História Little Dot - Capítulo 19


Escrita por: ~

Postado
Categorias Johnny Depp, Lolita
Personagens Johnny Depp, Personagens Originais
Exibições 62
Palavras 954
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 19 - Pregnant?


 Dot point of view

 Acordei suando e com a respiração acelerada, olhei ao meu redor e Johnny não estava no quarto, eu estava assustada, precisava ficar um tempo sozinha mas ao mesmo tempo só queria ele comigo me acalmando do jeito que só Jhow sabe.

 Os sons dos tiros ecoavam na minha mente, eu praticamente via sangue nas minhas mãos.

 Eu matei uma pessoa.

 Meu Deus, eu matei uma pessoa.

 E se alguém descobrir? Eu não posso ir presa mas podem me mandar para uma casa de adolescentes infratores, e Johnny? Vão prender Johnny, a arma era dele. E Thaeme? Ela sabia e não fez nada, ah meu Deus, eu posso ter acabado com a vida de todos, eu sou louca, completamente louca!

 As lágrimas molhavam todo o meu rosto e antes que eu pudesse me controlar, comecei a chamar por Johnny.

 - Jhow! Jhow! Johnny!

 - O que foi? 

 Ele entrou no quarto me olhando preocupado, não consegui dizer nada, minha mente estava uma confusão, eu queria gritar e chorar e dizer muitas coisas mas só consegui chorar e esticar os braços em sua direção, ele entendeu e logo veio me aninhar.

 - Cam... Sei que deve ser difícil para você, mas pense pelo lado bom...

 - E-eu m-matei uma p-pessoa...

 - Você fez o que tinha que fazer. Nada pode te fazer mal agora, eu estou aqui e você vai ser feliz a partir de agora.

 - Medo...

 - Está com medo?

 Concordei com a cabeça.

 - Do que exatamente?

 - De ser presa.

 - Camis, olha com quem você está, se eu nunca fui preso por tudo que fazia, você não irá por isso.

 - Mas...

 - Fique tranquila, vai ser como se nada tivesse acontecido. Eu também estou com um medo.

 - Do que?

 - Nada importante no momento. 

 Não estava com cabeça para pressionar ele a me contar o que era, ficamos ali um bom tempo, até bater a fome e termos que nos levantar para comer algo.

 

 Algumas semanas depois, eu e Johnny tínhamos acabado de sair do cinema, estávamos passeando pelo shopping, eu tinha acabado de comer um pote grande de pipoca sozinha mas sou incapaz de ver fastfood e não pedir comida. Contrariado, Johnny comprou um sanduíche e um milkshake para mim, enquanto eu comia, ele me olhava como se eu fosse uma estátua em um museu, eu adoro o jeito que ele me olha.

 - Camis, você já menstruou esse mês?

 - Não.

 Já era a quarta vez que ele perguntava isso para mim, aí que entendi o porquê dele ter falado que estava com medo mas não me disse o motivo.

 Johnny acha que eu estou grávida.

 Ah, meu Deus, Johnny acha que estou grávida!

 Droga, isso é muito ruim?

 Claro que é, nós não somos nada, nos conhecemos a pouco tempo e bom, tem a diferença de idade também.

 Mas ele não sabe de uma coisa e depois de entender o seu medo, não vai saber.

 Quando chegamos em casa, enquanto ele tomava banho, liguei para Thaeme e conversei com ela por um bom tempo, eu precisaria muito da ajuda dela, Johnny iria pirar mas vai ter que passar por isso. Insisti um pouco e ela concordou em me ajudar, quando ele saiu do banheiro, chamei ele para ver meu trabalho de química, agora eu estava estudando direito, era só uma desculpa para eu poder entrar no assunto de forma como quem não quer nada.

 - Jhow, preciso te falar uma coisa.

 - O que é?

 Apenas com isso ele já mudou a feição e soltou o trabalho no chão onde estávamos sentados.

 - Sei que estamos transando pouco ultimamente, mas minha menstruação já era para ter descido e você sabe, aquela vez você...

 - Sei, eu gozei em você. 

 - Então, eu tenho só 16 anos e nossa, nós nem somos nada...

 - Camilla, você está grávida?

 - Bom, eu não sei, eu...

 - Cam... Ah, Cam, o que eu fui fazer!?

 - Johnny...

 - Ah, Camilla, eu sou um idiota, como eu pude ser tão irresponsável!?

 - Calma.

 - Como pede calma? Se você está grávida o que vamos fazer? Você vai ter? Sabe que pode abortar se quiser, eu consigo isso de forma segura.

 - Jhow, você quer que eu aborte?

 - Então você está mesmo grávida?

 - Eu já falei que não sei, só me surpreendi com sua reação.

 - Eu nunca vou me perdoar, eu não acredito que fiz isso com você, fiz isso com a gente!

 - Primeiro vamos confirmar isso, depois nós pensamos no que fazer.

 Eu queria rir mas acabei entrando no nervosismo dele, pobre Johnny, eu precisaria logo de um teste. Logo.

 - Camilla, sei que você é muito nova, sei que nos conhecemos não faz muito tempo mas nós passamos mau bocados juntos, foi tudo muito intenso, tudo! Eu quis te proteger desde o primeiro momento que te vi. Eu estou desesperado, preciso saber logo se você está ou não grávida, mas antes disso, tem uma coisa que eu quero e independente da gravidez, eu vou querer do mesmo jeito. Namora comigo?

 Ah, eu não acredito! Esse homem está me pedindo para ser sua namorada? Johnny Depp? Que loucura! Será que foi porque falei isso? Mas ele disse que é independente da gravidez, então ele vai me querer de qualquer forma. E antes de entrarmos na casa da minha irmã, Jhow disse que me ama, será que ele realmente me ama? Eu não sei se amo ele, mas eu quero muito ficar com ele.

 - Claro que eu namoro, claro! Ah, Johnny! 

 Me sentei no seu colo e beijei sua boca, eu adorava beijá-lo, agora talvez as coisas mudariam um pouco, não sei.


Notas Finais


Não se esqueçam que eu detesto gravidez em histórias, só pra constar.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...