História Lights, camera, action! - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Jared Padalecki, Jensen Ackles, Misha Collins
Tags Jared, Jensen, Misha, Romance, Supernatural
Visualizações 21
Palavras 2.430
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Romance e Novela, Universo Alternativo
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Fla galera, animados? Quero deixar um avizinho de nada antes de começar:
Nesta fic Jensen não é casado ou tem filhos, ok!

Capítulo 1 - First Convention


Fanfic / Fanfiction Lights, camera, action! - Capítulo 1 - First Convention

- Está nervosa?
Trinquei os dentes acenando positivamente para Jared que sorriu daquele jeito amigável e gentil passando a mão no meu braço: - Hey baixinha, vai ficar tudo bem!
- É, apesar delas gritarem insanamente e parecerem que vão nos atacar, elas não mordem... ou mordem?
Jensen falou fazendo uma tentativa de me deixar mais nervosa ainda, e devo dizer que estava funcionando.
- Jensen, para! Vai fazer a menina ter um chilique bem aqui!
- Ótimo! Agora preciso hiper-ventilar. Muito obrigado senhor Ackles!
Ele piscou daquele jeito sensual dizendo: - Não tem de quê, gatinha!

            - E agora ao som de Kansas quero convidar senhoras e senhores, as estrelas do Show! Eles, os galãs de supernatural...
Richard falava lá no palco.
Uma mulher com uns fones enormes passou nos entregando os microfones e ela falava alguma coisa rápido, enquanto Jensen e Jared concordavam com ela sérios.
- Prontos?
Ela perguntou.
- Não.
Falei sincera. Eu mandava bem em atuar na frente de algumas câmeras e algumas várias pessoas, também profissionais como eu, que só olhariam minha performace, mas aqui? Aqui, eles veriam intimamente quem eu era e eu não estou pronta para isso.
- É muito tarde para desistir Jared?
- Bastante tarde na verdade! Relaxa, vai dar tudo certo.
Ele falou sorridente e Richard chamou seu nome que fora seguido por uma gritaria histérica.
- Jared Padalecki, senhoras e senhores!
- Ou não...
Jensen falou antes de entrar no palco se referindo a fala de Jared sobre tudo dar certo.
- E o solteiro mais cobiçado do século, Jensen Ackles!
Ele entrou daquele jeito como os modelos entram na passarela, ri da sua graça simples, mas que causou um alvoroço na plateia.

            - E agora, para deixarmos esse painel mais bonito e mais delicado, quero chamar aqui, senhoras e senhores, pela primeira vez no Supernatural Convention. Ela, a garota misteriosa de Oklahoma, a garota que deixa Dean Winchester doidinho, a nossa brasileira favorita... Joyce Santos!
Respirei fundo e entrei no palco com um sorriso mais largo que a boca, todos aplaudiram e gritaram meu nome, caminhei até a banqueta ao lado de Jensen, que me olhava de um jeito engraçado.
- Isso aí! Agora isso aqui ficou interessante.
Richard falou rindo.
Mais gritaria e eu parecendo que iria colocar todo meu almoço para fora ali mesmo.
- Como muitos devem saber, Misha não pode estar presente nesta convenção por que ele está de férias...
- A gente aqui trabalhando e aquele desgraçado de férias... isso é injusto sabia? Eu sou o mais bonito, eu mereço férias.
Jared falou causando risos em todos, Jensen o encarou com as sobrancelhas arqueadas e falou sério ao microfone.
- Você está de zoeira, né?
- Não! Gen sempre diz que eu sou o mais bonito.
Jensen revirou os olhos dizendo: - Ok! Tudo bem, continue acreditando nisso...
As garotas foram a loucura com as brincadeiras dos dois e eu apenas ria de tudo.

