História Little White Lies - Capítulo 29


Escrita por: ~

Postado
Categorias Lucy Hale, One Direction
Personagens Harry Styles, Liam Payne, Louis Tomlinson, Niall Horan, Zayn Malik
Visualizações 1.408
Palavras 2.958
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Crossover, Escolar, Famí­lia, Festa, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oláaa, antes de tudo eu queria pedir perdão pela demora. Só estive um pouco ocupada.
Obrigada por mais de 30 comentários no último capítulo. Vocês são incríveis!!!
Perdão pelos erros e boa leitura xx

Capítulo 29 - Capítulo 29


Fanfic / Fanfiction Little White Lies - Capítulo 29 - Capítulo 29

Eu já gostaria de pedir perdão à todas as Cheas . Não foi dessa vez, sorry! Mas quem sabe numa próxima...

Narrado por Beatrice Walker 

- Eu não posso e nem consigo escolher um de vocês assim, do nada -Respondi fechando a cara-

- Pode e consegue. Não tenho dia inteiro Beatrice -Charlie falou irritado e eu o encarei surpresa com sua reação-

- Controla o seu tom antes de falar com ela nerdzinho -Zayn falou totalmente sério-

- Cala a boca porque a conversa não chegou em você -Charlie falou replicando e eu revirei os olhos. dois não param nunca-

- Dá pra vocês dois pararem? Preciso pensar -Falei estressada e eles ficaram quietos- O.k, isso é realmente desnecessário. Como é que eu vou escolher só 1, sendo que os 2 são importantes pra mim? 

- Escolhendo, simples e prático -Charlie falou com um sorriso falso- 

- Siga seu coração Bea -Louis falou calmo-

- É, o siga -Charlie falou receoso-

- Você sabe o que diz meu coração. Não preciso falar -Falei olhando para o chão-

- Certo -Charlie respirou fundo antes de continuar a frase- Entendo. Mas quando ele te magoar, não diga que eu não avisei -Ele falou olhando com um olhar triste em minha direção-

- Mas isso não quer dizer que não podemos ser amigos Charlie -Falei olhando profundamente em seus olhos- 

- Não quero ser somente um amigo Bea -Ele falou com os olhos marejados e meu coração apertou- Agora eu tenho que ir, até mais -Ele falou se retirando e eu fiquei quieta- 

- Escolheu o Malikinho né, eu já sabia -Zayn falou rindo, me abraçando de lado. Olhei pra ele e não falei nada- O que foi?

- Perdi um amigo. Cê tem noção de como isso é terrível? -Perguntei retoricamente-

- Mas você tem a nós -Louis falou se metendo. Esse garoto está atacado hoje-

- Mas Charlie também era especial pra mim -Falei triste-

- Olha Bea, sei que é difícil, mas não quero ver ninguém chorando. Olhe pelo lado bom, agora você tem o Malik só pra você -Jullie falou com um risinho irritante-

- Exatamente. Essa loirinha é demais -Zayn falou a abraçando-

- Opa opa, é demais, mas tem dono -Niall falou afastando os dois e todos riram-

- Relaxa Niall, se ela ficar com o Malik, você fica comigo -Falei entrando na brincadeira-

- Aí sim Bea -Ele se afastou dos dois e me abraçou-

- Aí sim Bea coisa nenhuma. Toma aqui sua garota Horan -Zayn falou fechando a cara e eu achei aquilo extremamente fofo-

- Depois que eu falo que você é ciumento, você acha ruim e diz que estou mentindo -Falei o irritando e ele revirou os olhos-

- Mas é claro que você está mentindo, eu não tenho ciumes -Ele falou como se fosse a coisa mais óbvia do mundo-

- Certo. Então eu vou fazer uma visitinha no vestiário masculino e já volto -Falei me caminhando para atravessar a rua. Zayn puxou meu braço e me prendeu-

- Você não sai daqui Beatrice -Ele falou sério e eu gargalhei-

- Eu não sabia que tinha um irmão tão ciumento assim -Wali falou zombando e Malik mostrou o dedo-

- É porque ele me ama -Falei jogando o cabelo pro lado e todos riram-

- Ilusão faz mal pro coração Walker -Ele falou com um sorrisinho sarcástico-

[...]

