História Little White Lies - Capítulo 25


Escrita por: ~

Postado
Categorias Lucy Hale, One Direction
Personagens Harry Styles, Liam Payne, Louis Tomlinson, Niall Horan, Zayn Malik
Visualizações 1.259
Palavras 2.485
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Crossover, Escolar, Famí­lia, Festa, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Olá, como estão vocês? Gente, desculpa por ter feito aquilo com a Bea, coitada, nem merecia, mas ela não será idiota pra sempre, haha.
Obrigada por todos os comentários e favoritos, são especiais pra mim.
Perdão pelos erros e boa leitura xx

Capítulo 25 - Capítulo 25


Fanfic / Fanfiction Little White Lies - Capítulo 25 - Capítulo 25

Narrado por Beatrice Walker

No outro dia, domingo no caso, acordei com o barulho dos pássaros cantando próximos da janela. Tentei levantar, mas eu estava com uma dor insuportável no corpo. Meus machucados ardiam e meus músculos estavam doloridos por conta de queda. Minha cabeça parecia que ia explodir e as coisas estavam girando ao meu redor. 

- Zayn -Disse o chamando baixinho. Eu estava começando a ficar mole- Zayn -Disse um pouco mais alto e esse murmurou algo incompreensível- Me ajuda -Disse choramingando, até que ele abriu os olhos-

- Bea? O que foi? -Ele disse vindo até a mim. Tentei me segurar nele, mas eu simplesmente não conseguia- 

- Eu não estou bem, chame alguém -Disse quase sem voz. Eu estava completamente fraca-

- GENTEEEE, AJUDEM AQUI. TRAGAM ÁGUA PRA BEA -Ele falou gritando- 

O pessoal entrou correndo e ficaram preocupados ao notar meu estado. Começaram a se desesperar e esqueceram de me ajudar o mais depressa possível. Natasha entrou no quarto e agarrou Zayn, tirando a atenção dele sobre mim. A tontura começou a ficar intensa, e fui tentar chamar o nome de Jullie, mas tudo já estava escuro.

[...]

- Bea, estamos aqui -Alice disse apertando minha mão, assim que abri os olhos novamente- 

- Oi -Disse baixinho e ela sorriu-

- Está melhor? -Charlie disse se sentando ao meu lado-

- Só estou fraca e com dores no corpo, mas a tontura passou, graças a Deus -Disse um pouco mais firme-

- Você precisa tomar um banho, passar algumas pomadas nos machucados, comer um pouco e descansar -Niall falou do mesmo modo que papai dizia quando eu estava doente-

- O.k -Disse me levantando com muita dificuldade- Pelos menos agora eu já consigo ficar em pé -Disse dando um sorrisinho-

- Como ainda são 9:30, vamos preparar o café enquanto você vai se arrumando -Wali disse puxando os meninos- 

- Você me ajuda Char? -Perguntei educada-

- Ajudar no quê? -Ele perguntou de um modo estranho-

- A passar pomada nos machucados -Respondi óbvia- O que você achou que fosse?

- Nem prefiro comentar -Ele disse dando um sorrisinho malicioso e só depois entendi-

- Nossa, que safado -Falei indignada- Eu não iria pedir ajuda no banho -Disse revirando os olhos e ele gargalhou-

- Mas não seria má ideia -Ele falou dando uma piscadela, enquanto eu ria sem graça-

Com muita dificuldade, peguei uma roupa e fui tomar. Sabe quando você se machuca e a água quente do chuveiro entra em contato com sua pele? Então, isso aconteceu e te garanto que não foi nada agradável. Me vesti de maneira confortável, para não piorar os machucados. Sai do banheiro e Charlie estava mexendo no celular, mas parecia frustado.

- Esqueci que aqui não tem sinal -Ele disse fazendo um bico-

- Viciado -Cantarolei e ele mostrou a língua. Pensei em falar aquela linda frase 'quem mostra a língua pede beijo', mas fiquei quieta- 

- Senta aqui, deixa eu pentear seu cabelo e passar sua pomada -Ele falou carinhoso. Garotos assim são difíceis de encontrar-

Me sentei e fiquei em frente a um espelho que tinha ali. Charlie pegou a escova e começou a pentear, confesso que ele não levava jeito pra isso, mas era um gesto carinhoso que ele estava fazendo por mim.  Ele pegou a pomada e passou em meus braços e em algumas partes das pernas. Eu estava com cortes profundos no rosto, então ele ficou a centímetros de mim. O olhei intensamente e percebi o quão bonito aquele garoto era. Ele me olhou nos olhos e soltou um risinho, que chegou a me arrepiar.

