História Linden Twins - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Homossexual, Irmãos Gêmeos, Musica, Romance
Exibições 14
Palavras 942
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Famí­lia, Lemon, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Incesto, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


Oi, como estou trabalhando, vou postando os capítulos durante um intervalo aqui e outro.

Boa leitura!

Capítulo 2 - A devoção de um "pequeno lobo"


Fanfic / Fanfiction Linden Twins - Capítulo 2 - A devoção de um "pequeno lobo"

Capítulo 2

 

Não contava com essa.

Que de súbito o rapaz o tomasse energeticamente pela mão e saíssem juntos daquele banheiro.

Jiang se sentia estúpido por se quer ter conseguido lavar as mãos, tudo tinha acontecido tão rápido.

Não viu mais a moça que tinha-o acompanhado em alguns drinks, então soltou sua mão do toque firme do adorável estranho e pagou apressado o que tinha consumido no bar.

Os dois saíram juntos, um perto do outro naquela calçada.

Passando por uma rua onde havia várias lojas que naquela hora já estavam fechadas.

__Acho que depois dessa não vou mais poder voltar naquele bar...__ Jiang retrucou, caminhando algo enfezado com as mãos enfiadas nos bolsos.

Vai que o estranho resolvesse novamente toma-lo pela mão...

__Qual é? Você não é de ligar para o que os outros pensam.__ O rapaz redarguiu sorrindo-lhe discretamente.

__Olha... Eu sei o que está pensando, mas eu não sou o cara que você está procurando.

__Não acredito que vai continuar com esse teatrinho!

__Como eu te faço entender? Não fique bravo, falou? Mas, eu não sou Huang.

__Ah, conta outra... Não queira me fazer de idiota, eu deixei tudo para trás somente para estar com você.

Um silêncio leve como uma pequena nuvem se colocou entre os dois, ambos viraram a esquina e puseram-se a subir uma outra rua.

__Para onde estamos indo?__ O rapaz quebrou o silêncio a olhar para Jiang de soslaio.

__Aonde eu moro... Você não é dessa cidade, é?

O estranho meneou com a cabeça, portando um meio sorriso. Parecia achar raça daquela pergunta.

__Sabe que não... Mas, até que estou gostando do seu joguinho.

__Tem lugar para passar a noite?

A pergunta de Jiang soou um bocado casual.

__Vai me convidar para entrar?

E em contrapartida, a do rapaz ressoou cheia de suavidade sedutora.

Viraram numa entrada à direita e puseram-se a subir uma pequena ladeira.

O portão da casa de Jiang demarcava a terceira casa daquela subida, ele destrancou e abriu o portão pintado de branco e os dois entraram pelo pequeno quintal.

Antes que chegassem na porta, Jiang tornou a sentir o abraço vindo por suas costas.

"Por que tem que ser tão vazante de ternura? Isso é muito injusto..."__ Ele pensou a suspirar.

__Não faz isso, por favor... Isso é um grande engano.

__Não é comum sua voz soar tão gentil.

A observação do rapaz veio junto com uma pequena mordida em uma das orelhas de Jiang.

Quando sentiu outro arrepio descer por seu pescoço em consequência da provocante mordida, não deu mais para segurar o que tinha a dizer.

__É que eu não sou Huang... Sou o irmão gêmeo dele.

__Mentira... Huang nunca me contou que tinha um irmão.

__Por que será que não me surpreendo?__ Jiang replicou irônico.__ Não sei o que Huang andou aprontando... Mas, não sou eu quem você deveria estar abraçando. Desculpe se fiz com que perdesse tempo me seguindo até aqui.

"... Como um cãozinho exalando tanta devoção."__ Jiang fechou os olhos por um instante e esse pensamento o remeteu a uma tristeza confusa, a um incompreensível mal estar.

Sua sentença fez com que o rapaz que trajava roupas escuras justas ao seu corpo o libertasse do abraço, se colocasse a sua frente e olhasse deveras sério e desconfiado para seu rosto.

Estar novamente sobre a mira desse olhar desnorteava Jiang, que um tanto desajeitado tirou a carteira enfiada no bolso traseiro da calça e puxou um documento solto no porta-notas.

__Vê? Sou Jiang... Jiang Linden.

O rapaz puxou para si o documento plastificado e olhou quase demoradamente, tentando ler sob a escuridão do pequeno quintal. Até puxar o isqueiro do bolso da jaqueta e iluminar o ID Card com a chama.

Jiang não conseguiu ficar olhando a reação dele, virou-se e destrancou a porta sob o alpendre.

__Quer entrar?...__ E perguntou, soando algo tímido, como se não devesse perguntar algo do tipo.

__Poderia ser um documento falso.

Estava entrando quando ouviu a voz do estranho que tinha beijado, mais fria e irritada.

__Como?__ Jiang arqueou seu olhar incrédulo.__ Você acha que se eu fosse Huang e quisesse te evitar, estaria perguntando se quer entrar em minha casa?...

__Huang gosta desse tipo de joguinho doentio!

__ Gosta?__ Jiang entrou e acendeu a luz da sala.__ E por que você quer ficar perto de alguém que te maltrata desse jeito?

"Que pergunta idiota a minha... Mas, não é evidente? Ele está completamente apaixonado pelo idiota do meu irmão..."__ O pensamento de Jiang emendou e do mesmo modo foi interrompido pelo estranho que avançou em sua direção na estrada da casa, o encarou com a réplica daquele olhar tão doce e insensato, brusco e ardorosamente.

__Se você não é Huang... Por que aceitou meu beijo dentro do banheiro do bar?

__Diabos que não aceitei...__ Jiang rebateu tenso, olhando por dois segundos para os lábios dele.__ Eu ia te acertar as bolas com o meu joelho.

__Eu sei...__ E ele redarguiu num cochicho arteiro.__ Mas, antes daqueles caras ficarem falando bobagem, sua boca estava gostando do beijo.

Jiang se sentia algo encurralado no portal de entrada, o namorado de seu irmão era mais alto e estava tão perto, com todo ser conectado ao seu.

__Eu se quer sei o seu nome... Para com isso, vai.__ A voz de Jiang era um apelo cavo.

__Syaoran.

__Como é?...

Que nome era aquele?

Não sabia se tinha entendido direito e o nariz dele esbarrou de leve no seu.

__É meu nome, ora... Syaoran.

Sy... a... o... ran.

Foi mais desse jeito que ele disse o próprio nome, chegando mais perto.

Encaixando seus lábios aos de Jiang ao pronunciar a última sílaba...

 


Notas Finais


E claro, opiniões são sempre bem vindas!

Obrigada por lerem!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...