História Like Enemy's • TaeGi - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Colegial, Comedia, Eu Sou Muito Fodida Por Taegi Sim, Meus Filhos Sz, Romance, Taegi, Vsuga, Yaoi
Exibições 169
Palavras 693
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Yah, tudo bom com vcs?
Não, eu não sou a zizyela. Mas, porém, todavia, entretanto não faz diferença.

Aproveitem

Capítulo 3 - The third page


Diário, viado…

Eu estou aqui mais uma vez em uma das salas que tenho que limpar, só que dessa vez sem a praga do TaeHyung, porquê decidi que era melhor ele limpar outra e eu a essa para ser mais rápido. Fui otário. Porquê é lógico que eu sozinho não ia conseguir terminar aquilo tão rápido pelo fato de eu estar parecendo um zumbi porquê fiquei horas acordado tentando entender o motivo do bias ter beijado uma estátua. Não me conformo, se era pra fazer uma cena onde metaforicamente ele estava beijando o outro bias, por que não colocaram os dois se beijando diretamente logo? Viva os gays!

E aquela batida de forrózinho que dá vontade de sair por ai mexendo a raba descontrolamenente? Não vou mentir, adoro. E também não vou mentir que esqueci de escrever em você por quase uma semana, foda-se, não sou obrigado a nada. Então eu vou contar resumidamente o que houve entre mim e o Kim nestes dias. Okay, bora lá…

Esqueci… Não, pera, lembrei, aff.


No terceiro dia ele fingiu que estava sozinho e eu fiz o mesmo. O ruim foi que nisso ele começou a cantar enquanto limpava e o voz gostosa do caralho, puta que pariu, me arrepiou todo. Mas eu fiz a egípcia e apenas continuei esfregando o chão.


No quarto dia foi o mesmo ocorrido, só que ele parecia querer me atentar de todas as formas possíveis. E estava muito calor, e justamente aquela sala não tinha ar condicionado ou um ventilador decente, e ele no maior carão, tirou a camisa e quando o olhei indignado ele deu de ombros e sorriu de lado. Quase me joguei no chão e chorei em posição fetal, porquê esse sorriso de lado me desestruturou.


No quinto dia ele apareceu loiro. L-O-I-R-O! Um verdadeiro deus grego coreano (WTF?!), e ainda teve a audácia de me perguntar se ele estava bonito. Ah, moleque, assim cê me arrasa. Mas eu só o olhei com o cenho franzido e disse que o novo cabelo o deixou mais caracterizado no papel de naja, por que já notaram como os vilões ou vilãs nos filmes são sempre bonitos e loiros? É um bang muito louco, parça. E ele sorriu de novo sem deixar se abalar e pôs o celular pra tocar no viva voz mesmo, o que eu fiz questão de perguntar se ele não sabe o significado ou a utilidade dos fones de ouvido. E ele respondeu que não é obrigado a nada… Sabe aquele ditado do feitiço voltou contra o feiticeiro? Touché! E mesmo que me torturem, eu nunca admitirei, em hipótese alguma, que ele tem um ótimo gosto musical e que a maior parte das músicas que ali tocava estava nas minhas listas de reproduções.


O fim de semana se passou e eu agradeci a deus, santos, entidades divinas e todos os deuses dos caralho alí, por ter ficado um pouco longe de uma pessoa extremamente irritante. Mas não ajudou muito não, visse? Porquê ao mesmo tempo que fiquei grato, também fiquei angustiado. O motivo nem eu sei. Mas porra, é estranho passar tanto tempo sem brigar ao lado de uma pessoa que é totalmente o meu oposto, que me tira do sério e deixa tão irritado! Só que depois de toda essa convivência forçada, é estranho passar tanto tempo sem ele ao lado. E, nossa, agora eu realmente acho que preciso de um psicólogo. Puta merda!


Segunda feira voltou de um jeito estranho, porquê o caralho de vida e de melhor amigo! Dá pra acreditar que ele começou a flertar com o HoSeok? Justamente o melhor amigo do Kim, o que resultou em nós tendo que nos trombar mais vezes do que eu gostaria, e ainda ver o JiMin e o Jung quase se comerem pelos olhos na minha frente. Se me perguntarem sobre isso também vou morrer negando, mas shippo muito, shippo forte!

O ruim é o amigo dele que vem na bagagem, mas tudo bem, eu relevo. Mentira, me possua Kim TaeHyung!

Não, cara, como que apaga isso? Eu escrevi de caneta, porra! Meu corretivo acabou caralho... foi meu cachorro que escreveu isso, eu juro!


Notas Finais


Falem pra unnie vulgo zizyela o que vcs acharam, nos comentários

Dêem muito amor à TaeGi <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...