História Light of your heart - Capítulo 9


Escrita por: ~

Visualizações 4
Palavras 1.300
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Magia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


lembram que eu falei que o próximo cap iria ser um caracter designer do Wereh? pois é, meio que eu preciso botar a história do personagem pra ser um C.D completo. e isso seria um puto spoiler. :l
ENTÃO FIQUEM COM ESSE DIÁRIO/ VISÃO DO WEREH SOBRE ESSA PALHAÇADA TODA.

aproveitem! >.<

Capítulo 9 - Diário (qual o homem que tem um diário??)


P.O.V WEREH´S DIARY-

  Eu me sinto meio idiota assim. Quem é o cara que tem um fucking diário na minha idade? Quem é o cara que tem um diário?? Quem é o cara... que é igual a mim?

   Mas sabe, pra falar a verdade, acho que eu meio que preciso de você. De certo modo, acho que eu preciso extravasar meus sentimentos com alguém. Além do mais, a Laura me proibiu de quebrar mais coisas, se não eu fico sem sobremesa...

   Já faz dez anos... dez anos e eu ainda não achei a solução. Ou melhor, eu acho que ainda não achei.

   Você sabe, eu não saio muito de casa quando estou ´´assim``, então meio que de uns tempos pra cá eu estou ficando mais na frente desse espelho.

   Ainda fico surpreso com o Miles; ele criou esse espelho quando tinha só dez anos, e acho que o fato de uma criança ter um conhecimento suficiente de sistemas de GPS e magia pra criar um bagulho desses já é surpreendente pacas.

   Mas voltando ao assunto... Eu costumo ver a cidade, as pessoas aleatoriamente andando pelas ruas, e às vezes eu até sobrecarrego um pouco o espelho, querendo que ele mostre, por exemplo, o Japão. Ou até mesmo algum outro planeta como a lua.

   Mas, essas últimas semanas eu tenho sido puxado à vontade de ver uma pessoa especifica. É, exatamente essa mesma que você está pensando.

   Eu a vi por acaso. Simplesmente estava vendo como andava as ruas principais da cidade, e lá estava ela, andando alegremente com seu amigo de cabelos vermelhos e tomando sorvete.

   Eu passei a observá-la. Não todo o tempo, claro, além do mais porque isso quebra totalmente os códigos de cavalheirismo. (desde quando eu sou cavalheiro?) mas às vezes eu me pergunto se isso me tornaria um stalker... acho que sim, mas eu não ligo muito pra esse detalhe.

   Como você já sabe; por destino, por acaso, ou pelo roteiro mesmo, nessa sexta-feira vieram aqueles três idiotas invadindo como se aqui estivesse abandonado.

   Mas a questão é: eu fiquei p da vida. Mas tão p da vida que eu fui lá e prendi um deles nessa espécie de prisão que tem aqui. (por que diabos tem uma prisão aqui??)

   O cara que eu prendi aparentemente era o típico caso de que não sabe o que está acontecendo. Aparentemente ele foi na onda dos amigos, que falaram que aqui estava abandonado,  mesmo que estivesse meio receoso de arranjar problemas.

   Eu estava pouco me fudendo para as explicações que ele me dava. Ele estava com muito medo... comecei a me perguntar se aqueles outros vieram aqui porque ficaram sabendo da monstruosidade que eu sou, ou se eram só vândalos idiotas mesmo.

   Mas o que interessa a você, eu suponho, é a parte em que ELA chegou. Acho que isso foi o maior plot twist da minha vida. :v

   A garota que eu estava observando à semanas, como um verdadeiro stalker, estava ali! Bem que eu achei esse carinha de cabelos vermelhos familiar! Acho que eu tinha me esquecido das vezes que vi os dois juntos...

   Eu a vi pela janela, estava junto de um cachorro, possivelmente o canino foi o meio que ela arranjou pra chegar até aqui.

   Eu tenho que dizer, fiquei mais p da vida com ela aqui. De qualquer jeito era outra intrusa e isso me deixava sem saber o que fazer. E acho que eu fico bastante alterado quando não estou no controle da situação.

   MAS, acho que você sabe que aconteceu, não é? Eu já escrevi sobre esse dia pra você pelo que eu me lembre. Mas eu ainda não sei o que me deu na cabeça naquele momento em que eu mandei a Iris trazer um papel e caneta pra fazer um ´´trato`` ridículo daqueles, e não sei o que deu na cabeça daquela garota para concordar.

