História Living In The Hell Second Season - Capítulo 18


Escrita por: ~

Postado
Categorias The Walking Dead
Exibições 44
Palavras 1.527
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção, Romance e Novela, Terror e Horror, Violência
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Tortura
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Acho que esse é o maior capítulo até agora!!

Capítulo 18 - Eighteen


Autora Pov

   Três semanas tinham se passado desde os acontecimentos, Lily já estava melhor, mas ainda sentia dores. Maggie e Glenn foram aceitos pelas pessoas de Hilltop fazendo Gregory odiá-los mais ainda.


   Carl depois de uma conversa com Rick resolveu ficar na casa de Ryan assim como Lucy, ambos estavam ajudando Ryan em achar um jeito se resgatar Lily, e eles a ensinavam em como manusear uma arma.


   Lily e Kyle tinham se aproximado bastante e de tanto ele falar, ela estava pensando na hipótese se aceitar fazer parte do grupo de Negan, pensando em que ela poderia fazer com Dwight, mas não seria justo com o seu grupo, sua família.


   Maggie estava nervosa por não receber nenhuma notícia de Lily e Glenn a acalmava assim como Jesus dizendo que se ela não tivesse resistido Kyle já teria falado, Daryl ficava de guarda e as vezes ia até a floresta dando uma volta.


- Kyle está na hora do remédio. - Lily falou se sentando na cama.


- Vou pegar. - falou indo até o banheiro e pegou o vidrinho me jogando o mesmo - Vou pegar a água.


- Tem aqui. - apontou para uma garrafa em cima do criado mudo - Fez suas tarefas?


- Fiz o básico. - falou com um remédio e gases em mãos - Vai levantar ou vai deitar?


- Levantar, não aguento mais ficar deitada. - reclamou fazendo-o rir.


- Vamos conversar, não posso deixar que volte para aquela cela. - falou tirando a fase de cima do ferimento - É só aceitar, hoje ele vai vir aqui, ver como você está.


- Não é justo com a minha família. - falou sentindo a ferida arder por conta do remédio - Esse cacete arde, arde muito!


- Esse cacete está te curando. - falou colocando a gase limpa e finalizou - Pronto agora sim, curativo trocado.


   Bateram na porta e Kyle olhou para Lily que se sentou na cama tomando o remédio, a mesma concordou e ele foi até a porta vendo Negan apoiado na parede balançando Lucille, abriu a porta por inteira dando passagem e Negan entrou ignorando-o.


- Vejo que está melhor. - falou olhando para Lily e Kyle fechou a porta - Vamos ter uma conversa, civilizada dessa vez.


- Comece. - falou sem olhá-lo.


- Está fazendo um bom trabalho, pequeno Kyle. - falou sorrindo, puxou a cadeira se sentando de frente para Lily e estendeu Lucille para a mesma- Segure.


- Não. - falou olhando pra Lucille.


- Segure, agora! - falou encarando a menina - Eu quero que segure, agora!


- Por que está fazendo isso? - perguntou  - Por que quer que eu segure a arma que matou a minha família?


- Sua família sou eu! - falou - Era eu e sua mãe, mais ela está morta, então só restou à mim!


- O primeiro era o meu primo! - ergueu a cabeça encarando-o - O segundo, era o meu irmão!


- Foi necessário. - deu de ombros - Agora segure!


   Conseguiu ver a raiva nos olhos dele e com medo do que poderia acontecer pegou Lucille de sua mão e jogou a cabeça pra trás evitando as lágrimas que queriam cair, Negan sorriu e se levantou indo até Kyle que mantia seu olhar em Lily.


- Isso é um bom começo. - falou no ouvido de Kyle - Um belo começo na verdade.


- Se eu aceitar. - Lily falou se levantando com dificuldade e olhou para Negan - Você os deixa em paz?


- Isso não é uma negociação. - falou sorrindo.


- Se deixá-los em paz, se não forçá-los a trabalhar pra você eu fico. - falou usando Lucille de apoio - Eu serei seu peão, farei o que mandar, só deixe-os em paz, esse é o meu acordo.


- Falei que não é uma negociação! - falou elevando sua voz.


- É pegar ou largar! - o encarou - Se não aceitar, posso voltar pra a cela sem problemas!


- Você sugeriu isso à ela? - olhou para Kyle.


- Não! - falou.


- Ele só me falou os benefícios que eu teria me unindo à vocês! - Lily falou chamando a atenção de Negan para ela - Você que decide Negan!


   Maggie ajudava na plantação quando viu Glenn correr em direção ao casarão, tirou as luvas correndo atrás do mesmo e assim que entrou viu Jesus com uma cara de preocupado, o mesmo se virou para eles e jogou um molho de chaves para Glenn.


- Ele entrou em contato, quer saber a opinião de vocês. - falou.


- Que tipo de opinião, a Lily está bem? - Maggie perguntou.


- Opinião do grupo. - a olhou.


- Precisamos voltar. - Glenn olhou para as chaves.


- Ele marcou o encontro para amanhã à tarde. - Jesus o olhou.


