História Ligados Pela Coroa - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Visualizações 20
Palavras 521
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Mistério, Romance e Novela
Avisos: Insinuação de sexo, Suicídio
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


Espero que gostem☆

Capítulo 9 - Epílogo


Pov's Katerina Sinclair

Inglaterra, 1551

Eu estava sentado no chão do quarto de Henrik, o mesmo estava sentada a minha frente e brincava com os brinquedos que o cercavam.

— Mãe, cadê o papai? — Pergunta encarando-me com a cabeça tombada para o lado e um sorriso idêntico ao de Sebastian quando ele estava curioso.

— Está ocupado amor, mas logo ele vem. — Falo e passo a mão em seus cabelos negros iguais do pai, os olhos castanhos e a teimosia foram as unicas coisas que ele herdou de mim.

— Mãe, te amo. — Fala levantando-se e vindo até mim dando-me um beijo em minha bochecha.

— Eu também te amo meu amor. — Falo beijando sua testa e a porta do quarto foi aberta por Sebastian e Henrik não pensou duas vezes antes de correr até o pai que logo o pegou no colo

— Eu não ganho beijo? — Pergunta Sebastian revezando o olhar entre mim e nosso filho.

— É claro que ganha amor. — Falo levantando-me e indo até ele e lhe dou um curto beijo e Henrik beija sua bochecha.

— Eu poderia viver sempre assim. — Comenta Sebastian fazendo-me soltar uma fraca risada.

— Você já vive assim. — Afirmo fazendo-o concordar levemente com a cabeça.

— Eu sei, mas eu sempre gosto de ouvir essa frase saindo de sua boca. — Diz Sebastian e beija-me.

— Preciso ir, fique com Henrik por favor. — Peço afastando-me de Sebastian com a mão sobre seu peito.

— Claro. — Diz e eu rapidamente retiro-me do quarto.

(...)

Entrei e meu quarto e notei uma bandeja em cima da cama com meu café da manhã, alguma criada deve ter trazido para mim já que não pude descer para o café hoje.

Seitei-me na cama e peguei a taça de vinho e bebi todo seu líquido.

Pov's Autora

Sebastian brincava com o filho e estranhou a demora de Katerina, então ele resolveu ir atrás da esposa e deixou o filho sobre os cuidados de Kenna e Izabel.

O Rei adentrou seu quarto e o desespero tomou-lhe conta, Katerina estava deitada na cama e não respirava. Em sua mão estava uma taça vazia e ao seu lado uma bandeja de comida que possuia um bilhete.

Sebastian correu até o corpo da esposa gritando seu nome em completo desespero, desespero esse que chamou a atenção dos guardas que adentraram o quarto e ficaram assustados com a cena de Katerina morta e Sebastian abraçando seu corpo.

— Você não pode ter me deixando Katerina, não pode. Não pode ter deixando a mim e Henrik... Eu Te Amo Katerina.

Eles ficaram três anos casados, mas nunca acharam o momento certo de dizer "Eu Te Amo" um para o outro.

Sebastian foi o primeiro a dizer tal frase, infelizmente Katerina nunca poderia o responder.

— Eu te amo

Repetiu Sebastian enquanto guardas o afastavam do corpo da mulher, então ele lembrou-se do bilhete na bandeja de comida e rapidamente se livrou dos guardas e pegou o mesmo.

Ele leu e releu varias vezes a única frase naquele bilhete tentando compreender como era possível.

"Ainda não acabou"


Notas Finais


Favoritem a estória♡

Comentem o que acharam do fim da estória😄


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...