História Listen to your heart - Capítulo 6


Escrita por: ~

Visualizações 56
Palavras 3.438
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Famí­lia, Festa, Musical (Songfic)
Avisos: Álcool, Drogas
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Como eu havia prometido esse capítulo no sábado,aqui está ele.Espero que gostem.

* Isso que 'acontece' com os pais deles,é apenas ficção* (avisando pq né 💁)

Não revisei então desculpem qualquer erro.

Um dos meus caps favs!♡

Sem mais delongas.
Boa leitura♡.

Capítulo 6 - 6%


Fanfic / Fanfiction Listen to your heart - Capítulo 6 - 6%

Poov's Gabriella Grier 

A semana se passou voando,e o baile é hoje as 8h30PM,eu passei a semana tentando convencer Matthew a ir, mas ele disse que não ia,eram exatamente 9h00AM quando sai de meu quarto,os meninos já haviam ido para o colégio,mas eu estava sentindo que eu não estava sozinha na casa,talvez tivesse um fantasma ou eu sou louca mesmo.Quando chego na cozinha vejo Jack Gilinsky é uma garota bonita sentados no balcão. 

- Quem é vivo sempre aparece não é mesmo Jack Finnegan Gilinsky? Qunto tempo!Quase uma semana sem te ver!

Gilinsky: Pois é,voltei para sua alegria.

- Não vai apresentar Jack? - falo olhando para a garota que estava lá. 

Gilinsky: Ah essa é a  minha namorada a Madison,Madie essa é a Gaby irmã do Nash e do Hayes. 

Madison: Olá, prazer em conhecer você. 

- Então você é a famosa Madison de quem Jack J falou que estava com o G.Prazer em conhecer você também, espero quando agora Jack tome juízo e pare de ser galinha.

Gilinsky: Oow! VAí falar mal de mim mesmo?Relaxa Gabs,Madison me mudou pra melhor.

- Amém santa Madison! - falei e eles riram. 

Gilinsky: Só reparei agora,mas o que fez no braço menina?

- Eu briguei com as " namoradinhas" - fiz aspas com as mãos - do Shawn e do Cameron,e uma delas colocou o pé na minha frente quando eu estava perto da escada.Mas que eu dei uns belos tapas nelas eu dei.

Gilinsky: Não perde uma briga  hein! Mas enfim,vai ao baile hoje a noite né? 

- Eu?Eu Gilinsky?Já não gosto do baile,e ainda estou com o braço engessada, acha mesmo que eu vou ir?Claro que não né Finnegan!Mas é você, vai com a Madie ao baile?

Gilinsky: Vou sim!Acho que você também deveria ir,vai ficar sozinha?

- Não,Matthew também não vai.

Madison: Seu namorado?

- Quem o Matt? - ela assentiu - Não,ele não é meu namorado,ele émeu melhor amigo.

Madison: Olha me des... - não deixo ela terminar.

- Relaxa! Todos que não nos conhecem falam a mesma coisa,já acostumei.É eu vou dar uma volta na praia casal,talvez eu demore pra voltar.

Gilinsky: Tem certeza? - assenti - Não demora muito pra voltar ok mocinha?

- Ok papai. - falo e rimos - Bom eum vou indo,ah quando meu irmão chegar avisa pra ele.

Gilinsky: Tá. 

...

Praia,lugar que me traz paz,lugar que me acalma,me traz inspiração para letras de algumas músicas que eu componho.Caminho até a areia e me sento encarando o mar.Fico assim por um tempo até sentir alguém se sentar ao meu lado,não fiz questão de olhar quem era,então continuei o que estava fazendo e a tal pessoa me cutuca. 

- Oi? - me viro para o lado e era Shawn - Ah é você,o que faz aqui?Não devia estar na escola?

Shawn: Oi,sim sou eu,desde quando se importa se estou na escola ou não? 

-Desde que você é meu amigo,independente de estarmos brigados ou não.Mas então o que faz aqui?Foi suspenso?Como sabia que eu estava aqui?

