História Little Memories •yoonseok• - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Tags Bangtan, Bts, Donalannis, Entranaformation, Hoseok, Jhk, Jhope, Myg, Sope, Suga, Yoongi, Yoonseok
Visualizações 10
Palavras 367
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção, Fluffy, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


YOONGI TROUXA EM AÇÃO

Capítulo 7 - Ilgop


14 de novembro de 2009 – A primeira vez que o vi chorar.

Naquele dia, omma morreu.

Estávamos tranquilamente em casa quando o telefonema chegou para nós. Primeiramente eu pensei que era um trote, já que depois daquele dia eu não tinha mais confiança em ninguém, nem mesmo no meu próprio irmão. Só depois de Hoseok confirmar que não era nenhum dos garotos, eu entrei oficialmente em pânico.

No hospital, uma mulher que havia visto tudo nos relatou a tragédia. Um carro em alta velocidade se chocou com o dela, que acabou batendo em um muro não muito longe dela.

Eu estava aos prantos, queria chegar na pessoa que teve a irresponsabilidade de dirigir tão rápido e quebrar-lhe a cara. Mas eu sabia que isso não iria trazer minha omma de volta.

Hoseok parecia tenso, e eu não entendia aquilo.

Uma semana depois, nossos avós nos acolheram na casa deles. Não tínhamos como nos virar sozinhos, principalmente por sermos menores de idade. Ninguém aceita trabalhos de menores de idade, a não ser que esteja em estágio.

Hoseok estava bem tenso desde o dia de sua morte, ele não conseguia falar com ninguém. Evitava falar com pessoas a todo custo. Evitava-me também, mas isso já era normal pra nós agora.

Certa noite, eu terminava minha maquete para física e ouvi algumas fungadas vindas do outro lado do quarto. Meu instinto irmão falou mais alto e eu fui ver o que acontecia.

Hoseok estava chorando, chorando agarrado a um travesseiro.

— Por quê, Yoongi? Por quê pessoas que eu amo somem da minha vida?

Aquilo foi como uma facada no meu peito.

— Nós... nós vamos superar isso. Omma sempre estará conosco, Hobi-ah. — eu me arrisquei a chama-lo assim, já que eu não demonstrava carinho há muito tempo. Ele pareceu transtornado com o apelido.

— Hyung... — ele se levanta se segura minhas mãos. — Me desculpe, por favor, me desculpe!

Naquele momento, minha mente estava conturbada, eu estava dividido entre sentir remorsos e perdoa-lo. Ele era meu irmão, o pouco que restou de uma família pra mim e eu não queria terminar minha vida assim. Tomei a decisão mais impensada da minha vida.

— Eu te perdoo, Hobi-ah.


Notas Finais


Eu te falei


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...