- ESPERA AÍ, JÁ VOU -Berrei da escada. A campainha toucava loucamente. Desci correndo, quase tropecei, mas finalmente cheguei na porta- Oi... -Falei sem nem ver quem estava ali-

- Você abre a porta normalmente? E se fosse um ladrão? -Zayn falou sorrindo, enquanto me media-

- Não estamos no Brasil. E que tipo de ladrão toca a campainha? -Fiz uma cara engraçada e ele riu me abraçando- Precisa de algo?

- Não. Na verdade eu vim te fazer um convite, em que você NECESSITA aceitar -Ele falou entrando na sala e eu fechei a porta-

- Então não é mais um convite, é uma ordem -Arqueei a sobrancelha e ele revirou os olhos-

- Entenda como quiser, é questão de vida ou morte -Ele falou meio dramático- Meus avós do Paquistão estão vindo para cá e isso é algo extremamente raro. Eles ficarão no interior, na minha cidade natal, e não aceitarão o fato de eu estar solteiro, porque segundo eles eu tenho a obrigação de encontrar uma garota e dar continuação à nossa linhagem e blá blá blá... -Zayn falou rápido demais-

- E onde eu entro na história? -Perguntei franzindo o cenho-

- Você será minha namorada por 2 dias -Ele falou óbvio e eu o encarei como se ele fosse doente mental-

- Ah claro, super normal você fingir que namora uma pessoa -Falei irônica e ele revirou os olhos-

- Se eu não chegar lá com uma garota, ouvirei um monte da minha família e eles arrumarão uma muçulmana pra eu casar. Cê tem noção de como eu não quero isso? -Ele falou desesperado e eu respirei fundo-

- Certo. O que eu ganho com isso? -Perguntei séria-

- Minha companhia por 2 dias seguidos, olha que demais -Ele falou animado e eu ri-

- E vamos quando?

- Hoje mesmo e voltaremos na quinta de manhã -Falou simples-

- Vamos faltar na escola? -Perguntei chocada e ele riu-

- Esqueci que você é nerd, desculpa. Mas os professores já acabaram a matéria desse bimestre, quase que não fazemos nada -Ele falou calmo-

- Certo, me convenceu. Só preciso avisar minha mãe -Falei pegando o celular-

- Já fiz isso... Imaginamos que você aceitaria e ela concordou, mas deixou bem claro que se você voltasse com algum arranhão, iria me castrar -Ele falou preocupado e eu gargalhei-

- Dona Elizabeth sempre carinhosa e delicada -Falei balançando a cabeça em negação-

- Igual a você -Cantarolou-

- Sempre -Falei fazendo uma cara de maníaca-

- Adoro garotas violentas, sabia? -Fez uma cara safada e se aproximou de mim- São boas no que fazem -Falou no pé do meu ouvido e eu arrepiei-

- Sem assédio Malik, senão eu faço você ir sozinho -Falei 'brava'-

- Eu posso arrumar qualquer outra garota -Ele falou entrando na brincadeira-

- Então vá com outra -Falei tentando me desgrudar, mas ele me prensou mais contra si mesmo-

- Não. Elas não são lindas como você -Ele falou com um sorriso lindo-

- Então você só vai me levar porque sou linda? -Perguntei fechando a cara. Mas eu estava brincando, lógico-

