História Little Memories •yoonseok• - Capítulo 11


Escrita por: ~

Visualizações 14
Palavras 565
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção, Fluffy, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 11 - Yeol-hana


25 de novembro de 2011 – O primeiro de muitos sorrisos.

Hoseok estava cada vez mais triste.

As piadinhas e as zoações de si mesmo acabaram, seu estado se agravava cada vez mais, e nem por estar perto do Natal ele estava se animando. Acho que as horas em que ele se descontrai é a hora da novela.

Eu não estava mais aguentando aquilo, eu queria minha Alegria de volta.

Naquele final de semana, eu passei bem cedo no supermercado, e pela primeira vez eu comprei toda porcaria possível. Ao chegar em casa, eu escondi aquelas coisas de Hoseok e dos meus avós, ai de mim se esses dois descobrem o que eu comprei.

— Ahjumma — eu a chamei.

— Sim, meu pequeno? — ela se aproximou com seu prato de bolinhos em mãos.

— Hoseok não lhe acompanhará na novela hoje, irei levar ele pra sair. — eu sussurrei, todo sorridente para ela.

— Huh! Sim, sim! Ele ficará tão feliz! Vá lá, vá lá!

Horas depois, eu tirei um Hoseok tristonho da cama, ele não entendia minha felicidade – e cá entre nós, nem eu. Peguei seus remédios, e o coloquei na cadeira e sai sorrindo que nem um idiota.

— A... onde vamos? — ele perguntou. Nunca fiquei tão feliz por escutá-lo novamente.

— É uma surpresa~— eu caminhava tranquilamente pelas ruas do bairro, feliz por ver o vento bater em seu cabelo.

Continuamos a caminhar até chegar ao local de destino. Era lindo.

— Bem-vindo ao Parque dos Ossos, Hobi-ah.

Eu não sabia porque se chamava assim, mas nessa região, ele é muito conhecido por ser enorme e fazer sucesso com as crianças. A grama é totalmente verde, os bancos são coloridos e tem uma pequena área de exercícios, além de uma pista em linha reta. Não sabia por que não tinha curvas, mas será bem útil.

— É tão... verde. — eu o ouvi falar e não consegui reprimir um sorriso. — E bonito. Eu... eu gostei!

Não pude deixar de rir da euforia de Hoseok, ele parecia tão animadinho. Aquele era meu Hoseok. A minha Alegria.

— Hoseok, vamos fazer uma coisa que só pessoas como você podem fazer? — eu deixei a cesta de piquenique em cima de uma mesa de concreto e o empurrei até a pista. — Você conta.

Ele me olhou algumas vezes, meio confuso, meio animado. Hoseok parecia uma criança. Ele contou até 3, mesmo com sua lentidão e falha vocal.

Eu sai correndo feito um idiota empurrando Hoseok junto, por que era isso que éramos, dois irmãos idiotas que adorávamos ser a alegria do outro. Dois garotos doentes que só queriam aproveitar a vida sem se importar com quantas injeções deveriam tomar por dia. Éramos somente dois garotos.

— Waaa! De novo!

— Vamos!

Depois daquela pequena loucura, voltamos até aquela mesa, onde eu tirei toda aquela porcaria que comprei.

— H-Hyung, não! — ele balançava a cabeça constantemente.

— Ei, ei! Vamos fazer uma coisa? Seu eu não me importar com a quantidade de glicose que eu vou comer, você não vai se importar se tomar mais de uma dose disso? — apontei para a parte interna do seu cotovelo, que tinha algumas marcas de endovenosa.

Hoseok pareceu pensativo por um tempo, até que por fim, aceitou.

Naquele dia a minha glicose se alterou, e eu nunca fiquei tão feliz por passar mal.


Notas Finais


Mano eu amo muito meu Yoongi, ele é 1nene amem ele xente


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...