História Little White Lies - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Lucy Hale, One Direction
Personagens Harry Styles, Liam Payne, Louis Tomlinson, Niall Horan, Zayn Malik
Visualizações 1.556
Palavras 2.672
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Crossover, Escolar, Famí­lia, Festa, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oie, como vão?
Gente, eu quero muito, muito mesmo, agradecer a vocês que estão favoritando e comentando a história. Isso é muito gratificante pra mim. Vocês são as melhores leitoras do mundo <3
Me desculpem pelos erros e boa leitura xx

Capítulo 7 - Capítulo 7


Fanfic / Fanfiction Little White Lies - Capítulo 7 - Capítulo 7

Narrado por Beatrice Walker

Entrei em casa e subi correndo pro quarto, não estava mais afim de ficar no mesmo ambiente que Zayn. Joguei minhas coisas na poltrona que havia ali e fui tomar um banho.
Saí do banheiro parecendo outra pessoa. Vesti um pijama qualquer e desci para jantar, pois ainda era 8:00 pm. Comi a lasanha maravilhosa de minha mãe e depois fui pra sala assistir televisão. Minha mãe entrou com Zayn e eu passei a ignorar os dois. 

- Zayn é um garoto incrível -Minha mãe disse vindo da cozinha-

- Não acho -Falei não dando a mínima atenção pra ela-

- Por que não? -Ela perguntou curiosa-

- Porque digamos que ele me odeia, somente pelo fato de eu ser nerd -Falei revirando os olhos-

- Ah querida, talvez não seja por isso -Dona Elizabeth disse tentando defendê-lo-

- É por isso sim mãe -Eu disse encerrando o assunto-

Ela percebeu que eu não queria falar disso, então voltou pra cozinha, onde começou a conversar com Zayn animadamente.
O filme tinha acabado, então fui falar com Niall pelo whatsapp, mas ele não me respondeu. Me deitei de barriga pra cima, pois estava no tédio. Resolvi fazer algo de útil, que no caso era tocar meu violão.

Me levantei do sofá com uma preguiça horrorosa e subi pro quarto. Peguei meu violão e desci novamente. Esse lance de descer e subir vai me matar ainda, anota aí. Me sentei novamente e comecei a tocar alguns acordes. Senti vontade de tocar Hero (Mariah Carey), então assim fiz.

- There's a hero, if you look inside your heart, You don't have to be afraid of what you are, There's an answer, if you reach into your soul, And the sorrow that you know will melt away -Comecei a cantar. Minha mãe e Zayn apareceram na sala. Fiquei envergonhada e parei-

- Continue querida, eu gosto dessa música -Minha mãe disse fechando os olhos-

- And then a hero comes along, with the strength to carry on, And you cast your fears aside, and you know you can survive -Cantarolei sentindo meus olhos marejarem. Essa música mexe tanto comigo- So when you feel like hope is gone, Look inside you and be strong, And you'll finally see the truth, that a hero lies in you -Minha mãe e eu cantamos juntas. Essa música tem um grande significado pra nós. Quando meu pai morreu, nós prometemos a nós mesmas que seríamos heroínas e que iríamos superar-

Terminamos de cantar a música e minha mãe me abraçou. Dona Elizabeth partiu meu abraço e ficou abraçada com Zayn. Entre todos os garotos, ela tinha que gostar logo dele? Não que eu esteja com ciúmes, até porque eu nem sinto isso. Só que Não.

- Mãe, será que você pode soltá-lo? -Falei sorrindo falsamente-

- Não sabia que você estava com ciúmes dele -Ela disse risonha. Gargalhei e eles me encararam-

- Eu com ciúmes dele? Faça-me rir! -Falei irônica- Eu to com ciúmes de você. A senhora é MINHA mãe e não dele -Eu disse emburrada-

- Awn, ela ta com ciumes -Minha mãe disse vindo me abraçar-

- Mas é claro, eu só tenho você -Eu falei manhosa. Pude observar Zayn revirando os olhos-

[...]

No outro dia, acordei com minha mãe me chamando pra ir pra escola. Suspirei pesadamente, pois não estava com muita vontade. Eu gosto de ir à escola e estudar, o problema são as pessoas com suas ofensas em relação a mim. A única pessoa com quem já conversei sobre isso, foi Niall e o mesmo me disse que deveria procurar a diretora, pois estou sendo vítima de bullying. Mas até hoje não fiz isso e não pretendo fazer. Agora que eu decidi "mudar", acho que as pessoas começarão a me aceitar. 

