História Linha Tênue (Fillie) - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Stranger Things
Personagens Dustin Henderson, Eleven (Onze), Lucas Sinclair, Mike Wheeler, Will Byers
Tags Fillie, Romance, Stranger Things
Visualizações 347
Palavras 735
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Ficção, Romance e Novela, Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Essa é a minha primeira fic, espero que voces gostem! E desculpa qualquer erro.
Vai ser um capítulo mais introdutório.

Capítulo 1 - Who I am


Fanfic / Fanfiction Linha Tênue (Fillie) - Capítulo 1 - Who I am

MILLIE POV

Era muito estranho, depois de anos convivendo e crescendo juntos, o momento que mais temíamos estava chegando:  iriamos nos separar em breve. A penúltima temporada iria estrear daqui a dois dias, e logo em seguida gravaríamos a última e nos despediríamos para sempre dos nossos personagens amados.

Eu e os meus melhores amigos nos conhecemos há 6 anos atrás, eu era apenas uma garotinha tentando viver o sonho de ser uma grande atriz. Tinha 11 anos e tive que lidar com muitas mudanças bruscas: a primeira delas literalmente foi ter que perder todo o meu cabelo, não foi nada fácil, mas era essencial para a personagem e assim, eu fiz. Posteriormente foi ter que lidar com toda a fama repentina.

De um dia para o outro, eu não era mais uma garota qualquer, eu era a Eleven, a protagonista da maior série da Netflix, cheia de fãs clubes, fãs, paparazzis e seguidores. Mas eu aprendi a lidar com tudo isso, e terminei ganhando pessoas que são, hoje em dia, as melhores coisas que já me aconteceram: meus melhores amigos, mais conhecidos como o cast de Stranger Things. Confesso que tivemos muita sorte, é muito comum um elenco ter problemas internos, brigas, confusões, pessoas interagindo somente no set, mas nós nos tornamos uma família.

O Garten era literalmente a pessoa mais engraçada que eu já havia conhecido em toda minha vida, ele conseguia fazer as melhores piadas e deixar todo o ambiente leve, independentemente do que havia acontecido.

Caleb, é o cara mais sério e mais gentil que você um dia poderá conhecer. Ele sempre foi a pessoa mais inteligente do grupo, e o mais equilibrado, experiente, e tentava nos proteger sempre.

Noah é meu melhor amigo, tudo que acontece na minha vida ele é sempre o primeiro a saber, é uma pessoa extremamente especial, com um coração enorme, nos temos um vínculo incrível, somos como irmãos, sempre brincando, rindo e protegendo um ao outro.

Sadie é minha melhor amiga. Eu dei graças a Deus quando soube que iria entrar uma menina no elenco, porque nem sempre é fácil ser a única garota entre quatro meninos, e a Sadie foi um anjo que caiu do céu, ela esteve do meu lado nos momentos mais constrangedores da minha vida, e me apoia em absolutamente tudo. É uma garota doce, carinhosa e extremamente verdadeira, ela fala a verdade sempre, doa a quem doer.

E bem, tem o Finn.  Finn Wolfhard. Meu par romântico na série. 

Lembro exatamente o dia em que nos conhecemos, era uma manhã de quarta feira, eu estava tão nervosa que minhas mãos suavam, foi o dia que recebi a notícia que havia conseguido o papel e ele também. Não sabíamos como era o enredo da história, nem que nossos personagens iriam se relacionar romanticamente, mas naquele dia, quando nossos olhos se cruzaram, pude sentir que nossa conexão seria duradora.

E foi. A química que temos nas gravações é incontestável, nossos personagens são os mais queridos e “shippado” de toda a série. Uma vez chegamos a receber um prêmio de melhor beijo. Eu e Finn éramos incríveis trabalhando juntos, mas fora das câmeras as coisas são um pouco diferentes.

Não que nós não sejamos amigos, longe disso, nós somos. Mas de todos do elenco o Finn terminou se tornando, depois do término da primeira temporada, o mais distante de mim. No início, éramos muito colados, mas depois que nossos fãs começaram a pensar que existia alguma coisa entre nós na vida real, ele se afastou. Evitava ficar perto de mim em público, não interagia comigo nas redes sociais, raramente conversávamos sem estarmos com o resto do  pessoal. Ele me evitava todas as formas possíveis, e isso me magoava mais do que eu queria,  mas nunca permiti que isso atrapalhasse nossa amizade ou convivência.

Não o leve a mal. Finn é um cara incrível, só não queria atrapalhar nossas carreiras com esses rumores.

Mas infelizmente eu era totalmente e completamente apaixonada por ele.

Inicialmente pensei que seria uma paixonite passageira, sabe? Ele querendo ou não (mesmo que ‘de mentira’) foi o meu primeiro beijo, então achei que isso passaria logo. Mas aqui estou eu, há cinco anos amando uma pessoa sem saber o que ela sente por mim. Cinco anos admirando a minha pequena e particular constelação de sardinhas. Cinco anos tentando criar coragem para me declarar pra ele. Cinco anos que o amo.


Notas Finais


Espero que tenham gostado, xoxo!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...