Shawn: Eu não fui pra escola hoje,só sai para espairecer,quando voltei queria falar contigo e Jack me disse que estava aqui.

- Sobre o que quer falar?

Shawn: A bri... - interrompi ele

- A briga que eu tive com a sua namorada e a de Cameron? - ele assentiu - Vá direto ao ponto Shawn, sem enrolação por favor.

Shawn: É que...Eu quero te pedir desculpa,por...ah você sabe né - neguei com a cabeça pois eu queria ouvir da boca dele,e ele suspirou - Eu quero te pedir desculpa por ter feito uma promessa boba,mas que foi quebrada,por eu ser um idiota e escolher alguém  que não conhecia nem a uma semana ao envés de escolher você,que estava comigo quando estavam precisei,desculpa por todas as palavras ridículas ditas por mim e por aquela lá, e acho que você vai gostar de saber que terminamos. 

- Olha Shawn como sou muito generosa,eu te desculpo se prometer me abraçar bem forte depois. - falo e ele sorriu - Essa é minha oferta,é pegar ou largar.

Shawn: Te pegar?Opa,vem cá. - sOrrin malicioso e eu dou um tapa eu seu braço. 

- Ela te estragou Mendes,você não era assim,você tá muito safado por meu gosto,quem te ensinou isso?Foi o cameron não foi?Me fala Shawn!

Shawn: Para de fazer perguntas um pouco!Vai me desculpar ou não?Porque se não for vamos continuar brigados mas vai ter que me abraçar. 

- Sim eu te desculpo Shawn Mendes,eu não gostei que terminaram eu amei,agora só falta o Cameron terminar com a outra,e eu volto a ser feLiz. 

Shawn: Sabe o que eu percebi agora? - neguei - Que no fundo você sente alguma  coisa por Cameron. - fala e eu coro - Ih corou é porque sente mesmo safada. 

- Não sei de nada menino.E nosso abraço desajeitado?Será que poderia ser agora?Quero ir pra casa.

Shawn: A senhora é quem manda.Desculpas por ela ter feito você quebrar esse braço. - fala quando nos abraçamos. 

- Não sou senhora,sou senhorita.Não tem o que se desculpar  ok?Esquece isso é vamos pra casa. - falo enquanto saímos da praia.

Quando chegamos enquanto casa todos estavam na sala. 

Nash: Oi,onde vocês estavam?

- Na praia irmãozinho.G não te falou? - ele negou com a cabeça - Jack eu disse pra avisar quando eles chegassem.

Nash: Ele avisou sim,era só pra te testar e ver se estava falando a verdade.

- Idiota,não tenho motivos para mentir.Quem você convidou para ir ao baile Nashlyn?

Nash: Acho que não posso te contar...

- Não me diga que foi a Sharon - ele assentiu - Porra Nash,você se lembra de quando ela inventou que Cameron transou com ela e vocês brigarmos feio? - Cameron me encarou e Nash apenas desviou seu olhar do meu.

Nash: Não me  lembrava até você dizerealmente,aquilo ficou no passado,nada mudou entre Cameron e eu,não é mesmo Cam? - ele não respondeu - Cameron? - Nash perguntou novamente e ele continuou quieto.

- Cameron? - pergunto.

Cameron: Oi?hmm é...Nada mudou entre eu e Nash. Será que eu poderia falar com você depois?

- Comigo? - perguntei e ele assentiu. 

Após isso o clima ficou meio estranho até Taylor quebrar ele. 

Taylor: É verdade que Matthew não vai mesmo Gab?

- É eu disse pra ele ir mas ele é teimoso pra cacete!

Matthew: Eu não vou te deixar sozinha só pra ir na porcaria de um baile,eu já disse Gabriella,mas que porra!

- Ok Matthew,não eles tá mais aqui quem falou.Estou lá em cima,não me acordem,ao menos que a casa esteja pegando fogo. - falei e eles riram.

...

Entrei no quarto,me deitei na cama e dormi.Acordei com Matt ao meu lado meciendo no celular.