            - Mas, para vocês não ficarem sozinhos, eu serei o moderador deste painel!
Richard falou tentando animar os dois.
- Ah! Legal, ele sai de férias e outras pessoas trabalham...
Jared brincou.
- Hey, Jared, sabe o que eu não entendo?
- O quê Jensen?
- Já reparou que todo mundo sai de férias, exceto nós dois? Tem alguma coisa errada...
Mais brincadeira gerava mais risos, principalmente de minha parte. Jensen conseguia dizer coisas engraçadas com sua expressão séria e aquilo era o máximo e muito sexy também devo ressaltar.
- Isso é verdade...
Padalecki concordou pensativo, as fãs, claro iam a loucura por aquela cena dos dois brincando e conversando entre eles naturalmente.
- Acho que é por que somos os mais bonitos! Não há outra explicação.
Jared insistiu na brincadeira, fazendo finalmente Jensen rir e concordar.
- É, você pode estar certo!

            Richard riu também antes de falar: - Olha, sei que a conversa parece interessante aí garotos, mas temos um painel para começar, podemos madames?
Jensen ficou de pé e o reverenciou em sinal de afirmação. Jared não parava de rir da atitude do amigo, aquilo era uma cena e tanto, os dois sabiam como fazer as pessoas sorrirem, não era atoa que estavam no show por tanto tempo...
- Certo, vamos ás perguntas. Aquela moça lá atrás já tem o microfone e tem uma pergunta para vocês...
Forcei minhas vistas para poder enxergar uma mulher baixinha de cabelos curtos pretos, sorridente e ao que parecia emocionada dizer: - Olá boa noite! Essa é minha primeira convenção...
- É a dela também.
Jared falou apontando para mim, neste instante Jensen lançou mais uma de suas brincadeiras, porém desta vez foi para mim.
- Por falar, nisso, desculpe interromper é que eu preciso perguntar isso a Joy! Joy, essa é sua primeira convenção, certo?
- Sim.
Respondi animada.
- E está sendo bom para você?
- Está, claro que está! Está sendo ótimo até agora...
No instante que respondi percebi o tom de malícia e a brincadeira oculta na sua pergunta cheia de segundas intenções, ele arqueou as sobrancelhas com aquele olhar cafajeste que faz ás vezes e a essa altura a plateia inteira estava histérica pela brincadeirinha de Jensen, ainda mais por que até onde as últimas especulações iam nossos personagens iriam ter um affair, isso significava ship’s por todos os lugares e essa brincadeira de Jensen carregada de segundas intenções era como fogo na palha seca em agosto.

            Fiquei vermelha instantaneamente e Jensen não satisfeito completou ainda: - Que bom, para mim também está sendo ótimo. Prometo que vai ficar melhor e depois da primeira vez vai querer direto!
Jared quase caiu da cadeira de tanto rir e Richard estava agachado em um canto do palco rindo muito, e eu? Bom, estava completamente vermelha e rindo de nervoso. Não é todo dia que um dos homens mais sexys do mundo fala essas coisas para você, certo?
Como ele podia falar essas coisas com tanta naturalidade daquela forma?
- Tudo bem, agora pode continuar...
Ele falou para a garota que ia perguntar, mas estava rindo feito uma louca.
- Bem... como eu dizia, é muito bom estar aqui e poder conhecer vocês. Mas, aproveitando que Jensen tocou no assunto...
Curvei-me na cadeira ainda rindo, os dois acenaram negativamente e voltaram sua atenção para mulher.
- Eu gostaria de saber como é para vocês terem mais uma pessoa que agora vai trabalhar diariamente com vocês e como se viram pela primeira vez?

