História Little Mouse - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias One Direction
Personagens Harry Styles, Liam Payne, Louis Tomlinson, Niall Horan, Zayn Malik
Tags Fluffy, Fofinha, Harry Styles, Larry, Larry Stylinson, Liam Payne, Louis Tomlinson, Niall Horan, One Direction, Zayn Malik
Visualizações 105
Palavras 1.188
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ficção, Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Slash
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


OOLHA EU AQUI DE VOLTA AMORINHAS!!! aproveitem... foram mais de mil palavras heuehueheueheue... boa leitura

Capítulo 11 - Capitulo 10


Fanfic / Fanfiction Little Mouse - Capítulo 11 - Capitulo 10

Dias depois de ter se confessado e feito Harry jurar de dedinho que não diria nenhuma palavra daquela história ao Sr. Horan, Louis, se sentia bem melhor com o tratamento ministrado pelo Dr. Penniman, indicando que a hora de partir daquele lugar tão maravilhoso estava próxima. Todavia, o garoto temia ter se acostumado às mordomias que estava vivendo durante sua estada na casa de Harry, não parando de pensar no dia em que teria que voltar para as ruas. Ele não queria voltar para aquela vida, mas a última coisa que Louis desejava era dar ainda mais trabalho ao gentil confeiteiro que o acolhera.

Quanto mais tempo permanecesse, mais difícil seria partir dali. Principalmente agora que o vínculo de amizade com Zayn, que o visitava todos os dias, e com Harry que sempre estava ao seu lado para suprir qualquer mínima necessidade, havia crescido exponencialmente.

  Por esse motivo, o pequeno, já conseguindo movimentar-se sem sentir tanta dor, levantou da cama na calada da noite, colocando-se à arrumar seus poucos pertences e com o coração na mão, escreveu um último bilhete direcionado aos seus amigos, se despedindo deles. A dolorosa verdade era que Louis não sabia como encara-los para dizer-lhes que estava indo embora.

  Porém, assim que terminou de descer a escada, evitando fazer o mínimo de barulho possível, ele se deparou com uma visão um tanto inesperada. Lá estava Harry, trajando um uniforme negro de chefe, trabalhando meticulosamente em um magnífico bolo redondo de dois andares. Era impressionante a desenvoltura com que ele modelava a massa até se transformarem em lindas formas para decorar aquela obra prima, concentrando cada sentido para aquele trabalho encantador. E essa era a sorte de Louis, que não tendo sido notado poderia retornar ao quarto como se nada tivesse acontecido.  

 Isso se ele não fosse um tanto desastrado e não houvesse tropeçado num degrau, produzindo um ruído estrondoso ao deixar suas coisas caírem.

  - Tem alguém aí? - uma voz rouca perguntou da cozinha, se aproximando de onde o garoto fujão estava - Oh Louis, é você, que susto! Não devia estar na cama? - Harry questionou e logo seu olhar é atraído para a mochila com a barraquinha aos pés do garoto congelado com expressão assustada no rosto - O que é...? Ta indo embora? Sem se despedir?

 - E...eeu...- Louis começou, mas assim q percebeu que não sabia o que dizer, cobriu o rosto com as duas mãos tentando esconder as lágrimas de arrependimento depois de ver o olhar de decepção no rosto do confeiteiro.

 - Ei, não chora Boo - pediu usando o recém aprendido apelido do menor o fazendo desabar ainda mais em culpa - Venha, vamos tomar uma xícara de chocolate enquanto conversamos sobre isso...

 Delicadamente, Louis, foi escoltado por Harry até um banquinho perto mesa da cozinha da confeitaria, ao que o confeiteiro se pós a preparar uma bebida quente para o garoto.

 - Eu não mereço nada do que estão fazendo por mim - Louis se pronunciou, agora mais calmo, observando seu amigo por um liquido espesso e fumegante em uma caneca na sua frente - Eu só estou atrapalhando a vida de vocês, então quanto mais cedo eu ir embora, melhor...

