História Like The Now - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Exibições 39
Palavras 1.684
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Ficção, Hentai, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Hello!!!!

Tudo bem com vocês?

Espero que tenham sentido minha falta (Eu sei que vocês não sentiram. Choremos '-' ).

Eu prometo que vou postar capítulo sábado, palavra de escoteira (Eu não sou escoteira, mas eu prometo)

Boa leitura!

Capítulo 11 - Diversão!


- É uma longa história... - Ele passou a mão em sua nuca. 

- Não se preocupa, eu tenho o dia inteiro para te ouvir - começou a escorrer sangue de meu nariz novamente. 

- S/n Eu vou chamar o médico. - Ele saiu da sala. 

Minhas pálpebras começaram a ficar pesadas, eu estava ficando sonolenta, o médico chegou na sala e injetou algo em meu braço, passou alguns minutos e eu voltei ao normal novamente, mandei chamar meus pais, eles chegaram na sala e me perguntaram:

- Está melhor querida? - minha Omma veio até mim dando-me um beijo em minha testa. 

- Estou sim Omma. 

- Querida, conversamos com o médico... - Appa deu uma pausa, começando a chorar. 

Os olhos dos meus pais estavam vermelhos, eu não queria começar a chorar, tive que aguentar, eu não podia chorar. 

- O que aconteceu? - perguntei tentando parecer calma. 

Eu sabia que eu estava doente, eu sei que todos irão sofrer por minha causa, eu não quero que isso aconteça. 

~Flashback on~

Com 10 anos, por que agora? Eu sou tão jovem pra ficar doente, por quê? 

- Querida... - meus pais entraram na sala, os olhos deles estava inchados de tanto chorar, eu via lágrimas escorrendo pelo rosto de minha Omma, Appa tentava segurar o choro. 

- Filha... - meu Appa começou a chorar- você está com leucemia... - limpou as lágrimas de seu rosto-  Você vai ter que fazer um transplante de medula... e se você não conseguir, você pode não sobreviver... querida... Eu... - Ele começa  a soluçar - Eu sinto muito. 

Eu tentei não chorar, mas estava impossível, comecei a lágrimar, não estava conseguindo acreditar, fiquei parada olhando para o nada, enquanto lágrimas caíam sobre meu rosto, meus pais me abraçaram, e ficamos naquele abraço. 

[...]

Cinco meses nessa porcaria de hospital, esse pesadelo vai acabar amanhã, eu consegui, eu vou fazer o transplante, eu já não aguento mais ficar aqui. 

~Flashback off~

- Omma... 

- Sim querida? - ela me olhou. 

- Eu vou ficar bem, não vou? 

- Eu não sei, meu amor- acariciou meu rosto com suas mãos macias. 

- Pode chamar o Hobi? - ela assentiu, saiu do quarto acompanhada de meu Appa. 

Vejo Hobi entrando no quarto com um grande sorriso no rosto, eu tentei retribuir, mas eu estava me sentindo tão mal, quanto mais eu tentava de alguma forma retribuir aquele sorriso mais e mais eu me sentia triste. 

- Oi, está tudo bem? - ele se aproximou, e me puxou para um abraço apertado, encosto minha cabeça em seu peito. 

Ficamos naquele abraço, eu não estava conseguindo ter reação alguma, eu não aguento mais segurar meu choro. Começo molhar toda camisa de Hobi. 

- S/n o que aconteceu? - ele perguntou preocupado, merecendo em meus cabelos. 

- Hobi, se eu morresse, você sentiria minha falta? 

- Que pergunta é essa? Baixinha não faz esse tipo de pergunta. - beijou minha testa. 

- Apenas me responde. - falei entre soluços. 

- Claro que iria, você é minha melhor amiga. - sorri -Eu sei que não é uma boa hora pra te contar isso, mas... - na hora o Yoongi entra na sala. 

- S/n Você já está melhor? - veio até mim afastando Hobi. 

- S-sim eu estou... - vi Hobi saindo da sala - Hobi, fica. 

- Fique com o Yoongi - ele fingiu um sorriso, que logo se transformou em tristeza. 

- Vai me contar o que você me esconde? Porque eu sei que você esconde algo de mim. - falei arqueando a sobrancelha. 

- Sim... - fez uma pequena pausa, logo voltando a falar - Ultimamente eu estou tendo alguns problemas familiares, meus pais talvez se divorciem e eu estou sendo obrigado a decidir com quem eu vou ficar. 

- Oh, eu sinto muito- passei a mão em seu rosto- Espero que fique tudo bem. 

- Eu também. 

Um médico entra no quarto e pede para o Yoongi sair, ele injeta algo em meu braço, fazendo com que eu me sinta sonolenta, e acabo adormecendo. 

Acordo e vejo Hobi dormindo em uma poltrona que tinha no quarto, me vejo livre daquelas agulhas em meu braço, me levanto e vou até ele sentando-me em seu colo. 

- Hobi... - sussurrou em sua orelha - Hobi... - Jesus, ele não tem reação alguma- Hobi acorda. - Me levantei um pouco e pulei em seu colo fazendo-o sentir dor. 

- Oh caralho, por que você fes isso? - se contorceu de dor- Você tem problema? 

- Sim, por quê acha que eu estou nesse hospital? - revirei os olhos- Já não acha que está óbvio? 

- Te odeio... - resmungou. 

- Também te amo, vamos. - o puxei da cadeira, mas ele não se levantou. 

- Onde você vai? - me olhou desconfiado. 

- Não é onde eu vou, é onde nós vamos- gesticulei apontando pra mim o pra ele. 

- Não, você ainda não recebeu alta - cruzou os braços. 

