História Little Lolita - Jikook - Capítulo 6


Escrita por: ~ e ~Acucar_mau

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangtan Boys, Bottom!jimin, Bts, Jikook, Jimin, Jimin Bottom, Jimin Uke, Jimin!bottom, Jimin!uke, Jungkook, Jungkook Seme, Jungkook Tops, Jungkook!seme, Jungkook!tops, Kookmin, Romance, Tops!jungkook, Yaoi
Visualizações 764
Palavras 955
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Slash, Yaoi
Avisos: Bissexualidade, Cross-dresser, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Transsexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 6 - Capítulo Seis


Fanfic / Fanfiction Little Lolita - Jikook - Capítulo 6 - Capítulo Seis

Yoongi se virou, com um sorriso cínico no rosto.

— Quem é você?

— Sou Jeon Jungkook, e se você não soltar o Jimin eu juro que bato na sua cara!

Falou, se aproximando mais ainda.

O Min riu alto, soltando Jimin.

— Pode vir então!

Jungkook fez um sinal com a mão para que Jimin se escondesse, e logo ele fez.

— Não vou ir, já que você é o covarde aqui!

Jimin correu para trás de Jungkook, pedindo mentalmente para que ninguém saísse ferido.

— Eu? Covarde? Eu só estava com oque é meu!

— Seu? Oras moleque!

Jungkook falou enfurecido.

— Não trate Jimin como um brinquedo! E pelo que eu vi, ele não estava gostando!

Yoongi levantou o punho, mirando na direção de Jungkook.

— Isso é coisa da sua imaginação! Ele iria adorar dar essa bunda gostosa pra mim denovo.

Riu cínico, sorrindo malicioso.

— Sabia que ele geme igual uma puta? Não que não seja, é claro.

O Jeon acabou acertando um soco no canto da boca de Yoongi.

— Não fale assim de Jimin! Idiota! Jimin não é uma puta! Ele é a minha lolita!

Jimin arregalou os seus olhinhos, ele era a lolita de Jungkook?

Seus pensamentos foram a mil, completamente.

Segurou a blusa de Jungkook com força, apertando ela nos dedos.

Yoongi gargalhou alto, cínico.

— Sua lolita? Não é puta? Conte-me outra!

Falou, e logo limpou o canto de sua boca.

— Ora seu...

Parou de falar assim que ouviu a voz aveludada de Jimin, atrás de sí.

— Vamos para lá Jungkookie...

Suas voz era carregada de manha.

— Não vale a pena, você só irá sujar suas mãos.

Jungkook assentiu, e logo virou, pegando Jimin no colo.

— Não se meta com Jimin, garoto idiota. Se tocar nele, eu te mato!

Falou alto, antes de sair em passos apressados.

O Park escondeu seu rostinho corado no pescoço de Jungkook.

— Obrigada Gguk...

Falou baixinho, corando mais ainda.

Jungkook sorriu fraco, apertando Jimin em seus braços.

— Tudo bem minha lolita.

Jimin sorriu.

Estava feliz por Jungkook lhe considerar sua Lolita, apenas dele.

A maneira que Jungkook o defendeu já dizia muito do que sentia, mas as vezes era orgulhoso demais para dizer em voz alta:

Que amava a pequena Lolita em seus braços.

— Quem era ele?

Derrepente, Jungkook sentiu raiva.

Jimin já não era mais virgem? Já tinha namorado?

Jimin suspirou.

— Meu antigo namorado...

Sentiu seu corpo ser apertado, o lado possessivo de Jeon estava sendo revelado.

— É mesmo? Pelo visto já transaram, não é? Pensava que era virgem, tsc.

Estalou a língua em total irritação.

Jimin arregalou os olhos pela frieza das palavras de Jeon; que o acertaram em cheio.

Abaixou a cabeça, Jungkook o deixaria?

— Des...desculpa decepcionar...

Falou com a voz demonstrando tristeza.

Jungkook encarou ele pelo canto dos olhos, suspirando.

— Tanto faz. Agora não importa; isso não vai mudar nada.

Falou rude.

— E por que ele estava aqui?

— Não... Não sei... Ele foi para a China uns anos atrás...

Jeon suspirou alto, não queria o garoto pálido perto de Jimin.