Me levantei da cama, fui ao banheiro, tomei um banho e fiz minha higiene matinal. Vesti uma roupa (1) um pouco mais quentinha, pois Londres amanheceu fria. Não coloquei meus óculos e soltei o cabelo. Passei um rímel e um gloss. Você pode estar achando exagerada e repentina essa minha mudança, mas você não sabe como é difícil ser rejeitada e ignorada por todos. 

Peguei minha mochila e desci para cozinha, onde encontrei minha mãe sentada na mesma tomando café.

- Bom dia mãe -Eu falei dando um beijo em sua bochecha-

- Bom dia querida. Nossa, você está diferente -Ela disse me analisando, sorrindo imensamente depois. Desde a morte de meu pai, ela tem se preocupado comigo por conta de todas aquelas exclusões. Uma dos motivos principais da minha mudança foi ela. Me doía tanto vê-la triste por causa de mim-

- Sim. Decidi mudar -Falei sorrindo- Papai não gostaria de me ver daquela forma, ele ficaria bem chateado -Eu disse e ela concordou-

- Verdade. Seu pai sempre quis te ver feliz, apesar de tudo -Ela disse me consolando, pois sabia como era difícil falar sobre ele-

Comemos o café da manhã conversando sobre tudo. Minha mãe e eu sempre tivemos um ótimo relacionamento, mas eu não contava tudo que acontecia comigo, principalmente na escola. Com certeza ela me acharia uma fraca.

- E como vai as pesquisas pro telescópio? -Ela disse se levantando pra arrumar a mesma-

- Elas ficarão paradas por um tempo. Preciso me dedicar muito á apresentação da escola, então não ficarei tão disponível para fazer novas pesquisas -Eu disse terminando de beber meu leite-

- Entendo. Estou tão orgulhosa de você filha, por ter sido escolhida como voz principal -Ela disse me abraçando-

- Ah mãe, que isso! -Falei sorrindo fraco- Eu nem queria ser a voz principal, não ligo para essas coisas. Mas já que a professora escolheu, não posso recusar, ainda mais que vale a metade da nota -Eu falei e ela assentiu- Não precisa me levar hoje, vou andando, preciso caminhar um pouco -Falei me despedindo dela e sai-

Como eram apenas 6:45 a.m, as ruas de Londres estavam vazias. Minha casa ficava meio longe da escola, então eu precisava sair um pouco mais cedo. 
O vento soprava violentamente, bagunçando meus cabelos, ainda bem que não havia ninguém na rua, porque eu parecia uma louca descabelada. Peguei meu celular e coloquei pra tocar algumas músicas. Fui caminhando e cantando alegremente.

15 minutos depois, avistei a escola e suspirei aliviada. Não aguentava mais caminhar. Entrei no campus e as pessoas me olhavam curiosas, como se não estivessem me reconhecendo. Niall se aproximou de mim e os olhares cessaram.

- Oi Bea -Ele disse me abraçando-

- Oi Loiro -Falei rindo-

- Desculpa por não ter respondido ontem suas mensagens no whatsapp, eu tinha saído com uma garota -Ele disse malicioso. Revirei os olhos-

- Que garota? -Perguntei ciumenta. Ele é MEU loiro-

- A Brenda, amiga da Yasmin -Ele disse e eu bufei-

- Não tinha uma menos vadia? -Falei brava e ele riu me abraçando-

- Relaxa, eu sou só seu -Ele disse dando um beijo na minha testa-

- Awn, que gay -Zayn disse debochado. Me virei e ele estava sorrindo falsamente-

- Oi Zayn -Niall disse revirando os olhos. Acho que nem ele, que é amigo do Zayn, entende suas idiotices-

- O que você quer? -Eu perguntei sem paciência. Hoje ninguém iria estragar meu dia-

- Ver você, não posso? -Ele disse me abraçando de lado. Me soltei rapidamente- 

- Não chega perto de mim -Falei cruzando os braços-

- Por quê? -Ele disse fazendo um bico, como se estivesse magoado- Agora que está mudada, acha que pode quebrar o coração de um rapaz indefeso? -Ele disse irônico. Não aguentei e comecei a rir-

- Eu devo ter colado chiclete na cruz -Falei revirando os olhos. Niall deu uma gargalhada gostosa- Cadê sua irmã? -Eu disse perguntando pro topetudo metido-

- Serve essa? -Ele disse assim que Waliyha parou ao meu lado-

- Oi amiga! -Ela disse animada me abraçando-

- Oi Wali -Eu disse dando um apelido, já que seu nome é difícil- Como vai?

