História Little angel and great protector - Capítulo 17


Escrita por: ~

Postado
Categorias 30 Seconds to Mars, Jared Leto, Lolita, Selena Gomez
Personagens Jared Leto, Personagens Originais, Selena Gomez
Exibições 90
Palavras 1.303
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Incesto, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 17 - XVlI


 Assisti os vídeos várias vezes, Denise beijando a garota, meninos rindo, Marjorie estava ao seu lado, então ao invés de ir passar a noite na casa da amiga minha garota resolveu festar... Por que diabos ela não me fala ao invés de mentir? Ah, claro, porque julgando pelo segundo vídeo a festa era na casa do desgraçado do Justin e puta que pariu, ficou com ele também! Fechei o vídeo e li mensagem da Alyssa.

 "Alyssa: Adorei te conhecer, você beija bem haha!"

 Sei bem como ela beija, não tem como não querer mais e mais o tempo todo... Saí daquela empresa e fui pra casa, me joguei no sofá dando graças à Deus de não ter que olhar pra cara da Selena. Fiquei fazendo absolutamente nada até Denise chegar da escola.

 - Oi! -ela disse sorrindo- Cheguei!

 - Percebi.

 - Nossa... O que foi?

 - Gosta de olhos claros, Denise? -perguntei lembrando dos olhos azuis de Alyssa-

 - Sim, por quê?

 - E os meus não bastam?

 - Não estou entendendo.

 - Você está feliz aqui? Ainda quer ficar nessa casa?

 - Claro! Por que isso agora?

 - Acho que não me expressei direito. Ainda quer ficar comigo?

 - Sim. -ela me olhava confusa-

 - Sabe, eu não fico com uma mulher desde que comecei a ficar com você, mas pelo visto você fica. E não só com mulher, não é mesmo?

 Falei isso porque Selena não conta, aquilo foi praticamente um estupro da parte dela.

 - Não sei do que está falando.

 Joguei o celular dela no braço do sofá, ela deixou a mochila no chão e pegou.

 - Veja suas mensagens.

 Ela abriu o primeiro vídeo e vi ela engolir a seco, quando acabou olhou pra mim e abaixou a cabeça.

 - Veja o outro.

 Ela obedeceu, quando terminou uma lágrima escorreu pelo rosto.

 - Papai, eu...

 - Não me chame assim querida, eu gosto de você e você sabe muito bem disso. Que porra é essa!?

 - Foi só uma brincadeira...

 - Quantas vezes falei desse Justin pra você?

 Silêncio. 

 - Você gosta de meninas também?

 - Eu não... Eu não sei... Eu...

 - Então eu vou dar um tempo pra você descobrir.

 - Não Jared, eu não quero, eu quero você!

 - Você não está em condições de querer nada. Vou sair, se tiver fome peça comida chinesa.

 - Me leva junto?

 - O Yuri te leva pra onde você quiser.

 Saí ouvindo ela chamar meu nome, era como terminar um relacionamento de anos... Bom, nós nunca começamos pra terminar, porém não é fácil "deixar" uma pessoa que você se apegou, que vive ali com você. Eu nunca mandaria ela embora, ela não tem pra onde ir, enquanto ela quiser morar ali nada vai faltar.

 Mandei mensagem para o Christian avisando que eu iria dar uma passada na casa dele.

 Quando cheguei ele abriu a porta pra mim, nos cumprimentamos enquanto eu sentava no sofá prestando atenção em um filme de ação com efeitos especiais ridículos.

 - Cara, que cara é essa? -Christian perguntou me entregando uma lata de cerveja-

 - Cansaço.

 - Você não faz nada o dia inteiro.

 - Ah, não? Aquela empresa tem um dono, sabia?

 - Grande bosta, você fica no aconchego do seu lar.

 - Sabe a menina que mora lá em casa?

 - Sei, pelas fotos que você me mostrou já garanti meu lugar na cadeia.

 - Que isso? Parou né, você nem sabe o nome ela.

 - "Olá, meu nome é Denise mas pode me chamar de Chave de Cadeia." -ele disse com uma voz afeminada, ri- O que ela fez?

 - Pegou um povo aí. 

 - Um povo? Tipo uma suruba?

 - Para de ser otário! -falei rindo- Pegou um menino e uma menina.

