História Little Light, Little Kira - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Death Note
Personagens Anthony Rester, Beyond Birthday, Halle Lidner, Hideki Ide, Jealous, Kanzo Mogi, L Lawliet, Light Yagami, Matt, Mihael "Mello" Keehl, Misa Amane, Nate "Near" River, Personagens Originais, Raito Yagami, Rem, Ryuuku, Sachiko Yagami, Sayu Yagami, Shuichi Aizawa, Soichiro Yagami, Stephen Gevanni, Teru Mikami, Touta Matsuda, Watari
Exibições 20
Palavras 2.896
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Bishoujo, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Escolar, Esporte, Famí­lia, Festa, Ficção, Ficção Científica, Harem, Hentai, Mistério, Misticismo, Musical (Songfic), Poesias, Policial, Romance e Novela, Sci-Fi, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Pansexualidade, Sadomasoquismo, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Oi!

Kirara: Um capítulo descente, por favor...
- Por gentileza, você quis dizer
Kirara: Não. Você é obrigada mesmo.
- Ué '-'

Capítulo 5 - Suspeitas


Fanfic / Fanfiction Little Light, Little Kira - Capítulo 5 - Suspeitas

   Kirara Pov's On

  Depois de toda aquela cena com Light, e que diga-se de passagem, foi constrangedor, fui encontrar 'Mara e seu bonde'. Avistei-os ao longe, e eles me chamaram ( lê-se gritaram ) para chegar mais perto.
Marina: Oi! - de certa forma, ela parecia feliz ao me ver. Olhei ao redor - Ah sim. Ruki está chegando junto com Riki.
- Eles são irmãos, certo? - Mara confirmou com a cabeça - Marina... - fui interrompida.
Marina: Mara. - bufou de leve - Ou Mar. - " Era o que me faltava. Uma louca se achando o oceano ".
- Hãn... Mar. - ela sorriu - Eles vão demorar?
Marina: - ela olha para o horizonte - Ali estão eles! - disse apontando para duas sombras distantes. " Oh sim ". Os dois se aproximaram da gente. Riki estava com uma camisa cinza escrito 'It's Devil World' ( Nota//Kirara: Isso me lembra alguma coisa... ) sob uma jaqueta preta metalizada, e usa uma calça jeans azul, toda escandalosa, com um tênis preto; e Ruki, bom... ele estava com uma camisa preta com o nome " The Beautiful World " ( Nota//Autora: Irônico, não? ) e uma calça de moletom cinza, e usava um tênis all-star clássico. Seu peitoral estava marcado devido ao pano fino da camiseta. Ele me olhou.
Ruki: - constrangido - Vamos?
Mara: Claro!
- Aonde iremos? - um silêncio se instala.
Riki: Você não contou pra ela?
Mara: Eu me esqueci desse detalhe.
Ruki: Nós vamos ao cinema. - diz constrangido, mais uma vez.
Mara: Vamos? - todos concordam e eu os sigo. Riki dá a mão para Marina, e... Ruki faz o mesmo comigo. Hesito por um instante, mas logo aperto sua mão esquerda com a minha direita.

Kirara Pov's Off
Autora Pov's On

~ Na Agência...

