História Live Like Legends - Season 3 - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Os Vingadores (The Avengers)
Personagens Anthony "Tony" Stark, Clint Barton, Dr. Bruce Banner (Hulk), Feiticeira Escarlate (Wanda Maximoff), Heimdall, James Rupert "Rhodey" Rhodes, Laura Barton, Loki, Maria Hill, Pietro Maximoff (Mercúrio), Sam Wilson (Falcão), Scott Lang, Steve Rogers, Thor, Visão
Tags Deadpool, Homem Aranha, Homem Formiga, Loki, Profecia, Shield, Vingadores
Exibições 12
Palavras 2.170
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Ficção, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Violência
Avisos: Adultério, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 4 - Still your girl


Continuei olhando fixamente para meu copo de água. Estava alheia a tudo ao meu redor, não conseguia pensar em nada além de minha irmã gêmea. Uma profecia sobre ela que nem se cumpriu já causou desgraça aos montes e agora ela está cumprindo outra que obviamente será pior do que a primeira teria sido. E ao que tudo indica só eu posso deter ela. Ao menos é o que Sue previu anos atrás e cada vez mais ao decorrer desses anos, ao menos é o que as meninas contaram até eu não conseguir focar em mais nada.

Suellen sempre soube que algo estava por vir e alertou a todos. Ela não sabia quando, mas essa era a certeza de que um dia eu voltaria.

O pior de tudo é que eu não fazia ideia de como faria para salvar o mundo das mãos de minha própria irmã. E sabia que se não o fizesse eu condenaria todos ao caos.

Senti uma mão na minha perna e olhei para o lado vendo Loki com semblante preocupado. Observei ao redor e percebi que todos na sala olhavam para mim preocupados.

-Você está bem?-Maggie, que estava sentada ao meu lado na escora do sofá, perguntou.-Quer algo? Um chá talvez?

-Não, estou bem. Só meio... apavorada.

-Essa é uma boa definição para o que todos que sabemos estamos sentindo.-Beatriz diz.

-Quem mais sabe?-pergunto.

-Apenas nós, os mutantes que eu lidero e seu pai por enquanto. Ah e também Suellen e Stephen, é claro.

-Tem Odin e Thor também.

Percebi Milena trocar um olhar estranho com Beatriz.

-Odin sabe que vieram atrás de nós?-Loki perguntou estupefato.

-Sabe...-Milena começou.

-Percebem o que fizeram? Acabaram de nos condenar a uma eternidade presos!-ele falou se levantando irritado.

-Loki, calma.-falo e levanto tocando seu braço.

-Calma? Elas condenaram a nós dois apenas porque não tem coragem de irem elas mesmas lutar contra aquela coisa.

-Olha aqui Loki, se você gritar de novo com a gente eu corto sua língua com uma faca de manteiga e dou pro Moony comer. Aprende a esperar a gente terminar de falar antes de abrir sua boca pra dar chilique.

-Você acha que está falando com quem garota?

-Com o desgraçado que levou minha irmã para o mal caminho. Se ela não tivesse conhecido você tudo seria diferente. Ela estaria feliz com a família dela. A irmã dela estaria viva e muitas vidas seriam poupadas.

-Victoria, chega.-falo exausta.

-Leve Bernard lá pra cima.-ouço Maggie atrás de mim.

-Chega, por que? Ele tirou tudo de você. Sua liberdade, sua felicidade, sua família, seus amigos e até seu amor próprio. Sim, eu até que gosto dele, o admiro, todo mundo sabe disso. Mas agora percebo o que ele fez com você e não consigo entender como conseguiu perdoar alguém que iria te trocar...

-Agora chega! O que está acontecendo com vocês?-Beatriz grita irritada mas é ignorada.

-Vocês são filhas do homem de ferro. Acha mesmo que se eu nem sequer existisse suas vidas seriam normais?-Loki questiona amargo.

