficar longe? Bem, fora envolvida pelo momento, pelo gratificante momento que não presenciava muito. 

– Me deixa em paz! – fugia da loira, dando risadas. 

Então as duas começaram a correr em volta da Piscina, enquanto Hinata e Temari observavam-as, rindo. Assim que Ino alcançou a rosada ela pulou em suas costas e começaram a praticamente se derrubarem lá, com isso as duas caíram na piscina, e a Haruno não parava de enfiar a cabeça da Yamanaka dentro d'água. 

– E aqueles animais brincando ali? Que bonitinho. – o Uzumaki disse em um tom zombeteiro, rindo. Ele saiu da piscina e sentou-se à margem dela novamente. Enquanto os outros continuavam a brincar lá dentro.

– JOGA A BOLA AI MANO! – gritou Gaara, para o garoto que estava perto das bolas infláveis, e o mesmo jogou para ele.  Após isso ele, Neji, Sasuke, e Shikamaru começaram a fazer meio que um " vôlei " lá. 

No momento, Sakura e Ino descabelavam-se lá dentro, mas elas estavam se divertindo com isso, ao ver de Sakura, Ino não parecia tão irritante, e ao ver de Ino, Sakura não era só uma garota extremamente grossa. 

– O gato comeu sua língua, Hinatinha? – o loiro dissera, olhando para a garota, que os olhava volta e meia rindo. 

– Pra você é Hinata. – a mesma deu língua, fazendo com que o garoto risse. .

– Certo, certo. – riu. –  A água está boa, por que não entra? 

– Eu não. – ela riu fraco. – Deixo isso para vocês. 

– Ah, vai, só um mergulho. – Naruto insistiu. 

– Nem... Eu não sei... Nadar. – disse por fim.

– Entendi, eu tava pensando em  te jogar lá dentro, só que é melhor não. – o loiro coçou sua nuca, observando-a.

– Então ainda bem que eu falei. – Hinata ficou pálida, ao ouvir as palavras do garoto. 

Ele apenas riu, e virou para os outros que estavam piscina divertindo-se. 

A Mitsashi não pôde esquecer de Temari, queria que ela também se diverti-se juntamente à eles. Ela já estava fora d'água, foi até a Iwasaki que estava sentada olhando para os demais. 

– Ei Temari, vamos dar um mergulho? – questionou para a nova amiga, animada. – Nunca te pedi nada. – a morena fez biquinho.

– Não, é melhor não, eu estou com um pouco de frio. – ela respondeu, apertando um de seus braços, a mesma estava com uma blusa de frio, tirando assim seus pés da água. Não queria que ela soubesse daquilo, seria vergonhoso, talvez ela fosse dizer que era só drama, coisa de quem não tinha o que fazer, coisa de quem queria chamar atenção. 

– Ta louca? – Tenten colocou a mão na testa da Iwasaki, achando que ela estivesse com febre e delirando, pois estava um calor infernal ali. 

– Estou bem. – a garota riu fraco, sentindo a mão macia da outra em sua testa. 

– Então vamos logo, vai tirando essa blusinha aí querida, você vai ter um piripaque nesse calor e ainda com blusa de frio, e eu não aceito não como resposta! – resmungou batendo um pé no chão, ora essa, é claro que ela iria se divertir, nada disso. Não queria mais vê-la apenas observar, sem se enturmar. 

Temari se levantou para tentar sair de perto, antes que Tenten tivesse a ideia louca de joga-la lá dentro.

– Ah vai, vai ser legal, olha só esse calor cara. 

– É que eu tô com frio mesmo... 

– Para, você só não quer ficar comigo  né? 

– N-Não é isso, eu quero... – mordeu os lábios ao lembrar-se de seu braço. 

– Então vamos poxa! – a Mitsashi aproximou-se de Temari. Tanto Hinata quanto Naruto estavam atentos a conversa, nesse calor insuportável, por que raios ela não queria dar pelo menos um mergulho? Ela teria medo de água também, ou escondia algo à mais? Não seria possível que ela estivesse realmente com frio.


Notas Finais


Espero q tenham gostado.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...