História Little Do You Know - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Ashley Benson, Austin Mahone, Drew Van Acker, Ian Somerhalder, Janel Parrish, Justin Bieber, Lucy Hale, Miley Cyrus, Nikki Reed, Nina Dobrev, Paul Wesley, Sasha Pieterse, Shay Mitchell, Vanessa Hudgens
Personagens Ashley Benson, Austin Mahone, Drew Van Acker, Ian Somerhalder, Janel Parrish, Jaxon Bieber, Jazmyn Bieber, Justin Bieber, Lucy Hale, Miley Cyrus, Nikki Reed, Nina Dobrev, Paul Wesley, Personagens Originais, Sasha Pieterse, Shay Mitchell, Vanessa Hudgens
Exibições 6
Palavras 1.696
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Festa, Mistério, Musical (Songfic), Policial, Romance e Novela, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Leiam as notas finais.
Boa leitura..espero que gostem ❤

Capítulo 5 - Perfect Team


Fanfic / Fanfiction Little Do You Know - Capítulo 5 - Perfect Team

P.v Alison
Miley: - COMO ASSIM VOCÊ ESTÁ INDO EMBORA E NÃO AVISOU A GENTE? - Gritou entrando no meu quarto.
Alison: - Como se eu tivesse escolhido isso.. - Remunguei. - O que você está fazendo aqui? Deixei bem claro que não quero ver ninguém. - Falei irritada.
Alexandra: - Vocês, no plural.. Todo mundo veio te ver. - Falou entrando no quarto junto com os outros patetas. - E dane-se não pode fazer nada mesmo.. nem nos impedir de vim te ver. - Falou se jogando na minha cama.
Abusada.
Alison: - Uhum. - Falei indiferente.
Vanessa: - Uhum minha mão na sua cara. - Disse brava.
Elas estão realmente bravas.. como se eu me importasse.
Lucy: - Foda-se você e essa sua depressão..
Austin: - Nós fomos bonzinhos com você, respeitamos seu tempo, agora chega. - Falou contando-a.
Justin: - Gente.. vamos mais com calma. - Falou me olhando preocupado.
Revirei os olhos, idiota, não preciso que ninguém tenha pena de mim.
Ashley: - Ali.. a gente precisa conversar..- Falou mansa.- Você não pode ir embora. - Completou com lagrimas nos olhos.
Não começa a chora! Pelo amor de Deus.
Alison: - Calem a boca meu! - Ralhei quando todos começaram falar ao mesmo tempo. - Vocês falam como se eu tivesse alguma merda de escolha. - Todos ficaram quietos me olhando.
Justin: - Você não quer ir também? - Perguntou surpreso.
Alison: - Não, eu não quero ir. - Falei o óbvio, mas eles são lerdos demais pra perceber.
Miley: - Perai.. volta um pouco a fita.. Você não quer ir? - Perguntou de novo meio abóbada, enquantos os outros continuavm me encarando com os olhos arregalados.
Alison: - Isso. - Falei sentando na cama.
Alexandra: - Então por que você vai? - Perguntou tentando me desvendar com um olhar, pena que ela nunca conseguiu fazer isso comigo.
Alison: - Eu não tenho escolha. - Falei de novo o óbvio.
Vanessa: - Então por que não está fazendo nada para impedir? - Perguntou em dúvida.
Lucy: - O que você vai..- Começou a falar, criar esperança, infelizmente tive que cortar ela.
Alison: - Eu não você fazer nada. - Falei deitando de novo.
Ashley: - O que?
Vanessa: - Por que?
Austin: - Como assim não?
Alexandra: - Você está brincando? - Falaram tudo ao mesmo tempo.
Alison: - Eu não vou fazer nada. - Resmunguei. - Por que ela queria ir, foi ideia dela.. era a última vontade dela. - Falei embolado. - Eu não posso fazer nada..- Sussurrei e um silêncio se instalou no quarto.
Justin: - Tudo bem Ali..- Falou sentando no meu lado, e jogando os braços em cima dos meus ombros, apoiei minha cabeça no seu ombro.
Vanessa: - E agora o que a gente faz? - Falou sentando no chão e abraçando suas pernas.