- Ótima e você? -Ela respondeu sorrindo. Somente assenti- Você conhece alguma garota legal do 1° médio? -Wali perguntou olhando o pessoal-

- A nerd conhecer alguém? Por favor Wali, ela não tem amigos -Zayn falou idiota como sempre. Respirei fundo-

- Vai se fuder Zayn! Ela tem a mim e a Wali agora -Niall disse piscando pra mim-

- Tanto Faz. Não sei nem o que estou fazendo aqui com vocês, até mais -Ele disse saindo sem nem esperar Wali dar tchau, simplesmente a deixou conosco e foi com um povinho da pesada-

- Eles não são boas companhias -Niall falou-

- Percebi. Mas Zayn não deixará de andar com eles, ele não liga pra opinião de ninguém -Wali disse dando de ombros. Pude perceber, que ela estava bastante preocupada com isso, mas não podia fazer nada, já que seu irmão era um grosso. O sinal tocou-

- Wali, teremos que nos afastar agora. Acho que você encontrará alguma garota legal. Boa sorte no seu primeiro dia -Eu disse a abraçando e indo em direção a minha sala- Sua aula é junto da minha? -Perguntei pra Niall e ele assentiu. Sorri-

Entramos na sala e nos sentamos. Niall sentava atrás de mim, então eu havia uma companhia. A primeira aula era de filosofia, então sorri animada. A professora entrou na sala, esperou o resto da turma entrar, então iniciou sua aula.

- Bom dia gente -Ela disse sorrindo-

- Bom dia -Todos disseram em coro-

- Hoje nós faremos uma atividade bastante diferente. Todos nós temos pré-conceitos de algo ou alguém, então hoje é o dia ideal para perder isso. Eu venho observado a sala e sei quem são os opostos de cada um, então formarei as duplas e explicarei a atividade, tudo bem? -Ela disse e todos assentiram. A professora começou a formar as duplas. Niall foi com a garota que ele estava encarando aquele dia e eu fui com Zayn. Obviamente isso iria acontecer- Bom, peguem o caderno de vocês e anotem as perguntas que eu passarei na lousa. Ela disse e começou a escrever. Zayn e eu anotamos as perguntas- Agora, vocês irão perguntar aos seus parceiros, eles responderão e vocês anotarão. Não percam essa folha, pois no final do bimestre, ela terá uma grande participação. Podem começar -Ela disse se sentando-

- Quem começa? -Perguntei encarando Zayn-

- Eu -Ele disse sorrindo pra mim. ESPERA, PRA MIM?-  Qual sua cor, país e animal favorito? -Ele disse-

- Roxo. Brasil. Panda -Falei rindo fraco-

- O que mais você gosta de fazer quando está em casa? -Ele perguntou-

- Hum, acho que tocar meu violão -Eu respondi-

- Quando foi a última vez que viajou, e pra onde? -Ele disse lendo a próxima-

- Há 4 anos, pro Brasil -Eu disse abaixando a cabeça. Zayn percebeu que se tratava da morte de meu pai, então logo foi pra próxima-

- Qual o seu prato predileto? -Ele perguntou. A tensão entre nós já havia passado-

- O mais fundo, porque cabe mais comida -Eu e nós começamos a rir. O pessoal em volta olhou estranhando tudo aquilo-

- Essa foi boa. Não nega que é amiga do Niall -Ele disse gargalhando- O que mais você odeia que façam com você? -Ele perguntou ficando sério novamente-

- Me julguem antes de conhecer -Falei. Não sei se ele percebeu, mas isso foi uma indireta muito direta-

- Se pudesse mudar algo em seu corpo, o que mudaria? -Ele perguntou me olhando profundamente-

- Acho que minhas pernas. Elas são feias e estranhas -Eu disse rindo fraco-

- Acho que os meninos não pensam assim. Ontem elas fizeram sucesso no parque aquático. Chamou atenção da população masculina -Ele disse me fazendo corar- Até mesmo a minha -Ele disse baixinho, esperando que eu não ouvisse, mas eu ouvi- Qual é o seu maior sonho e o seu maior medo? -Ele disse voltando a realidade-

- Formar uma família e ser feliz. Meu maior medo é perder minha mãe. Eu sei que isso um dia acontecerá, mas eu espero que demore muito -Falei simples-

- Com quantos anos você deu o seu primeiro beijo? -Ele perguntou e eu dei risada, me lembrando de como foi-

- 12 anos -Falei sorrindo. Eu tinha beijado Peter, meu primeiro "namorado"-

- Está apaixonada por alguém? -Ele perguntou. Zayn está fazendo umas perguntas estranhas, eu hein-

