História Like A Cat (NamJin) - Capítulo 15


Escrita por: ~

Exibições 599
Palavras 2.133
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Festa, Ficção, Fluffy, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Yaoi, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Cross-dresser, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Pansexualidade, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


A gente tá quase com 300 favoritos (no momento que estou escrevendo)
Puta
Que
Pariu
A que pariu 🎶

Esse título de capítulo vai fazer sentido só no final aheuaheuaheiahe

Boa leitura! ❤

Capítulo 15 - Chineses que fazem "auau"


Fanfic / Fanfiction Like A Cat (NamJin) - Capítulo 15 - Chineses que fazem "auau"

"N-Namjoon, o q-que..." Jin mais uma vez tenta se aproximar e eu dou outro passo para trás, batendo no sofá e escorregando nele, ficando sentado no chão. Encolho as minhas pernas e abraço os meus joelhos, olhando o híbrido com os olhos meio arregalados e as sombrancelhas arqueadas para cima.

"Você vai me deixar de novo, Jin?" Pergunto baixinho, incerto se queria mesmo ouvir a resposta. Abaixo um pouco a cabeça e encosto a testa em meus joelhos, fechando os olhos e ouvindo apenas a minha respiração acelerada pelo nervosismo. "T-Tudo bem..." Não, não está tudo bem. "Eu entendo." Entendo porra nenhuma. 

Jin então se aproxima rapidamente e me força a esticar as pernas, se senta sobre elas com uma perna em cada lado do meu corpo e me olha com raiva, desferindo um tapa forte em meu rosto. Quando me viro para encará-lo, boquiaberto, ele acerta mais um tapa, agora do outro lado, e começa a respirar ofegante, com a mão ainda levantada. "Você... VOCÊ É IDIOTA?!" Grita e eu me assusto.

"M-Mas o que..." Começo a falar e recebo outro tapa no rosto. Quando olho o rosto de Jin, vejo as lágrimas escorrendo pelas suas bochechas, que ficaram agora coradas, talvez pela raiva. O pequeno parece tentar segurar com toda força as lágrimas, mordendo o lábio que sangra por estar sendo cortado pelas presas pontudas. Sua cauda se movimentava de um lado para o outro freneticamente, e uma de suas orelhas estava abaixada.

"COMO VOCÊ PODE COGITAR A IDEIA DE QUE EU VOU EMBORA??!" Grita novamente e dá outro tapa em meu rosto. As minhas bochechas pegam fogo, já que apesar de não parecer, Jin é bastante forte. "V-VOCÊ FALA COMO SE FOSSE RUIM EU TER ME LEMBRADO DO PASSADO!" Mais um tapa. E assim ele fica por mais uns cinco minutos, dando-me um tapa atrás do outro.

"Já chega!" Falo e seguro seu pulso direito quando Jin o levanta para dar outro tapa. Ficamos nos encarando por alguns minutos até que um soluço ecoa pela sala, e não era um soluço do híbrido. Era meu. "Merda..." Falo e fecho os olhos, sentindo uma lágrima escorrer e fazer o meu rosto arder, já que o mesmo fora feito praticamente de saco de pancadas. "Chorando... de novo." Falo e solto o pulso de Jin olhando em seguida pra baixo.

"M-Me desculpa..." Jin diz chorando e colocando o rosto entre as mãos. "Te fiz chorar de novo..." Ele diz com a voz abafada e soluça algumas vezes antes de sentar-se mais colado a mim, nas minhas coxas e me puxar para ele, deixando-me com o rosto em seu peito. "Mas você é idiota!" Diz e dá um murro em minhas costas. "Eu nunca vou deixar você, desgraçado! Eu te amo, seu poste de dois metros..." 

Aperto a sua cintura com força e afasto o meu rosto do seu peito, olhando nos seus olhos de forma pidona e ele sorri, o sorriso mais lindo desse mundo. "Jinnie... promete? Promete não me deixar nunca mais?" Falo e quase não me reconheço. Nunca fui de implorar nada a ninguém, mas esse é Kim Seokjin. A ele eu imploro qualquer coisa. "Por favor?"