- Prontinho senhorita Walker -Ele falou guardando as coisas-

- Obrigada Senhor Thompson -Disse educada e ele sorriu-

Saímos do quarto e nos maravilhamos com o cheiro adorável que estava indo em direção a cozinha. Chegamos lá e os olhares se voltaram pra nós.

- Oi gente -Disse dando um sorriso fraco. Eu não estava totalmente bem-

- BEAAA -Niall disse vindo em minha direção e me sufocando em um abraço- Você está melhor? Fiquei tão preocupado -Ele dizia tudo rápido demais-

- Estou bem Loirinho -Disse rindo com o apelido- 

- O café já está pronto -Harry disse tirando seu avental. Uau, ele cozinha-

- Amém -Niall falou se sentando na mesa e comendo quase tudo que estava ali-

- Vem Charlie, sente-se ao meu lado -Eu disse puxando uma cadeira-

- Com todo prazer -Ele disse dando uma piscadela, me fazendo ficar sem graça-

- Nossa, você está horrível -Natasha disse me olhando com um ar de superioridade-

- Estou assim por causa de você -Eu disse sorrindo falsamente e ela me fuzilou-

- Eu não te fiz nada Bea. Você escolheu ir por aquele caminho porque quis -Ela disse com um tom extremamente cínico-

- Claro Natasha, você não veio em minha direção e me aconselhou ir por lá -Eu falei irônica- 

- Você deve ter batido a cabeça fortemente, porque não está dizendo coisas com coisas -Ela disse tentando disfarçar-

- Minha cabeça está ótima, assim como me lembro perfeitamente de ontem -Falei ficando sem paciência- 

- Você é louca garota -Ela disse revirando os olhos. Ela pode ser falsa com todo mundo, mas comigo não-

- Pare de me xingar e limpe o veneno que está escorrendo -Eu disse passando a mão na boca e dei um sorriso muito debochado. É, estou ficando boa nisso-

- Argh! Como você pode ter ficado com isso Zayn? -Ela perguntou indignada. Foi minha vez de revirar os olhos-

- Espera, vocês ficaram? -Liam perguntou surpreso e eu assenti sem emoção- 

- Nossa Zayn, tem meu respeito. Conseguiu pegar a Bea -Harry disse cheio de graça-

- É sério? -Charlie perguntou meio frustado/surpreso-

- É sim. Por que? Ficou com ciumes? -Zayn disse provocando e Charlie revirou os olhos- Sua querida nerd ficou com o gostosão aqui -Ele falou apontando pra si mesmo-

- Mas agora ela está livre e desimpedida para ficar com quem quiser -Falei sorrindo pra Malik, que fechou a cara- 

- Opaaa -Charlie disse sorrindo safado e as meninas gargalharam-

- E vocês ainda falam que eu e o meu Harry somos os safados -Louis falou indignado-

- Mas vocês são mesmo -Alice falou óbvia-

- Concordo -Wali disse e as duas fizeram um high-five-

- Nossa, obrigado -Harry falou ofendido e Alice deu um selinho nele, que sorriu no mesmo instante-

- O dia está ótimo para ficar na piscina, mas eu não posso -Falei triste-

- Então eu vou não vou entrar e ficarei com você -Charlie falou fofo e eu assenti sorrindo-

Assim que terminamos de tomar café e arrumar as coisas, ficamos sentados na varanda sentindo a brisa maravilhosa que passava por nós. Os casais Wouis (Wali e Louis), Halice (Harry e Alice), Nullie (Niall e Jullie) e Zatasha (Zayn e Natasha) ficaram se beijando, enquanto Liam, Charlie e eu conversávamos sobre tudo.

