História Little White Lies - Capítulo 16


Escrita por: ~

Postado
Categorias Lucy Hale, One Direction
Personagens Harry Styles, Liam Payne, Louis Tomlinson, Niall Horan, Zayn Malik
Visualizações 1.312
Palavras 1.694
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Crossover, Escolar, Famí­lia, Festa, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Olá povo brasileiro. Hoje tem jogo UHEUHEHUEUHEHUEUHEHU. 3x2 pro Brasil, haha.
Estou tentando postar o mais rápido possível, porque estou de férias e não há desculpas para tanta demora.
Obrigada por todos os comentários, favoritos, visualizações e etc. Vocês são os melhores leitores do universo!!!
Perdão pelos erros e boa leitura xx

Capítulo 16 - Capítulo 16


Fanfic / Fanfiction Little White Lies - Capítulo 16 - Capítulo 16

Narrado por Beatrice Walker

A aula já havia acabado e o pessoal se separou, pois cada um iria fazer algo diferente. Zayn e eu seguíamos em seu carro, para irmos almoçar em um restaurante. Durante o caminho, ouvíamos rádio e cantávamos animadamente. Zayn até que era divertido.

- Chegamos -Ele falou estacionando o carro-

- Você disse restaurante e não Mc Donald's -Falei arqueando uma sobrancelha, assim que saí do carro-

- Não gostou? -Ele perguntou um pouco preocupado-

- Lógico que sim! Se você tivesse dito Mc Donald's, com certeza eu iria estar mais animada ainda. Eu amo esse lugar! -Falei com os olhinhos brilhando e Malik soltou uma gargalhada que me arrepiou- 

Entramos, fomos para fila, fizemos nossos pedidos e pegamos os lanches. Nos sentamos numa mesa onde dava pra ver todo o espaço. Começamos a comer em silêncio, até que vimos uma garota que tentava impressionar um garoto cair e derramar ketchup em cima de si mesma. Olhei pra Zayn e não aguentamos. Demos gargalhadas tão alta, que muitas pessoas olhavam pra nós, como se fossemos retardados. Talvez nós somos mesmo.

- Por isso eu não tento impressionar ninguém -Eu disse parando de rir-

- Exatamente -Zayn falou limpando uma lágrima que caiu de tanto que ria-

- Falando sério. Não entendo o porque das garotas quererem impressionar os meninos. Não há necessidade -Falei revirando os olhos. Francamente, o que essas garotas fazem é um tanto ridículo-

- Depende, sabe? Tipo, se você se sentir atraída por mim e eu for do tipo mauricinho e você for a revoltada, com certeza você fingirá ser uma pessoal amigável, só para ter uma chance comigo -Zayn falou exemplificando com sua teoria maluca-

- É, talvez -Falei rindo- Mas se a pessoa realmente gostar de você, não haverá necessidade de mudar por causa dela -Falei com muita certeza-

- Verdade. Eu gosto do seu jeito de pensar nas coisas -Zayn falou fitando meus olhos. Sorri sem graça-

Terminamos nosso "almoço" e seguimos para um parque de diversão que havia sido montado na cidade. Pelo o que eu lembre, a última vez que fui em um, meu pai ainda estava vivo. Só em pensar nisso, meu coração se apertou um pouco.

- Algum problema Bea? -Zayn perguntou desviando sua atenção da rua para mim-

- Não não. Eu só estava lembrando de quando fui a um parque com meu pai, só isso -Falei dando um sorriso sem vida-

- Ah... -Ele ficou calado por alguns segundos- Se você quiser, podemos mudar o passeio -Ele falou carinhoso. Oi?-

- Não se preocupe Zayn, estou bem. Só bateu um pouco de saudades -Falei tentando não chorar-

- Entendo. As vezes eu fico assim quando lembro de meu avô. Sinto muita falta dele -Ele falou dando um suspiro pesado-

[...]

