História Lira: A Musa de Seung Hyun - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Big Bang, Black Pink, T.O.P
Personagens D-Lite (Daesung), G-Dragon, Lisa, Personagens Originais, Seungri, T.O.P, Taeyang
Tags Bigbang, Blackpink, Choi Seung Hyun, Hot, Imagine, Kpop, Lisa, Romantico, Suspense, Top
Exibições 71
Palavras 770
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Escolar, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Yaoi
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Aposto que vocês não imaginaram o TOP como bonzinho e o GD como vilão ne?
MUAHAHAHAHA
Vamos nos permitir, ops, iludir.

Capítulo 5 - O dragão e a donzela


Fanfic / Fanfiction Lira: A Musa de Seung Hyun - Capítulo 5 - O dragão e a donzela

Depois de toda aquela safadeza, ele conseguiu me deixar vermelha com uma pergunta. Muito sem graça, respondi que não, enquanto ele me olhava com olhos acusadores.

 

Depois de esperar um pouco, ele disse:

- Ainda bem. Assim eu não preciso me controlar.


 

Ele começou a lamber e massagear meus seios lentamente,subindo pra minha boca, e depois indo para as orelhas e pescoço. Nessa hora, ele me abraçava enquanto beijava, e eu me sentia segura e protegida como nunca antes. Seu corpo era tão quente e sua pele tão macia… Então eu comecei a relaxar e o abracei também. Ficamos pelados e abraçados sob a luz da lua por nem sei quanto tempo. A eternidade parecia estar ali, e eu não queria estar em nenhum outro lugar, com nenhuma outra pessoa a não ser ele.

Eu sentia sua respiração se acalmando e a minha também. Já estava ficando desconfortável naquela posição , então fiz ele deitar e deitei ao lado dele. Um vento frio passava pela clareira, de forma que meus mamilos ficavam enrijecidos assim como os dele, e eu o abraçava cada vez mais para me esquentar. Ele passava os dedos pelo meu corpo sujo de terra e nós ficamos nos encarando frente a frente,corpo a corpo. Ele suspirava, enquanto eu tentava me distrair com qualquer outra coisa a não ser ele. Ele era extraordinariamente bonito. Nunca vi ninguém assim.

Estava quase anoitecendo, e eu falei pra ele que deveria chegar lá nos dormitórios antes que trancassem as portas. Ele concordou e nos limpamos da terra, colocamos nossas roupas (ele me deu seu blazer, pois eu estava sem sutiã), fomos andando para o carro (onde eu caí duas vezes,mas ele achava fofo), e então ele me levou aos prédios da minha escola. Estávamos ouvindo Misunderstood, do Bon Jovi, quando, uma quadra antes, T.O.P parou o carro.

- Mais uma rodada? - ele estava com a carinha mais cínica.

Olhei com uma cara de perdida, até me tocar do que ele queria dizer. Eu concordei, porque afinal de contas ele iria viajar, e eu não o veria por um bom tempo. Ele tirou minha roupa rapidamente e eu arranquei suas calças  e sua blusa, subi em cima dele e fizemos bem rápido, mas o T.O.P me penetrava com tanta força que eu tinha que segurar meus seios pra parar de balançar, e eu sentia o carro ficando mais úmido com nossas gotas de suor.  O carro provavelmente estava balançando do lado de fora, pois eu conseguia ouvir o barulho da lataria, e Choi Seung Hyun apertava minhas nádegas, e me beijava por todo o corpo, me fazendo não só gemer, mas gritar. Eu gritava de dor e de prazer, enquanto ele me possuía com todas as suas forças. Saí de cima dele com cuidado, mas ele me agarrou pela cintura nas duas primeiras que eu tentei. Na terceira, quando eu disse que estava atrasada, ele concordou.

Acabamos, ofegantes, eu colocando minha roupa de volta, e ele só me olhando, respirando ruidosamente. Tudo parecia um sonho. Ele cantou pra eu não ir embora, e até começou a compor uma música pra mim. O beijei e dei boa viagem, andando em direção à minha escola. Consegui passar escondida pelos prédios de aulas, mas quando estava quase chegando nos dormitórios, vi o Gdragon conversando com meu professor (asqueroso) Oscar. O que possivelmente os dois teriam para conversar e como se conheciam? Será que o Oscar havia me seguido naquela noite?

Fiquei atrás do único carro na rua para ouvir a conversa.

- Eu mandei o T.O.P pra Coréia por pelo menos dois dias. Agora, me dê seu celular, pra eu resetar tudo, e é melhor você não ter feito nenhuma cópia, ou então você é um homem morto. Mas você já sabe disso. Não sabe? Ah, e não se esqueça daquele combinado. - Gdragon não se parecia nada com aquela criatura fofa das fotos que eu via. Seu tom de voz cortante gelou minha espinha.

- Muito obrigada, prometo que não vai se arrepender. Eu me livrarei dela de uma vez. Você não vai mais ter que se preocupar com o futuro do BIGBANG e do T.O.P. Vou fazer parecer um acidente.

 

Ahn? Como é?

 

- Muito bem, eu te dou uma semana. Se eu ver essa menina envolvida com qualquer membro do BIGBANG novamente, eu faço questão de te perseguir eu mesmo.

- Já estou providenciando a passagem dela de volta para o Brasil.

- Brasil? Não, não. Brasil é muito fácil. Eu quero que ela vá pra um lugar onde ela mal consiga viver,muito menos voltar. O que você acha da China?



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...