- Porra Beatrice, como você é chata -Ele falou se afastando de mim-

- Eu estava brincando estressadinho -Falei o abraçando por trás-

- Mas você é irritante -Ele falou se virando-

- Mas você me ama mesmo assim -Fiz um sorriso cínico e ele revirou os olhos-

- Nossa, tchau, vai dormir Beatrice -Ele falou rindo e eu o acompanhei-

- Só se você for comigo -Falei brincando e ele sorriu malicioso-

- Opa, claro, vamos -Falou puxando minha mão e subindo as escadas. Abriu a porta do quarto e me jogou na cama-

- Ei, era brincadeira trouxa! Eu vou arrumar minhas coisas -Falei me levantando, mas ele me puxou de volta-

- Só sai daqui se me der um beijo -Falou calmo. Beijei sua bochecha- Um beijo na minha boca -Falou rindo-

- Não vou te beijar -Fiz um bico marrento-

- Então eu faço isso -Falou e me agarrou. Nos separamos pela falta de ar e ele sorriu- Gosto de você -Falou me olhando nos olhos-

- Eu também -Sorri meiga-

- Não, eu GOSTO de você -Deu ênfase no gostar. Sorri pra ele e o beijei- 

- Agora chega de mimimi, tenho que arrumar minhas coisas e você vai me ajudar -Falei o puxando-

- Não sou teus negos -Falou indignado e eu gargalhei-

[...]

- Falta quanto tempo pra chegar? -Perguntei enquanto mudava a estação de rádio. Zayn e eu já estávamos na estrada há mais de 3 horas-

- Umas 4 horas e meia -Ele falou cansado-

- Tudo isso? -Perguntei chocada e ele assentiu- Vamos parar em algum lugar para descansar Zayn. Você não pode dirigir a noite toda. Já são 10 horas da noite -Falei preocupada-

- Não Bea, eu aguento -Ele falou teimoso-

- Pode ser que você aguente, mas eu não quero correr riscos. Não é aconselhável você perder sua noite toda dirigindo. Logo ali na frente tem um hotel -Falei fechando um pouco os olhos para enxergar melhor-

- É um motel na verdade, mas tudo bem -Ele falou rindo e eu revirei os olhos-

- No caso não terá diferença nenhuma, só vamos dormir -Falei óbvia e ele me olhou estranho-

- Ou não -Falou safado e eu arregalei os olhos- Calma lindona, não farei nada que você não queira 

- Ah, que ótimo -Suspirei aliviada e ele riu- E quem disse que eu quero alguma coisa? 

- Seus olhos, seu corpo...tudo em você diz que me quer -Ele falou de um modo sensual e eu senti uma coisa estranha se formar dentro de mim-

- Tá... -Falei sem graça, dando um fim no assunto- Agora vou poder dormir sem que minha bunda fique quadrada -Falei animada e ele riu. Zayn parou na recepção-

- Boa noite Senhor -Uma garota loira falou medindo Malik-

- Boa noite meu anjo. Um quarto por favor -Ele falou flertando com ela e eu senti vontade de socar aquela carinha árabe-

- Com duas camas por favor -Falei sorrindo falsamente-

- Com duas camas nós não teremos -Ela falou me olhando meio enojada-

- Então coloca um segurança na porta, vai que ele me ataca de noite -Falei com gracinha e a garota riu. O.k-

- Mas esse não é o motivo de estarem aqui? -Ela perguntou confusa-

- Não. Esse foi o lugar mais perto que achamos para DORMIR -Falei destacando a parte do dormir-

- Enfim -Zayn disse me interrompendo e eu revirei os olhos- Um quarto 

- Temos o 202 disponível -Ela entregou a chave e Malik sorriu dando uma piscadinha-

- Mas como você é atirado Malik -Falei indignada- 

- Mas como você é atirado Malik -Falou imitando minha voz e eu bufei irritada- Controla o ciumes meu amor -Sorriu cínico-

- Só se for da garota né, porque ter ciumes de você está fora de cogitação -Falei debochada e ele gargalhou-

Ele estacionou o carro em uma vaga qualquer. Saímos do carro, entramos no corredor e ficamos esperando o elevador. Quando ele chegou, entramos e apertamos o 2° andar. 