"Quer levar outro tapa?" Ele diz e eu sorrio abertamente, sentindo sua mão pequena agora secar as minhas lágrimas e seus dedos indicadores tocarem as covinhas das minhas bochechas, quando o mais novo se inclina para dar um selar em meus olhos, nariz e boca. "Eu já prometi uma vez, mas faço questão de prometer de novo. Eu nunca vou deixar você, Namjoon.

"Eu poderia miar de alegria agora..." Sussurro e Jin ri. "Eu amo a sua risada, hyung. Você é o melhor hyung desse mundo, sabia hyung?" Falo repetindo o "hyung" propositalmente só para ouvir mais risadas do híbrido. As melhores risadas eram as dele, com toda a certeza desse mundo. "Eu amo tudo em você." Falo e dou um selar em seu peito. Me levanto com ele agarrado a mim e vejo a comida esparramada no chão, rindo em seguida. "Ei, quer uma pizza?"

Dou risada quando ele ronrona alto em aprovação e balança a cauda longa. "Pode ser algo com atum?" Ele diz e eu dou risada novamente. "Pode ser sushi? Ahm, tá, vamos comer uma pizza de calabresa. Eu estou brincando a respeito dos peixes." Diz e eu volto para a sala, colocando Jin no sofá. "Onde vai?" 

"Vou pedir a nossa pizza e limpar a bagunça na porta do nosso quarto." Falo e Jin se levanta indo até a área de serviço, voltando de lá com um balde, panos e um rodo, além de uma vassoura. "Vai fazer o quê?" Pergunto e o pequeno me olha com cara de tédio. 

"Ajudar você...?" Diz em tom óbvio e da risada da minha cara de lerdo. Sim, eu sou muito lerdo. "Vai, liga pra pizzaria, eu vou limpar aqui. É rapidinho." Diz e eu sorrio. E assim, pareceu que o episódio dos tapas e das lembranças foram ambos esquecidos. Claro, apesar de parecermos super felizes, estávamos ambos tristes pela morte de Yang Mi, mas isso não a traria de volta, então deveríamos sorrir e deixá-la descansar em paz.

"Liguei." Falo um tempo depois e vejo que Jin já havia limpado tudo e já tinha levado os panos, balde e outros para a área de serviço. "Minha nossa, que prestativo." Falo e ele ri, sinalizando para que eu me sentasse ao seu lado no sofá. Fiz o que o menor pediu e me sentei, passando o braço esquerdo ao redor do seu corpo e Jin se aconchega a mim.

"Eu me lembrei de várias coisas, sabe. Inclusive de que sei cozinhar." Fala e eu o olho curioso. Jin fala animadamente sobre os seus até então esquecidos dotes culinários e sorri a cada palavra dita, o que instintivamente me faz sorrir também. Era incrível como cada palavra dita por ele era como música. Uma música que eu jamais me cansaria de ouvir.




(...)



~dia seguinte, 13h47min.


*conversa on



~suhoverdose: ow

~suhoverdose: namjoon

Você: quenhevc

Você: pera, suho

Você: jUNMYEON?!

~suhoverdose: você num tem meu número salvo não desgraça??????

Você: pra quê eu teria?


[Você salvou ~suhoverdose como Primo Ingrato]


Primo Ingrato: vai tomar no cu

Primo Ingrato: só queria dizer que vou na sua casa depois do ano novo

Você: ou seja, daqui duas semanas

Você: o que meu primo bem sucedido e vai vir cheirar aqui? 

Primo Ingrato: oxe

Primo Ingrato: tenho saudades dos velhos tempos desgrama

Você: ai noffa

Você: conta como tá a vida então, além de empresário o que mais você é?

Primo Ingrato: viado

Você: que

Primo Ingrato: viado porra

Primo Ingrato: bicha, gay, boiola, caga-pra-dentro, bambi, salta-poça, empurra-janta, massagista de intestino

Primo Ingrato: frutinha, florzinha, mona, louca, dá-ré-no-quibe, carrinho do Paraguai, Madonna forever

Você: tá seu inseto gay, chega

Você: até pq eu sou meio viado também

Primo Ingrato: ain vamo fazer uns vira e mexe na minha Mercedes?