- E você Liam, não está afim de alguém? -Perguntei rindo e ele sorriu envergonhado-

- Ah, bom...A gente sempre está afim de alguém -Ele dizia com as bochechas vermelhas. Eita-

- E quem é ela? -Charlie perguntou interessado assim como eu-

- Vocês não irão saber pelo nome, ela é meio discreta. -Ele falou sorrindo-

- E como foi que você a notou? -Perguntei curiosa. Eu adorava ouvir sobre isso-

- Ela fica na mesma sala que eu nas segundas, quartas e sextas. Ela senta perto de mim e vive no mundo da Lua escutando música. Aproveitei que ela estava distraída e fiquei a olhando e me impressionei -Ele dizia com um sorriso bobo nos lábios-

- Hmmmmmmm -Charlie falou zueiro-

- Qual o nome dela? -Perguntei. Essa garota deve ser adorável-

- Anne Harris -Ele falou todo apaixonado-

- Amanhã irei me certificar se ela é uma garota legal -Disse ciumenta-

- Olha o ciumes -Ele cantarolou e Charlie gargalhou-

- Lógico. Vocês são todos meus, exceto alguns -Disse me referindo àqueles dois indivíduos e eles entenderam-

- Vamos dar uma volta Bea -Charlie disse pegando na minha mão-

- Claro Char -Disse animada-

Saímos da varanda e começamos a caminhar pelos arredores da casa. Avistamos um morro e decidimos ir até lá. Na hora de subir foi mais difícil, pois meu corpo ainda estava cansado.

- Você está dolorida, não é? -Charlie perguntou e eu assenti sem graça- Então eu vou te ajudar -Ele disse me pegando no colo-

- Você é forte hein -Disse rindo-

- Que nada. Você nem é pesada -Ele disse subindo o morro comigo-

Chegamos no cume do morro e ele me soltou. Charlie se jogou na grama e ficou rolando igual uma criança. 

- Você tem problema, não é possível -Eu falei gargalhando-

- Temos problemas -Ele disse e me puxou pro chão. Ficamos rolando no monte iguais duas pessoas retardadas- 

Charlie foi se levantar para sentar e eu não aguentei.

- O que foi Bea? -Ele perguntou confuso notando minha reação-

- Você está... -Não consegui terminar a frase pois estava rindo muito-

- O que? -Ele perguntou meio impaciente pela demora de falar-

- Completamente verde -Falei apontando para seu cabelo e seu rosto-

- Droga -Ele resmungou tentando se limpar-

- Calma, vem aqui -Disse parando de rir. Ele se sentou ao meu lado e comecei a tirar os matinhos que estavam nele-

Charlie me olhou e eu retribuí o olhar. Ele pousou suas mãos em volta de mim e as minhas foram para seus ombros. Ele encostou nossas testas e sua respiração estava sendo sentida em minha bochecha.

- Bea, eu quero muito fazer uma coisa... -Ele disse sussurrando-

- Vá em frente garotão -Disse o encorajando, mesmo já sabendo do que ele falava-

Ele deu um sorriso lindo e uniu nossos lábios. No início foi somente um selinho, mas sua língua pediu passagem e eu cedi. Charlie realmente sabia como beijar uma garota, porém nada era comparável ao beijo dele.

- Hum -Eu murmurei envergonhada assim que nos separamos-

- Se arrepende? -Ele perguntou receoso-

- Nops -Disse sorrindo. Como se arrepender em beijar um menino daquele, me explica?-

Ficamos em um silêncio confortável, até que Charlie o quebrou, me fazendo uma pergunta constrangedora.

- Você gosta dele, não gosta? -Charlie perguntou me olhando esperando uma resposta sincera-

- Dele quem? -Perguntei desviando o olhar rapidamente. Esse assunto de novo não-

- Zayn -Ele falou um pouco mais baixo, como se esse nome o afetasse-

- Ah... -Fiquei em silêncio pensando bem nas palavras que eu usaria- Bom, eu gosto. Mas ele gosta de outra... -Disse triste. Me lembrei das palavras dele e e instantaneamente meu coração apertou-

- Sinto muito Bea -Ele falou pegando em minha mão- Eu não gosto de te ver assim. Você merece ser feliz também -Ele falou carinhoso-