Victoria ficou calada o encarando. Loki tinha um olhar irritado e estava com os punhos cerrados. 

Ele estava se controlando para não fazer besteira. Nem mesmo todos esses anos foram o suficiente para extrair todo o mal de dentro dele.

-Você está certo. Mesmo que você não existisse, Maigy existiria e ela foi a maior causadora de problemas disso tudo ao que sei. Mas não pense que te perdoei por fazer minha irmã de boba.-Victoria falou e todos olhamos surpresos para ela.

Loki apenas a encarou por alguns segundos e sem expressão alguma no rosto se sentou. Victoria revirou os olhos e cruzou os braços enquanto sentava no meio de Milena e Beatriz.

Ao perceber que não teria mais briga também me sentei.

-Vão ficar de bico calado agora?-Milena perguntou e ninguém respondeu.-Ótimo. Bom, conseguimos fazer um trato com Odin para vocês não serem presos de primeira. Serão julgados e eles decidirão se merecem ser confinados em Asgard ou se ficarão livres.

-Ou seja, Odin vai nos jogar na prisão.-Loki disse amargo.

-Não vai, se forem condenados ficarão apenas confinados em Asgard por mil anos, sem poder ir para mais nenhum reino. E serão vigiados é claro.-Beatriz explica.

-E quando seremos julgados?-pergunto.

-Apenas depois que resolvermos os problemas com a demônio da sua irmã.-Milena fala.

-Odin aposta que seremos mortos nisso para não precisar passar vergonha tendo de nos soltar novamente.-Loki disse com um sorriso cínico.

-Está confiante assim de que não serão condenados?-Victoria pergunta.

-Sigyn mereceu o que teve e vou dar um jeito de provar isso. Podem ter certeza.

. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .

Fecho a mala de Loki e a coloco no chão, começando a arrumar a minha rapidamente. Maggie me observava do outro canto do quarto.

-Vai cuidar da minha livraria mesmo? Se quiser posso arrumar outra pessoa para isso.-falo para ela.

-Não, eu vou cuidar de lá. Não tenho nada pra fazer agora que estou de férias mesmo.

-Tudo bem então.

-Você vai voltar não é?

-Com certeza vou. Eu amo a Austrália, não vou ficar longe daqui por muito tempo.-falo sorrindo.

-É, esse lugar é maravilhoso. Tanto que saí da Inglaterra pra morar aqui.

-É uma mudança e tanto.

-Você que o diga não é? Poderia ser considerada a rainha das mudanças. Mudou totalmente de vida pra vir pra cá. Até o nome trocou. Tá difícil acreditar que você é tipo uma heroina. Eu já tinha até ouvido falar de você mas como iria imaginar que Katerina era Drika Stark, a filha do homem de ferro que tinha o poder dos quatro elementos?

-Como sabe sobre isso?-me espanto.

-Você é filha de Tony Stark. Até quando uma unha sua quebrava saia no jornal. Achou que os poderes ficariam em segredo?

-Não custa sonhar. Foi bom viver em anonimato por um tempo.

-Me mostra seus poderes?

Olhei para ela que tinha um olhar meigo e revirei os olhos e levantei a mão no ar fazendo um chama aparecer no meu dedo indicador e logo depois em todos. As apaguei enquanto Maggie me olhava admirada.

-Isso é demais. Mostra mais.-ela pediu animada.

-Isso é tudo que vai receber por enquanto.

-Aff Kat... Drika. Vou precisar me acostumar com isso.-ela falou para si mesma.

-Você reagiu melhor do que eu achei que seria.


-Eu te disse que estava desconfiada de vocês e Mike parece bobo mas foi ele mesmo quem percebeu algo errado com vocês. E mais, ele vivia dizendo que você era familiar a ele, lembra?

-Sim, foi logo que nos conhecemos. Até tentei me afastar de vocês por causa disso.

-Mas percebeu que somos persistentes não é?-ela perguntou brincalhona.