- Sobre o que ele quer opinião? - Glenn perguntou.


- Quando chegarmos, eu falo. - falou colocando sua touca - O grupo que ele falou, inclui o Ryan.


- Precisamos ir agora. - Maggie falou.


   Pegaram suas armas e foram em direção ao carro, durante o caminho, Maggie e Glenn só conseguiam pensar nos dias longe das crianças, longe de sua casa, longe de seu grupo, assim que se aproximaram do portão Glenn apenas buzinou uma vez.


   Ao descerem do carro Maggie foi abraçada por Tara e Glenn por Rosita, o resto do grupo assim como algumas pessoas da comunidade se aproximaram falando com eles, de longe Maggie viu Liza de mãos dadas com Lucy e a chamou fazendo-a correr pulando em seu colo em seguida.


- Mamãe! - falou animada apertando Maggie em seus pequenos braços fazendo-a sorrir - Senti tanto a sua falta!


- Também senti minha pequena! - falou vendo Glenn se aproximar.


- Papai! - Liza foi para seu colo abraçando-o forte.


- Que abraço gostoso. - ele falou segurando-a - Onde está Lou?


- Dormindo. - respondeu ainda abraçada com ele - Vocês vão ficar?


- Ainda não pequena. - falou olhando-a - Mas talvez a gente volte para buscar vocês.


- Todos? - perguntou sorrindo.


- Quem quiser ir. - Maggie falou.


- Vocês voltaram! - Rick apareceu abraçando-os - Estão bem, precisam de alguma coisa?


- Preciso que reúna o grupo. - Jesus pediu - É chame o Ryan.


- Cody, viu o Ryan? - perguntou.


- Em casa! - falou da torre dois.


- Vou chamá-lo. - Lucy falou.


- Chame o Carl, por favor. - Rick pediu.


- O que houve entre vocês? - Glenn o olhou ajeitando Liza em seu colo.


- Ele se mudou pra casa do Ryan. - Rick voltou a olhar para eles - Ele me culpou pelo o que está acontecendo e saiu de casa.


- Isso vai passar. - Maggie falou dando dois tapas em seu ombro e foi em direção a sua antiga casa.


   Entrou na casa encontrando Carol descendo com Judith no colo e segurava a mão de Lou, a mesma assim que viu Maggie, balançou a mão fazendo Carol soltá-la e correu até Maggie que se ajoelhou para pegá-la no colo, girou seu corpo fazendo a pequena gargalhar e olhou para a porta vendo Glenn de mãos dadas com Liza.


- Papa! - Lou esticou os bracinhos em sua direção.


- Ela me chamou de papa! - o mesmo falou sorrindo enquanto a pegava no colo - Ela está enorme.


- Talvez possamos levá-las. - Maggie o olhou sorrindo.


- Ainda é arriscado. - falou.


- Todos estão vindo. - Rick entrou seguida por uma parte do grupo e Jesus que se mantia calado.


- Sobre o que é essa reunião? - Tara perguntou.


- Sobre a Lily. - Jesus falou.


- O que tem ela? - Daryl perguntou encarando-o.


- Todos já chegaram? - perguntou vendo Carl e Ryan entrarem.


- Pode falar! - Rick o olhou assim como todos.


- Liza, leve sua irmã para o quarto. - Maggie falou vendo Carol descer depois de levar Judith - Agora sim pode começar.


- Ela está bem, a ferida não foi profunda e já está quase fechada. - falou fazendo todos relaxarem - Kyle, o meu infiltrado está cuidando dela, é ela quer a opinião de vocês em uma decisão.


- Que decisão? - Ryan perguntou cruzando os braços.


- Ela fez uma proposta ao Negan. - falou.


- Não! - Daryl falou já imaginando qual seria a proposta - Eu não deixo!


- Deixe ele terminar Daryl. - Carol pediu.


- Ela se uni ao grupo se ele deixar vocês em paz! - Jesus falou e todos se olharam - Ela falou que será pra vocês o que o Kyle é pra Hilltop.


- Eu falei que não! - Daryl falou.


- Ela já fez a proposta. - falou fazendo Daryl o encarar - Ela só quer saber a opinião de vocês caso ele aceite.


- Pra ela ter feito essa proposta de se unir à eles pra que deixem nossa comunidade em paz, ela deve ter um motivo. - Ryan falou fazendo Carl concordar - Algo deve estar motivando-a à fazer isso, ela não se renderia tão fácil, não sem antes lutar.


- Ela mesma se feriu pra não voltar, algo deve ter acontecido lá. - Carl falou e se lembrou de Dwight assim como Rosita - Não aconteceu nada lá, é quem está lá!


- Dwight. - Rosita falou fazendo todos olharem para ela - O cara que ela brigou, foi ele que a violentou!


- Ela está pensando em como fazê-lo pagar. - Tara falou - Droga Lily!


Notas Finais


Qual a opinião de vocês sobre essa proposta. Acham que é apenas por causa do Dwight ou tem outra coisa envolvida?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...