            - Bem...
Jared tentou começar enquanto enxugava as lágrimas.
- É ótimo saber que teremos mais uma pessoa entrando agora na família supernatural, por que é isso que nós somos, uma família.
Todas bateram palmas e fizeram o conhecido: “Óooh!”, e ele continuou.
- E ainda mais sendo Joy, que é alguém muito talentosa e uma pessoa maravilhosa. Quanto á como nós a conhecemos, isso é um fato engraçado, por que...
Levei a mão ao rosto rindo imediatamente quando ele começou a falar de como nos conhecemos. Todos já ficaram alvoroçados pela história.
- Foi engraçado, por que Robert não nos disse nada até o happy hour da galera depois da gravação. Aí nós fomos para um barzinho conversar e rir um pouco. E estávamos lá quando essa garota baixinha...
- Hey! Você que é muito alto.
Nesse momento Jensen já tentava disfarça a vergonha e fazia cara de paisagem, enquanto Jared terminou.
- Xiu! Me deixa terminar.
Todos riram.
- Então essa garota baixinha com esses cabelos de anjinho, todo com os cachinhos. Parecia a cachinhos dourados em uma versão adulta, claro! Ela entrou e estava acompanhada de uma outra moça, aí Jensen me cutucou falando: “Hey, olha aquela garota entrando ali é um charme, né?” e eu disse: “É, ela é bem bonita, parece uma versão adulta da cachinhos dourados”.
Jensen estava muito envergonhado e ria sem parar enquanto Jared falava.
- E aí ele virou para mim quando Joy e a outra moça passou ao nosso lado e falou: “Uma versão que eu pegava sem hesitar...”, mas ai elas deram a volta e pararam ao lado de Robert. Joy tinha ouvido a parte do “pegava sem hesitar”, todos tinham! Nessa hora Robert olha para nós sorrindo e fala: “Hey rapazes, esta é Joyce Santos a nova colega de elenco de vocês, ela vai interpretar Kyra.”. Jensen quase teve um infarto nessa hora.

            Todo mundo ria e Jensen fingia que não estava ouvindo, enquanto eu ria e tentava me manter o menos vermelha possível.
- Não era para contar isso para todo mundo Jared! Acabou com a minha dignidade...
- Que dignidade?
Jared perguntou. Todo mundo ria e Jensen se pronunciou dizendo: - Para começo de conversa, era uma brincadeira! E Joy sabe disso, certo?
Perguntou para mim que estava tentando me recompor. Entrei na brincadeira.
- É claro! Era uma brincadeira, todos sabemos...
- Viu Jared.
Ackles mostrou língua para o amigo que ria.
- Agora, sobre como é ter alguém novo na família. Bom, é ótimo! Quer dizer, mais uma pessoa supertalentosa e muito legal. E além do mais, eu estava cansado de ser o mais bonito sozinho, precisava de mais alguém e esse alguém apareceu. Tenho certeza que ainda vamos nos divertir muito.
Jensen Falou sério fazendo todos aplaudirem animados.

            - O que você tem a falar Joy?
Richard me perguntou.
- Bem... tirando toda a piada.
Falei entre risos.
- Estou muito animada para trabalhar com todos vocês, sei que vai ser animal, por que fui muito bem recebida pela família supernatural e por que... eu estou muito feliz, sinto que meu coração está onde devia estar.
Outro “Óooh!” correu alto por toda a sala, todos aplaudiram e Jared veio me dar um abraço todo sorridente.

            O restante do painel se desenrolou bem, perguntas sobre minha personagem que havia aparecido nos últimos episódios da quinta temporada e tinha abalado as estruturas dos irmãos Winchester, sem contar que trazia muito segredos e mistérios. O apelido de “Garota misteriosa de Oklahoma” foi oficialmente instalado pelos fãs a minha personagem, todos eram carinhosos e legais, Jared e Jensen faziam uma brincadeira atrás da outra.

            - Agora vamos para a última pergunta do painel pessoas.
Uma moça bem na frente ficou de pé e começou dizendo.
- Olá! Meu nome é Michelle e minha pergunta vai para Joy. Em primeiro lugar quero te parabenizar pelo seu personagem, com quem já me identifico muito e sei que vai ser muito bacana...
- Obrigado!
Agradeci sorridente.
- Mas, vamos a pergunta. Eu sei que você é brasileira, eu também sou. Sei que saiu do interior para tentar o sonho de ser atriz e agora está aqui! Eu sou atriz também, ou pelo ao menos tento ser...
- Legal!
Disse brevemente.
- Eu queria saber, como foi para você chegar aí onde está? E qual o conselho você deixa para as outras garotas que estão tentando ou vão tentar a vida como você?
- Uau! É uma ótima pergunta.
Jensen falou e toda a atenção voltou-se para mim, realmente era uma pergunta muito boa. Respirei profundamente antes de começar.

