História Like we used to be - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Hinata Hyuuga, Naruto Uzumaki
Tags Colegial, Hinanaru, Naruhina, Revolução Naruhina
Exibições 55
Palavras 1.113
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Escolar, Hentai, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Olá chiquitos!
Meu capitulo preferido até agora...
Beijinhos até a próxima...

Capítulo 4 - Naruto - O maldito primeiro amor


1 semana depois...

— Olha quem acordou! — disse Shikamaru.

 

O cheiro de café recém feito exalava pelos cômodos, olhei para o relógio na parede marcava 8:00 horas. Eu morava com Shikamaru, Sai há mais ou menos 9 meses, nosso apartamento era fora do campus da faculdade possibilitando termos mais de 2 moradores. Eu já conhecia Sai da escola, mas o Shikamaru, o conheci por ser meu colega de quarto no começo do ano que logo depois nos mudamos para um apartamento próximo da faculdade.

 

O apartamento não era muito grande, mas o preço do aluguel era bom e tinha 3 quartos. O estilo da sala e da cozinha era estilo americana uma conectada do outro.

 

Entrei na cozinha, sentados na cadeira das bancadas estava Kiba, Sasuke e Sai apenas o Shikamaru estava em pé vendo o café coar.

 

— Parece que a noite foi boa hein, garanhão? — disse Kiba.

 

—Você não tem casa, não? Você vive aqui.

 

Kiba apenas deu de ombros e esboçou um sorriso debochado.

 

— O que aconteceu com as meninas de ontem? — Sai perguntou. Puxei uma cadeira da mesa e passei a mão nos cabelos que estavam bem bagunçados.

 

— Elas foram embora antes da 7 horas — Eles me olharam com interrogação como uma pergunta silenciosa “Por que tão cedo?” — Falei que eu tinha jogo — eles assentiram com a cabeça, enquanto Sasuke me olhava surpreso.

 

— Elas? Foram duas? — Eu assenti, me espreguiçando e levantei os braços atrás da nuca. Sorri para meu amigo debochadamente — Onde eu estava que eu perdi isso?

 

— Não foi novidade para ninguém… Umas das garotas foi Shion.

 

Shion. Ela me perseguia desde o colegial. Na verdade eu era apaixonado por ela no fundamental, mas ela me esnobava e falava que eu não era o “tipo” dela. O tipo pobre. Depois de um tempo eu cansei e comecei a gostar de Sakura, que também não me dava bola, mas pelo menos não me destratava. Então ela começou a correr atrás de mim. O que eu ela temos não é uma relação amorosa e nem somos amigos é apenas uma troca de interesses. Ela me queria e eu queria sexo.

 

Sai fez uma careta.

 

— Hum… tem gosto para tudo — disse ele pegando xícara do armário.

 

— Qual é o problema com ela? — perguntou Shikamaru seguindo-se de café.

 

— Ela é muito obsessiva — respondeu Sasuke, pegando leite da geladeira — Não sei como ela topou outra garota…

 

Dei ombros, eu não me importava com o quê eles diziam de Shion, de verdade ela era obcecada por mim e controladora, mas está disposta a dar o que eu quero e não envolver emoções.

 

Shikamaru deu as costas pouco se importando com o assunto, pegou um ovo na geladeira e uma frigideira no armário, logo em seguida ligando o fogo e quebrando o ovo.

 

— Ino me contou que Sakura vai voltar para a cidade — tirei os braços da nuca e me indiretei na cadeira.

 

— Quando? — Sakura. Meu amor de infância vai estar de volta a cidade.

 

— Não sei, talvez semana passada — Shikamaru respondeu indignado e me olhou como se eu fosse louco.

 

— Ah cara! Para! Mesmo depois de todo esse tempo? —  Sai falou mordendo uma torrada

 

— Sempre! — debochou Kiba.

 

Olhei irritado para Kiba. Qual era o problema, eu ainda ser fassurado pela Sakura? Nenhum deles teve um amor de infância que nunca se esqueceu?