- Vamos na montanha russa! -Falei puxando Zayn, mas este recuou-

- Não sou muito fã de montanhas russas -Ele falou fazendo uma careta-

- Vai me dizer que tem medo? -Perguntei irônica e ele ficou quieto. Olhei incrédula e soltei uma risada- Mas você tem medo de tudo!

- Não tenho medo de tudo, só não gosto de água e lugares altos. Só isso -Ele falou dando de ombros-

- Por favorzinho... -Falei fazendo um bico igual criança-

- Se eu não for, você vai me encher o saco. Né? -Ele perguntou e eu assenti rindo- 

Entramos em duas cabines, não sei o nome, e colocamos os cintos. O funcionário do parque ligou o brinquedo e começou a andar. Zayn já estava tendo um enfarto ao meu lado e eu só conseguia rir. Quando a montanha descia e fazias curvas monstruosas, Zayn começava a berrar e eu ria, batia palma, gritava, ficava com o cabelo na cara e etc.
Saímos do brinquedo e Zayn quase não conseguia ficar em pé.

- Nunca mais, nunca mais mesmo, se coloque dentro de um negócio daqueles -Ele dizia apavorado e eu só conseguia rir-

- Foi demais, eu adoro adrenalinas desse tipo -Falei com um sorriso gigante. Fazia tempos que eu não me divertida daquela forma-

Ficamos indo em vários brinquedos, até que Zayn me arrastou para o tiro no alvo. Ele pagou as fichinhas e o moço nos deu as armas.

- Escolhe um prêmio -Ele falou e eu passei a analisar, até que bati os olhos em um urso lindo-

- Aquele ali -Falei apontando pro urso gigante-

- Se você ganhar, fica com o urso e escolhe qualquer outro depois. Mas se eu ganhar, eu fico com o urso e quero um beijo seu -Ele falou malicioso e eu revirei os olhos-

- Não podia ser outra coisa? -Falei emburrada, porque eu era horrível naquele jogo-

- Não. Os garotos e as garotas irão adorar saber que Beatrice Nerd Walker beijou Zayn Gostoso Malik -Ele falou provocante e eu me segurei pra não dar um soco em sua cara-

- Aff, te odeio -Falei e ele mostrou a língua- Vamos logo com isso! -Disse sem paciência-

- Par! -Ele disse-

- Impar -Falei e mostramos os dedos- 7 é impar, eu começo -Falei e ele assentiu-

Me posicionei e comecei atirar. Era necessário eu derrubar todos os copinhos, que eram 10, com apenas 5 balas. Porém, com minha incrível habilidade (olha a ironia), só consegui derrubar 4. Zayn me olhou com um sorriso maldoso.

- Pra você ganhar, eu preciso derrubar menos de 4 copos, mas digamos que não sou tão ruim -Ele falou rindo e eu fiquei quieta. Droga, perdi!-

Ele começou a atirar, derrubando vários com apenas 1 bala. Ao terminar, ele havia derrubado todos. Abaixei minha cabeça e contei até 10 tentando manter a calma. Ele se aproximou de mim e agarrou o urso. 

- Já pode cumprir o combinado -Ele falou fazendo um biquinho e fechando os olhos-

- Não vou te beijar na frente de todo mundo. Você não especificou onde e quando queria o beijo, então tenho até o fim do dia para fazê-lo -Falei sorrindo sem mostrar os dentes e ele revirou os olhos-

- Você sempre tem resposta pra tudo -Ele falou bufando e eu ri por dentro-

[...]

- Eu só vim aqui porque você pediu, porque eu não sei patinar no gelo -Zayn falou com um bico na cara. Isso foi fofo-

- Relaxa, é fácil -Falei o puxando pra dentro do estabelecimento-

Aguardamos na recepção, até que uma garota uns 2 anos mais velha que eu apareceu. Ela me mediu de cima a baixo, até pousar os olhos no Zayn. Este parecia entretido com outra coisa, pois nem deu atenção à garota. 