   Quando a garota foi embora com seu amigo meio burro, eu fiquei pensando: ´´claro que ela não vai vir... isso nunca vai acontecer... está tudo resolv- AHHH!!! WTF??? ELA VEIO MESMO??``

   Como prometido, ela estava ali, com o cãozinho e uma mochila rosada nas costas. ´´meu... Arceus... do céu...ela tá ali...``

   Não estava crente de que ela viria na noite anterior. Porém, como Iris já havia contado a situação pros outros três, eu decidi dar as instruções para Lumi guiar a garota até o quarto que era ´´daquela pessoa``. Além do mais, esse era o quarto mais feminino da mansão.

   Eu tinha que admitir, ela era bem mais bonita pessoalmente...

   Mas claro, não são minhas ereções que importam. Eu acho. Espera, porque diabos eu escrevi isso!?? Se alguém ler essa merda... Ah, já era, tá de caneta mesmo...

   Lucario e leitores: kkkkkk! Num creio que vc botou uma merda dessas!

   Autora: ah, cês sabem. eu sou huehue br mermo! (Huehuehuehueheuhue!)

   Wereh: VOLTANDO A FALAR DO QUE IMPORTA, DEPOIS DE UMA INTERRUPÇÃO INDESEJADA DE CERTOS LEITORES E ESCRITORES...

   Depois que Lumi à recebeu, eu fui até a cozinha, e fiquei à esperando para o almoço.

   Eu fiquei pensando no contrato, não acho que ela leu tudo. Ela tinha concordado muito rápido, e se tivesse lido não teria concordado de forma alguma.

   Como diário, não posso esconder de você que tive alguns pensamentos um pouco... indecentes.

   Do jeito que eu falo, parece algo extremamente errado, mas, se você não fosse um livro, saberia que isso na verdade é um pouco comum para essa espécie que chamamos de humana. (comum até demais...)

   Depois de um nervosismo ridículo no almoço, provavelmente porque eu não tinha tirado aqueles pensamentos por completo da cabeça, ou porque eu sou um desastre comendo nessa forma, eu fiquei praticamente o dia todo no quarto. O que eu estava fazendo? Bem... você não vai querer saber. Acredite. Não vai mesmo.

   Mas, eu realmente não sei o que me deu na cabeça ontem à noite. Os leitores sabem do que eu estou falando.

   Eu pensei: ela assinou o contrato, ou seja, eu tenho direito de fazer o que bem entender.... e acho que eu levei isso ao nível um pouco além do limite.

    Foi mais ou menos isso que aconteceu:

   Já era de noite, estava decidido da grande merda que iria fazer. Eu fui até o quarto da Mica, e assim que vi a porta sendo aberta, pus ela no colo e a levei para o meu quarto. Por que? Eu não faço a mínima ideia! São certos desejos que não sessam em momento algum, sabe? além do mais, não poderia ser tão ruim assim. Poderia?...

   De qualquer jeito, eu não consegui. Ela começou a chorar e... e eu não soube o que fazer. Eu tentei continuar tentando beija-la, mas a simples palavra de que ela tinha me chamado naquele momento; ´´monstro`` me parou.

   Mesmo sem ter feito nada com aquela garota, eu a mandei ficar comigo por aquela noite.

   Pode parecer estranho, mas nós conversamos um pouquinho antes dela pegar no sono.

   Mesmo depois do que eu tentei fazer... ela foi gentil comigo. Ela não mostrou medo de estar olhando para um monstro como eu. (só um pouco de vergonha, mas isso eu também senti.)

   Eu não estou acostumado com garotas sendo tão doces comigo, você sabe. não preciso recapitular todas as outras tentativas frustradas né?

   Isso me deixou confuso... Por quê? Por que ela é tão bondosa comigo? Sou um monstro não sou? Eu sou uma péssima pessoa, um péssimo amigo, um péssimo tudo! As únicas coisas que sei fazer direito é ser mal-humorado, irônico, e ficar me lamentando!

 

   Será que ela tem pena de mim e por isso é tão boazinha?... Ou será que...? não, estou voando alto demais. Ela é assim, gentil, com todo mundo. Mesmo que eu conquiste sua amizade, ela nunca poderia... ser mais do que isso. Não é?...


Notas Finais


Lucario: a Micario foi dormir, então ela pediu pra avisar que pode demorar pra sair o próximo cap, ou não, sei lá... sabe como é; escola, curso, video-games pra jogar...
ah é, e um abraço pra josie, por ser a única que ainda comenta essa porcaria que uma certa treinadora chama de fanfic, e pros outros que favoritaram... ou algo do tipo l:v


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...