História Live Like Legends - Season 2 - Capítulo 36


Escrita por: ~

Postado
Categorias Os Vingadores (The Avengers)
Personagens Anthony "Tony" Stark, Clint Barton, Dr. Bruce Banner (Hulk), Feiticeira Escarlate (Wanda Maximoff), Heimdall, James Rupert "Rhodey" Rhodes, Laura Barton, Loki, Maria Hill, Nick Fury, Pantera Negra (T'Challa), Pepper Potts, Personagens Originais, Pietro Maximoff (Mercúrio), Sam Wilson (Falcão), Scott Lang, Steve Rogers, Thor, Visão
Tags Asgard, Deadpool, Demolidor, Filha Do Stark, Homem Aranha, Loki, Pantera Negra, Retornos, Segredos, Vingadores
Exibições 54
Palavras 2.144
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Ficção, Luta, Magia, Romance e Novela, Violência
Avisos: Adultério, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 36 - Epílogo


Senti a mão de Loki apertar levemente a minha quando terminei de falar. George e Lena nos encaravam completamente surpresos.
Quando vim até ao apartamento deles tinha a intenção de pedir ajuda apenas a Lena, sabia que ela tinha os meios de conseguir documentos falsos, ela já havia me falado que já fez isso para um amigo dela quando ele se meteu em confusão e precisou sumir. Mas minutos depois de Loki e eu chegarmos George apareceu e disse que já estavam a minha procura e quis saber o que aconteceu. Eu não podia fazer mais nada, a não ser contar.
-Você matou ela. Uau, isso... Uau.-Lena disse boquiaberta, de olhos arregalados.
-Se não quiser ajudar, se for demais pra você apenas diga iremos arrumar outro jeito.-falei receosa.
-Porque não se rendeu?-George perguntou de repente.
-Eu me...
-Eu não permitirei que ela seja presa. Nunca deixaria ela em uma daquelas celas imundas de Asgard, apodrecendo por algo que não teve culpa.-Loki disse.
George o olhou estranho por alguns segundos.
-Ela não teve culpa de matar alguém?
-Convenhamos, até eu teria matado ela. Caramba, ela compactuou com o assassinato de Tam!-Lena disse exasperada.
-Não entendo como ainda. Ela estava o tempo todo comigo e não vi nada que a denunciasse em sua mente.
-Assim como Drika aprendeu a fechar sua mente, ela também pode ter aprendido a esconder as coisas certas.
-Mas nunca saberemos não é mesmo?-falei.
-Talvez um dia, mas agora precisamos tirar vocês de Nova Iorque e... mudar o visual de vocês e pra já.
-Mudar o visual? Como assim? Posso fazer uma ilusão.-Loki disse apavorado.
-Você não pode manter essa ilusão pra sempre. E já esqueceu de quem Drika é filha? Por quem estão sendo procurados em Asgard? Precisam estar completamente diferentes.
-E precisam sair daqui, muito rápido.-George falou levantando o olhar do celular.-Estão procurando os dois na casa de todas as amigas.
-Okay pombinhos, está na hora de partir.-Lena avisou.
. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
-De quem é está casa?-perguntei a George.
-Era de Adam, um amigo da Lena, ela vem cuidar do lugar as vezes.
-Ah.-falei e olhei pela fresta na cortina novamente.-Porque você está nos ajudando?
-Porque assim como Loki, não quero que você seja presa.
-Então porque perguntou por que eu não havia me rendido?
-Fiquei surpreso, você não é o tipo que foge e agora está desistindo até de ver seus entes queridos por ele.
-Eu seria presa de qualquer forma, nunca mais veria ninguém e talvez Loki também fosse preso acusado de me influenciar. Então prefiro fugir e ficar apenas com ele do que ficar sem ninguém e ainda por minha culpa ele ser preso. Sei que isso é bem egoísta mas...-dei de ombros.
-Me desculpe por ter falado daquela forma com você na casa de Suellen.-George disse depois de um tempo.
-Tudo bem, você estava certo em ficar furioso.
-Não, eu não deveria ter falado aquelas coisas, você não tem culpa de por quem se apaixona, eu sei bem.-ele deu uma risada fraca.-Mas Loki também te ama, eu vi isso nos olhos dele quando ressuscitou e a primeira coisa que viu foi você. E agora que ele desistiu de tudo por você também, eu tive certeza. Nunca deveria ter me metido no meio de vocês dois.
-Eu é que nunca devia ter lhe dado esperanças. Te usei da forma mais nojenta possível. Me perdoe por isso.-pedi sincera.
-Eu já perdoei. Você me magoou muito, mas não era pra ser. Um dia vou encontrar a pessoa certa assim como você e Loki se encontraram.
-Vai sim, você é um homem maravilhoso, existe alguém maravilhoso para você em algum lugar lá fora.
-Espero.-ele disse e ficamos em silêncio.
-Terminei com o Lokinho, sua vez Drika.
Olhei para o corredor de onde vinha uma Lena sorrindo debochada e Loki com uma cara de sofrimento e de cabelos curtos. Segurei o riso e ele me olhou de olhos semicerrados.
-Vai rindo, quero ver você rir quando não estiver mais ruiva.
-Oi?-perguntei assustada.
-Tem que ficar diferente, sei que é triste, também amo seu cabelo mas não dá pra correr o risco de te reconhecerem.-Lena disse com uma careta.
Pequei uma mecha do meu cabelo e a olhei com um bico.
-Aqui jaz minha ruivice.-olhei para Lena.-Vamos para o massacre.
-Que drama.-Loki falou e o belisquei quando passei ao seu lado.
Horas depois eu estava morena e com o cabelo mais curto. Me olhei no espelho estranhando um pouco minha nova aparência. Eu estava muito diferente, Loki parou atrás de mim, com sua também nova aparência, e deu um beijo em meu ombro, rodeando os braços por minha cintura.
-Será que vão conseguir?-ele perguntou.
-Espero que sim, e meu pai não deve nem lembrar daquela conta. A cabeça dele anda muito cheia e meu sumiço deve ter deixado ele bem mais perturbado então...
-Está se sentindo culpada.-ele disse.
-Ele acabou de perder a mulher grávida, sua filha mais nova foi levada de volta para Londres e a outra está fugindo pois matou a ex-noiva de seu namorado. Claro que estou me sentindo culpada, ele precisa de mim e o estou abandonando.
-Ele ainda tem Henry.
-Henry logo vai para a faculdade e ele vai ficar sozinho outra vez. Não queria que ele ficasse sozinho. Meu pai tem toda aquela pose de que nada o abala, mas ele é um ser humano, também precisa de apoio.-falei tristemente.
-Está querendo desistir?-Loki perguntou preocupado.
-Não dá pra desistir agora. Eu só... quero que ele fique bem.
-Ele vai ficar. Porque não faz uma carta para se despedir ou o que quer que seja?
-É uma boa ideia. Vou procurar papel e caneta. Me avise quando eles chegarem.
-Tá bem.-ele falou alto enquanto eu subia as escadas correndo.