Soichiro: Vamos começar com os relatórios. - diz bebicando seu café.
Aizawa: Até agora recebemos 3029 ligações e mails sobre assassinatos e a maioria deles eram trotes. 12 pessoas dizem conhecer conhecer Kira. - ele dá uma tosse falsa - Todas elas foram rastreadas e cuidadosamente documentadas. Ninguém deu nenhuma informação de que não tenha sido divulgada publicamente. - após beber um pouco d'água, ele continua - E por fim, essa semana tivemos mais de vinte (20) ligações de pessoas que diziam ser Kira. Não queríamos excluir nada. Seguimos um procedimento padrão e criamos arquivos para todas as pessoas.
Soichiro: E aos relatórios das vítimas?
  Um homem, ao fundo, se levanta e começa a falar - Sim senhor. Confirmamos que houve divulgações de paradas cardíacas pouco antes de suas mortes. Quanto... - ele olha pelo canto do olho para trás, observando a tela do computador em que L era 'transmitido' - ... ao pedido de investigação de L, na hora da morte de cada um, descobrimos que todas elas ocorreram entre 16h00min(4 da tarde) e 02h00min( 2 da manhã), aos dias de semana e oito porcento (8%) delas ocorrendo entre 20h00min (8 da noite) e 00h00min (meia noite), e dias da semana e feriados parecem uma exceção.
L: Eu imagino que pelas horas da morte, o nosso suspeito pode ser muito bem um estudante.
Soichiro: - levanta a cabeça, prestando bem atenção - Hn?
L: Baseado no fato de que Kira mata somente criminosos em vez de pessoas comuns, podemos dizer que ele é levado a fonte idealizada de justiça, e que se admire ser como um Deus. Estamos lidando com um indivíduo que tem um conceito muito infantil do que é certo e errado. Claro que isso é mera especulação à essa altura, mas sugiro que examine essa sugestão. Devemos levar em consideração todas as probabilidades. E acredito que essa é a rota mais curta pars encontrar e prender Kira. - todos encaram-no, surpresos.
Soichiro: Ahn...tá. Mais alguém tem algo à acrescentar? - Matsuda levanta a mão.
Matsuda: Por favor.
Soichiro: O que foi Matsuda? - ele se levanta.
Matsuda: Ahn, eu não digo isso para apoiar Kirar nem pra condenar os assassinos, mas, nos últimos dias, no mundo todo e inclusive no Japão, diminuiram o número de crimes violentos cometidos.
Soichiro: Bom... - suspira - Acho que faz sentido. Suspeitamos que algo assim aconteceria. Mais alguma coisa?
Matsuda: Não. - ele se senta novamente.
Soichiro: Então terminamos nosso relatório de investigação por hoje, não é, L?
L: Sim. Obrigado a todos. Acho que estamos a um passo de encontrar Kira. - ele dá uma pequena pausa - Tenho um pedido a mais para fazer. Direcionem equipes exatas para obsrrvar os noticiários da tevê. Eu queria que voltassem a ver a maneira exata que as identidades se tornaram públicas de todos os criminosos se possível. Em particular, se fotos das vítimas foram divulgadas. Deixo com vocês. - Watari desliga o computador e o leva embora.

...

Soichiro se espreguiça com uma jaqueta e sua bolsa masculina em mãos.
Matsuda: Chefe. - Soichiro olha para trás - Parece que precisa de um café. - ele entrega ao seu chefe, uma caneca de café amargo.
Soichiro: - ele recebe a caneca amigávelmente - Ah Matsuda, muito obrigado. - diz enquanto bebica-o - Essas noites estão só começando.
Matsuda: Sobre o que eu disse... eu pensei bem e tinha certeza de que já sabiam disso - ele abaixou a cabeça.
Soichiro: Mas do que você está falando? Não seria fácil dizer a verdade, mas ela tem que ser dita, e principalmente se for algo difícil de dizer. - Matsuda levanta a cabeça - Agora, se você tivesse dito que precisavámos homenagear Kira, aí sim eu teria um grave problema com isso.
Matsuda: Ah não, eu não. Eu nunca diria isso. - Soichiro deu uma gargalhada.

...

