História ¿?Living Among - Vampires¿? - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Black Pink, EXID
Personagens Hani, J-hope, Jimin, Jungkook, Lisa, Rap Monster, Suga
Visualizações 13
Palavras 1.000
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Festa, Ficção, Fluffy, Hentai, Lemon, Magia, Mistério, Misticismo, Musical (Songfic), Poesias, Policial, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Survival, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Fui ameaçada!!!!.....
Para não ser alvo tive que trazer o capítulo, se não.....
Espero que gostem okay? Se tiver erro, depois eu arrumo..

Capítulo 2 - ¿?Sorry?¿


Fanfic / Fanfiction ¿?Living Among - Vampires¿? - Capítulo 2 - ¿?Sorry?¿

{Sorry}


Já dentro do local, me assusto em ouvir a porta se fechar misteriosamente atrás de mim, olho em volta mas não vejo ninguém, e no momento que volto minha atenção para frente, vejo o garoto parado me olhando novamente.


O mesmo que me recebeu, sem nenhuma educação. Fico imóvel, não sei se olho para ele, ou se chamo minha atenção para outra coisa, mas o seu olhar é tão intenso sobre mim, que está me causando arrepios por todo o corpo.


Ficando cada vez mais desconfortável, um calor tremendo invade meu corpo inteiro, me deixando assustada, e o garoto ainda me fixando.


Estava ficando cada vez mais quente, já não estava suportando mais aquilo, primeiro um olhar sobre mim, e o ar abafado do local.


Assim, tiro o lenço que envolvia meu pescoço, e quando percebo, os olhos dele brilharam em um estalar de dedos, e fiquei mais aflita quanto antes, percebi que seu olhar estava fixo ao meu pescoço, e ainda seus olhos estavam radiantes, mudando para uma tonalidade mais clara.


Como era possível, os olhos dele mudaram de cor, ou eu que estou vendo coisas, e a luminosidade do lugar esta dando reflexos.


No mesmo instante, ele desaparece sem mais nem menos, me deixando ali sozinha novamente, só que ao fim do corredor à minha direita ouço uma voz, e cada vez se aproximava e soava calma.


Logo depois, um homem lindo surge em minha frente, com um sorriso luminoso, me deixando sem reação, e na mesma hora, fico mais calma, sua presença me deixou extremamente calma, sua pele era pálida como a do outro, mas sua presença o faz parecer gentil.


xxx - Olá! É a S/n, certo?


S/N - Sim sou eu


xxx - Prazer! Sou Hoseok, sinto muito pelo meu irmão, ele não é muito amigável!


S/N - Ah! Sem problemas (Deu pra perceber....)


Hoseok - Meu pai não está em casa! Então eu posso guiar você, e te dar os detalhes do que deve fazer


S/N - Como assim não está? Eu tinha que falar com ele não é mesmo ?


Hoseok - Não se procupe, quando ele chegar vai te procurar!


Não disse nada, só assenti que sim com a cabeça, e ele abriu um enorme sorriso, mas ainda eu fiquei indignada pelo Sr. Scarlath não estar presente, já basta a atitude do irmão de Hoseok.


Hoseok - Vamos, vou lhe apresentar seu quarto! E amanhã, vou ajudar você em caso de dúvidas


Assenti e apontou para a grande escada, indicando que eu subisse, e rapidamente recolheu minhas malas em mãos e subiu na frente.


Subindo as escadas, fiquei admirando tudo aquilo que me chamava a atenção, até entrarmos em um grande corredor onde tinham várias portas, e de uma delas saia um som triste que, só poderia ser de um piano, a melodia era obscura e amargurada, só me deixando curiosa de quem estava tocando.


S/N - E essa música?


Hoseok - Ah, é meu irmão Yoongi!


S/N - Tão triste!


Hoseok - Sim, ele gosta desse tipo de música


S/N - É aquele que me recebeu?


Hoseok - Não, aquele era JungKook


S/N - Quantos irmãos?


Hoseok - Cinco, incluindo eu!


Com toda certeza, um desses cinco seria Lisa, a pequena de quem serei babá, espero sermos amigas e que ela com certeza seja adorável.


No fim daquele corredor havia uma porta, na qual Hoseok a abriu e deixou minhas malas em um canto da parede. Quando adentrei, fiquei maravilhada, e já consegui me sentir confortável.


Era imenso, com janelas grandes, com uma linda vista para um jardim, poltrona, estante com livros e era tanta coisa, que na maioria da parte nem consegui avistar.


Hoseok - Pronto! Espero que se sinta confortável


S/N - Obrigada


Hoseok - Vou te deixar com mais privacidade, se quiser, pode jantar conosco


S/N - Claro!


Abriu novamente um sorriso confortante, e saiu do quarto fechando a porta, agora eu teria tempo de relembrar tudo que aconteceu desde que cheguei aqui, além da desconfortável e amarga recepção de JungKook, Hoseok me fez ficar bem comigo mesma, e me fez me sentir bem.


Um tempo pensando, peguei minhas malas e pude retirar tudo que estava dentro, como livros, roupas e outras coisas. E colocando cada coisa eu seu lugar, depois fui visitar o banheiro e fiquei tão animada por ter tanto espaço disponível só para mim.


Voltei para o quarto, e fui ajustar alguns detalhes do quarto quando, JungKook está apoiado da parede, em um canto longe de mim, me observando em silêncio.


Estremeço de medo e cruzo com seu olhar que reflete um brilho intrigante, ele fica imóvel perto da porta o que me perturba. A quanto tempo ele está aqui? Me pergunto sem entender, pois não tem nexo.


Tento me levantar, mas de repente JungKook esta muito perto de mim, com olhar e atitude ameaçadoras, tão perto de mim que consigo distinguir a tonalidade de suas íris mudando, o desenho de suas sobrancelhas, seus lábios entre abertos.


Nem sequer o ouvi chegar, como pode ter se movido tão rápido? É como se andasse em um milésimo de segundos, ninguém pode ser tão rápido. Fico completamente hipnotizada.


Não consigo tirar os olhos dele, é como se eu estivesse sendo invadida por sua presença, como se uma força invisível me mantivesse presa. O ar fica elétrico e meu corpo completamente estendido.


Tento dizer algo mas sou incapaz de pronunciar algo ou qualquer som ou palavra sequer, não estou com vontade ou simplesmente não consigo, não sei.


Sinceramente me sinto enfeitiçada, isso está me assombrando? Está tão perto, e sua pele é tão pálida que eu diria ser uma aparição, sem sombra de dúvidas.


Começo a ficar sem fôlego, para meu arrependimento, sinto - me atraída, seus olhos tão intensos mudam de cor, tomam uma coloração vermelha como sangue.


Só pode ser o cansaço, isso não é normal! A luz do quarto está bugando minha visão, esta me dando um mal passe. E nem preciso explicar minha fadiga, isso é realmente não tem uma explicação.


Sem ser capaz de impedi - lo, ele vem sobre mim, me imobilizando na cama, fico imóvel sem poder fazer nada, tento gritar mas seus olhos me ordenam que eu me cale, privada de vontade me viro abruptamente.



Notas Finais


Acho que vou fazer suspense! Kkkkkkk, o resto só no próximo, se tiver.....


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...