História Listen To Your Heart - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Pokémon
Personagens Ash Ketchum, Caroline, Dawn Hikari, Delia Ketchum, Drew, Giovanni, Max, May
Tags Advanceshipping, Amor, Ash, Drew, May, Música: Roxxete- Listen To You Heart, Pearlshpping, Segredo
Exibições 118
Palavras 1.815
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Mistério, Musical (Songfic), Poesias, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Terror e Horror, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


oieee ^^
Mais um capitulo, dessa fic linda <3
Espero que gostem e aproveitem a leitura ;3

Capítulo 6 - E Agora?


Drew: o-o que você disse May?? - disse o esverdeado freando o carro, para olhar pra May, que logo começa a chorar

May: ele n-nunca soube da minha gravidez, ate agora - disse com as lágrimas descendo ate as bochechas rosadas - e nunca vai saber.

Drew: mas você disse que.. - foi interrompido

May: eu sei o que eu disse! - disse gritando - eu MENTI! - disse limpando as lágrimas- eu fiz isso, pra ele ir embora daqui, pra ele terminar a faculdade - disse suspirando

Drew: e o que você pretende fazer agora? - disse triste, ligando o carro de novo pra chegar o mais rápido em casa pra falar com Norman.

May: vou fazer, o que eu vou terminar. Me casar com você. - disse olhando pra ele sorrindo de leve

Drew: e o Ash? - disse com desgosto

May: o que tem ele? - disse olhando pra janela do carro

Drew: vai falar com ele sobre a gravidez? - disse olhando pra ela de lado e vê ela tremendo

May: ele não pode saber, ele nunca deve saber - disse segurando as lágrimas, fazendo Drew suspirar aliviado e voltar sua atenção a estrada e no volante.

......................................

Logo chegaram me casa, May foi a primeira a sair do carro correndo e entrou em casa, batendo a porta com força, chamando a atenção de Max e Norman.

Norman: o que deu nela? - disse olhando ela subindo as escadas chorando e logo olha pra Drew que parecia ter visto um fantasma

Drew: ele está aqui. - disse se sentando no sofá com raiva. Max ouvia tudo em silêncio na cozinha, que comia um sanduiche.

Norman: quem? - disse em pé, na frente dele

Drew: Ash. - disse fazendo Norman ficar pálido e Max se engasgar com o sanduiche

Max: o Ash está aqui?? - disse sorrindo se recuperando, porque tinha se engasgado

Drew olhou ele como se fosse o Ash na sua frente e acentiu com a cabeça

Norman: e o que ele está fazendo aqui? - disse por puro ódio, fazendo Max suspirar

Drew: está aqui por causa do emprego.  - disse suspirando - mas eu também descobri uma coisa. - disse tenso olhando pro chão

Norman: o quê? - disse nervoso

Drew: May tinha mentido. Ash não sabia que May estava grávida, naquele momento, ele só foi embora por causa de faculdade. E ate hoje, ele nunca soube que May tinha esperado um filho dele, e ainda tinha morrido. - disse Drew arrasado, mas não por causa do sofrimento de May, mas queria que esse filho que May tinha fosse dele, não de Ash.

Norman fica sem jeito, mas tinha seu orgulho em primeiro lugar. Max sorriu.

Max: viu pai! - disse sorrindo - o Ash não teve culpa de nada! - disse apontando pra ele

Norman: não me interessa. Ele engravidou minha filha, e isso eu nunca vou perdoa-lo - disse com raiva - onde ele está? - disse fechando os punhos

Drew: eu não sei... - disse olhando pra ele com um pouco de medo - mas se você achar ele, não pode falar nada da gravides de May, ele não pode saber - disse o Norman acentiu e saiu de lá eufórico.

Max não queria ficar sozinho com Drew, então subiu as escadas para ver a irmã. colocou o ouvido na porta dela. Podia ouvir os barulhos de choros.

Max: May... - disse batendo na porta

May: me deixa Drew! - disse chorando dentro do quarto

Max: não May, sou eu Max - disse e rapidamente a porta foi aberta. May estava literalmente triste. lágrimas caindo sem parar, as bochechas rosadas, quando chora e os olhos azuis brilhando junto com os lágrimas

May: entre Max - disse tentando segurar as lágrimas e logo Max entra e ela fecha a porta. Logo ela desaba em lágrimas e Max foi abraça-la ela continuava chorando baixinho

Max: calma May - disse ainda abraçando ela - olha, eu sei de tudo - disse levantando seu rosto triste - por que você guardou esse segredo por tantos anos? Por que não contou pra gente? - agora segurou seu rosto - por que não contou pra Ash? - disse ela logo chora

May: eu não podia... - disse abraçando ele de novo -  eu ia atrapalhar a vida dele com o nosso bebê, ele estava se esforçando tanto pra entrar em uma faculdade... - disse chorando, molhando a manga da camisa de Max - eu não podia... - disse colocando seu rosto mais no fundo no pescoço de Max

Max: ele tinha o direito de saber May - disse calmo, alisando o cabelo de May - e ainda tem o direito de saber. Ele está aqui agora, fale pra ele, que ele foi pai, mas não sabia - disse agora separando do abraço e os dois se olham

May: ele não precisa mais saber - disse teimando mais uma vez, fazendo Max suspirar

Max: então digamos, que o bebê se estivesse vivo hoje, ele estaria com 4 ou 3 anos de idade. Você ia esconder esse filho de Ash também? - disse a repreendendo - iria fingir que esse filho era de Drew e não de Ash? - disse a desafiando

May: se precisar-se, sim. - disse a morena teimosa. Max fica nervoso.