Você: Suho, dá pra sossegar o cu?????!??@?@?

Primo Ingrato: nosa jureg



*conversa off


*conversa on


Você: venham aqui em casa aaaaaaa

Você: vamo fazer uma sessão de alguma coisa, tipo... vamos ver animes?

Kim V: VOSE DICE ANIME HEIN

Hobiseok: eu voto em fullmetal alchemist

Você: brotherhood?

Hobiseok: SIM!!!!!!

Jiminzinho: One Piece

Jiminzinho: eu serei o rei dos piratas

Sapatômica: Basilisk

Você: quer matar todo mundo de chorar?????

Sapatômica: uma coisa sobre mim: não choro com Basilisk pq sou gótica trevosa das sombras

Sugástico: Dragon Ball

Tião Biscoito: Tokyo Ghoul 

Kim V: Another

Você: credo Taehyung

Gatinho: como é esse Another?

Jiminzinho: ai mds

Hobiseok: hyung...

Kim V: é um anime muito fofo e cheio de florzinhas, e tem muito vermelho e rosa!

Gatinho: eu adoro rosa!!!!!

Sugástico: vish fudeu, hyung o vermelho que tem em Another é de sangue, SANGUEEEEEEEEEEEEE

Sapatômica: vamo assistir Koisuru Boukun

Você: além de gótica trevosa ainda é safada loca dos yaoi

Hobiseok: só falta recomendar boku no pico

Tião Biscoito: Maiden Rose

Sapatômica: nossa esse é pra chorar por cima e por baixo kkk

Jiminzinho: puta merda kkkjjkkkkkkjjjjkk

Kim V: saiu do grupo 

Você: KKKJKKKKJJJJKKK mds Jennie


*conversa off


~14h25min



"Blá, hyung, chega pra lá!"

"Tae, por que não senta no colo do Hoseok?" Jimin pergunta, ajeitando Jungkook em seu colo enquanto Sana e Yoongi se sentam no chão, claro que a japonesa senta no colo do mais velho, Lisa no colo de Jennie, Jisoo no colo de Rosé e Jin em meu colo.

"Não vou te atrapalhar?" V pergunta para o namorado e o mesmo sorri, imediatamente puxando o mais novo para o seu colo. "Aigoooo!"

"Então, o que vamos assistir?" Sana pergunta para mim.

"Quero ver Another!" Jin diz cruzando os bracinhos e eu começo a me preocupar, fuzilando Taehyung com o olhar e me irritando quando ele sorri divertido.

"Jinnie... Another é um anime meio... pesado..." Falo e coço a cabeça ao ver Jin coçar a palma da mão. "Você vai me dar mais tapas se eu não te deixar ver, né?" Pergunto e o híbrido assente com o semblante sério e com um biquinho nos lábios.

"Mais tapas?" Yoongi pergunta e eu o olho com os lábios cerrados, assentindo. "Como assim?"

"Digamos que ontem a noite, Jin não se contentou em ter um namorado cheio de arranhões de gato e me estapeou como se ele fosse um híbrido de foca." Falo simples e todos ali riem.

"Mas gente, por quê?" Rosé pergunta e Jin fica meio vermelhinho e se encosta em mim.

"Eu me lembrei do meu passado e o Namjoon começou a fazer drama." 

"Nossa, você se lembrou?!" Hoseok pergunta animado e eu olho indignado para Seokjin.

"Não era drama!"

"A gente pode assistir logo o anime?" Suga pergunta impassível e é atingido por uma bolinha de papel, jogada por Jungkook.

"Hyung, desmancha essa cara de cu, por favor." Jungkook diz, sendo fuzilado pelo olhar de Yoongi e todos riem. "E então, vai ser Another mesmo...?"

"Não!" Falo e recebo um tapa estalado na testa. "Foda-se, vai!" Respondo em seguida e me volto para Jin. "Qualquer tipo de trauma psicológico não será minha responsabilidade!"

"Que exagero, hyung! Another é tão amorzinho." Tae diz e se levanta para conectar seu pendrive na TV. 