 - Juntos? Meu nome de consumo desde que tenho 15 anos. Não pegar um menino e uma menina , pegar duas mulheres, que sorte desse garoto.

 - Não juntos, foi só um beijo em cada. Pelo menos espero que tenha sido.

 - Me diga, você é um pai enciumado ou um amante com dor de cotovelo?

 - Quê?

 - Você nunca me falou sobre a relação de vocês, como trata ela?

 - Por ter certeza que não é como pai... -falei baixo-

 - Então é dor de cotovelo e cerveja não vai curar, pega sua jaqueta e vai pro meu carro.

 - Pra que?

 - Vai cara, não faz pergunta difícil essa hora.

 Três horas depois eu já tinha perdido a conta de quantas bebidas diferentes já tinha jogado pra dentro, já estava em um estado bem alterado, o lugar que Christian me enfiou era acho que uma balda gótica, o heavy metal assombrava meus ouvidos, homens com cabelos enormes e lápis de olho e mulheres com coturnos e todos de preto como se estivessem em um funeral. Eu estava sentado no mini bar, não fazia mais ideia de onde estava Christian, uma garota magra de cabelo vermelho, colar com spikes que mais parecia uma coleira sentou ao meu lado, me encarou e me perguntou se ela acabou de sair de debaixo da terra pela cara.

 - Você foi enterrada viva?

 - O quê?

 - É, você já morreu?

 - Qual é o seu problema?

 - É que...

 - Desculpa gata, ele bebeu demais. -Christian apareceu atrás de mim me interrompendo-

 - Por que você está de coleira? 

 - Isso não é uma coleira, é uma gargantilha.

 - Qual seu nome?

 - Perséfani e o de vocês?

 - Jared, ele é Christian. O meu é mais bonito né? Eu sei.

 - Persefáni, vou levar o rapaz pra casa, se divirta. -Christian disse me puxando pelo braço, tropecei no meu próprio pé e não sei como não caí-

 - Pega meu número. -ela entregou um cartão para Christian, desgraçado-

 Pouco tempo depois ele parou o carro na frente da minha casa.

 - Não faça nada com a menina, você está bêbado, vai dormir.

 - Falou.

 Entrei cambaleando em casa, fui direto para o banheiro e vomitei, quando saí Denise estava parada na porta do quarto dela com um pijama peludo rosa e o urso de pelúcia que fica na sua cama na mão.

 - Posso dormir com você?

 - Hoje não.

 Ela me abraçou forte deixando o urso cair, não abracei também.

 - Você está com cheiro de álcool.

 - Uhum.

 - Desculpa Jared, eu sou sua.

 - Pois é. Volta a dormir, cachorrinha.

 Ela sorriu pra mim como se eu estivesse lhe dando um presente.

 - Posso me tocar? -ela perguntou-

 - E por que não poderia?

 - Disse que eu tinha que pedir se eu quisesse gozar.

 - Ah, não precisa mais, faça o que quiser quando quiser.

 - Mas...

 - Deus! Estou tonto!

 Me soltei dela e subi as escadas rápido, ela veio atrás.

 - Jay, por favor, não fica assim comigo!

 - O que você quer, Dê?

 - Quero dormir com você, faz sexo comigo, me bate, me beija, qualquer coisa, só fica comigo!

 - Hoje não.

 Entrei no quarto e fechei a porta, fiquei bem uns 30 minutos debaixo da água quente do chuveiro, coloquei apenas uma cueca e deitei, Minha cabeça estava doendo, dormi logo mas depois de não sei quanto tempo ouvi a porta do quarto sendo aberta.

 - Jared, posso comprar algumas coisas na internet?

 - Uhum... -concordei sem pensar-

 - Qual a senha do seu cartão de crédito? E preciso do seu CPF também. 

 - Agenda cinza.

 

 No dia seguinte acordei com a cabeça explodindo, peguei o celular para ver as horas, já era três da tarde, mensagem.

 "Selena: Avisando que você é meu namorado mas não vai deixar de ser meu patrão"

 Revirei os olhos e respondi.

 "Você é louca, não vou ser seu namorado, maluca!"

 "Selena: Trate bem sua namorada! Não tem essa não! Beijos, amor!"



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...