Max: você ainda o ama? - disse fazendo May travar - hum, May? você ainda ama o Ash? - disse cruzando os braços

May: eu não amo o Ash á muito tempo. - disse mentindo pra si mesma

Max:tá, ok, mas não me parece que você tá caidinha de amores pelo cabeça de repolho - disse endireitando seus óculos 

May: mas eu vou me casar com Drew e ponto final! - disse batendo os pés

Max: e como fica Ash nisso? - disse fazendo o mesmo - May, se você vai se casar com Drew, só pra esquecer o Ash, quero que saiba que está tudo errado - disse fazendo May gelar - eu vou te dar alguns meses antes do casamento pra você falar pra Ash toda a verdade, se não eu mesmo conto. - disse saindo de lá batendo a porta.

.........................................

Pov's Ash onn: 

Acabei de chegar do meu novo trabalho e acabei de tomar um banho. Vou a geladeira pegar água, logo meu telefone toca. Vou ver quem é, e vejo que é meu pai...O que esse idiota quer?

Ash: Alô...- disse sem ânimo, esperando ele responder.

Oi Ash! Como está? - disse na maior voz de sínico. Ele acha que eu ainda sou adolescente,e que ele ainda manda em mim.

Ash: bem. - disse sem interesse algum

Que bom... - disse também sem assunto. Ele não quer isso agora, ele quer outra coisa.

Ash: corta a conversa afiada e fala logo o que você quer Giovanne - disse curto e grosso

HAHAHA Ash, Ash, sempre direto com pai - disse rindo aquela voz grossa irritante - bom, você me pegou, não era isso que eu queria, eu queria saber se você achou alguém conhecido nessa cidade que você se mudou ontem - disse me fazendo revirar os olhos

Ash: por que quer saber? - disse me sentando nos sofá colocando o telefone, na minha outra orelha

Só responda minha pergunta. - disse me fazendo estranhar

Ash: Minha Ex. - disse sério e logo o telefone ficou alterado

Giovanne: qual das? - disse um pouco com...medo? - Você namorou com várias garotas na faculdade Ash - disse rindo 

Ash: a primeira. - disse quase como um cuspi. Era pra ser a única.

Giovanne: May Maple? - disse com sua voz grossa um pouco raivosa

Ash: sim - disse suspirando - pra que quer saber? - disse alterando minha voz

Giovanne: eu o proíbo você de ficar com essa garota Ash. - disse me fazendo surtar

Ash: QUEM É VOCÊ PRA ME DIZER O QUE FAZER? - disse praticamente gritando no telefone

Giovanne: não grite comigo! - disse gritando também - eu sou seu pai! 

Ash: você nunca foi um pai pra mim! - disse já me levantando do sofá com o telefone no ouvido - desde que eu namorava May, você nunca aprovou nosso namoro, assim como o pai dela! E você agora não manda mais em mim! Eu não sou mais um adolescente! Tenho 20 e já posso fazer a porra que eu quiser! - disse gritando mais alto ainda - E NÃO ME LIGUE MAIS! - disse desligando o telefone e me jogo no sofá.

Nossa... fiquei parecendo aquelas mulheres barraqueiras, quando estão com raiva. Mas porra...Aquele homem me estressa. Prefiro mil vezes a minha mãe do que ele.

Ouvi batidas na porta fortes.

Pov's Ash off.

Ash: quem é o idiota que está batendo na minha porta assim? - disse estressado indo ate a porta - AQUI TEM CAMPAINHA ANIMAL! - disse gritando e logo abro a porta e vejo um homem, da mesma idade que Giovanne. Espera ele é...

Ash: Norman? - disse com minha sobrancelha levantada - como sabe aonde eu moro? - disse colocando minhas mãos no meu bolso

Norman: não interessa - disse - quero resolver umas contas com você - disse olhando para o moreno 

Ash: deixa eu adivinhar... é sobre a May - disse irônico

Norman: acertou. E quero te dar um aviso. Fique longe dela, ela vai se casar e não entre na vida dela - disse sério fazendo Ash rir

Ash: Aquele retardado que está com ela agora, quando ele te pagou pra você aceitar o namoro deles? - disse rindo e logo ficou sério - porque você nunca aceitou o meu namoro com May - disse agora sério - eu não sei o que você viu em mim de ruim. Eu nunca usei drogas, nunca bebi, pelo menos naquele tempo, nunca transei com qualquer uma - disse e logo foi surpreendido com um soco de Norman, que fez virar o rosto.

Ash tocou no canto de sua boca, e viu que estava sangrando. Ash começou a limpar respirando fundo.

Giovanne: VOCÊ TRANSOU COM MINHA FILHA! - disse com mais raiva tentando não bater mais uma vez em Ash

Ash: ela não é qualquer uma Norman - disse sorrindo de leve - bom, se você soube disso então ela te contou não? - disse sorrindo - e eu não a obriguei a nada naquele momento. Eu não estava fazendo nada sozinho, ela também queria e a gente fez. - disse sorrindo sacana, fazendo Norman ranger os dentes - há e eu nunca vi você como um sogro e sim como inimigo, e a partir de hoje, eu considero você como um homem qualquer.

Dando o troco, Ash dá um soco no rosto de Norman e outro em sua barriga, fazendo cair no chão, bem na entrada do seu apartamento. Norman se recupera e olha fixamente pra Ash e ele faz o mesmo.

....................................

 

 

 

 

 Continua...................... 


Notas Finais


Quem acha que vai ter tretas entre Ash e Norman no próximo capitulo?? kkkk
Por que Giovanne e Norman, não deixam Ash e May ficarem juntos?
May vai contar a verdade pra Ash?

Vlw e ate mais ^^
<3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...