História Little White Lies (Imagine Jungkook) - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Kai, Lay, Rap Monster, Sehun, Suga, Suho, V, Xiumin
Exibições 133
Palavras 1.060
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Esporte, Famí­lia, Festa, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


O parque é o Everland (Everland-ro).
Parque Temático na Coréia do Sul.
Localizado em Pogog-eup, Cheoin-gu, Yongin-si, Gyeonggi-do.

Capítulo 11 - Meeting


Fanfic / Fanfiction Little White Lies (Imagine Jungkook) - Capítulo 11 - Meeting

“E o pior, isso já foi divulgado.

Então, eu e Kim TaeHyung estamos definitivamente namorando.

 

 

 

Volto para o meu quarto e me jogo na cama, pegando o meu MacBook, começo a assistir algumas séries até uma chamada inesperada brotar na minha tela.

 

Jeon Jungkook

(Atender)   (Rejeitar) “

+++

 

Engulo seco e logo resolvo atender.

 

 

Chamada de vídeo (ON)

-Oi meu amor

-O-Oi Jeon

-Tudo bem por aí?

-É, tá indo... – sorri fraco.

-Vai fazer algo a noite?

-Na verdade, vou sim

-Vai fazer o que?

-V-Vou sair...

- Sair com quem? Com seu namoradinho?

-É... – mordo o lábio inferior e o ouço bufar de ciúmes.

-Tinha ser, ele está tomando seu tempo comigo, aquele babaca.

-Calma Kook, ele é legal.

-Tá defendendo ele?

-Não Jungkook, para com isso.

-Isso o que?

-Ciúmes.

-Ciúmes? Que ciúmes?

-Aish, assim não dá.

-E com ele dá?

-Porra Jeon.

-Tá – ele bufa, revirando os olhos.

-Ei – chamo sua atenção.

-Que?

-Eu te amo, bebezão – ele ri

-Eu também te amo, minha princesinha.

-Eu prometo que depois da aula eu vou direto pra sua casa, ne?

-Ne, tudo bem. Não esquece.

-Eu tenho que ir.

-Beijo, se cuida.

-Você também e vê se relaxa.

-Pode deixar, bae.

Chamada de vídeo (OFF)

 

 

 

Porra.

Olho as horas e vejo que marcavam exatamente 6:04 p.m. Saio correndo pro banheiro e logo vou me arrumar, fico um tempo escolhendo uma roupa e opto por uma calça skinny preta com rasgos nos joelhos e um suéter bege. Vou para o banheiro, faço minhas necessidades, tomo banho, volto para o quarto e me visto, faço uma leve maquiagem, solto meus cabelos e calço um converse branco.

Olho as horas e vejo que já eram 7:20 p.m. Logo pego meu celular, pondo o relógio no pulso esquerdo e desço as escadas correndo, chego na sala principal e encontro Taehyung sentado no sofá com a cabeça apoiada no encosto superior do móvel, enquanto mexia no celular, chego por trás dele e ponho minha cabeça em frente a sua, o fazendo desviar o olhar e arregalar levemente os olho, ele tenta se levantar mas acaba colidindo sua cabeça com minha bochecha.

-Aigoo! – resmungo, pondo uma de minhas mãos no local atingido.

-Aigoo! – ele também resmunga botando uma das mãos em sua cabeça, me fazendo rir.

-Acho que nosso primeiro encontro já não deu muito certo – eu ri, fazendo ele rir sem jeito.

-É-É... Me desculpe – ele diz se referindo a minha bochecha.

-Me desculpe também – cesso o riso e ponho as mãos em seu rosto abaixando o mesmo para ficar da minha altura e dou um beijo em sua testa – Pronto, agora a dor vai passar.

Ele sorri e dá um beijo em minha bochecha, me fazendo corar.

-Fofa – ele me elogia e aperta minhas bochechas.

-Ya! – eu protesto fazendo ele rir.

Ele procura algo no sofá e logo me entrega.

-São pra você – ele diz me estendendo um buquê de Rosas Juliet.

-Obrigado – eu agradeço pegando as flores e logo o abraço, sendo retribuída imediatamente.

-Vamos? – ele pergunta.

-Vamos – sorri e me separo do abraço.

Entrego as flores para uma das empregadas e peço para as por em uma jarra e levar para meu quarto e logo saímos de lá. Olho para Taehyung e ele diz que ele mesmo vai dirigir e eu sorri empolgada. Entramos no carro e ele liga a rádio. Logo reconheço a musica.

-Eu conheço essa música – digo empolgada.

Logo começo a cantá-la:

 

What if, what if we run away

What if, what if we left today

What if, we say goodbye to safe and sound

What if, what if we're hard to find

What if, what if we lost our minds

What if, we looked and fall behind and then never found

 

And when the lights start flashing like a photobooth

And the stars exploding

We'll be fireproof

 

My youth, my youth is yours

Trippin' on skies, sippin' waterfalls

My youth, my youth is yours

Runaway now and forevermore

My youth, my youth is yours

A truth so loud you can't ignore

My youth, my youth, my youth

My youth is yours

 

 

 

Um tempo depois chegamos no local e ele estaciona o carro, e saímos do carro, torcendo para que ninguém nos olhasse estranho. A população conhece tanto ele quanto eu. Ele dá a volta no carro, anda até mim e segura minha mão, logo andamos até a bilheteria e compramos os ingressos. Entramos no local e não escondo a minha felicidade de estar ali, olhando pro garoto e o dando meu melhor sorriso, fazendo ele dar aquele sorriso quadrado fofinho.

-Faz tempo que eu não venho em um lugar assim – digo passando os olhos pelo local.

-Pois é – ele diz fazendo o mesmo que eu, logo ele me olha sorrindo – Vamos!

Saimos andando por aí, analisando cada canto de onde estávamos. Tudo continha um brilho, o que era lindo. Vamos até a roda gigante e sentamos um do lado do outro, logo fecham a cabine e o brinquedo começa a funcionar.

-Será que já perceberam? – ele pergunta.

-Com certeza – digo suspirando pesadamente.

Ele passa um dos braços em volta de meu pescoço, logo deito a cabeça em seu ombro enquanto olho a paisagem.

 

 

 

Depois de algumas voltas, o brinquedo para e nós descemos de mãos dadas, novamente. Logo que ponho o pé pra fora do mesmo os flashes começam e a faladeira também.

-Aish – resmungo e ele aperta minha mão um pouco mais forte.

-Calma... – ele entrelaça nossos dedos.

-Se beijem! – escutamos uma voz.

-Nossa, que inveja dela – outra diz.

-Estão a quanto tempo juntos?

-Ela não estava com outro? Que vadia.

-Ela já foi vista com dois só essa semana.

-Eles são tão fofos.

-Pensava que ela estava com o Park.

-Park é o primo dela.

-Ele é tão bonito.

 

-Eu quero ir embora – sussurro pra ele, engolindo seco.

-Vamos – ele pede para as pessoas se afastarem e logo passamos por elas. Eu abaixo a cabeça sendo puxado por ele. Um tempo depois saímos do parque e chegamos no carro, entrando no mesmo.

-Me desculpe – ele diz de cabeça baixa – Isso estragou nosso passeio.

-Não preciso se desculpar Leãozinho – digo sorrindo fraco e ponho uma de minhas mãos sobre a sua que estava em cima do voltante.

Ele vira pra mim e sorri fraco.

-Ainda posso te levar pra um lugar se quiser. Aceita? – ele sugere.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...