— Caso veja ele, ignore e me ligue na hora. Nem um minuto a menos e nenhum a mais, entendeu?

Falou sério, trancando o maxilar.

— Se caso ele te ver, corra.

Jimin assentiu e falou:

— Sim...

Sorriu fraco, meio encolhido.

— Você não devia sorrir numa situação dessas.

Jungkook resmungou.

— É fofo te ver com ciúmes.

Riu baixinho.

— E o que foi aquilo de eu ser sua lolita?

Jungkook corou demais, muito mesmo.

— O-oras a-aquilo foi...

Jimin encarou Jungkook.

— Calor do momento?

Falou com uma tristeza quase palpável.

— Entendi...

Eu devia ter desconfiado, pensou Jimin.

Ele nunca iria falar isso. Ele não me vê dessa forma; ninguém me vê.

E como Yoongi disse, eu sou apenas uma puta e largam quando querem.

— Bom, vamos a algum lugar? Esquecer isso e tomar um capuccino?

Jungkook falou, sorrindo pequeno.

Jimin assentiu fraco, estava triste

— Ah...Tudo...bem.

— Então vamos.

Jungkook colocou o miúdo no chão, com cuidado.

— Vai ser divertido.

Falo calmo, olhando o menor ajeitar a saia é o resto da roupa lentamente.

— Sim... Vai ser.

Falou o pequeno num pingo de voz.

Após acabar de se arrumar, Jimin apenas caminhava ao lado de Jungkook, num silêncio.

Silêncio amado por um e chato para outro.

Jimin amou não ter que falar nada e fingir animação; já Jungkook, odiou não ter nada para falar para a lolita.

Quando chegaram na suposta cafeteria que Jungkook falou pouco para Jimin, entraram.

O lugar era simples e aconchegante, apenas algumas pessoas estavam no local.

As mesas tinham decorações como rosas ou até mesmo uns ursinhos.

O tema da cafeteria era de coisas fofas, pelo visto. Já que todas as empregadas usavam roupas rosinhas e delicadas, Jimin não tinha visto nenhum garoto ali.

Olhou as roupinhas lindas e fofas das moças e fez biquinho, ele queria para sí!

Uma das moças de vestido atenderam os dois, arregalando os olhos e sorrindo animada ao ver o Park todo emburrado; com roupas femininas.

— Fofo aqui, não? Me lembra você.

Sorriu para o Park, que apenas se limitou a dar de ombros

— É, parece ser legal.

É foi apena isso que disse, antes de abaixar a cabeça.

Jungkook ficou um pouco surpreso pelo ato do pequeno, mas resolveu ignorar; afinal, não sabia como funcionava a cabeça do menor.

A menina guiou ambos até uma mesa afastada, e em seguida perguntou oque queriam.

— Eu vou querer um capuccino simples, e você Jimin?

Jungkook falou empolgado, olhando alegremente Jimin.

— Tanto faz.

O menor resmungou emburrado, quase deitado no banco fofo.

Jungkook encarou Jimin, franzindo o cenho.

— Ele também quer capuccino, o mesmo.

Falou, ainda encarando o menor.

— Tudo bem, já entrego!

Falou a menina, se retirando.

Jungkook encarava Jimin desacreditado, oras!

Ele tinha sido rude com sí duas vezes. Jimin nunca fora assim!

O Park olhava sua mãozinhas, brincando com seus dedinhos.

— Jimin...O que foi? Está rude... Minha lolita não é assim.

Jimin levantou o olhar, desacreditado.

— Sua lolita? O que há com você Jungkook?

O Park falou emburrado.

— Oras! Primeiro fala que foi no calor do momento e do nada fala isso, aqui agora?

Fechou as suas delicadas mãozinhas com força.

— Se decida! Poxa, não me deixe confuso.

Choramingou, emburrado.

— Não sou obrigado a aturar suas confusões.


Notas Finais


@JeonJiminiie:

Olá, sou a JeonJiminiie! A gente demorou, não? Mil desculpas, uh? Você me perdoa, bebê?

Fiquem com minha gata na capa do capítulo, shyauaua

Ah! Amamos vocês~
@Acucar_mau

Olar

Desculpa eu hoje? Eu estou sem criatividades...

Espero que tenham gostado.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...