    Autora Pov's Off
    Kirara Pov's On

  Nós assistimos o filme silenciosamente. Na saída, deixamos o óculos 3d em uma espécie de carrinho.
Mara: O que acharam? - " Que atirada " reviro os olhos levemente. Não a respondemos, e ela pareceu chateada. - Ahn... O que vamos pedir? - perguntou confusa.
Riki: Não sei. Eu posso ir com você e Ruki ir com Kirara. O que acha? - concordamos. - Nos encontramos naquela mesa ali. - ela aponta para uma mesa perto de um balcão com banquinhos. O casal saiu e Ruki e eu ficmaos nos encarando.
Ruki: Éeergh... - passa a mão nos cabelos - Aonde quer pedir?
- Bob's... e você?
Ruki: O mesmo. - ele riu. Seguimos até o Bob's.
  Caminhamos até o estabelecimento. Eu pedi um Big Bob's Bacon com refrigerante de laranja e ele, um de frango com suco. Cada um pagou o seu em silêncio. O pedido chegou e fomos até a mesa combinada. Os outros ainda não tinham chegado, então tentei conversar com ele.
- Você pode me passar seu número? - Ruki pegou o celular do bolso e me mostrou um número, provavelmente o seu. Anotei-o em um lenço e coloquei-o no bolso. Ele guardou o celular e, os outros, subitamente, apareceram.
Mara: Wow! - diz espantanda com meu lanche.
   O restante do lanche foi tranquilo.
Ruki: Posso... - encarei-o - Te levar até em casa? - pergunta constrangido.
- Claro. - dou um sorriso.

...

  Ruki me deixou na porta da minha casa.
Ruki: Ahn... Te vejo amanhã? - ele ri, constrangido.
- Sim. Até mais.
Ruki: Até! - ele se aproxima de mim. Nossos lábios estavam quase se encostando, quando ... de repente, Ruki desvia e me dá um beijo na bochecha. Ele dá um sorriso malicioso e sai em seguida.

 
  Kirara Pov's Off
  Autora Pov's On

  Ryuuku observava Light.
Light: Você sabia que Kirara ia sair, e não me avisou?
Ryuuku: Devia ter perguntado enquanto alisava os peitos dela.
Light: - revira os olhos - Espere... Aquele... - fala com raiva ao ver o 'quase' selinho dos dois - Uffa... - ao se tocar de que tinha pensado alto, ele encara Ryuk, que dava uma gargalhada.
Ryuuku: Não vai fazer nada? - diz enquanto vê a garota se despedir.
  *Toc Toc Toc*
Ryuuku: Tem alguém na porta. - fala e, involuntariamente, tira Light de seus próprios devaneios.
Light: Já vai! - ele grita e destranca a porta.
Sayu: Oi Light! Pode me ajudar com o dever de casa?
Light: Claro. Entra. - ele abre a porta totalmente, e logo começa a ensiná-la.
  Ryuk observa Light e sua irmã menor com a mão no rosto e o braço apoiado na cama.
Sayu: Sabia que podia contar com você, Light.
Light: Perai. Você não acha que devia tentar algumas sozinha? - pergunta com o lápis em mãos.
Sayu: - constrangida - É... claro que sim.
  *Ding Dong* - A campainha toca.
Sayu: Ah, o papai deve ter chegado.
Sachiko: - fala alto - Que bom que você chegou.
Sayu: Ele chegou bem cedo hoje. - ela se levanta e corre até a sala de estar.
Light: Perai. Você não vai resolver os problemas sozinha, Sayu?
Sayu: - grita do hall - Eu vou tentar, mas depois do jantar.
Light: Ah tá legal. - sussura baixinho.
Ryuuku: Ajudando a irmãzinha no dever de casa. Você tá relaxado.
Light: E por quê eu estaria preocupado? - Light percebeu a indireta e revirou os olhos - Tirando isso... - ele colocou a mão sob o rosto - Com certeza. Se a polícia tentar vir atrás de mim, tenho plena confiança em algo que me dá vantagens. - Light chega perto da porta e vê seu pai em frente ao quarto de Kirara - Está com fome?
  Soichiro termina de amarrar seus sapatos.
Soichiro: É... foi um dia longo. - Ryuk observa eles descerem até a sala de jantar. A família toda estava reunida, e se servindo - E ai Light, me diz, como estão seus estudos?
Light: Está tudo bem, eu acho.
Sayu: Que nada! - todos encaram-na - Ele é o melhor da turma. Ele é um gênio!
Sachiko: Esse é meu filho. Temos orgulho de você! - Sayu observa Kirara - E você, querida? - Kirara levanta a cabeça - Como está indo?
Kirara: Bem... provavelmente. - a menina responde ríspida.
  Soichiro fecha os olhos.
Light: Está tudo bem pai?
Soichiro: Eu não posso conrar muito sobre isso, mas é que eu estou trabalhando num caso muito difícil.
Ryuuku: Sei...
  O jantar acaba. Light volta para seu quarto, e escreve alguns nomes no Death Note.
Ryuuku: Então o papaizinho é poliça. - Light dá uma gargalhada.
Light: Você está parecendo um malandro, Ryuk.
Ryuuku: Hehehehe. Essa é a ideia. Então, seu pai é o motivo de sua confiança?
Light: Isso memo. - os dois riem - É mais fácil entrar no computador dele. Temos uma rede em casa, e os arquivos que preciso. Assim posso acompanhar a investigação de longe. E lá vamos nós. - ele digita uma senha e uma janela com várias pastas aparece. Ele aperta a xícara - Hn, que interessante. Parece que a polícia começou a desconfiar de um estudante.
  Ryuuku dá uma gargalhada.
Ryuuku: Parece que você está encrencado. - Light o encara pelo canto do olho e bebe um pouco de café.
Light: Se a causa da morte for escrita até 40 segundos e o nome da pessoa, assim será feito. Se a causa da morte não for especificada, a pessoa morrerá de parada cardíaca. Após escrever a causa da morte, a mesma deve ser escrita até 06min40seg. Certo pra você?
Ryuuku: O que quer dizer com isso? - pergunta confuso.
Light: Se eu escrever parada cardíaca como causa da morte, vou poder escrever até a hora da morte, não é? - Ryuk dá uma risada divertida - Parece que eu posso divertir ainda mais você, L.