-Você quis dizer irritantes e grudentos?

-Ah você nos ama ruiva.

-Amo agora, quando os conhecia queria jogar vocês na frente de um carro.

-Fingida. Fica se fazendo de má aí. Saiba que isso não cola comigo. Já te vi trocar a fralda do meu filho. Pessoas más não fazem isso.

-Você tem que espalhar isso para o mundo. Vou adorar ver a cara do Loki ao ouvir isso.-sorrio imaginando a cena.

-Ele parece ser um amor, como pode ter feito todas aquelas coisas ruins?

-Desde pequeno ele fazia o máximo para ser notado pelo pai e nada funcionou então ele se cansou e optou por fazer o errado.

-Faz sentido, mas não é nada legal.

-Não é, mas na cabeça dele era o certo a fazer.

-E você mudou ele.-ela sorriu para mim.

-Até hoje não entendo como, mas sim, eu o mudei.

-Seu amor mudou ele. Alguém finalmente o quis e o colocou em primeiro lugar. Mesmo sabendo de tudo de ruim que ele fez, não o julgou, apenas o amou. Então ele não precisou de mais nada.

-Você está filosófica hoje.

-Vocês estão me inspirando. Vou sentir tanta falta de vocês.

-Não vamos demorar a voltar. Bom, exceto se ficarmos confinados em Asgard. Daí pode seguir a vida e nos esquecer porque nunca mais nos veremos.

-Pessimista, vira essa boca pra lá.

-É a realidade. Não ouviu o que elas disseram lá em baixo? Mil anos, não sei nem se eu vou sobreviver todo esse tempo.

-Você é mesmo imortal?

-Não sei e se for, não é necessariamente imortal...

-É imorrivel.-Victoria apareceu na porta cortando minha fala.

-Passou muito tempo com Wade esses anos?-pergunto contendo o riso.

-Um pouco, talvez muito.-ela disse e sorriu brincalhona.-Precisamos ir. Candice está impaciente e já veio atrás de nós. Está lá na sala com o estranho.

-Quem é essa Candice?-pergunto.

-É uma doida aí.

-Seja específica Victoria.

-Lembra da garota que te falei que vivia pendurada no Sebs?-assenti.-Então, é ela.

-Ah, agora lembro. Você morria de ciúmes dela.

-Não... ah, vai se catar Drika.-ela nos deu as costas e saiu.-Arruma essas malas logo!-ela gritou do corredor.

-Sua irmã é tão fofa.-Maggie disse sorrindo.

-Fala isso para ela pra você ver o que acontece.

Coloquei as últimas peças de roupa na minha mala e a fechei. Coloquei ela no chão ao lado da de Loki e fui até a porta do quarto.

-Loki, sobe aqui!-grito e volto para dentro

-Quando você voltar eu quero que me conte tudo direitinho porque estou bem perdida ainda.

-Se eu voltar.

-Pessimista.

-Realista.

-O que foi?-Loki pergunta entrando.

-Pegue as malas e leve lá pra baixo.

-Acha que sou seu escravo?

-Faça-me o favor Loki. Você não faz nada da vida e ainda reclama de carregar umas malas lá pra baixo? Pare de ser um traste e vai logo.

-Você é absurda.

-Eu sei, agora vai logo.

Ele pegou as malas resmungando e saiu do quarto. Maggie me olhou com um sorrisinho debochado e logo saímos do quarto atrás de Loki.

Desci as escada e vi todos de pé na sala esperando.

-Podemos ir?

-Sim, onde está o doutor e a tal Candice?

-A tal Candice está aqui.-a garota morena falou entrando pela porta que estava aberta. O doutor apareceu atrás dela.-E você é a tal Drika.

-Acho que sou.

-Parabéns.

-Tente ser mais amigável.-ouço o doutor falar pra ela.

-Vai cuidar da sua vida.

-Estou tentando.