- Matt...

Matthew: Oi?

- Que horas são? 

Matthew: 8:25PM,porque? 

- Nada,os meninos já foram?

Matthew: Acho que devem estar saindo agora.

- Vou tomar banho,pede pizza?

Matthew: Tá,a de sempre?

- Sim. - falo enquanto entro no banheiro. 

...

Quando sai do banho,Matt não estava mais lá, então fui até o closet e coloquei um pijama quentinho por que estava frio e desci pra sala.

Matthew estava escolhendo algo na Netflix e a pizza estava em cima da mesa de centro,ele estava sentado no sofá,me aproximo dele e sento ao seu lado colocando minha cabeça em seu ombro,ele escolheu  Prison Break,vimos a primeira temporada completa e a metade da segunda.Quando chegamos no final da segunda temporada Matthew já estavamos dormindo.Já eram 2:30 AM, quando levei ele até seu quarto.

Matthew: Era pra eu te trazer pro quarto e não o contrário. 

- Para de graça menino,você tá com sono era capaz de cair da escada,quando você tá  com sono parece um bêbado. 

Matthew: Eu realmente estou com sono e  muito cansado,Obrigado por me trazer neném,boa noite,qualquer coisa me chama ou vem até aqui,eu te amo.

- boa noite baby Matt,você também qualquer coisa é só ir até o quarto ao lado,eu também te amo. - Beijo sua bochecha e ele me da um beijo na testa entrindo no quarto em fechando a porta.

...

Já tinham se passado duas horas e eu ainda não tinha dormido,eu tenho insônia e dormi das 2:15PM até as 8:25PM.Não estava conseguindo dormir e estava com sede.Então calço meus chinelos e vou para a cozinha.Desci  as escadas,as luzes estavam apagadas,eu ascendo uma e vejo alguém encolhido no sofá e um barulho de choro abafado.Me aproximo para ver quem é,não consegui identificar  quem era,então me sento atrás da pessoa  e faço carinho em seus cabelos,e o mesmo se meche,fazendo com que eu sinta o perfume,era Cameron,mas porque ele estava chorando?Resolvo perguntar,mesmo com tudo o que ele me disse há uma semana atrás,eu nunca vou deixar de ajudar alguém  que esteja chorando,até porque ninguém chora sem motivos.

- Ei Cameron,o que ajudar conheceu?Porque está chorando? - pergunto e ele não me responde. 

- Cameroñ, eu quero te ajudar,por favor fala comigo,me conta o que aconteceu. 

Cameron: Vou te falar pra quê?Pra você  ficar me jogando na minha cara que estava certa,e que eu fui um otário em ter namorado a Summer?Acho que não posso contar pra você. - disse ainda chorando.

- Ei por favor olha pra mim. - ele negou com a cabeça - Por favor eu não vou brigar contigo. - ele se sentar na minha frente - Pode desabafar, me conta o que houve,eu juro que não vou te julgar nem nada.Vai sera bom pra você. 

Cameron: A Summer me traiu com o Nate. 

- O'o que? Com o Nate? Maloley? - ele fez que sim com a cabeça - Eu não acredito,me conta como isso aconteceu.

Poov's Cameron Dallas

-Eu estavá dançando com Summer,quando ela me disse que iria pegar algo pra beber.Eu fui falar com Nash pra quando ele fosse embora me chamar que eu iria voltar com ele,voltei pra pista e a Summer não tinha voltado ainda,resolvi ir até a mesa de bebidas ela também não estava lá, foi quando fui procura-la  no banheiro e o Nate estava lá se agarrando com um garota,caminhei até ele é reconheci que era a Summer que estava ali beijando ele,quando ela me viu deu um sorrisinho cínico.Me aproximei dela e a puxei.

FLASHBACK ON:

- Eu não acredito nisso Summer! - gritei irritado. 

Summer: Nisso o que Cam?

- Não se faça de cínica garota!Eu te amei,e é assim que  você retribui? Me traindo com um dos meus amigos?Você não passa de uma vagabunda. 