~ Na manhã seguinte

  Kirara saiu cedo para o colégio e Sayu saiu logo depois.
  Light vai para a escola com o rosto iluminado pelo sol. Ele dá um sorriso.

?: Ugh! - fala o homem agonizando até a morte

  Light se veste para a aula de educação física.
??: Vai, marca ele! - Light dá uma cabeceada na bola de futebol ( soccer ) - Chuta! Chuta! Maravilha!
???: Valeu.

  E enquanto eles faziam atividade física, mais duas pessoas morreram.

...

Soichiro: Quê? Eu não acrediro. 23 vítimas ontem? Está confirmado?
????: Está.
Soichiro: Antes de ontem foram 23. Ele está matando uma em cada hora.
????: Considerando que isso acontece á 2 dias...
?????: Isso deixa algum furo na teoria de que o suspeito é um estudante.
??????: Talvez não. Qualquer um pode faltar dois dias na escola.
L: Perderam o foco.
Soichiro: Hãn?
L: Agora não parece tanto o que queremos. Mas não é essa a mensagem que ele envia fazendo isso. Perguntem à si mesmos. Por que em cada hora? E por quê todas as vítimas estão presas, onde acabam sendo descobertos? Por que não outros criminosos como antes? Acho que Kira não só está nos dizendo que pode matar à distância, mas que pode determinar a hora da morte. Assim que começamos a suspeitar de que Kira é um estudante, o ritmo das mortes mudou. Como se quisesse contradizer a teoria. Não. A hora é conveniente. Isso só pode confirmar que Kira tem acesso à informações policiais. É óbvio agora. Isso é um desafio. - falou enquanto comia um pedaço de bolo.

...

Marina: Kirara! Kirara!
Kirara: O que foi?
Marina: Vamos sair hoje?
Kirara: Ahn... - " Era o que me faltava " - Eu vou estar muito ocupada hoje.
Marina: - sussurra - Você vai incestuar com seu irmão?
" Até que não é má ideia ... Espere! No que estou pensando? "
- Já falei que não sou incestuosa e... - ela pensa por alguns segundos - Tenho um compromisso hoje, não vai dar.
Marina: É com seu amante?
   Kirara revira os olhos.

...

