História Little Fox - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jin, V
Tags Bts, Fuffly, Híbrido, Hoseok, J-hope, Jihope, Jimin, Jin, Namjoon, Rap Monster, Seokjin, Suga, Sugamon, Taehyung, Taejin, Vjin, Yaoi, Yoongi
Exibições 85
Palavras 1.266
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Festa, Fluffy, Lemon, Mistério, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo-Ai, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Cross-dresser, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi ~~<3

Capítulo 4 - Four - Food Of War


Fanfic / Fanfiction Little Fox - Capítulo 4 - Four - Food Of War

Little Fox

Capítulo 04:

Four – Food of War.

Autor Pov’s On

 

TaeHyung acordou com a claridade incomoda em seu rosto. A janela novamente estava aberta, assim deixando adentrar a claridade. O mesmo soltou resmungos enraivecidos por ser acordado. Remexeu-se levemente incomodado, ouvindo alguns muxoxos. Levantou seu olhar um pouquinho curioso, encarando SeokJin que dormia serenamente, TaeHyung achou aquela imagem linda. O mais velho parecia um anjo dormindo, e isso fez TaeHyung apoiar sua cabeça no peito do maior e continuar o observando.

 

Se dependesse dele, ficaria ali para sempre só observando a linda beleza de seu mais novo dono. Sentiu uma mão em seus cabelos, fazendo ele se encolher automaticamente.

 

- Bom dia. – SeokJin disse com a voz rouca de sono.

 

- Bom dia. – TaeHyung respondeu sorrindo.

 

- Que horas são?

 

- Não sei.... Acordei agora.

 

- Hmm... Então vamos fazer o seguinte: Ficar deitado aqui até cansar disso.

 

TaeHyung encarou SeokJin e não respondeu, apenas se ajeitou do lado do mesmo, o abraçando enquanto sentia o mesmo fazer carinho em seu cabelo. O acastanhado suspirou e encarou TaeHyung que tinha os olhos fechados, apenas apreciando o carinho. Levou suas mãos até as orelhinhas alaranjadas, acariciando as mesmas, ouvindo ronronados da parte do outro, como se fosse um pequeno felino. O ruivo estava corado novamente, enquanto SeokJin estava querendo apertar suas bochechas vermelhinhas e gordinhas

 

- Você é sensível nas orelhinhas? E na cauda? – SeokJin perguntou curioso, enquanto continuava acariciando as orelhas alaranjadas.

 

- S-sou e muito... T-t-talvez até demais. – O ruivo respondeu totalmente corado, escondendo seu rosto contra o travesseiro. – Jin-ah, pare com isso... É um pouco v-v-vergonhoso... – Pediu mordendo o lábio inferior encarando o outro.

 

- Certo, vou parar com isso.

 

- E-eu agradeço.

 

SeokJin riu baixo, se sentando na cama e puxando o menor para si e o abraçando com força, selando a bochecha do mesmo, que quis se esconder pela vergonha.

 

- Você é lindo! Minha pequena raposinha! – SeokJin disse selando a bochecha do mais novo novamente.

 

O que TaeHyung fez? Simples, foi corar e soltar murmúrios baixos, enquanto abraçava o outro e escondia seu rosto na curvatura do pescoço do mesmo. SeokJin apenas sorriu baixo enquanto apertava ainda mais o corpo pequeno contra o seu. Sorriu assim que viu o menor lhe encarar, aproximou do ruivo já sentindo a respiração quente do outro batendo contra seu rosto.

 

Talvez fosse errado, mas já estava ali mesmo, que mal faria isso? Queria prova os lábios rosados do outro... Colocou sua mão na do outro, interlaçando seus dedos enquanto se aproximava ainda mais do TaeHyung, deixando uma distância extremamente perigosa. TaeHyung fechou seus olhos enquanto se deixava levar pelo momento. Quando finalmente SeokJin ia encostar seus lábios nos do parceiro ao seu lado, abriram a porta de modo brutal.

 

E ali viram um Jimin totalmente descabelado e vermelho. E um Hoseok completamente confuso. TaeHyung se assustou, e puxou a coberta de uma forma rápida, escondendo seu rosto. Jimin se recompôs lentamente, olhando SeokJin atentamente.

 

- MAS VOCÊ É UM TARADO MESMO! – Park gritou alto.

 

SeokJin apenas sentiu as bochechas ficarem em um tom extremamente rubro, e colocou o travesseiro sobre o rosto, escondendo-o.

 

Hoseok gargalhava de modo alto e exagerado. Tinha achado graça do modo que Jimin gritava, e o jeito de reagir de SeokJin.

 

- Safadinho, ele mal chegou e vocês já estão se pegando... E eu sempre pensei que você fosse santo, Jin! – Jimin falava encarando SeokJin.

 

- E-e-eu não fiz nada! Não estávamos nos pegando! S-s-só...

