História Lilith -Drarry - Capítulo 28


Escrita por: ~

Postado
Categorias Harry Potter
Personagens Alvo Potter, Astoria Greengrass, Barão Sangrento, Blásio Zabini, Dino Thomas, Dominique Weasley, Draco Malfoy, Gina Weasley, Harry Potter, Hermione Granger, Hugo Weasley, Lílian L. Potter, Lorcan Scamander, Louis Weasley, Luna Lovegood, Lysander Scamander, Minerva Mcgonagall, Molly Weasley, Molly Weasley II, Narcissa Black Malfoy, Neville Longbottom, Poppy Pomfrey (Madame Pomfrey), Rita Skeeter, Ronald Weasley, Rose Weasley, Rúbeo Hagrid, Scorpius Malfoy, Simas Finnigan, Ted Lupin, Tiago S. Potter, Victoire Weasley
Tags Drama, Drarry, Harry Potter, Larry, Romance, Suspense
Visualizações 218
Palavras 1.338
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Crossover, Drabs, Drama (Tragédia), Escolar, Fantasia, Festa, Ficção Científica, Magia, Mistério, Romance e Novela, Saga, Suspense, Universo Alternativo, Violência, Yaoi
Avisos: Bissexualidade, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sadomasoquismo, Sexo, Spoilers
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


ME PERDOEM A DEMORA! Estou sem tempo para coisas normais, mas não vou negar que tive tempo para escrever esse capítulo, mas eu estava tentando focar mas fanfics no Wattpad, mas enfim, esse capítulo vai compensar a demora! :3 boa leitura 💕💕💕

Capítulo 28 - Silêncio Reconfortante


Por mais que a neve caia rigorosa do lado de fora, eles não sentem o arrepio do frio pois seus corpos estão esquentando com o toque alheio.

Não sabem como pararam nisso, com Draco por cima do corpo levemente trêmulo de Harry, sem sua blusa e com as mãos no zíper do moreno, que ofega a cada beijo. 

Draco não quer parecer apressado, e não quer assustar Harry, mas deseja ir o quanto antes para que o outro não desista na melhor hora. Isso parece soar egoísta, mas foram tantas as vezes que Harry o deixou sem fôlego e simplesmente parou tudo com seu ar inocente dizendo que estavam na hora de dormir, e aninhando-se sobre ele como uma criança abraça um urso de pelúcia antes de dormir, nem mesmo lhe dando a chance de se aliviar sozinho no banheiro. 

O fato de estar apressado não muda que está igualmente nervoso com essa ideia. Ele não é virgem, tem boas lembranças de Pansy e Amélia, mas o fato de ser com outro homem o deixa tão assustado quanto Harry, que não tem experiência alguma em relações sexuais, embora teve uma namorada, Gina, mas a época que ficaram juntos era turbulenta demais para pensarem em aprofundar o relacionamento. 

— Hazzy, você tem certeza? — Seus lábios desgrudaram dos lábios de Harry, sua mão esquerda pronta para abrir o zíper da calça do outro.

— Hum? — Harry parece perdido, seus olhos se abriram lentamente, guiando o olhar para Draco, que ofega pelo beijo feroz a pouco. — Oh, e-eu... acho que sim...

— Você acha? — Draco riu pelo nariz, quase debochando de Harry. Ele não esperou uma resposta para abrir o zíper e afundar o rosto no pescoço do outro, dando uma mordida fraca porém eficaz, pode ouvir Harry gemer com o ato. 

— S-Sim, eu a-acho! — Tentou ser firme, mas pescoço é realmente seu ponto fraco. 

— Você pode desistir, outra vez. — Murmurou em seu ouvindo, sentindo o corpo tremer em baixo de si, passando a língua lentamente no lóbulo de Harry. 

— E-Eu acho que q-quero! — Harry parece mais perdido que antes, levou a mão para os cabelos loiros. Draco mordeu a pele levemente morena, agora fazendo um chupão forte no pescoço de Harry. – Oh, céus! Eu quero! 

Draco nem esperou a frase terminar e enfiou a mão dentro da cueca de Harry, o ouvindo gemer surpreso. Sua boca morde alguma vezes a pele sensível, enquanto uma das mãos massageia lentamente o membro de Harry, ouvindo o mesmo arfar a cada movimento. 

A mão pálida abraçou a extensão, movimentando para cima e para baixo, passando o polegar pela fenda na glande já melada de pré-gozo.

— Oh, Deus!

— Você perde a sanidade rápido, Hazzy. — Murmurou rouco, dando-lhe outra mordida.

— Você não está ajudando, Dray. — Murmurou ofegante, usando ênfase no apelido. — Eu e-estava sóbrio a pouco t-tempo, mas você e-está me embebedando com seu cheiro, c-com tudo em você.

Bom termo. Draco sorriu sacana, retirando a mão de dentro da cueca e afastando o rosto do seu pescoço. 

Seus olhos cinzas não desviam dos olhos verdes, enquanto ajeita-se na cama e tira lentamente a calça de Harry. Seu olhar é intenso, Harry sente que está sendo dominado, observando Draco agora tirar sua cueca, fazendo seu membro saltar para fora. Harry cobriu o rosto com as mãos e deitou a cabeça na cama, envergonhado.

— Ah, Deus. Está brincando Harry? — Draco perguntou risonho, enquanto segura o membro do moreno pela base. 