Light: Eu diria que L está começando a suar, o que vai dificultar é eu ter deixado uns 50 criminosos vivos pra testes assim. Se L é tão esperto como dizem, deve estar começando a desconfiar de alguém que tem ligações com a polícia.

...

L: Então Kira descobriu como ter informações sobre a força tarefa. Esse fato não pode ser ignorado. Mas o que ele ganha com isso? O que ele espera alcançar no final?

...

Ryuuku: Tem uma coisa que eu não entendo. Mostrar sua ligação com a polícia quando já suspeitam de você, não é ruim?
Light: Meu objetivo é me aproximar de L.
Ryuuku: E como vai fazer isso?
  
~ No outro lado da casa
Kirara: Preciso... devolver o moletom de Light. Acho... que vou agora! " Apesar de eu criar esta coragem do inferno, estou muito nervosa ".
  A garota caminha, descalça, até o quarto do irmão.
Light: Acho que não entendeu esse mundo Ryuk.
Kirara acha isso estranho. " Ryuk... esse não era o nome de um deus da morte? ". Ela olha pelo buraco da fechadura, já que Light costumava tirar a chave quando trancava-a. " Bingo! ".
Light: Nesse mundo há poucas pessoas que acreditam umas nas outra. Não é diferente na polícia sabia? - fala irônico.
  " Mas que papo estranho é esse? " pensa Kirara.
Light: O importante mesmo é que L e os investigadores não confiem uns nos outros. Pensa bem. Você confiaria em alguém cujo nome e rosto você nem conhece?
  " Não parece que ele está falando no celular. Eu escutaria aquele 'tuuu' pelo menos uma vez ".
Light: Quando L descobrir que estou conseguindo informação confidencial, ele vai ser obrigado a investigar a própria polícia para descobrir de onde vazou. Quando isso acontecer, vai ser só uma questão de tempo até que a polícia comece a se arrepender do L.
  " Light tem informações confidenciais? Oh sim! A rede de pap...Soichiro! ".
Light: Por fora vai parecer que L e a equipe de investigação estão trabalhando juntos para me pegar. Mas na verdade, L vai investigar a polícia e a polícia vai investigar o L. Não sou eu que vou encontrar L, a polícia vai fazer isso por mim. E quando encontrarem, eu acabo com ele. - fala com um ar vitorioso.
  " Me pegar? Não. Não pode ser. Light não pode ser Kira! ".
  Kirara tenta se acalmar e bate a porta de seu próprio quarto, ainda do lado de fora. " Ele vai pensar que estou saindo ". Com o moletom em mãos, ela respirou fundo e bateu três (3) vezes na porta de Light. Seu irmão abriu a porta e viu-a.
Light: Oi.
Kirara: Oi. Eu... Ahn... Queria devolver seu moletom.
Light: Oh sim. - ele segura-o com a mão direita - Quer entrar?
Kirara: N-Não é preciso... já vou dormir.
Light: Boa noite então. - fala seco.
Kirara: B-Boa noite. - sai correndo do corredor e vai até a cozinha.
  Light fecha a porta, confuso.
Light: Não entendo. Por que ela está assim?
Ryuuku: E você ainda pergunta? Hehehehehe.
  Light revira os olhos, mais uma vez, e deita em sua cama. " Pelo menos não me arrependo ", pensa, dormindo em seguida.

~ Na cozinha

  Kirara, ainda chocada com o que ouviu, pega um copo d'água.
   " Me pegar? Não. Não pode ser. Light não pode ser Kira! "

Autora Pov's Off


Notas Finais


Espero que eu tenha recompensado vocês pela demora.

Ah sim, preciso contar algo pra vocês.
~ Le aquele momento que você conhece uma pessoa que tem os mesmos gostos que você <3

Que treta Malogna não?
Isso foi PESADOO! Brincadeira.
Light: E lá vamos nós.
Kirara: Palavras desnecessauras. Você não é o pica-pau.

Em breve, bônus estarão desbloqueados ( pareço um app )
Kirara: Só que não.

Isso é tudo pessoal!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...