História Little Angel -Fanfic Min Yoongi - Capítulo 20


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Exibições 71
Palavras 1.505
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Hentai, Luta, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Vms todas chorar pelo :

Taehyun
Sulli
Show do BTS
E disband de 2ne1 :')

Capítulo 20 - Seguindo em frente (?)


O sol da manhã parecia nem ter chegado para Angel na manhã seguinte,a mesma ainda se encontrava na mesma posição e roupa,que se encontrava na noite anterior. Ouviu batidas na porta e acordou num susto,acordando-se do sonho da noite anterior,onde tudo aquilo que passou até agora voltara a ser sua realidade,sua outra "metade" da história nem sequer existia. Era apenas ela,Hyemin e os sete,ninguém mais,ninguém menos.

-Se-senhorita? -Era a voz de Vanessa do outro lado da porta. -O café está servido,e a madame deseja sua presença... 

De cabeça baixa suspirou,sentindo uma sensação se apossar de seu ser. Sentou-se na cama e encarou as horas no pequeno relógio de gatinho que havia na cabeceira. 8:45.

-Senhorita?... -Vanessa ainda bateu na porta,pensando que a mesma estava dormindo.

-Já estou indo,obrigada. -Disse no tom mais agradável que conseguia.

-Si-sim,senhorita... -O som de passos se distanciando até tudo que conseguia ouvir fora sua respiração.

Pôs o primeiro pijama que achou na sua bagagem,apenas para disfarçar que tinha passado a noite com este,e desceu,com um imenso nervosismo,sentido um frio na barriga como se estivesse no Alasca. Quando chegara ao pé da escada,notou que havia chegado a imensa sala de estar. Tirando o quarto,aquele era o único cômodo que sabia o caminho,então sentiu-se perdida.

-É por ali,senhorita. -Notara Vanessa limpando um móvel qualquer,apontou para a esquerda de Angel.

-Obrigada. -Se dirigiu até a porta.

O quarto era uma outra grande sala que só a mesa principal já ocupava um certo espaço,o lustre pendurado no alto estava com todas as suas luzes apagadas,já que o lugar estava iluminado apenas pelo sol que entrava pelas janelas. Havia um enorme banquete posto a mesa, pelo menos três pratos com pãezinhos,dois bolos,panquecas,bacon,ovos e demais coisas do tipo,apenas separada por castiçais que tinham a cada canto da mesa.

Xícaras e copos postos pra todo o lado,várias cadeiras postas mas apenas uma era ocupada por sua "mãe". No andar de cima havia vários quartos,isso já tinha noção,então passou a se perguntar se havia mais gente naquela casa. Mais gente que talvez fizesse parte de sua história.

-Ah,querida,você acordou! -Sua mãe disse sorridente,o que de certo modo a deixou desconfortável por não ser capaz de retribuir tamanha alegria. -Dormiu bem?

-Sim,senhora,obrigada...-Sua formalidade fez o sorriso da mulher diminuir nas pontas.

-Bom,sente-se,o café está servido. -Ofereceu-lhe o lugar ao seu lado para se sentar. -Pode comer tudo o que quiser aqui na mesa,não há restrições. 

-Obrigada... -Pôs uma mecha de cabelo atrás da orelha.

-Não precisa me agradecer por tudo. 

-Desculpe.

-Nem se desculpar. -Permitiu-se sorrir,tentando tirar ao menos um pouco de sua timidez. -Sirva-se a vontade.

-Puxa,tudo parece tão delicioso. -Tentou soar amigável.

-Se não quiser nada disso aqui,eu posso pedir pra cozinheira fazer algo pra você.

-Na verdade... -Seus pensamentos voaram para a época que era mascote dos meninos,quando ainda tinha que ficar trancafiada no quarto. 

Naquela época,diversas vezes em que era deixada sozinha,quando sentia fome,havia sempre um cereal no armário de Jin,um colorido e muito gostoso,na sua opinião. De certa forma,todas as cores daquele cereal lhe lembrava dos meninos,e de como eles coloriram sua vida em torno de possivelmente a época mais difícil de sua vida.

-Tem cereal? 

-Deve ter no armário,você normalmente não comia então deve ser do...-A mulher havia parado de falar assim que se tocara de alguma coisa.

 -De alguém? -Suas suspeitas sobre talvez haver mais gente na casa,foi confirmada. -Há mais alguém aqui que eu precise conhecer?

-Por enquanto,não. Er... -A mulher abaixou o olhar. -Você tem um irmão. 

Sentiu seu peito acelerar.

-Mas ele está fazendo faculdade fora,vai ficar fora por uns tempos. -Continuou.

-Tudo bem... 

-Eu vou ver se temos o cereal. -Adentrou na provável cozinha.

Assim que o silêncio se fez presente na sala,já não havia mais o que se fazer ou pensar,apenas queria tentar se familiarizar com o ambiente,já que sentia uma completa desconhecida perante a tudo aquilo,o que era,de fato uma sensação horrorosa. Encarou os pés até sentir os mesmos pousarem numa coisa meio borrachuda. Agarrou o objeto entre os dedos dos pés e a trouxe até poder ver o que era,um ossinho de brinquedo.

"Ou ela tem um bebê,ou ela tem um cachorro..." Optou pela segunda opção que lhe agradava mais.

Em segundos ouviu um barulho de unhas tocando no piso de porcelana,dirigiu seu olhar até a outra ponta da mesa,vendo um enorme pit bull com uma coleira de espinhos,parado.