- Você sabe que teremos que dormir juntos né? -Ele perguntou se olhando no espelho-

- Teremos que dividir a cama e não dormir juntos -Retruquei-

- Mas como você é difícil hein -Ele murmurou e eu sorri-

- Sempre babe. Ou você acha que sou qualquer uma? -Arqueei a sobrancelha em questionamento-

- Mas é claro que não. Você é uma garota que se valoriza Bê -Ele me abraçou e eu coloquei meu rosto em seu pescoço. As portas do elevador se abriram, mas eu permaneci parada- Esse é o momento em que você me larga -Brincou-

- Estou cansada. Você terá que me levar no colo -Falei mimada-

- Vish, acho que não aguento -Ele suspirou triste-

- Nossa idiota. Depois dessa não fala mais comigo -Me soltei dele e sai caminhando em sua frente-

- É brincadeira Bê, você não é gorda -Ele falava atrás de mim, mas eu nem dava atenção- Será que tem como parar de rebolar e prestar atenção em mim? -Indagou-

- Nops -Sai rebolando ainda mais e sentia seu olhar sobre mim. Eu nem gosto de provocar. Imagina- 

- Caralho, eu vou ficar louco desse jeito. Dá pra parar? -Ele falou surgindo do meu lado, me prensando entre a porta do quarto e seu corpo- 

- Não tenho culpa se consigo te tirar do sério babe -Dei uma piscadinha e ele mordeu os lábios. Ai Senhor-

- Então você quer jogar Beatrice? -Ele arqueou a sobrancelha, dando um sorrisinho maldoso-

- Não, eu quero dormir. -Falei abrindo a porta do quarto e fugindo dele-

- Por que está fugindo? -Indagou tirando o tênis, a camisa e a calça-

- Ei, estou aqui -Reclamei e ele me ignorou- E não estou fugindo, só não quero fazer algo que me arrependa depois -Me joguei na cama assim que tirei a sapatilha-

- Você vai dormir com essa roupa, sério? -Perguntou me encarando como se eu fosse doente-

- Não vou dormir, já estou dormindo... -Falei fechando os olhos e apagando logo em seguida- 

[...]

Acordei com Malik se remexendo em baixo de mim, o que eu achei bem estranho, porque até onde eu lembro, eu estava deitada no quanto da cama. Abri os olhos e dei de cara com ele, que me olhava sorrindo. Seus braços estavam envolta de mim e eu estava com quase todo o corpo em cima dele. 

- É...bom dia -Sorri sem graça e saí de cima dele- 

- Bom dia Bê -Ele falou juntando nossos lábios. Nos separamos e ele ficou me olhando- 

- O que foi? -Perguntei olhando seu sorriso, que era perfeito-

- Você ficou muito bem com minha blusa -Elogiou e eu olhei para o meu corpo. O encarei seriamente- Antes que você venha me encher o saco nessa linda manhã, eu já quero adiantar que tirei sua roupa e coloquei minha blusa, porque você parecia desconfortável 

- Eu não vou encher o saco, porque precisamos estar de bem, namorado. E obrigada -Agradeci e me levantei-

Fui no banheiro, aproveitei que ali havia escovas de dentes limpas e novas, escovei os dentes, arrumei meu cabelo e vesti minha roupa. Saí do banheiro e Malik entrou logo em seguida, fazendo as mesmas coisas que eu. Deixamos o quarto, ele pagou a hospedagem e seguimos viagem. 

Passamos num restaurante qualquer, comemos um café da manhã reforçado e continuamos nossa linda e incrível aventura. Depois de algumas horas, chegamos em Bradford e eu fiquei maravilhada olhando tudo aquilo. A cidade era realmente linda.
Andamos alguns quarteirões, até que Zayn estacionou em frente à uma casa que era extremamente grande e bonita. Ele me ajudou a tirar as coisas do carro e paramos em frente à porta.