"Claaaaaaaaro..." Jisoo diz rindo e Jin fica confuso. Logo, a introdução de Another começa e o pequeno fala que não aguenta de ansiedade para o enredo da história começar a se desenrolar.

Deveria ter lido a sinopse do anime antes.




(...)


~mais ou menos duas semanas e meia depois, dia 6 de janeiro de 2018




Como eu havia previsto, Jin acabara se impressionando com Another. Por uns cinco dias, o mesmo ficava repetindo: "Fulana foi empalada pela ponta do guarda-chuva", "o professor cortou a jugular na frente dos alunos", "Misaki esquisita Mei tem olho de boneca", entre outras frases referentes ao anime. Mas ainda assim o pequeno gostou da história, e sempre que podia, assistia novamente.

Como planejado, assim que o ano novo se iniciou, comecei a espalhar meu currículo em escritórios aleatórios e também no escritório onde Sana trabalhava como contadora, esperando ser chamado por alguma delas. Seria interessante trabalhar com algo que não fosse sexo.

Jin herdou toda a fortuna de Yang Mi, ou melhor, apenas recuperou o próprio dinheiro, já que mais de 70% do patrimônio da chinesa havia sido construída pelo híbrido antes do mesmo ser raptado. Jin doou o dinheiro para uma instituição de crianças carentes e transformou o palacete de Yang Mi em um orfanato. Se isso me emocionou? Claro. Emocionou até o coração de pedra vulgo Min Yoongi. Numa conversa com Jin sobre o orfanato, falei para que ele colocasse na instituição o nome de "Wammy's House", mas como ele não assistiu Death Note... não entendeu a referência.

Jin ficou apenas com um álbum de fotos dele e de Yang Mi, e isso me deixou enciumado sim, mas era a sua ex-esposa, e poxa, eu também adorava a chinesa. Era um ciúme bobo, mas na maioria das vezes o ciúme é uma coisa boba, e isso meio que me tranquilizava um pouco.

Era o dia em que meu primo, Junmyeon, iria vir me visitar. Não sabia como ele iria reagir quando visse Seokjin, meu híbrido e namorado, mas esperava que ele tivesse a mente aberta o suficiente para acolher o outro Kim.

"E se ele não gostar de mim, Nammie?" Jin pergunta preocupado e eu balanço os fios loiros de seus cabelos, ajeitando também as orelhinhas negras. "Vai que ele resolve divulgar que existe um híbrido, sei lá...?"

"Confie em mim, tudo bem? Se ele deixar alguma coisinha escapar, eu mesmo castro ele." Digo e a campainha toca. "Okay... fique tranquilo, nada de mal vai te acontecer, prometo." Falo e me dirijo até a porta, abrindo a mesma e encarando dois homens. Um é Junmyeon, ou Suho, e o outro é... quem é o outro? Era bem mais alto que meu primo, e usava uma touca preta.

"Annnnnnnyeoooong!" Junmyeon diz e se joga sobre mim, me abraçando. O maior apenas observa tudo e sorri para mim, fazendo uma careta em seguida. 

"Oi, Junmmy." Falo rindo e abraço o meu primo apertado. "Ei, qual o seu nome? Eu sou Kim Namjoon. Entre!" Falo para o outro, que coça a nuca.

"Zhang Yixing..."

"O QUÊ?!" Jin diz em um sobressalto e eu também arregalo os olhos.

"Espera, Yixing?!" Pergunto e o grandão também arregala os olhos. 

"Jin-ah???!"





Notas Finais


Junmyeon dá ré no cool


- Basilisk foi o anime que mais me fez chorar, seguido por One Piece. Tanto é que nem tenho coragem de assistir Ano Hana, pq dizem que é uma tristeza sem fim

- Minha visão é horrível. Posso enxergar letras digitadas no tamanho 24 em um cartaz só a menos de 30 cm de distância. Sem óculos, não enxergo o rosto de uma pessoa.

Ps.: os especiais vão ser: +200 favoritos (Sana e Yoongi), +300 favoritos (JiKook na baladjenha), +500 favoritos - tô querendo demais já, mas não custa nada ter sonhos. - (VHope), e serão postados apenas quando a fic for encerrada.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...