 - Nunca mais diga uma coisa dessas - repreendeu colocando uma quantidade generosa de chantilly em cima do chocolate - ajudar você não é trabalho nenhum, eu te garanto... - como Louis continuava cabisbaixo, Harry continuou - Quando você cuidava do Zayn todos os dias depois da aula, ele representava algum fardo?

 - Não...Jamais... - murmurou ofendido com tal possibilidade não sabendo onde o padrinho de Zayn queria chegar - era o ponto alto do meu dia...

 - É assim que eu me sinto quando eu cuido de você - segredou bebericando o liquido da sua xícara, fazendo Louis sorrir com o bigodinho de chantilly no cata superior dos seus lábios.

 - Obrigado por tudo, Harry - agradeceu - Se não fosse por vocês, eu com certeza estaria morto, mas não posso ficar.

 - Não, você realmente não precisa ir - insistiu - Por favor...

 - Não há lugar para alguém como eu aqui, Sr. Styles.

 - Alguém como você?

 - Sim! Alguém como eu, um ladrãozinho miserável que mora em uma cabaninha de camping num parque qualquer! - Louis desabafa com um nó na garganta, enquanto Harry não está numa situação diferente.

 - Você por acaso conhece a minha história? Ou a do Niall? Ed? Ou até mesmo a do Zayn? - Harry pergunta com seu tom calmo usual na voz, recebendo um sinal negativo do outro - Pois saiba que você não é diferente de nenhum de nós...

- Sinto muito... - falou finalmente entendendo suas mãozinhas para agarrar a sua caneca de chocolate, fachando os olhos para aproveitar cada sensação trazida pelo sabor adocicado da bebido... - Pode me contar?

- Bom... antes de ser adotado pelo Niall, o Ed era criado pelos tios que o forçavam a invadir casas nas noites de Natal para roubar os presentes... lhr parece familiar?- Louis deu um sorrisinho amarelo e acenou para que Harry prosseguisse - um dia ele entrou na casa de um certo irlandês que o pegou no flagra, na época o Niall ainda fazia faculdade comigo e morava em um cubículo que mal cabia ele, mas ainda sim ele pegou um empréstimo com os pais e entrou comuma ação na justiça pedindo a guarda tutelar do Ed - Harry fez uma pausa dando uma risadinha nostálgica - imagina só, um garoto estrangeiro de 19 sendo responsável por outro de 14.

-Niall é uma pessoa maravilhosa...

-Verdade, ele tem um coração enorme, tanto que 2 anos depois ele entrou com um pedido de adoção para um garotinho de 5 aninhos que havia acabado de perder os pais... Eles foram assassinados na frente do Zayn por causa da religião - Louis arregalou os olhos, como ninguém nunca lhe contara aquilo antes? - Meu pequeno so escapou porque estava escondido dentro de um armário... -Harry suspirou com os olhos vermelhos encarando o bolo que decorava anteriormente - Ele estava tão quebrado quando o Niall o trouxe, parecia apenas um bonequinho sem vida...

- Pobre Zee... uma criança tão preciosa não merecia sofrer tanto - Louis conclui, ao que Harry apenas concorda com a cabeça - e a sua história?

- A minha? Ela não tem nada demais...  -Louis se arruma no banquinho comonse dissesse "tenho a noite toda, estou esperando" - ok... huum, meus pais meio que nunca aprovaram a minha orientação sexual, mas quando eu escolhi cursar uma faculdade de culinária,  parece ter sido a gota d'água... Eu tive que me virar sozinho em Londres e até pouco tempo atrás eu morava em um treiler apertado e trabalhava numa papelaria para pagareus estudos... Niall era meu colega na faculdade, então resolvemos momtar uma sociedade, eu vendi a minha "casa" e ele completou o dinheiro para a gente começar o nosso negócio...

- Uau... Incrivel...- fora a unica coisa que Louis conseguiu pronunciar.

- Você pode fazer parte disso...Sabe? Entamos precisando de novos funcionários- Harry propõe - o salário não é la essas coisas, mas...

- Quando eu começo?


Notas Finais


Perdoem os erros pq eu to com sono e n deu pra corrigir ainda, amanhã eu troco algumas coisinhas, nada q mude o sentido... bjao


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...