Summer: Ah tadinho Cameron bolinho, ainda acha que eu te amava?Eu nunca te amei Cameron!Só estava com você porque queria um de seus amiguinhos e o felizardo foi o Nate,você foi só uma descupa pra conquistar ele,se toca garoto ainda acha que alguém vai te amar?Sua mãe só te ama porque é mãe mesmo! - falou e eu ia ir pra cima dela mas Sammy apareceu de Nárnia e me segurou.

Sammy: Não,Cameron não! Não faz besteira cara!

Summer: Escuta seus amiguinhos e você vai ser traído mais uma vez.

- Cala a boca sua desgraçada!Me solta Samuel!

FLASHBACK OFF.

- Foi isso que aconteceu!Acho que ela estava certa quando disse que ninguém nunca vai me amar!

Gabriella: Não fala assim Cam...

Poov's Gabriella Grier 

- Não fala assim Cam!Não é verdade!Ela é louca,não sabe o que fala!Alguém vai te amar si'm, pode ser que demore pra encontrar o grande amor da sua vida,ou talvez ele está mais próximo do que  imagina! 

Cameron: Gaby...É me desculpa! - abaixou a cabeça  - é... - levantei sua cabeça e ele olhou em meus olhos  - Me desculpa por todas as palavras que eu te disse dias atrás!Eu estava cego pela Summer!Eu sou um idiota!Me desculpa por ter sido um dos responsáveis por esse seu braço quebrado.Me desculpa por favor. - abaixou a cabeça novamente,ele ainda estava chorando,nunca tinha visto Cameron desse jeito.

- Cameron, olha pra mim - pedi e ele me olha - você fez o que fez pela sua namorada,agora ex,eu confesso que não gostei de como se referiu a mim enquanto conversava com Shawn,por isso não consegui me segurar e falei tudo que estava aqui dentro. - falei tocando meu peito - mas como você  disse estava cego de um amor que não era recíproco,o Nate errou em ter ficado com ela mas você mais ainda sabe porquê?  - ele não respondeu - Sabe porque Cameron?

Camern: Não,porque?

- Porque  você não acreditou nas palavras de um Grier. - ele riu

Cameron: Que convencida!

- Pelo menos te fiz rir,isso já é um bom começo.Eu também queria te pedir desculpa por ter te dado um tapa,mas você que entrou na frente palhaço!Mas é sério me desculpa Dallas!

Cameron: Está desculpada!Mas e eu?

- Você o que criatura?

Cameron: Eu estou desculpado Grier?

- Sim está!É,o que você queria conversar comigo mais cedo?

Cameron: eu queria te pedir desculpa,só não tive coragem.

- Tudo bem Cam,tá tudo bem,mas agora será que eu... - ele me interrompeu

Cameron: Que você agora o quê? 

- Eu posso te dar um abraço? - pergunto e ele sorri.

Cameron: Vem cá! - fala se aproximando de mim e me envolve em um abraço,que eu me senti segura.

- Agora abre um sorriso pra mim!Não quero te ver triste!

Cameron: Se eu sorrir pra você,você sorriso rei pra mim? - assenti e ele sorriu me fazendo sorrir também. 

Ele nem sabe do efeito que tem sobre mim,pra falar a verdade nem eu sei explicar o misto de sensações que Cameron Dallas me faz sentir,só quero que nunca acabe!

Cameron: Soube que você canta e compõe é verdade?

- Sim,mas como soube disso?

Cameron: Jack's me disseram. 

- Traíras,eu falei para não contarem a ninguém. 

Cameorn: Posso ver uma de suas letras?Ou melhor canta pra mim?

- É...Não. - falo e escutamos um barulho forte de trovão e em seguida a luz que eu havia acendido se apaga deixando a sala totalmente escura, eu me aproximo de Cam sentando em seu colo  (juro que foi sem intenção) e coloco minha cabeça na curvatura de seu pescoço e ele envolve seus braços ao redor da minha cintura. 