 

- Estava ao ponto de dar um beijo no garoto, e iam resultar vocês na cama, só acordando as três da tarde. – Hoseok completou se apoiando no batente da porta.

 

TaeHyung mantinha apenas seus olhos curiosos de fora, não estava entendo quase nada do que eles falavam, mas preferia ficar quieto e prestar atenção, e depois montar o quebra-cabeça.

 

- O que... o que nós íamos fazer na cama? – TaeHyung questionou, encarando SeokJin curiosamente.

 

- N-N-Nada, não íamos f-f-fazer nada! N-n-nem pense nisso, TaeHyung! – SeokJin gritou aflito.

 

- Tem a ver com eu te chamar de daddy? – O ruivo indagou, pendendo a cabeça para o lado.

 

Jimin arregalou os olhos em surpresa, Hoseok estava tendo um tipo de ataque no chão, no qual Jimin nem se preocupou em prestar atenção.

 

- Você... você tá ensinando putaria ‘pro menino?!

 

- N-não, foi o Yoongi! – O acastanhado gritou em tom acusatório.

 

Hoseok estava tentando se recompor, e Jimin continuava incrédulo. Já TaeHyung estava confuso com tudo aquilo, mas continuava encarando SeokJin, que queria se enfiar em um buraco.

 

- TaeHyung já disse pra não me chamar assim! Nós não iriamos fazer nada! – O acastanhado disse nervosamente. – Hoseok para de rir, desgraça!

 

O moreno apenas ignorou o pedido do acastanhado e continuo rindo como louco. TaeHyung mordia o lábio inferior enquanto encarava todos ali. Jimin colocou as mãos sobre a cintura.

 

- Eu vim aqui no belo intuito de dar umas roupas ao TaeHyung, aí vejo que Jin já depravou o menino. – Jimin falava consigo mesmo.

 

- E-e-eu não depravei ninguém! Foi o Yoongi!

 

- Vocês são estranhos. – TaeHyung disse dando uma risadinha baixa.

 

Jimin suspirou, e encarou ambos.

 

- Eu volto mais tarde, continuem o que estavam fazendo. Vamos Hobi. – Jimin disse puxando Hoseok.

 

O ataque de risos do moreno já tinha cessado, e ele apenas mandou um olhar malicioso a SeokJin, que corou e encarou TaeHyung, que sorria. Ele só queria que isso não tivesse acontecido....

 

(...)

 

A tarde tinha sido consideravelmente estranha depois da saída de Jimin, SeokJin não conseguia raciocinar muito bem as coisas, mas preferiu se manter quieto, até agora. O maior estava na cozinha, encarando TaeHyung, que fazia a mesma coisa.

 

- Então, raposinha, o que vamos fazer? – O acastanhado perguntou se apoiando no balcão.

 

- Eu não sei... Mas podia ser algo doce! Eu amo doce... – TaeHyung respondeu com seus olhinhos brilhando.

 

- Hmm, que tal cupcakes? Além de serem ótimos e doces, são fáceis de fazer.

 

- Okay! Vamos fazer cupcakes! – Tae falou animado. – O que devemos fazer primeiro?

 

- A massa! É o mais importante, a decoração vem depois. – SeokJin respondeu pegando algumas coisas que utilizaria.

 

TaeHyung o observou colocar todas as coisas sobre a mesa. O acastanhado sorriu a si e passou a explicar como que faria cada coisa. O ruivo tentou prestar atenção na maioria das coisas que o mais velho disse. E foi ajudando no que podia...

 

Estavam quase terminando, SeokJin colocava a massa dentro das forminhas gordinhas, enquanto TaeHyung as arrumava corretamente dentro do forno, quando assim foi feito, o acastanhado se virou, sorrindo abertamente, enquanto colocava as mãos na cintura, e fitava o outro.

 

- Não sei se você vai continuar com esse sorriso por muito tempo... – TaeHyung falou, e SeokJin franziu o cenho levemente confuso.

 

- O que você quer dizer com isso?

 

TaeHyung apenas sorriu sapeca enquanto pegava um punhado de farinha e jogava no rosto de SeokJin, que o encarou incrédulo. Agora TaeHyung ria escandalosamente, já o acastanhado queria se vingar. Andou para trás, tateando a mesa a procura de algo para fazer sua simples vingança. Pegou também um punhado de farinha, jogando em TaeHyung, que ficou com o rosto branco pela farinha extremamente branca.

 

- Eu não acredito nisso...

 

- Acredite, porque eu sou capaz de fazer novamente! – SeokJin disse jogando mais um pouco da farinha.

 

TaeHyung apenas o encarou incrédulo, e ambos começaram uma guerra de farinha, e de mais algumas coisas grudentas ali. Ambos riam escandalosamente enquanto continuavam com aquela guerra de comida. O dia estava ficando cada vez melhor, e os dois esperavam que isso só melhorasse...


Notas Finais


~~<3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...