História Living In The Hell - Capítulo 41


Escrita por: ~

Postado
Categorias The Walking Dead
Exibições 150
Palavras 1.069
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Romance e Novela, Survival, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Álcool, Canibalismo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Amanhã continuo o mega presente.

Capítulo 41 - Forty one


   Depois que os dois walkers entraram na comunidade as rondas aumentaram e a segurança também, passou uma semana e todos continuavam levando a vida como se nada fosse acontecer, mesmo a gente ainda não se falando, eu e Daryl nos aproximamos.

   Jeff achou suas irmãs e está bem animado, acabamos descobrindo que o homem que nos encara e não fala com ninguém é seu pai, fiquei feliz por ele ter reencontrado as irmãs e mais ainda por ele não ter se afastado de mim e das meninas.

   Peguei um casaco colocando-o na minha bolsa e mais algumas flechas colocando-as no suporte, peguei minha besta e desci devagar e fui na cozinha, peguei alguns cookies que eu ajudei Carol a fazer ontem e os coloquei em minha bolsa, sai pelos fundos e olhei o muro em minha frente.

   Coloquei meu pé em um dos ferros e peguei impulso colocando meu outro pé no ferro de cima e assim foi até chegar no topo, fiquei sentada olhando para a comunidade e para a floresta, deixei uma marca em algumas árvores e parei me sentando, quando me levantei senti um movimento e ergui minha besta.

- Não me mata! - a garota falou colocando as mãos pra cima.

- Eu podia ter te matado! - falei irritada - O que você está fazendo aqui?

- Eu vi você pular o muro, achei legal. - falou sorrindo - Sou a Lucy Houston.

- Você é uma das gêmeas, irmã do Jeff. - falei olhando-a, ela lembrava o Jeff.

- Sim, eu sou. - falou sorrindo - E você a irmã adotiva.

- Sim, eu sou a irmã adotiva. - falei.

- Vocês se conheceram a muito tempo? - perguntou.

- Vai fazer um ou dois meses. - falei abaixando meu olhar.

- Eu acho bonito o carinho de vocês. - falou - O carinho dele com as pequenas, com você e o Carl.

- Ele é um bom irmão mais velho e melhor amigo. - falei sorrindo e me sentei vendo-a fazer o mesmo - Aceita um cookie?

- Aceito. - falou, peguei um dando para ela e peguei outro pra mim - Isso é muito bom!

- Ajudei Carol a fazer. - falei.

- O marido dela é o seu pai ne? - perguntou.

- Sim, mas eles não são casados. - falei - Na verdade eu não sei o que eles são.

- Parecem casados. - falou.

- Mas não são. - falei.

- É o casal que cuidam das pequenas? - perguntou.

- Eles me adotaram junto com as meninas e o Jeff. - falei olhando-a - Por que seu pai não fala com ninguém?

- Quando a epidemia começou, ele tentou voltar pra casa. - falou - Mas nem minha mãe ou o Jeff estavam lá.

- Ele ficou triste? - perguntei.

- Ficou com tudo! - falou - Se sentia culpado por eles terem ido embora sozinhos.

- Eu sei como é. - falei e me levantei - Acho melhor você voltar!

- É você? - perguntou.

- Quero conhecer as proximidades. - falei.

- Então vou junto. - falou e eu a olhei.

- Você vai voltar agora! - falei - Não posso colocar sua vida em risco.

- Talvez eu saiba me cuidar. - falou me fazendo rir.

- Volta, por favor. - pedi.

- Não vou voltar sozinha. - falou e ouvimos um tiro vindo de fora da comunidade.

- Volta, agora! - falei olhando-a - Agora Lucy!

   Vi ela correr de volta para a comunidade e olhei na direção de onde ouvi o tiro, ergui minha besta e depois de alguns passos fui parada por um dos vigias da comunidade, continuei com a minha besta erguida e ele gritou para virem encontrar ele e logo vi o Glenn, a Tara e o Noah junto com outros dois.

- O que você faz aqui fora? - Tara perguntou.

- Conhecer as proximidades. - falei rápido.

- Vamos voltar, não podemos mais ficar aqui. - Glenn falou.

- O que foi aquele tiro? - perguntei.

- Um walker. - o cara que me parou falou.

- Pai. - o olhei.

- Em casa conversamos Lily. - falou e fui para seu lado.

   Voltamos para a comunidade e um dos caras começou a brigar com o Glenn que ficou olhando-o, quando eles começaram a brigar, empurreu o homem com a ajuda de Noah e quando os outros dois vieram pra cima de nós ergui minha besta mirando em sua cabeça enquanto ele apontava sua arma para mim.

- Já chega! - ouvi a voz do Heitor - O que está acontecendo?

- Eles não podem mais ir nas rondas. - o cara que brigou com o Glenn falou.

- Não é você que decide Judd. - ele falou sério - Vão conversar com o Richard!

- Sério isso Heitor? - ele perguntou - Você vai defender eles?

- Vou Judd, vou defender eles! - falou - Eu te conheço, sei como é.

- Por que defende tanto eles? - perguntou se aproximando do Heitor e me aproximei de Glenn - O que você tem com eles?

- Não te interessa! - falou e o cara me olhou.

- Está ficando com aquela garotinha? - perguntou apontando pra mim.

   Antes do Heitor pensar em fazer alguma coisa, passei por ele empurrando-o e acertei minha besta no nariz do cara que caiu para trás, quando fui para acertá-lo de novo senti me pagarem no colo pela cintura, mas joguei minha besta em sua barriga fazendo-o gemer de novo.

- PENSA DUAS VEZES ANTES DE FALAR DE MIM DESSE JEITO! - gritei olhando-o com raiva - AINDA VOU TER O PRAZER DE FERRAR COM A SUA VIDA!

- Chega Lily! - ouvi a voz do Glenn - Vamos pra casa!

   Ele continuou me segurando até chegarmos em casa, ele me colocou no chão assim que Tara fechou a porta e fui encarada pela metade do grupo que nos olhavam confusos, Noah me devolveu a besta e vi que pingou um pouco de sangue no chão.

- Pro seu quarto Lily, mais tarde a gente conversa. - Glenn falou.

- Estou de castigo por ter saído da comunidade sem ninguém saber... - o olhei - Ou por ter acertado a minha besta bem no meio do nariz daquele babaca?

- Por ter saído. - falou e subi as escadas com pressa.


Notas Finais


2/?.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...