Cameron: Tem medo? 

- Medo de que? 

Cameron: De escuro ou de chuva? 

- Não, só me assustei com o trovão, é me desculpa por isso. - falo enquanto saia de seu colo.

Cameron: Relaxa!Voltando ao assunto de que você compõe,já compôs uma música para alguém?

- Sim,já compus uma pensando no...
- começo mas ele me interrrope

Cameron: Pensando em quem?

- No Shawn e no Crawford.

Cameron: Crawford Collins?Conhece ele?

- Sim,ele foi meu primeiro e único  namorado.

Cameron: Sério?Não acredito que só namorou um cara até hoje.

- Sim eu só namorei um cara até hoje,porque?

Cameron: Porque você é gata demais pra ficar sozinha gabyzinha. - fala e eu coro - Não estou vendo mas sei que está corada,mas é a verdade.

- Não estou corada.
Cameron: Tem certeza? - o filho da puta sussurrou em meu ouvido.

- Sim,eu tenho certeza!

Cameron: Mas tá arrepiada não é mesmo?! - fala e deposita um beijo em meu pescoço.

- Porque será não é mesmo Cameron? - digo em seu ouvido e passo minhas unhas em sua nuca,sentindo ele se arrepiar - parece que o jogo virou não é mesmo?!

Cameron: Você jogou sujo pilantrinha.Pescoço e nuca são meus pontos fracos.

- Eu não mandei me provocar com um beijo no pescoço.

Cameron: Não provoquei ninguém.Nós estamos parecendo um casal de namorados.

- Nós não somos namorados,somos um casal de AMIGOS. - falo enfatizando "amigos"

Cameron: Poderíamos ser mais que isso mas você não colabora e nem compôs uma música pra mim.

- Quer que eu componha uma música pra você?

Cameron: Quero,compõe algo pra mim,por favor,qualquer coisa desde que seja pra mim.

- Tá eu vou compor pra você,mas me dá um tempinho?

Cameron: Ok,mas não demora muito hein.

- Vou tentar escrever o mais rápido possível,acho que em 1 mês já fica pronta.

Cameron: Tudo isso?

- É ué,quer uma música sua ou não?Vai ter que esperar baby.

Cameron: Ok baby. - fala e em seguida escutamos outro trovão seguido de um forte barulho de chuva.

- Puta que pariu.Eu odeio trovões,eles me dão arrepios,e não são arrepios bons.

Cameron:  Tá com frio?

- Mais ou menos,porque?

Cameron: Nada,só pra saber.

- E você tá?Quero a verdade,não seja modesto.

Cameron: Estou um pouquinho,porque?

- Nada,vem mais pra perto.

Cameron: Porque?

- Fica quieto e vem logo. - falo e em seguida sinto ele encostar em mim.

Cameron: Pronto,mas eu não entendi ainda.

- A melhor forma de se aquecer é com o calor humano,se ficarmos abraçados o frio de ambos diminuirá. - falo e ele me abraça.

Cameron: Garota inteligente você hein.Agora você me surpreendeu

- Obrigada,sei que sou inteligente,ainda te surpreenderei de várias maneiras meu caro amigo.Nosso destino é uma caixa de surpresa.

Cameron: Que várias maneiras seriam essas?

- Com o tempo você descobre!

Cameron: Misteriosa,gostei.

- Não tá com sono?

Cameron: Tô,e você tá?

- Eu tenho insônia,mas estou com um pouco de sono.

Cameron: Se importa se eu deitar?

- Onde você vai deitar menino?

Cameorn: Nesse sofá que estamos sentados ué.Se possível no seu colo.

- Tá carente querido?

Cameron: Não é questão de carência,é que eu gosto de cafuné.

- Acha mesmo que eu vou fazer cafuné em você só porque eu gosto do seu cabelo?

Cameron: Acho,se você gosta tanto do meu cabelo deveria fazer ué.

- Deveria é verbo no passado,então significa que eu não preciso mais fazer.

Cameron: Vai negar um cafuné? Que feio.

