História Little Red Riding Hood - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Vocaloid
Personagens Akita Neru, Aoki Lapis, CUL, Fukase, Gumi Megpoid, Haku Yowane, Hiyama Kiyoteru, IA, Iroha, Kaai Yuki, Kaiko, Kaito, Kasane Teto, Len Kagamine, Leon, Lily, LOLA, Luka Megurine, MAYU, Meiko, Merli, Miku Hatsune, Mikuo Hatsune, Oliver, Rana, Rin Kagamine, Ruko Yokune, Ryuto, SeeU, SF-A2 Miki, Tone Rion, Utatane Piko, Yuzuki Yukari
Tags Gumixpiko, Hakuxteiru, Kaitoxmiki, Kiyomei, Lápisxcul, Lenku, Lenxmiku, Leon X Lola, Lilyxluka, Lukaxlily, Mayuxfukase, Meiko X Kiyoteru, Meiru, Mikuoxrin, Mikuxlen, Milen, Neruxakaito, Nigaitoxsonika, Pikoxgumi, Rinkuo, Rinxmikuo, Rukoxritsu
Exibições 31
Palavras 616
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, FemmeSlash, Festa, Ficção, Ficção Científica, Luta, Magia, Mistério, Misticismo, Romance e Novela, Violência, Yuri
Avisos: Canibalismo, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Mutilação, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Voltei!!! Bem, muito obrigada por estarem acompanhando e comentando!!!
Não vou poder postar hoje ainda, pelo horário, mas, ainda sim, espero que goste!

Capítulo 8 - Plano


Fanfic / Fanfiction Little Red Riding Hood - Capítulo 8 - Plano

POV Kokone:

Agora, além de vidas, materiais de construção são roubados.

Eles estão desrespeitando a mim, ao reino, aos habitantes! Isso é imperdoável.

O toque da corneta me acordou.

- Kokone-sama, o príncipe e a princesa de Neko chegaram.—O homem se curvou, dando entrada á Seeu e Usee.

Seeu estava bela.

Usava um vestido longo, casaco e aquecedor pras mãos( que eu não sei como chama) com uma touca com um interessante formato de gato.

Seu irmão Usee, seguia o mesmo estilo.

Seeu:- Olá, princesa.—Sorriu.—É um prazer vê-la. Está linda hoje, em especial. Obrigada por nos receber.—O irmão assentiu lentamente, sorrindo.

Eu, usava um vestido azulado com decote nas costas.

Eu:- Gentileza sua, princesa. Obrigado aos dois por comparecerem.—Sorri, ternamente.—Mas, de qual é o assunto de que querem tratar?—Perguntei curiosa, não haviam deixado claro.

Usee:- Com licença, teríamos um local mais privado pra conversar?—Perguntou, com cuidado.

Eu:- Mas é claro sigam-me, por favor.—Bom, uma coisa é clara, se querem falar comigo, é a respeito dos lobos.

Chegamos á sala.

Nos sentamos.

Usee:- Bom, nosso reino, o reino Neko, é próximo á este. Neko é pequeno, e, um tanto fraco.  Kitsune, seu reino, é forte, tem artilharia, boa segurança, e, tem chance de os fugitivos tentarem se instalar em nosso reino—Isso não está me parecendo nada bem.

Seeu:- Pensamos em pedir pra que nos ajudasse na segurança do reino.—Esses dois são mesmo muito tolos. Além de serem acanhados, demorarem pra falar, gaguejarem, são muito escandalosos com pouca coisa. – Podemos contar com sua ajuda, princesa Kokone?—Pediu, encolhida como sempre.

Eu:- Bem—Suspirei—É um tanto, complicado pra mim.—Os dois se endireitaram ainda mais—Porque, Neko é um reino que fica após Hitokiri, o reino governado pelo meu tio. Não somos vizinhos. Teria que providenciar uma autorização e meu tio que se encontra em guerra com minha mãe, desde o lançamento da maldição. E, além disso, tem também o fato dos investimentos que devo fazer como patrulhas, guardas, pra passarem e, posso ficar sem o número necessário pra meu reino—Eu ainda não me sinto a vontade pra simplesmente dizer não.

Seeu:-- Ah, claro, entendemos...- Ela parecia prestes a chorar. Não me emocionei.—Realmente, tem razão, princesa.—Os dois se levantaram—Iremos nos retirar e permiti-la pensar em como se defender. Fomos tolos de pensar assim—Sim, foram.

Eu:- Obrigada pela compreensão.—Os acompanhei até a saída.

Minha mãe veio até mim.

Mãe:- Querida, o que houve? Quem veio até aqui?—Perguntou, calma.

Eu:- Príncipe e princesa de Neko. – Disse, me referindo aos gêmeos.

Mãe: Bom, e como está regendo isso tudo?—Sorriu.

Eu:- Creio que esteja indo bem—Assenti, confiante.

Mãe:- Certo, vou até a sala de seu pai, cuidado com suas decisões.—Deu um leve tapa no ombro, antes de se retirar.

 

POV Gumi:

As escoltas estavam levando os governantes de Neko embora de Kitsune.

Os Nekomura estavam caminhando com sua filha única, Iroha.

Ela caminhava alegre com suas vestes felinas e seus longos cabelos alaranjados.

Meu irmão se sentou ao meu lado.

Gumya:-- Era assim que eu me sentia antes de você.—Me ofendi.—Olha de novo—Ela parecia ter perdido algo—Faltava alguma coisa.—Sorri.

Eu:- Que lindo! Seus pães podiam ser bonitos assim!—Caçoei.

Gumya:- Meus pães são lindos! Seus bolinhos é que são ridículos!—Acusou.

Será que vamos ficar sempre assim?

 

POV Neru:

-- Vamos!—Gritavam eles com as tábuas e tintas.—Vamos montar as casas na nossa comunidade!—Ainda bem que fui aceita. Agora posso viver com meu amor.

 

POV Kokone:

É isso! 

Já sei! Sei como posso me defender! Como posso defender meu povo!

Meu plano está formado!


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...