- Já sabe né? Somos namorados. Caso eles perguntem algumas coisas sobre nosso namoro, invente na hora -Ele falou pegando em minha mão, que estava gelada- E não fique nervosa, todos são adoráveis. Mamãe e papai sabem sobre nossa 'farsa' e Louis e Wali também -Ele falou calmo-

- Louis veio? -Perguntei animada e ele assentiu sorrindo-

Ele abriu a porta revelando toda a família reunida. Minhas bochechas esquentaram no mesmo momento e eu senti uma vontade enorme de sair correndo.

- Zayn, meu menininho -A avó dele veio correndo em sua direção. Seu sotaque era forte-

- Vovó -Ele falou emocionado- Que saudades da senhora

- Nem me fale. Seu avô e eu estávamos louco para rever você e suas irmãs, que estão lindas por sinal -A avó falou doce. Ela era linda-

- Puxaram a mim claro -Malik falou conhecido e eu soltei um riso- Essa daqui é a Bea, minha namorada -Ele falou 'apaixonado'-

- Nossa, quando me falaram que você era linda, não imaginei que fosse tanto. Meu netinho realmente tem bom gosto -Ela falou me abraçando- Prazer querida, sou Kalila Malik (n/a: inventei esse nome gente, sem essa de chamar de poser, obrigada), me chame de Lila ou de vó -Ela falou engraçada e eu sorri- 

- Claro Lila. Sou Beatrice, chame de Bea ou de neta -Dei uma piscadinha e ela gargalhou-

- É britânica? -Perguntou me puxando para o centro da sala- 

- Não, sou brasileira. Minha mãe é britânica e meu pai era brasileiro -Falei um pouco ressentida e ela pareceu entender-

- Atenção crianças, essa é a Beatrice, namorada do meu netinho querido -Falou orgulhosa e eu me senti mal por estar mentindo- Seja bem vinda na família querida

- Obrigada Dona Lila -Falei simpática- 

[...]

O jantar havia terminado e todos estavam sentados na varanda conversando. A família do Zayn era adorável e um tanto grande. 

- E então, vocês já consumaram o amor de vocês? -Uma tia de Wali perguntou e eu engasguei sem graça-

- Hã... -Eu não sabia o que falar e elas riram da minha reação-

- Vocês precisam consumar o amor. É uma das maiores provas que existe -A tia continuou e eu estava extremamente sem graça-

- Claro tia, faremos isso, com toda certeza -Malik falou safado e me abraçou de lado- 

- Toma jeito garoto -Resmunguei e todos riram- 

- Mas é claro que farão isso quando ambos estiverem seguros -Trisha falou e eu concordei sorrindo. Alguém me entendia, amém-

- Deixa eu tirar uma foto do casal, ela entrará para o álbum da família Malik -O avô do Zayn falou todo animado. Nos posicionamos e ele tirou a foto- Ficou ótima. Consigo ver o amor de vocês em cada olhar... 

- Sim vovô, ela é muito especial pra mim -Zayn falou me olhando nos olhos e eu sabia que ele estava sendo sincero- 

Ficamos mais um tempo conversando e nos conhecendo. Já se passava das 0:00 e todos os adultos foram dormir e levaram seus filhos juntos. Malik e eu subimos para o nosso quarto, já que fizeram o favor de nos deixar juntos, e fechamos a porta. Coloquei um pijama um pouco mais curto e deitei na cama. 

Malik subiu em cima de mim, tirou minha coberta e atacou meus lábios ferozmente.

- O que você está fazendo Zayn? -Indaguei com os lábios grudados nos dele-

- Consumando nosso amor -Me respondeu e inverteu nossas posições, me agarrando ainda mais-

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


Notas Finais


A fic está acabando praticamente, MAS tem a Segunda Temporada, que por acaso, a capa da fic já está pronta. Então se preparem!!!
Até mais xx


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...