História Little Hope - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), EXO, Monsta X
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Ki Hyun, Lu Han, Rap Monster, Sehun, Suga, V
Tags Hamster!hoseok, Hunhan, Namjin, Yoonmin, Yoonseok
Exibições 402
Palavras 874
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Ficção, Fluffy, Magia, Romance e Novela, Shonen-Ai, Universo Alternativo, Violência, Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 7 - Luzes.


Fanfic / Fanfiction Little Hope - Capítulo 7 - Luzes.

Kihyun infelizmente avistou os dois. Com um sorriso maldoso no rosto, se levantou e seguiu até o casal. Sehun bufou sem paciência, Luhan cruzou os braços deixando nítido seu desconforto.

— Ora, ora... Quanto tempo eu não vejo vocês, amigos. — analisou ambos de cima a baixo.

— "Amigos"? — Oh riu. — Me poupe da sua falsidade.

— O que você quer?

— Senti saudades daqui, ué. Sabe, lá no Canadá não tinha otários para minha diversão pessoal.

Luhan botou as mãos na cintura indignado.

— Se você veio aqui para nos xingar, acho bom você ir embora. — o menor olhou irritado.

— Segura sua onda, tampinha. — Kihyun se aproximou, a diferença de tamanho era intimidadora. — Ficou corajoso depois que eu parei de te bater?

— Não ouse encostar um dedo nele. — Sehun empurrou o moreno. — Se você fizer alguma gracinha, eu juro que te mato aqui mesmo.

Kihyun olhou surpreso, porém com seu sorrisinho brincalhão no rosto. Sehun havia ficado bem mais corajoso também.

— Eu só não vou entrar nessa briga com você porque meu objetivo é outro. Cadê o perdedor do Min?

Sim, Kihyun e Yoongi sempre foram inimigos mortais. Eram do mesmo time de basquete na escola, mas os dois se odiavam. Se batiam até o sangue encharcar seus uniformes.

— Porque eu te falaria algo sobre ele? Cara, deixa o Yoongi hyung em paz.

— Não vai falar? Okay, eu não preciso mesmo da sua ajuda.

Kihyun se aproximou de Sehun e colocou o indicador em seu peito, encarando-o sério.

— Escuta. Um dia eu vou matar aquele desgraçado, e você não poderá me impedir. Pare de se enfiar entre eu e o Min, senão eu te mato também. Aproveite sua “namoradinha” loira aí e fique no seu lugar.

Deu uma última piscada e saiu.

— Idiota. — Luhan murmurou. — Você está bem?

— Eu que te pergunto isso. — se virou para o loiro. — Ele te ofendeu?

— Esse filho da puta só fala merda, hyung. Já estou acostumado. — sorriu acolhedor.

— Não dê ouvidos.

— Mas e o Suga? — olhou preocupado. — Kihyun não vai fazer nada pesado de verdade, né?

— Relaxa, Lu. Além de uns socos, Kihyun não pode machucar Yoongi com nada.

▪▪▪

Senhora Yang Mi havia dado a tarefa de arrumar a árvore de Natal para Yoongi e Hope. O Min quase quis se jogar da janela quando ouviu a ordem, pois sua omma era a mulher mais perfeccionista do mundo. Se ela visse um enfeite fora do lugar, viraria uma fera.

— Eu nunca arrumei uma árvore de Natal. — o menor sorriu.

— É horrível. — Min resmungou.

Ficava difícil manter o bom humor com seu hyung rabugento do lado.

— Eu aposto que é divertido.

Os dois pegaram as caixas com todos os enfeites. Tudo ali havia passado de geração a geração, cada peça era importante. Ou seja: não quebre nada se não quiser morrer.

— Pode ficar com as luzes? Não quero que briguem com você se quebrar algo sem querer.

— Oh, sem problemas Suga-ah.

Na verdade era um problema. Um problema bem embolado e complicado. Assim que Hope viu aqueles fios todos embolados, um suspiro escapou de seus lábios sem que percebesse. Mas não iria reclamar, iria arrumar tudo e deixar seu hyung bem feliz.

Enquanto o ruivo se ocupava com os fios, Yoongi colocava delicadamente cada enfeite na árvore enorme. Teve que pegar um mini banquinho para alcançar o topo, mas mesmo assim Hope continuava sendo menor.

Sua Omma e Appa haviam saído para comprar alguns temperos que faltavam, seu tio Namjoon recebeu uma ligação e teve que sair correndo para o centro. Só estavam Yoongi e Hope naquele silêncio.

— Suga... — Hope chamou manhoso.

O loiro olhou e viu que o garoto estava todo enrolado com os fios, havia prendido os próprios pulsos. Riu da cena, o ruivo parecia mesmo uma criança.

Se arrastou até o menor e começou a tentar desamarrar os fios.

Como a janela estava aberta, um vento forte bateu, bagunçando algumas folhas em cima da mesa de centro na sala. Em cima da mesa também haviam alguns anjinhos de porcelana. Yoongi percebeu que os enfeites iriam cair pela força do vento, não tinha tempo o suficiente para fechar a janela. Rapidamente ele agiu, passou por cima de Hope derrubando o garoto de costas no chão e pegando os anjinhos antes de caírem no chão.

Aquele era o enfeite favorito de sua Omma.

O Min olhou e viu que estava sobre Hope, o ruivo o olhava assustado e tinha seus pulsos presos a cima da cabeça.

— D-Desculpa. — Yoongi corou levemente. — Eu te machuquei?

— N-Não.

Os dois ficaram se encarando por longos minutos, um olhando fundo no olho do outro. Talvez fosse o nervosismo, talvez fosse só uma pequena admiração.

— Suga-ah, não vai me soltar? — Hope tentou chamar atenção de Suga.

O mais velho pareceu voltar para o universo. Piscou algumas vezes, balançando a cabeça.

— Desculpa novamente.

Levou suas mãos até os pulsos do moreno, retirando delicadamente os fios presos. Saiu do colo do outro e o ajudou a levantar.

Continuaram arrumando a árvore silenciosamente.


Notas Finais


ヘ( ̄ω ̄ヘ)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...