-Brutus? -Pronunciou o nome em alto e bom som,vendo o cachorro correr em sua direção. -Ah!OMO! Que saudade!

Sentou no chão ao lado do cachorro,começando a fazer cócegas em sua barriga rosada e vendo o cão começar a tentar lamber sua mão.

-Omo... -Mumurou sorrindo.

-Mas olha só... -Se virou,vendo sua mãe segurar uma tigela rosa e podendo ver os cereais coloridos. -Parece que alguém está começando a lembrar. -Sorriu.

-Talvez,omma...

[...]

Quase do outro lado da cidade,os sete rapazes arrumavam suas malas para enfim voltarem para a faculdade,o recesso havia acabado. O ambiente estava silencioso pela primeira vez desde que eles haviam se hospedado ali. E de todos ali,Yoongi era o pior,ninguém ousava sequer lhe dirigir a palavra. Até se fosse para perguntar as horas,seria capaz de receber uma resposta afiada.

Estava encolhido no canto do sofá,apenas observando o além enquanto apenas Jin continuava com seu "pra lá e pra cá",querendo deixar a casa em ordem o máximo possível antes de partir.

-Jin,já chega,você já arrumou os quartos umas dez vezes. Apenas vá pegar sua mala. -Hyemin disse convencendo o irmão. 

Em alguns minutos o ônibus passaria e assim,estes voltariam para seu dormitório,começar mais um semestre na faculdade. Porém todos dividiam o mesmo pensamento "Como será que ela está?". Não havia ficado fora nem um dia,mas a preocupação dos meninos era imensa,uma vez que esta fora o "anjo" deles. Aquela que por poucos dias protegeram como se fosse um bebê,a acolheram e cuidaram dela.

-É uma pena que ela não tem celular... -Murmurou Hoseok no sofá.

-Eu nem sei se ela sabe mexer nesse tipo de coisa. -Taehyung respondeu.

-Quando ela voltar,a gente pode comprar um pra ela. -A frase de Jimin foi a última a ser dita antes do silêncio preencher o ambiente novamente.

" 'Quando' ela voltar?Humpuf,SE,ela voltar

Aquilo chateava Yoongi,mas uma vez Angel escapou por entre seus dedos e este não fez o mínimo de esforço para mantê-la perto de si. Mas se ela queria um tempo,tentou se convencer de que aquilo era justificativa para seu retorno. Tentava não pensar muito nela,e em como as coisas poderiam ter sido diferentes se tivesse realmente contado seu pequeno caso com Hyemin,sabendo que as duas estavam muito próximas.  

-Vamos?O motorista vai nos levar dessa vez. -Jin finalmente descera as escadas com sua bagagem.

Yoongi levantou subitamente sendo o primeiro a passar pela porta,com suas bagagens. Não falou nada a ninguém e se dirigiu até o carro,sabia que se falasse algo,até como uma simples despedida para Hyemin,seria capaz de haver outra briga na casa.

[...]

Depois que chegaram na faculdade,foi uma questão de horas até que arrumassem toda as roupas em seus devidos lugares. 

Nenhuma palavra dita.

-O que acham de ir naquele clube,hoje?Só pra aproveitar a última noite livre antes do recesso acabar. -Falou Hoseok.

-Uma boa. -Disse Jin. -O que acha,Yoongi?

-Não quero. -Saiu do quarto depois das palavras ríspidas.

Caminhou pela faculdade afim de tentar não ouvi-los falar por muito tempo,queria paz e paciência,mas infelizmente estas não se encontravam presentes em nenhum momento em sua cabeça.

-Yoongi? -Uma voz feminina o chamou,e por um instante desejou que fosse ela.

-O que? -Disse grosso. -Yoona?

-Er... Oi. -Disse com um sorriso sem graça.

-O que você quer? 

-Bom,nada,é que,sabe,"volta as aulas" e tudo mais. Eu estou experimentando coisas novas,sabe? -Fingiu saber. -Aquele...seu convite pra sair ainda tá de pé?

-Aquele que eu te fiz há quase quatro meses atrás?Tirando os outros mil e duzentos que eu fiz desde que botei meus pés aqui. -Disse em deboche.

-Enfim, -O cortou. -eu queria saber se...Caham,é que tem umas matérias que eu não tô entendendo,e,eu soube que você é muito bom nelas...Pode me ajudar?

Analisou sua situação,desespero. Yoona nunca fora mal numa matéria,que Yoongi se lembre. Aquela fora a garota que desejou por quase dois anos e agora que estava ali,entregue,tinha uma enorme vontade de recusa-la com todas as suas foças. Sem nem hesitar. Prestes a negar,a voz de Angel voltou a sua mente,lhe causando dor no peito.

" 'Eu quero um tempo de você.' "

Nem tinham algo concreto,muito menos assumido. Então,por que remorso?

Já havia feito coisas do tipo antes,por que agora seria diferente.

Além do mais,não eram comprometidos oficialmente. Sendo assim sentiu que não lhe deveria satisfações. Era claramente seu momento de fraqueza que certamente se arrependeria profundamente no futuro,mas recusou todas as consequências que iriam lha causar. 

-Claro. -Sua curta resposta surpreendeu Yoona.

-Ahh,sério?Tudo bem,eu..Eu te ligo. -Deu um último sorriso antes de voltar para o meio das pessoas no corredor.

Yoongi se escorou no armário,pensando no que acabara de ocorrer. Se Jin o visse agora,acabaria levando um sermão,e dos longos.

"Preciso beber"



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...