- Obrigada Char -Disse encostando minha cabeça em seu ombro-

- Sei que irei me arrepender, mas preciso arriscar. Há um bom tempo, eu tenho te visto com outros olhos, entende? Eu só não me aproximei, porque sabia que você estava com o Zayn. Eu gosto de você e não quero te ver pra baixo por causa de um garoto idiota. Eu queria tentar, mas se você não quiser eu... -Ele ia dizendo tudo rápido demais. O interrompi dando um beijo. Ele sorriu ao entender o que queria dizer- Então estamos juntos? -Ele perguntou feliz-

- Sim, estamos juntos Char -Disse o abraçando-

Ficamos ali por quase 1 hora, até que resolvemos voltar pois eu iria ajudar as meninas no almoço. Charlie desceu de mãos dadas comigo e o pessoal olhou com malícia no olhar. Eu e ele não falamos nada. Não era o momento certo.

- E você o Charlie? -Wali disse safada-

- O que tem? -Disse me fazendo de idiota-

- Estão juntos? -Alice perguntou curiosa enquanto fazia o arroz-

- Sim. Não somos namorados e nem ficantes, não sei explicar. Ele disse que só queria me fazer feliz, porque me odeia ver triste por causa de 'garotos idiotas' -Disse suspirando. É, Zayn não sairá tão facilmente da minha mente-

- Charlie está certo. Eu sei que ele é irmão da Wali e nosso amigo, mas ele tem sido um grande idiota contigo. Você não merece ser tratada desse jeito amiga -Jullie disse com um sorriso amigo-

- Obrigada gente, de verdade -Falei muito agradecida. Elas eram realmente verdadeiras comigo-

[...]

- Obrigada -Disse assim que Zayn tirou minha mala do carro dele. Ele havia vindo me trazer de volta, pois os meninos estavam ocupados-

- Sem problemas -Ele falou sorrindo sem mostrar os dentes- 

- Tchau -Disse caminhando em direção a minha casa, até que ele me chamou- Fala -Falei sem emoção-

- Você está com Charlie? -Ele perguntou e eu não consegui identificar o sentimento que ele demonstrou ao dizer aquelas palavras-

- Sim, por quê? -Perguntei meio cínica-

- Você não disse que estava apaixonada por mim? Eu realmente não te entendo -Ele parecia irritado com algo-

- E você queria que eu fizesse o quê? Que ficasse esperando por um sentimento que não pode ser correspondido? -Elevei o tom de voz sentindo meus olhos lacrimejarem. Ele ficou em silêncio-

- Desculpe, eu não deveria me meter nisso. Somente Natasha me deve explicações. Até mais -Ele disse baixo e saindo com o carro-

Fechei os olhos e respirei fundo, prendendo as lágrimas que tanto queria deixar cair. Abri a porta e mamãe estava na sala assistindo televisão.

- Bea? O que aconteceu contigo? -Ela perguntou preocupada ao notar meus machucados-

- Alguns problemas técnicos. Nada de mais -Disse encerrando o assunto-

- Está tudo bem? -Ela perguntou me analisando-

- Não mãe, mas amanhã falamos sobre isso. Quero descansar, boa noite -Disse a deixando sozinha na sala-

Entrei no quarto, tirei as roupas da mala, as arrumei, tomei um banho e fui dormir. No outro dia, acordei com Dona Elizabeth me chamando para ir a escola. 

- Bom dia -Disse bocejando-

- Bom dia filha. Tem certeza que está bem para ir a aula hoje? -A preocupação dela era tão grande e eu adorava isso. Me sentia amada verdadeiramente-

- Claro mãe, estou bem. Agora preciso me arrumar, porque não quero me atrasar. Tenho aula de música, é dia de ensaiar para a apresentação da sala -Disse me levantando da cama. Fui ao banheiro, tomei um banho e me vesti (2)-

Cheguei na escola e Charlie me esperava na entrada. Demos um selinho e fomos para as nossas salas, já que ele ficaria em horários diferentes do meu.

- Bea -Zayn disse se sentando ao meu lado-

- Oi -Disse seca-

- Eu queria te pedir desculpas pela aquela discussão, eu estava... -Zayn começou a dizer, mas eu o interrompi-

- Tá, tá -Falei e prestei atenção na professora-

Sabe aquela frase "Pessoas frias já foram muito doces"? Então, ela é minha. Eu cansei de ser idiota.

 

 

 

 

 


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...