- Se eu fazer,você promete ficar quieto?Mas é pra ficar quieto!

Cameron: Claro que eu vou ficar quieto,eu vou dormir. - disse ironizando.

- Irônico você não é mesmo?Não merece cafuné nenhum.

Cameron: Pelo menos me deixa deitar no seu colo?

- Deita logo mané. - falo e ele se deita no sofá colocando a cabeça em meu colo.De imediato eu começo a mexer no cabelo dele e ele sorri.

Cameron: Ninguém resiste a mim.


- Haha,quem foi que disse?


Cameron: Ninguém disse,isso é fato bebê.

- Convencido.

Cameron: As vezes temos que ser né.

- Tá né.

Cameron: Quando tira esse gesso?

- Amanhã a tarde.Nao foi tão grave assim então amanhã eu já fico sem ele,e vou a um fisioterapeuta por no mínimo um mês.

Cameron: Ata,como é ter um braço quebrado?

- É ruim,você não sabe o quanto.

Cameron: Acho que consigo imaginar o quão ruim deve ser. - fala e logo após escutamos um barulho alto de raio.

- Será que os meninos e a Lox estão  bem?

Cameron: Porque a pergunta?

- Estou preocupada,é que tá chovendo e  eles estão fora de casa. - falo colocando minha cabeça na curvatura do pescoço dele.

Cameron: Eles estão bem sim.Fica calma amanhã eles vão estar aqui.

- Mesmo?

Cameron: Mesmo!Posso te fazer uma pergunta?

- Já fez uma,mas pode fazer outra.

Cameron: Porque Nash nunca fala do pai de vocês? - pergunta me fazendo respirar fundo - Olha se não quiser falar não precisa.

- Não,eu quero falar,guardar só pra mim não vai fazer bem.

Cameron: Ele nunca foi presente né?O meu também nunca foi.Mas sabe o que eu acho estranho?O fato de você usar um anel desde que completou quinze anos e não ter sido seu pai que lhe deu.

- Ele só esteve presente quando eu era pequena de quatro pra cinco anos,depois disse minha mãe me disse que ele tinha ido viajar e logo voltava,mas ele nunca voltou,quando completei quinze anos Will me deu esse anel antes de ir viajar e disse que mesmo estando de longe por conta da distância ele sempre cuidaria de mim,esse anel é o único laço que tenho com ele até hoje.Will é um dos caras mais importantes da minha vida.Ele cuidou de mim e de Nash quando mamãe estava com Hayes na maternidade,e depois que ele saiu de casa Nash assumiu seu posto e me deu a metade de um colar e ficou com a outra pra ele,segundo ele é pra eu o ter por perto sempre.E seu pai?Quer falar sobre ele?

Cameron: Eu o odeio,ele abandonou minha mãe quando descobriu que ela estava grávida de mim,disse que nunca queria outro filho que só a Sierra  estava de bom tamanho.Sierra me disse que ele tentou matar minha mãe,só não a matou porque ela conseguiu chamar um vizinho.Eu poderia estar morto com minha mãe graças a aquele desgraçado que não pode ser chamado de pai,minha irmã ficaria órfão de mãe.

- E sua mãe não denunciou ele?Nem o vizinho?

Cameron: Ele disse que se alguém denunciasse,ele me mataria quando eu nascesse.

- Eu não sabia dessa sua história,desculpa fazer você relembrar desse passado ruim.

Cameron: Tá tudo bem,eu quis saber do seu passado antes,então a culpa é minha,relaxa!

- A culpa não é de ninguém,nós somos dois curiosos. - falo e ele ri.

Cameron: É bem isso mesmo. - fala rindo e naquele momento eu percebi o quão eu o quero por perto.É algo tão forte o que eu sinto por ele,que ele nem imagina.Fico o observando até ele fechar os olhos.Dormi ali mesmo com Cameron deitado em meu colo.





Notas Finais


Desculpem os erros (se tiver). Não revisei,se algo estiver errado eu pretendo corrigir.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...