Queridos, amigos, irmãos e papai,

Eu queria muito ter me despedido de vocês, mas não havia como. Me desculpem por fugir assim, sumir de suas vidas sem explicação alguma. Caramba sou péssima com palavras, mas estou tentando, juro.
Bom, antes que comecem com suas teorias de que Loki matou Sigyn ou me influenciou a isso,o que sei que é o que muitos já estão fazendo, podem esquecer. Eu matei sim, Sigyn, ela me irritou além do limite aceitável, não conseguiria explicar tudo por uma carta. Eu diria que me arrependo, mas seria mentira. Estou surpresa comigo mesma por ter feito aquilo, mas ela mereceu, acreditem.
Não sei o que mais falar a não ser me desculpem e eu amo vocês. E pai, me desculpe por te abandonar nesse momento, me desculpe de verdade, mas não tive muita escolha. Aos meus amigos, minhas quase irmãs, minha irmãzinha e meu irmão, só posso dizer adeus e pedir desculpas por não estar com vocês em todos os momentos que irão passar daqui pra frente, casando, tendo seus filhos, sendo felizes em suas vidas, que é o que espero de coração que aconteça. Eu amo vocês todos, vou sentir muita falta. Adeus.

Ass: Drika Stark.

É, sou realmente péssima com palavras, mas foi o máximo que consegui depois de inúmeros papéis amassados de tentativas completamente falhas.
Dobrei o papel e coloquei no bolso da calça antes de sair do quarto. Iria pedir para Lena deixar em algum lugar onde meu pai encontrasse lá em casa. Olhei para um relógio no corredor e percebi que já era tarde da noite, Lena e George estavam demorando muito, mas já imaginava que fosse acontecer, conseguir documentos falsos tão rapidamente não deve ser nada fácil. E além disso, eles foram tirar o dinheiro da minha conta para a faculdade, e meu pai seria avisado caso desconfiassem de que o dinheiro não estava sendo entregue a verdadeira Drika Stark, só esperava que Lena não se metesse em encrenca por minha culpa.
Desci as escadas e vi Loki jogado no sofá olhando para o teto. Ele sentou quando me aproximei e me puxou para seu lado, rodeando seu braço por meus ombros.
-Eles estão demorando.-ele disse.
-Notícia ruim corre rápido, não deve ter acontecido nada... eu acho.
-Espero que não.
Minutos mais tarde ouvimos um carro parar na frente da casa. Corri até a janela e abri uma fresta na cortina. Eram eles, suspirei de alívio. Lena segurava uma mochila e George algumas sacolas de loja de roupa. Eles entraram na casa e Lena sorriu pra mim enquanto George largava as sacolas no sofá.
-Você não vai acreditar no que está acontecendo na S.H.I.E.L.D.-ela disse.
-Vocês foram na S.H.I.E.L.D?-perguntei exasperada.
-Claro que sim, para não desconfiarem de que somos nós que os estamos escondendo, mas isso não vem ao caso agora. No meio de toda a confusão decidiram escolher o novo diretor e adivinha quem é.
-Sou péssima em adivinhação, dá pra falar logo?-pedi.
-Tony.-foi Loki quem disse e Lena o olhou zangada.
-Será que você poderia não entrar na minha cabeça?-Loki apenas deu de ombros pra ela.
-Tá de sacanagem, isso é sério?-perguntei.
-Sim,e ele aceitou numa boa. Ouvi alguém dizer que foi porque ele teria mais formas de encontrar você. Estão desesperados a sua procura.
-Eu... estou sem palavras.
-E tem guerreiros de Asgard por toda parte de Nova Iorque procurando por vocês.-a olhei com uma careta.
-Okay, tem boas noticias?-perguntei.
-Consegui o dinheiro, os documentos, e já comprei a passagem de vocês.