-Isso era pra ser fofo?

-Assim você me magoa.

-Stephen pelo amor...

-É Doutor Stephen Strange.-murmura Stephen.

-O que você disse?-ela perguntou ameaçadora.

Percebi que todos olhavam aquela cena segurando o riso.

-Eu já disse que te amo hoje?

-Cala a boca Stephen, está falando isso só para não apanhar.

-As vezes eu esqueço, mulher, que você me conhece muito bem.

Ri e olhei para Loki que tinha uma careta. Vi Milena vindo na minha direção.

-Preparada pra ir?

-Não muito, mas vamos lá.

. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .

Tínhamos acabado de chegar. Me sentia estranha após atravessar aquele portal que Stephen criou. As coisas não paravam de me surpreender. Olhei ao redor e vi que estávamos na S.H.I.E.L.D.

-É tão assustador estar de volta.-comento.

-Isso que você não passou por nada ainda. Espere até ver as garotas, e as crianças.

-E Henry e papai.

-Onde ele está?-pergunto de repente.

-Quem?-Victoria pergunta confusa.

-Nosso pai. Eu quero vê-lo.

-Agora?

-Não acha melhor ir alguém antes preparar o território?-Beatriz pergunta.

-Não, quero ver meu pai agora. Onde ele está?

-Na sala dele. Ele quase não sai de lá.-foi Candice quem respondeu e vi Stephen olhar de esguelha para ela.

-É a mesma que era de Fury?

-Sim.-Milena fala.

-Eu vou lá.

-Quer que eu vá junto?-Loki pergunta.

-Não, quero ir sozinha e acho que não seria bom ele ver você agora.

-Concordo. Pode ir, eu fico com Loki.-Victoria diz entrelaçando seu braço ao de Loki.

-Nós ficamos. Quero saber as novidades.-Beatriz diz pegando o outro braço.

-É, e saber porque não temos sobrinhos ainda.-Milena fala.

-Me leva com você.-Loki praticamente implora.

-Tchauzinho.

Dei as costas a eles sorrindo e segui na direção que me lembrava ser a sala de Fury. Agentes que passavam por mim me olhavam surpresos e comentavam baixinho um com os outros. E eu caminhava mais rápido, impaciente para chegar logo e encontrar meu pai.

Não sabia o que fazer ou o que dizer, só queria vê-lo. Sentia muito sua falta e me sentia culpada por tê-lo deixado daquela forma. Sem dúvida, ele era a pessoa que mais precisava de mim naquela época. Após perder a mulher grávida, que também era a minha irmã. Era pra termos apoiado um ao outro, mas o abandonei. Isso me corroeu por dentro todos esses anos.

Parei na frente da porta que eu sabia que era a do diretor. Respirei fundo e bati três vezes.

-Entre!-ouvi a voz de meu pai e gelei.

Demorei alguns segundos até ter alguma reação e girar a maçaneta. Abri a porta e o vi de cabeça abaixada anotando algo em papéis. Fechei porta e fiquei ali parada apenas o observando admirada. Ele não tinha mudado muita coisa desde que o vi pela última vez. A única coisa diferente era que os cabelos grisalhos agora estavam bem mais visíveis espalhados por seu cabelo e barba.

-O que...-ele levantou o rosto e parou de falar ao me ver.

Seus olhos continham surpresa, mágoa e saudade. Engoli em seco e sorri fracamente.

-Oi pai.






 I was a black sheep wondering where you were/ Eu era a ovelha negra imaginando onde você estava 

An open wound falling from so much darkness into an empty room/ Uma ferida aberta caindo no escuro em um quarto vazio 

Pictures that cut like daggers from halfway across the globe/ Imagens que cortam como punhais de outro lado do mundo 

This time, you’re the one who crossed the ocean while I’m here alone/ Desta vez, você é aquele que cruzou o oceano, enquanto eu estou aqui sozinho-Still your girl-Fleurie.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...