            - Realmente é uma boa pergunta. Bom, Michelle, primeiramente devo dizer que não foi nada fácil chegar aqui, que eu passei muitas noites chorando e decidida a no outro dia ligar para minha família no Brasil e pedir ajuda para voltar para casa. Foram tempos ruins! Mas, vindo para cá, conheci muitas pessoas boas, pessoas que mesmo que não estivessem na área que eu queria me deram emprego e um lugar para ficar, pessoas que foram muito, muito legais comigo, pessoas que tem minha lealdade...
Parei por um segundo, e tentei não chorar. Lembrar das coisas ruins que passei era meio pesado e me doía um pouco.
- Então, não posso dizer que será fácil. Afinal aqui é outro país, outra cultura, outro idioma. Não será fácil, mas você vai conhecer pessoas boas e essas pessoas vão te dar a força que você precisa para alcançar seus sonhos!
Todos bateram palmas, estavam emocionados e eu também, por isso aproveitei o momento para tentar me recompor, os rapazes agora estavam sérios e me ouviam com atenção.

            - E quanto ao conselho que eu deixo para as garotas que estão indo atrás do seu sonho. O melhor conselho que eu posso dar é, não desista. Lute, lute todos os dias, como se fosse o último, não perca as esperanças e tente ser o mais otimista que puder, tente ver o lado bom até mesmo das piores coisas que lhe acontecerem e o mais importante de tudo, não tentem provar nada a ninguém, mas a vocês mesmas. Que vocês podem ir onde quiserem e fazer o que quiserem, mas se não der certo, não fique frustrada. Não foi você quem perdeu, foi o mundo que perdeu um grande talento.
Nessa hora eu já colocava a mão no rosto para não chorar na frente de todo mundo enquanto era aplaudida de pé, Jensen veio até mim e me abraçou forte. O ouvi sussurrar em meu ouvido: - Não chora pequena! Vai partir meu coração.
Ri do seu jeito carinhoso de falar, Jared veio até nós e nos abraçou também dizendo: - Você é a nossa garota.
Richard também se juntou a nós dizendo: - Lutem como uma garota! Esta foi nossa última pergunta pessoal. Obrigado e até a próxima!
A banda já tocava Kansas Carry on, quando Jared e Richard nos largaram e se despediram do pessoal. Jensen ainda limpou meu rosto e saímos do palco dando tchauzinho para as pessoas que gritavam animadas e aplaudiam de pé.

            Entramos em um longo corredor branco que nos levaria até os carros, Jensen se agarrou na minha cintura e vinha me acompanhando desde o palco.
- Você arrasou!
Ele falou, sorri limpando os olhos e Jared virou-se para nós dizendo do seu jeito alegre: - Arrasou? Está brincando, eles te amam!
Jensen me encarou com uma sobrancelha arqueada e disse fazendo biquinho: - Nem tente roubar o meu lugar docinho!
Ri da piada, logo à frente a mesma moça que havia nos alcançado os microfones mais cedo falou: - Hey pessoal, os carros estão esperando na garagem. Vocês vão para o hotel e descansem, o voo de vocês sai amanhã as sete, precisam estar cedo no aeroporto.
- Sim senhora!
Jensen e Jared disseram enquanto batiam continência. Richard e eu rimos muito das gracinhas dos dois. Voltamos para o hotel, estávamos cansados, exaustos para dizer a verdade, tínhamos acordado muito cedo e ainda não tínhamos dormido.

            Tomei um banho quente e desmaiei na cama, estava podre em todos os sentidos da palavra.


Notas Finais


Obrigado por ter lido e até loguinho...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...