-  Por favor, eu já não aguento mais ficar nesse quarto. - insisti. 

- S/n você não pode - colocou as mãos em meus ombros - Eu não quero te ver ruim de novo. 

- Hobi eu estou bem, olha- comecei a dançar na sua frente, o mesmo começou a rir pondo a mão em sua boca para evitar as risada - Viu eu estou bem - parei de dançar- Vamos. - o puxei, mas o mesmo permaneceu parado. 

- Tem vários médicos lá fora- ele arqueou uma sobrancelha - como vamos sair? Aliás, todos te conhecem aqui. 

- Puta merda... - coloquei a mão em minha cabeça. 

- Relaxa, troque de roupa, tem uma mochila bem ali- ele apontou para um canto. 

Eu fui pegar a mochila, enquanto Hobi fechava as cortinas e colocava travesseiros debaixo do lençol, ele se sentou na poltrona e ficou me observando. 

- É sério que você vai ficar me olhando? - arqueiro uma sobrancelha, ele mordeu o lábios inferior. 

Comecei a tirar minha roupa, vendo Hobi me olhando fixamente, prestando atenção em cada movimento que eu fazia, resolvi provoca-lo um pouquinho, tirei aquela vestimenta ridícula de hospital ficando apenas de lingerie, tirei meu sutiã, ele mordeu os lábios. Ele se levantou e veio em minha direção colando nossos corpos, fiquei com meu rosto encostado em seu peitoral, eu o olhei e o mesmo sorria, ele me carregou me pondo sentada na cama, começamos um beijo lento. 

- Hobi... Eu namoro o Yoongi - tentei me separar dele, mas o mesmo me pressionava contra seu corpo- Hobi... 

- Shhh- colocou seu indicador em meus lábios. 

Ele começou outro beijo, mas dessa vez estava mais intenso, cheio desejo, eu não podia cair naquela tentação, mas estava impossível, ele pediu passagem com a língua, eu cedi, ele me fez deitar na cama ficando por cima de mim, eu estava semi nua, apenas com uma fina calcinha. 

- Srt. S/n vim ver como vo... - nós olhamos para ele é o mesmo ficou sem graça, Hobi se pôs a minha frente deixando apenas meu rosto aparecer- Desculpa atrapalhar... - pausou- mas você não está em condições de fazer essas "coisas"- ele fez aspas. 

- Nós que pedimos desculpas, Dr. - Hobi falou envergonhado. 

- Me desculpa, Dr., isso não acontecerá novamente - Hobi me lançou um olhar que parecia estar dizendo: Ah se vai!

- Me desculpa também, se precisar de algo é só mandar me chamar- ele deu uma piscadela e saiu do quarto. 

Eu e Hobi começamos a rir exageradamente. 

- Você... você viu a reação... dele?  Hahahaha- falava entre risos. 

- hahahah vi- Hobi tentava acalmar sua respiração- Ok... Ok... - Ele estava mais calmo- Se vista,  Se quiser sair daqui. 

Eu me vesti, Hobi játinha tudo planejado para nós sairmos, aceitamos tudo e desligamos as luzes, abrimos a porta devagar vendo se tinha alguém no corredor, ele jogou uma máscara em meu rosto, eu a coloquei, ele segurou em minha mão e saímos de lá em direção ao elevador. 

Entramos no elevador, apertamos o botão para ir para a garagem, estávamos no elevador, quando de repente o mesmo médico que tinha nos visto entrou no elevador junto a nós, baixamos nossos rostos para ele não nos reconhecer, estávamos nervosos, o médico apertou o botão do décimo sentimo andar, Hobi apertou o do décimo oitavo, estávamos quase chegando até que o médico pergunta:

- Vocês namoram? - olhamos um para o outro e vimos nossos dedos entrelaçados. 

- Sim- Hobi foi curto. 

- Espero que... - tinha chegado no andar que havíamos solicitado. 

Saímos correndo antes mesmo do médico terminar de falar, chegamos em um corredor onde tinha médicos por tudo quanto era lado, ficamos desesperado, até que logo a frete vimos a escada, saímos correndo em direção a ela,  começamos a descer aqueles malditos degraus. Não acredito que vou ter que descer tudo isso até a garagem. 

Depois de séculos descendo aquela escada nós chegamos a garagem e fomos em direção ao carro de Hobi, saímos daquele hospital. 

- Para onde vamos? - Hobi me olhou e logo em seguida voltou a olhar para pista. 

- Não sei- respondi - Já sei,  vamos primeiro em algum supermercado. 

- S/n já são 3:00 da madrugada, não tem mais nenhum supermercado aberto. 

- Vai em algum 24h - baixei a janela do vidro para poder sentir a brisa bater em meu rosto. 

Vi o carro parando em frente a uma loja. 

- Vamos- saí do carro. 

E fui entrando na loja e fiquei esperando Hoseok. 

- O que vamos fazer? - perguntou ele. 

- Procure tinta spray, pode ser qualquer cor, mas de preferência Preto. 

- E o que você vai fazer? 

- Comprar máscaras. 

- Ok. 

Eu e ele nos separamos para procurar os respectivos produtos, encontrei as máscaras e fui direto para o caixa, vi o Hobi com 6 recipientes de tinta.  Pagamos os produtos,  e voltamos para o carro. 

- O que vamos fazer? - perguntou ele. 

- Pichar algumas paredes. Vá para esse local- dei o endereço a ele. 

Demorou um pouco para chegarmos.  

- Chegamos! - ele anunciou. 



Notas Finais


Hello, novamente.
E aí gostaram do capítulo?
Ficou meio ruim (na minha opinião), me desculpem.

2bj no core!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...