- Não -Eu falei desenhando em meu braço-

- Santa ou piriguete? -Ele disse e eu revirei os olhos. Ele estava inventando algumas perguntas, porque a professora não tinha colocado muitas-

- Nerd -Falei e ele riu-

- Concordo! -Ele disse rindo. Eu não estou entendo o porque de tantos sorrisos-

- Qual foi a fase mais difícil da sua vida, e como você reagiu? -Ele perguntou, mas já deveria imaginar a resposta-

- Quando eu pai morreu. Eu fiquei um tanto abalada, que me isolei de tudo e de todos -Falei querendo sair daquele assunto-

- Minhas perguntas acabaram. Agora é você -Ele disse fechando o caderno-

- Qual lugar você gostaria de conhecer? -Eu perguntei-

- Brasil -Ele disse sorrindo-

- Lá é ótimo, garanto! -Eu disse e ele riu- Qual é o seu sonho de consumo? 

- Megan Fox -Ele disse malicioso. Comecei a rir-

- Se você pudesse escolher a vista de sua casa, como seria? -Eu disse-

- Seria de frente pro mar. A praia seria de nudismo e apenas mulheres gostosas poderiam entrar -Ele disse piscando-

- Ta né -Eu disse meio chocada- Responda: tenho cara de ser ____________ mas sou _______________ -Eu perguntei-

- Tenho cara de ser lindo, mas sou lindo mesmo-Ele disse convencido. Não sei o que é maior, seu ego ou seu topete-

- Já amou alguém? -Eu perguntei. De uma certa forma, eu estava curiosa em sua resposta-

- Não, amar não. Eu achei que amava, mas não amava. Já tive uma paixão muito forte por uma garota no 1° médio, mas ela me trocou por um qualquer -Ele disse meio bravo, meio triste, não sei explicar, mas eu sei que aquele assunto mexia com Zayn-

- Você acredita em amor à primeira vista? -Perguntei-

- Não. Acho tudo isso uma idiotice. Pra que amar alguém? Pra sofrer? -Ele perguntou indignado-

- Ah, depende. Se você amar a pessoa certa, não sofre. Pelo menos eu acho isso -Eu falei expondo meus pensamentos-

- Não sei, mas eu não acredito nisso. Acho desnecessário ficar sofrendo por alguém -Ele falou frio-

- Ficar ou namorar? -Perguntei mesmo sabendo a resposta que ele daria-

- Ficar, sem dúvida nenhuma. Namorar é coisa de viadinho -Ele falou rindo, como se fosse a coisa mais idiota do universo-

- Quando você abre o navegador, qual é o primeiro site que acessa? -Perguntei. Essa era a última pergunta-

- Não queira saber -Ele disse malicioso-

- O.k -Eu revirei os olhos. Ficamos em silêncio, até que Zayn resolveu quebrar-

- Você é legal -Ele disse e eu arqueei uma sobrancelha-

- Você está bem? -Perguntei e ele revirou os olhos-

- Eu acho que fui muito idiota com você. Eu queria me desculpar, será que podemos almoçar juntos? -Ele perguntou sorrindo-

- Do que você está falando? -Perguntei confusa-

- Você sabe. Eu sempre te xinguei, te ofendi, sem nenhum motivo. Nesses dias que passou, pude perceber que você era daquele jeito, só para esconder sua dor. Eu deveria ter sido mais legal, me desculpe. Eu quero começar de novo, será que podemos? -Ele disse e eu fiquei em silêncio pensando em tudo aquilo- Topa? -Ele perguntou. Zayn parecia sincero, então resolvi aceitar-

- Sim, só espero não me arrepender depois -Eu disse apertando sua mão que estava estendida pra mim-

- Você não vai -Ele disse e sorriu-

O.k, isso foi completamente estranho. Eu só espero que ele não estava me enganando, ou fazendo algum tipo de brincadeira. Seja o que for, acho que até será legal conhecer Zayn. Ele aparenta ser agradável (apesar da grosseria e arrogância) e é lindo, muito lindo.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


Notas Finais


(1): http://www.polyvore.com/bea/set?id=120023538

Oie :))
Aí está mais um capítulo. Fiquei 2 dias fazendo-o, pois estava sem ideia. Perdão!
A história entrará numa nova fase, onde eles serão amigos, mas é claro que as provocações continuarão.
Gente, não sei se vocês perceberam, mas eu não respondo comentário. É porque eu não gosto, mas se alguém tiver alguma dúvida ou precisar falar comigo, eu responderei. Espero que vocês não se importem com isso.
twitter: @djmalikwithswag
Nos vemos amanhã
Bjs xx


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...