Justin: - Vocês eu não sei.. Mas eu e a Ali vamos pro Canadá. - Falou fazendo cafuné na minha cabeça.
Lucy: - Vocês..não podem deixar a gente...- Falou chorosa.
Abaixei a cabeça sem saber o que dizer.
Ashley: - Como vamos sobreviver sem vocês aqui. - Perguntou insegura.
Alison: - Do mesmo jeito que antes... - Falei levantando a cabeça. - Não daquele jeito, vocês sabem o que precisam fazer para as coisas não serem como antes. - Falei olhando para cada um.
Alexandra: - Sem você aqui..não..não vamos conseguir. - Falou trêmula.
Alison: - Vocês não são como aqueles inúteis fingindos. - Falei cortando todo aquele drama. - Pelo amor de Deus eu não escolhi vocês entre todos aquele inúteis por nada.. Eu criei o grupo perfeito. - Falei enquanto eles me olhavam sem entender.
Justin: - O que você está dizendo? - Voltei a falar ignorando ele.
Alison: - Alexandra, lealdade é um dos seus pontos fortes, independente de qualquer coisa vai sempre estar do lado de quem precisa, é forte, não se importa em ferir sentimentos, faz o que precisa ser feito. - Falei olhando no fundo de seus olhos azuis, mas logo virei na direção da Miley. - Miley, de longe a mais corajosa, mas não o suficiente para me desafiar, destruidora de corações como todos te chamam, mesmo sem saber um terço do que sofreu, faz as coisas na hora da raiva, impulsiva, o contrário da Alex. - Assim que acabei de falar virei na direção do Austin.
Austin, o mais amoroso, extrovertido, galinha mas se importa demais com os sentimentos dos outros, e claro o mais vingativo também, foi o que mais mudou com o tempo. - Da sua direção virei para Lucy. - Lucy, a compassiva, odeia brigas mas não fica longe de uma, tenta sempre manter a ordem, se apega fácil e desapega mais fácil ainda, Ashley, a garota nova e exemplar, não é a mais inteligente, as pessoas se enganar fácil com sua aparência de menina boba, dócil e leal, com problemas alimentares, vai aprender muito com o tempo. - Falei e finalmente me virei para Vanessa. - Vanessa, inteligente, uma das poucas que tem coragem de me desafiar, percebe tudo o que os outros não conseguem ver, não é tão frágil quanto todos pensam, como todos os outros tem feridas abertas porém é a que tem mais facilidade para saber lidar com eles, por isso vai ser a única capaz de me substituir. - Falei vendo todos arregalarem os olhos.
Vanessa: - O que? - Perguntou assustada, assenti com a cabeça, ela é a única capaz de manter todos unidos quando eu for embora. - Mas..mas Alison, eu..eu não posso fazer isso, co..mo? - Tentou falar alguma coisa, mas estava nervosa demais pra isso.
Alison: - Você é única que eu vejo comandando tudo aquilo. - Falei dando de ombros.
Não é grande coisa.
Vanessa: - Mas..mas eu não consigo. - Falou incrédula. - Qualquer um aqui seria melhor do que eu, a Alex, a Miley, a Lucy, qualquer um dela seria bem melhor do que eu. -  Falou e a Alex esbugalhou os olhos assustada, ela tinha razão provavelmente.
Alison: - Eles podem ser líderes melhores que você, mas eles não tem tudo o que é preciso.. Mas essa não é a questão Hudgens, eu escolhi você, e você será minha substituta. - Falei encarando-a. - Não questione minhas escolhas outra vez. - Falei ríspida
Justin: - Tudo bem... - Falou surpreso.
Alison: - Agora saiam do meu quarto. - Falei deitando na cama e me cobrindo. - Eu preciso dormir antes de ir pra fornalha.
Vanessa: - Quando vocês vão? - Perguntou meio receosa.
Justin: - Amanhã de manhã. - Falou deitando no meu lado, mas sem se cobrir.
Alison: - Vocês não vão embora? - Perguntei de olhos fechados.