— Isso é vergonhoso. — Murmurou, com a voz saindo abafada por causa das mãos no rosto. 

Draco riu pelo nariz outra vez, ignorando a vergonha do outro e guiando o olhar para o membro em suas mãos, mordeu o lábio inferior fortemente e respirou profundamente, aproximando o rosto e passando a língua pela glande, ouvindo Harry suspirar.

— Hum, não acha q-que deveríamos a-apagar a luz? — Harry murmurou, outra vez saindo abafado. 

— Eu quero ver você. — Draco falou próximo da glande, fazendo o ar quente de sua boca bater no membro do outro, o arrepiando por completo. 

 Harry gemeu alto jogando a cabeça para trás, agarrando o lençol com as mãos ao sentir Draco abocanhar seu membro. 

Draco aperta as coxas de Harry com tanta força que ambos sabem que vai ficar marcado, igualmente as mordidas no pescoço. 

Draco deixou a saliva em sua boca escorrer os lados do membro. Ele bombeou algumas vezes para espalhar toda a umidade pela extensão, logo voltando a sugar a glande e mexendo a cabeça em movimentos de vai e vem. Ele encarou Harry, observando o mesmo perder ainda mais a sanidade.

Harry levou as mãos rapidamente para os cabelos loiros, passando os dedos pelos fios macios, empurrando a cabeça para mais perto, gemendo após sentir o membro ser engolido ainda mais.

Draco quer o arruinar. Quer acabá-lo usando sua boca e mãos até que ele esteja implorando cada vez por mais. 

A fina camada de suor percorre por todo o corpo levemente bronzeado de Harry, o mesmo tenta segurar os gemidos ao lembrar que tem pessoas hospedadas nos quartos ao lado. 

Draco parou de o chupar, fazendo um barulho molhado sair após afastar os lábios da glande avermelhada. Ele observou Harry respirar ofegante e abrir os olhos lentamente, o mesmo o encarou com certa dúvida por ter parado. 

O loiro ergueu-se na cama e abaixou sua calça, após livrar-se delas, ajeitou-se em cima do moreno. 

— O q-que está fazendo? — Harry perguntou confuso, vendo Draco sentando em cima de si, se ajeitando em seu membro. 

— O que acha que estou fazendo? — Falou rodando os olhos, mas dando um sorriso sacana para ele. Draco levou a mão para a boca e chupou dois dedos, levando a mão para seu traseiro logo após. 

— Espera, eu achei que... — Harry parou de falar assim que ouviu Draco gemer enquanto enfia os dedos em si mesmo. 

— Ainda nem começamos, Potty. — Sorriu sacana novamente, posicionando-se no membro do outro e o segurando pela base, Harry levou as mãos imediatamente para sua cintura. Draco gemeu sôfrego após sentir seu interior ser invadido lentamente, enquanto Harry observa a cena com muita luxúria. Eles acabaram gemendo juntos após todo o membro de Harry estar dentro do outro. 

— Droga, eu não estava esperando por isso. — Harry riu de si mesmo, apertando levemente a cintura do outro. 

— Cala a boca e me fode. — Draco depositou as mãos no peitoral de Harry, sua respiração esta ofegante. 

— Certo, me diga caso... doer. — Murmurou um tanto preocupado. — Eu paro. 

— Céus! — Rodou os olhos. — Apenas mexa-se, vou me acostumar. 

Harry assentiu e movimentou o quadril, mordendo os lábios com força, droga, a sensação é incrível, ele espera que esteja boa para Draco como está sendo para ele. Seus movimentos se aceleraram-se, Draco também se movimenta, ambos gemendo em sincronia, suas  respirações irregular, o suor percorrendo por seus corpos. Todo o mundo parece ter desaparecido, estão dentro de uma bolha só deles, seus olhares não desviam um do outro. Harry parece estar no ponto certo, já que Draco está deliciado com tudo que está acontecendo. Minutos passaram-se enquanto eles apreciam o que podem um do outro.

— Eu, droga, eu... — Harry mordeu os lábios com força, passando a estocar ainda mais rápido.

Harry gemeu alto e rouco, despejando seu líquido dentro de Draco, que se masturba, sujando o peitoral de Harry após também atingir seu limite. Draco se levanta lentamente, soltando um suspiro cansado e deitando-se ao lado de Harry, o mesmo respira ofegante, procurando por sua varinha no criado-mudo para poder conjurar um feitiço de limpeza. 

— Para sua primeira vez, você se saiu bem... bem até demais. — Draco falou sorrindo, soltando um riso fraco após sentir cócegas com o feitiço de limpeza, observando Harry apagar as luzes com a varinha, deixando o quarto ser iluminado pelas luzes do lado de fora, não é forte, mas permite que seus olhos enxergue os rostos um do outro. 

— Obrigado. — Riu, aninhando-se ao outro, bocejou cansado. 

Eles ficaram em um silêncio profundo, não constrangedor, apenas um silêncio reconfortante, apreciando esse momento só deles, com a presença um do outro. Logo estavam no mundo dos sonhos.


Notas Finais


Foi curto? Foi. Mas teve a primeira foda AWWN sjskskssjkskaks, eu não sou tão boa, mas particularmente eu gostei shshsjsj, espero que também tenham gostado! Beijinhos amores! 💕💕💕 (me avisem qualquer erro ortográfico).

Srta. Malfoy


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...