 

— Qual é o problema? Até parece que vocês nunca tiveram o primeiro amor de infância!

 

— Minha professora, do colegial — respondeu Shikamaru mexendo ovo na frigideira.

 

— É claro que eu não tive — disse Sai se levantando da cadeira com o seu sorriso típico debochado.

 

— Hinata, no ensino médio — disse Sasuke servindo se de uma torrada com geleia.

 

— Kate Winslet, em 2002 — disse Kiba.

 

Todos ficamos em silêncios processando as informações. Raramente conversávamos sobre sentimentos… eu acostumo conversas sobre os meus sentimentos com Hinata, mas nunca com eles.

 

— Hinata!? Você gostava da Hinata? — arregalei os olhos e não consegui conter a surpresa. Sou amigo do Sasuke há anos! E eu nunca soube que ele gostava da Hinata nessa época.

 

— Porra Kiba! Kate Winslet? — Sai disse aos risos batendo a mão nos encosto da cadeira — Desde dessa época você já era punheteiro?

 

Kiba balançou os ombros como se não se importasse com a opinião de Sai.

 

— Mas então Shikamaru… Quer dizer que você curti mulheres mais velhas… — Kiba o olhou com um olhar malicioso assentindo a cabeça.

 

Shikamaru apenas o dirigiu um olhar preguiçoso quando se sentou na mesa para comer seus ovos mexidos.

 

— Ela tinha um Q.I Alto — respondeu ao Kiba.

 

Sasuke estava observando a conversa quando se virou para mim e percebeu que eu continuava o olhando esperando uma resposta.

 

— Você nunca me perguntou — respondeu simplesmente.

 

— Hinata é, e era minha melhor amiga! Por que você nunca me falou nada? — eu insisti.

 

— Cara isso faz há muito tempo.Eu já gostava dela antes de tirar o bv dela, mas a achei mais adorável ainda ela ter saído correndo… E fiquei desanimado. Nenhuma garota já tinha corrido de mim antes…

 

Não sei por qual motivo, mas fiquei irritado. Então quer dizer que ele se aproveitou da situação?

 

— Deve ter sido horrível para o ego do poderoso Uchiha… — debochou Kiba. Sai ergueu a mão rindo e Kiba bateu. Eles tinham essa mania estranha de bater as mãos, quando eles concordam um com outro.

 

Sasuke revirou os olhos e me olhou franzindo as sobrancelhas.

 

— Dá para parar de me olhar como se eu tivesse violado sua irmã! — Sai e Kiba gargalharam, enquanto Shikamaru deu um sorriso preguiçoso. — E antes que você pule no meu pescoço quero deixar bem claro que eu não gosto mais dela, eu resolvi seguir em frente e você deveria fazer o mesmo.

 

Sasuke se levantou e me olhou me desafiando a dizer o contrário. Eu tinha que me acalmar. Nunca aconteceu nada entre Hinata e Sasuke além do beijo no primeiro ano.

 

— Admito que estou estou exagerando — Confessei, mas minhas sobrancelhas continuaram franzidas. — Mas isso não justifica você nunca ter me contado!

 

Sasuke me olhou indignado.

 

— Para de ser gay Naruto! — disse saindo da cozinha.

 

Eu observei Sasuke sair da cozinha, Kiba e Sai o seguiram dando batidas nas minhas costas e olhei interrogativo para Shikamaru.

 

—Hinata sabe disso?

 

—Sabe do quê — Ele puxou uma cadeira e sentou para comer seus ovos mexidos.

 

— A volta de Sakura — respondi o óbvio. Ele arqueou as sobrancelhas como se a pergunta fosse ridícula.

 

— Não sei cara, talvez sim. Ela é amiga da Ino, que é uma grande fofoqueira.

 

— Mas será que ela sabia bem antes,,,

 

Ele deu de ombros.

 

— Acho que sim foi ela que me contou.

 

Fiquei olhando perdido para o nada. Minha melhor amiga não me contou que a Sakura estava de volta… Mas porque?



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...