- Boa tarde -Ela falou sem emoção-

- Quanto custa pra patinar? -Perguntei tentando ser educada-

- 1 hora custa 15, 1:30 horas custa 20, 2 horas custa 25... -Ela falou lendo a tabela-

- Certo -Falei dando 40 reais, pois iríamos ficar 1 hora e meia-

- Não, eu pago -Zayn falou tirando a carteira do bolso, mas eu o impedi-

- Zayn, eu que te convidei, eu que pago! -Falei como se estivesse ofendida-

- Mas o homem sou eu. Nada mais justo -Ele falou tentando argumentar-

- Pára de machismo e vamos logo! -Falei assim que dei o dinheiro pra garota-

Entramos e nos deparamos com uma pista gigante, onde havia várias pessoas. Zayn pareceu gostar, pois abriu um sorriso gigante. 

- Gostou? -Perguntei animada-

- Sim, principalmente com aquelas garotas -Ele disse apontando discretamente-

- Aff, cala a boca! -Falei revirando os olhos. Será que ele não poderia ficar sem falar besteira por alguns minutos?-

- Fica com ciumes não, sou todo seu hoje! -Ele falou me abraçando e eu me afastei-

- Você falou que não iria provocar -Eu disse caminhando em direção aos patins-

- E você ainda acredita no que falo -Ele falou rindo sarcasticamente-

Resolvi ignorar Malik e fui pra pista. Sorri ao sentir aquela maravilhosa sensação novamente. Eu deveria fazer isso mais vezes. Fiquei patinando, até que ouço um ser me chamando. Olho pra trás e lá está Zayn jogado.

- O que foi? -Perguntei rindo-

- Pára de rir e me ajuda -Fui até ele e o levantei. Como ele não tinha equilíbrio, se agarrou em mim-

- Eu vou ter que ficar te segurando? -Perguntei incrédula e ele assentiu com um sorrisinho na cara-

- Precisam de ajuda? -Um professor de patinação disse se aproximando de nós. Ele era bonito, hum-

- Não -Zayn falou grosso-

- Está tudo bem, obrigada -Falei sorrindo e o professor sorriu de volta-

- De nada. Caso precise de algo, só me chamar -Ele disse piscando e eu assenti sem graça-

- Cara abusado! -Zayn falou indignado-

- Não achei... -Falei o olhando de longe-

- Não vai me dizer que gamou? -Zayn perguntou arqueando a sobrancelha e eu resolvi ignorar-

Tentei ensinar o Zayn, mas este só caia. Algumas pessoas nos olhavam de longe, como se estivessem admiradas. Malik se agarrou em mim, me pegou no colo e foi tentar fazer uma dança, como se estivesse na olimpíada. Com sua gracinha, acabamos caindo no chão. As pessoas ao redor riram e algumas bateram palmas.

- Sai de cima. Osso também pesa -Falei reclamando-

- Haha, que engraçada -Ele falou rindo falsamente-

[...]

- Hoje foi legal. Obrigada Zayn -Falei assim que ele estacionou em frente a minha casa-

- De nada -Ele falou e ficamos em silêncio- Você tem algo a fazer -Ele disse me lembrando-

Dei um sorrisinho sem graça e me aproximei de Zayn. Ele colocou as mãos em meu banco e se aproximou também. Assim que nossos lábios se tocaram, fechei meus olhos e me entreguei ao beijo. Passei meus braços em volta de seu pescoço e ele tocou em minha cintura. Nos afastamos pela falta de ar e abaixei a cabeça envergonhada. Ele pegou em meu queixo, levantou meu rosto e ficou me olhando.

- Você é linda -Ele disse vidrado em mim-

- Eu devo acreditar no que você diz? -Perguntei com um sorrisinho-

- Nisso você deve -Ele falou e me deu um selinho e me entregou o urso- Fica contigo, é um presente pra você não esquecer de mim...

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


Notas Finais


Gente, gostei de fazer esse capítulo. Ele foi um pouco meloso, hehe. @djmalikwithswag
Até mais xx


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...