História Living In The Hell Second Season - Capítulo 20


Escrita por: ~

Postado
Categorias The Walking Dead
Exibições 45
Palavras 1.399
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção, Romance e Novela, Terror e Horror, Violência
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Tortura
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Hey! Estamos cada vez mais próximos do capítulo com a 3° morte. Quem vocês acham que vai morrer???

Capítulo 20 - Twenty


Lily Harley Pov

   Me levantei no susto assim que ouvi a porta ser aberta com violência, tinham chamado Grant para uma tarefa e o mesmo trancou a porta antes de sair, mesmo sentindo minha ferida arder eu me manti em pé e pude ver Dwight me encarar com raiva.


- Se você não sair agora, eu vo... - ele me interrompeu.


- Vai gritar? - riu fechando a porta - Pedir socorro?


- Eu estou avisando Dwight! - falei me apoiando na pia - Você não sabe do que eu sou capaz!


- Ninguém se preocupa com você menininha! - falou se aproximando e quando tirou sua jaqueta consegui pegar a faca que estava na pia - Agora nós dois vamos brincar um pouco, é você vai ficar quietinha.


- Se eu fosse você não pensaria nisso. - falei fingindo apertar minha ferida.


- É só um pouquinho. - falou se aproximando.


   Assim que ele colocou sua mão na pia me prensando contra ela e seu corpo, enfiei a ponta da faca em sua mão fazendo-o gritar, puxei a faca vendo o sangue escorrer e me afastem apontando a mesma ensanguentada para ele que usou o pano do fogão para estancar o sangue.


- Eu avisei, é eu posso furar outros lugares se quiser! - falei encarando-o - Você nunca mais vai tocar em mim, Kyle ainda não contou sobre aquele dia, por que eu pedi, eu vou fazer você pagar não o Negan!


- Você vai ver sua vadia! - falou vindo pra cima de mim.


   Acertou um tapa em meu rosto me fazendo cair na cama e passei a faca em seu braço fazendo um pequeno corte no mesmo, segurou minha mão apertando-a o quem e fez soltar a faca e senti sua mão machucada em minha mão enquanto ele tentava levantar minha blusa, batia em seus ombros e acertava alguns socos em seu rosto, mas ele continuava.


- DWIGHT! - ouvi Grant gritar, ele tirou Dwight de cima de mim e lhe deu um soco.


   O ajudei chutando-o e Dwight nos olhos com raiva, pegou sua jaqueta e saiu dali, me joguei os trás voltando a deitar na cama e senti as lágrimas caírem, ouvi a porta ser batida com força e em seguia barulho de água, levei minhas mãos até meu rosto e acabei sujando-o de sangue, o sangue dele.


- Ei, se acalma! - Grant me sentou, passou um pano em meu rosto e em seguida me abraçou - Estou aqui, o Kyle já está chegando da ronda, se acalma!


   Segurou meus braços e limpou um por um, levantou minha camisa vendo o curativo e senti ele tirar a gase, se levantou molhando o pano novamente e depois de torcê-lo passou por cima da ferida limpando-a, passou um pouco do remédio e coloco uma gase limpa, me levantou devagar e passou seus braços por minha cintura com cuidado me abraçando.


- Se acalma. - pediu mais calmo - Ele, ele tentou alguma coisa?


- Não. - falei conseguindo controlar as lágrimas - Ele já fez tudo o que podia.


- Lily, ele já tocou em você? - perguntou ainda abraçado comigo e concordei - Ele te...


- Tudo Grant. - foi o que consegui falar antes da porta ser aberta novamente com violência.


- Eu ouvi gritos! - ouvi a voz do Kyle e me soltei do Grant abraçando-o - Você está bem?


- O Dwight estava aqui quando entrei. - Grant falou - A Shelby me chamou pra ajudar ela e quando voltei ele estava aqui.


- Ele fez alguma coisa com você? - perguntou me olhando.


- Ele estava machucado. - Grant falou - Tinha um pno enrolado na mão dele.


- Eu enfiei a faca em sua mão. - falei apontando pra faca no chão - Cortei seu braço, eu ten...


- Shii, eu estou aqui agora. - falou passando sua mão em minhas costas.


- Precisamos contar pro Negan! - Grant falou - Ele tem que ser punido!


- Não se mete nisso Grant! - ele pediu - Ela não quer que o Negan saiba.


- Ele pode te ajudar. - Grant me olhou - Ele não tolera estupros, essa é uma das regras dele.


- Eu conheço as regras dele! - falei - Não é ele que deve punir o Dwight!