Austin: - Não. - Falou deitando do outro lado da cama.
Miley: - Vamos ficar com você até ir embora. - Falou deitando na cama.
Vanessa: - Não vamos te deixar. - Falou se enfiando em algum lugar vazio cama.
Ashley: - Nem mesmo quando você for no banheiro fazer número dois. - Falou, e ouvi um barulho de armário sendo aberto, provavelmente pegando alguns cobertores e travesseiros. - Ou quando for lavar a preciosa. - Revirei os olhos evitando um sorriso. Ela é tão idiota. - O que foi? - Perguntou ofendida. - É sério. - Falou se jogando na cama.
Alexandra: - Mano, cala a boca Ash. - Falou rindo.
Ashley: - Falei nada demais. - Falou suspirando. - Vocês semprem implicam comigo. Tadinha de mim tão injustiçada. - Falou indignada e fazendo um suspiro forçado, revirei os olhos.
Alison: - Cala a boca e dorme Benson. - Falei me ajeitando na cama.
Tentei dormir, assim como todo mundo, mas a única diferença é que eles conseguiram e eu não.
Suspirei frustrada, faz um bom tempo que não consigo dormir por causa meus pesadelos e quando consigo alguém sempre me acorda.
Xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx(de manhã)
Uma, duas, três batidas na porta.
Os outros permaneceram dormindo em um sono profundo, fechei os olhos ignorando as batidas, não consegui dormir nem por um segundo durante a noite.
Depois que todos foram dormir, somente eu e Justin ficamos acordados conversando, ele insistia em ficar acordado comigo mas depois de um tempo não resistiu e caiu no sono.
E eu ? Passei a madrugada inteira acordada, relembrando fragmentos daquele maldito acidente, por que eu não consigo lembrar de tudo ? Por que está tudo tão embaçado na minha memória ? Por que parece tem um paredão negro me impededindo de lembrar algo que parece ser importante ?
Tantas memórias do passado vem a tona, coisas que eu quero desesperadamente esquecer.
Flashback On.
Alison: - Oh meu deus! Eu tenho nojo de você! - Gritei me sentindo suja por ter caído em mais uma armadilha. - Como eu pude ser tão burra? Eu te odeio! - Gritei desesperada aos prantos.
Xxxx: - Cala a porra da boca! - Mandou me olhando como se eu fosse um nada.
A porra de um nada que ele comeu.
Alison: - Eu..eu..gosto de você.. você não pode fazer..isso..comigo.. por..causa...dela..eu..sei que.. gosta..de.. mim também...- Falei entre soluços.
Ele não pode me usar desse jeito.
Xxxx: - Eu não vou largar a sua irmã por você, patinho feio. - Falou cínico, como se estivesse se divertindo com isso. - Agora vaza do meu quarto que eu tenho coisas melhores parar fazer. - Falou colocando o cigarro na boca e assoprando devagar.
Sem conseguir falar nada sai correndo do quarto sentindo minha visão ficar turva e as lágrimas escorrerem mais e mais no meu rosto.
Senti meu braço ser puxado, uma tola esperança se instalou em mim pensando ser ele, pensando que ele viria atrás de mim, me pedindo desculpa e falasse que era tudo mentira, mas quando olhei, não era ele.. era ela.
Com um sorriso debochado e cínico falou.
Charlotte: - Não deixe ninguém ver seu rosto irmãzinha. - Falou passando delicadamente as mãos pelo meu rosto.  - Você está horrível. - Soltou meu braço com tanta força que cai de bunda no chão, me levantei e sai correndo, mas não sem antes ouvir ela rir da mim, sua risada era linda e sádica, impossível de esquecer.
Flashback Off


Notas Finais


Eu sei que os capítulos podem estar um pouco repetitivos e chatos mas vocês precisam ler para entender o resto da história.
Obg por ler❤❤❤kiss


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...