-Pra onde?
-Paris e de lá vocês escolhem pra onde vão. Já que é melhor nem sabermos onde vocês estão.-vi George olhando de esguelha pra ela mas disfarçando rapidamente.
-O que são essas sacolas?-Loki questionou curioso.
-Roupas pra vocês. Até porque não dá pra viajar para um lugar como Paris, usando esses trapos.-ela tirou a mochila e me entregou.-Aqui está todo seu dinheiro, sua passagem e seus documentos falsos. Vocês agora são Katerina e Thomas Hill, recém casados.
-Gostei.-Loki disse com um sorriso de canto.
-Claro que gostou, agora vão se arrumar que o vôo de vocês sai em duas horas.
-Tá bem.-peguei algumas sacolas do sofá.-Ah, Lena, pode dar um jeito de meu pai e contar esse bilhete por favor?-perguntei tirando o papel do bolso.
-Claro, pode deixar.-ela o pegou sorrindo.
-Ah e cuide dele por mim, sim?
-Prometo tentar, mas você sabe como ele é.-ela brincou.
-Eu sei.-sorri fraco.
-Vou sentir sua falta, demoninha.-vi que ela tinha os olhos um pouco marejados, larguei as sacolas e a abracei.
-Ah Lena, também vou sentir a sua. Muito, muito, muito. Amo você, sabe disso não é? Já é como uma irmã pra mim.-falei emocionada.
-Você também é como uma irmã para mim Drika.-ela se separou de mim e olhou para Loki. Vê se cuida bem dela rena. Pois eu vou saber e te caço até no inferno se for preciso.
-Nossa, que medo.
-Está zombando de mim rena?
-Não, claro que não. Eu jamais ousaria zombar de um ser tão poderoso.-ele debochou sorrindo cínico.
-Posso bater nele?-Lena me perguntou.
-Fique a vontade.
Dei caminho pra ela passar e enquanto ouvia ela dando tapas em Loki e ele reclamar que eu devia defender meu marido, fui dar um abraço em George.
-Vou sentir sua falta.
-Eu também vou, George. Cuida da louca por mim tá bem?
-Como ela disse sobre seu pai, prometo tentar mas você sabe como ela é.-ele disse sorrindo e eu sorri.-Seja feliz, Drika.
-Seja feliz também, George.-sorri e virei para Lena e Loki.-Okay, já chega de bater nele, Lena. Vamos logo nos arrumar Loki, não podemos nos atrasar.
. . . Quase quatro anos depois . . .
Abri o email e deixei carregando enquanto olhava para o céu estrelado e ouvia as leves ondas do mar naquela noite. Ouvi a porta abrir e Loki apareceu com duas xícaras de chá na mão. Ele me entregou uma e sentou ao meu lado.
-O que está fazendo?-ele perguntou e tomou um gole de seu chá.
-Vendo se Maggie já mandou as fotos da lua de mel que prometeu.-falei.
-E mandou?
-Deixa eu ver.-entreguei a xícara para ele segurar enquanto eu mexia no notebook.
Procurei alguma mensagem de Maggie mas não achei nada. Passei de novo para o caso de não ter percebido ela de primeira e um email desconhecido me chamou a atenção. Rainha do Joker era o nome de identificação. Abri e travei ao ler a mensagem. Loki percebeu minha reação e se esticou para ler a mensagem.
-Achei você, irmã.-ele leu em voz alta e me olhou divertido enquanto eu estava de olhos arregalados.-Essa Victoria é uma peste. Você não vai responder?








 Cause when I'm down and I'm done/ Porque quando estou triste e farta
And I'm coming unplugged/ E estou vindo distraída
When I'm ready to fall, you're the one/ Quando estou pronta para cair, você é o único
Always holding me up, with love/ Sempre me segurando, com amor-With love- Christina Grimmie.


Notas Finais


E acabou. O que acharam?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...