- É você que deve? - perguntou - Lily senão fosse por mim, ele teria feito algo pior!


- Ele tem medo do Negan, mas não tem medo de mim. - falei me soltando de Kyle e sequei minhas lágrimas - Vou fazê-lo sentir medo de mim, fazê-lo implorar pela vida!

Glenn Rhee Pov

   Ajudei Maggie a guardar as roupas que trouxemos e me sentei na cama pensando sobre o que Lily poderia estar pensando, passei minhas mãos no rosto, bufei fazendo Maggie se apoiar na pia e me olhar.


- O que foi? - perguntou.


- Tem algo errado. - falei - Eu sei que tem.


- Ela quer nos ajudar. - falou se aproximando e se abaixou segurando em minhas pernas - Ela acha que está fazendo o certo.


- Foi como o Ryan falou, ela não se renderia fácil. - falei  olhando-a - Algo nisso tudo não se encaixa, ela não se uniria apenas por causa do Dwight.


- No que você está pensando? - perguntou.


- Tem outro motivo. - falei - Talvez ela não queira contar agora, mas está dando dicas.


- Ela sempre fez as coisas por impulso. - falou se sentando no chão - Nunca pediu uma opinião, principalmente do grupo.


- Ela nunca precisou de alguma opinião pra fazer as coisas. - falei tentando encaixar as peças.


- Ela não queria uma opinião, queria saber se estamos bem! - Maggie falou se levantando - É isso, o começo de tudo é o acordo que ela fez com o Negan!


- Se unir à ele para que deixem a comunidade em paz. - falei começando a entender o que ela estava dizendo - A qualquer momento ele pode aparecer na comunidade.


- Precisamos estar lá. - Maggie falou - Ela vai precisar ver que realmente estamos bem.


- Tem mais alguma coisa. - falei - Se render sem lutar, por causa do Dwight e para que eles nos deixem em paz?


- Vamos esperar ele chegar. - se referiu ao Jesus - Talvez ele tenha mais notícias.

Ryan Gurion Pov

   Eu e Carl passamos o dia tentando encaixar peças que faltavam para entender o que a Lily está pensando em fazer, nosso mural tinha virado uma zona, tirando o mapa que estava intacto e marcado algumas trilhas e círculos de lugares onde poderíamos nos encontrar, tinha folhas escritas e rabiscadas por ele assim como anotações.


- Eles precisam saber. - falei.


- Sobre? - ele perguntou.


- Sobre a Lily não ter conhecido o Negan no início. - falei me sentando na cadeira e o olhei - Como você falou, eles já estavam juntos quando a epidemia começou.


- Foi só uma hipótese. - falou concentrado no mapa.


- Uma hipótese que pode fazer todo sentido. - falei.


- Como? - perguntou dessa vez me olhando.


- Precisamos falar com o grupo. - falei me levantando - Vamos Carl, levante!


   Sai de casa sendo seguido por ele e vi o grupo reunido próximo à segunda torre, nos aproximamos deles e percebi o olhar de todos em nós, paramos à poucos passos deles e Carl me olhou.


- Conte à eles. - falou.


- Hoje cedo o Carl falou algo que pode fazer sentido. - falei fazendo Daryl e Rick ficarem na frente do grupo.


- O que ele falou? - Daryl perguntou.


- Foi uma hipótese. - ele falou.


- A Lily e sua mãe podem não ter conhecido Negan no início. - falei fazendo eles me olharem ainda mais - Ele falou que eles talvez estivessem juntos quando a epidemia começou.


- Elas terminaram sozinhas do mesmo jeito. - Abraham falou.


- Por que? - perguntei.


- Becky não deixaria um lugar seguro, não estando com a Lily! - Daryl falou.


- Talvez o lugar não fosse seguro. - Carl falou.


- Ou algo a fez mudar de ideia. - falei - Se eles estivessem tendo um caso, ela teria ajudado ele a criar o lugar.


- Algo não saiu como ela queria. - Daryl falou parecendo pensar - Ela odiava quando algo não saia como o planejado.


- Achamos que talvez esse seja o motivo dela ter feito a proposta. - falei - É mais do que a vingança por causa do Dwight ou para bos salvar.


- Ela pode ter feito essa proposta pela mãe. - Carl falou.


- O que houve quando elas fugiram? - perguntei fazendo-os se olharem.


Notas Finais


A Lily já começou a mostrar ao mundo o que ela planeja fazer com o Dwight. Mal sabe ele, que a mão machucada e o corte no braço é apenas o começo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...