História Living On Spotlight - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Justin Bieber
Tags Fama
Exibições 49
Palavras 768
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa leitura!

Capítulo 1 - Prólogo


 

January 24th, 2013

Thursday, 09:34 AM

 

Estava a mais de meia hora esperando minha mãe terminar de se arrumar, enquanto eu, papai e Jessie, minha irmã menor, aguardávamos sentados impacientes com a demora. Hoje era um dia importando para mim, o dia em que minha vida poderia mudar pra sempre. Meu coração estava apertado, e minhas mãos suavam frio desde a hora que acordei, ontem então, foi uma luta travada dentro de mim para conseguir adormecer. Estávamos prestes a viajar para a grande Los Angeles, e o percurso demora vinte e quatro horas, sem contar as paradas que iremos fazer para descansar. Seria mais prático e rápido se fossemos de avião, porém nós não tínhamos dinheiro para pagar as passagens para quatro pessoas. Não erámos totalmente pobres, mas também não podíamos gastar tanto. Toda minha família nasceu, e cresceu em Iowa, Illinois. Era uma grande cidade, mas meu sonho não se realizaria aqui, ser cantora.

 Pode parecer mais um sonho infantil que todos têm, mas eu sempre me vi fazendo isso. Estar no palco pra mim – mesmo com pouca experiência – era mágico. A sensação de ter a atenção de todos apenas pela minha voz, a sensação libertadora que a música me trás, tudo era sensacional. Essa oportunidade de ir até L.A tinha caído do céu. Eu postava vídeos cantando no Youtube, e eles até tiveram bastante repercussão, mas não foi isso que me trouxe até esse momento, o que me trouxe foi ter cantado em um festival pequeno que aconteceu em meu bairro. Milagrosamente a esposa de um produtor chamado Steeve Kol me ouviu, e mandou um vídeo ao marido. E eles entraram em contato comigo para saber se seria possível que minha família me acompanhasse até a cidade em que moravam para uma audição numa gravadora.

Eu estava nervosa, pois essa seria uma apresentação que poderia mudar toda a minha vida. Já tinha me apresentado algumas vezes em festivais pequenos e algumas apresentações de escola, mas em nenhuma delas estavam presentes pessoas tão importantes e influentes.

Sai de meus devaneios ao ver minha mãe descendo a escada coberto pelo carpete bege.

- O que estamos esperando, vamos! – exclamou.

- Bem, nós estávamos esperando você mamãe – respondi rindo. Meus pais eram boas pessoas, eles sempre me incentivaram a fazer o que gosto, e me apoiaram a vida toda. Minha mãe, Lucy, era uma pessoa alegre, e que eu considero como melhor amiga. Ela canta também, e esse é um dos grandes motivos para querer seguir essa carreira. Já meu pai, George, não canta e nem toca algum instrumento, ele é carpinteiro e amava sua profissão. Durante toda minha vida me senti amada, mesmo não tendo muitos amigos, e tudo sempre me pareceu bom o suficiente, e agora estando a poucos passos de conseguir meu objetivo, tudo isso me parece um sonho.

***

Já estávamos vinte uma horas viajando, e agora faltavam apenas cinco, a viagem ao todo durará vinte e oito horas por conta das paradas que fizemos. A cada segundo que se passava o nervosismo crescia dentro de mim, em minha mente várias hipóteses se passavam de tudo que poderá acontecer, e eu rezava e pedia a todos os seres lá de cima para que nada saísse do controle e prejudicasse minha audição.

O toque do meu celular soou em todo o carro e eu olhei para tela, e um nome que fez com que minha barriga virasse um dos polos da terra, e não apenas um simples frio.

Steeve.

Mas por que diabos ele estava me ligando? Tudo já estava preparado para que eu estivesse lá no horário certo, então qual a razão da ligação repentina.

- Alô – atendi.

- Olá Stephanie, nervosa? – sua voz soou calma do outro lado da linha, e meu corpo todo relaxou ao perceber que nenhum problema aconteceu.

- Oh, estou nervosa desde que sai de casa – ri.

- É totalmente normal, afinal é uma grande oportunidade.

- Sim, eu sei, darei meu melhor.

- Sei que sim, querida – me encorajou.

- Mas, qual o motivo de sua ligação, Steeve? – perguntei.

- Bom, eu apenas liguei para informar que teremos uma companhia especial em sua audição.

- Mas, quem?

- Oh, um grande nome na música, creio que você goste, porém não posso falar no momento.

- Claro obrigada por avisar-me – agradeci.

- Por nada, e até logo – disse por fim despedindo-se e desligando a chamada.

Se antes eu estava nervosa, agora com esta notícia meu nervosismo aumentou o triplo, ou mais. Saber que algum cantor experiente e renomado assistirá minha apresentação fez com que todo meu corpo ansiasse pela perfeição.


Notas Finais


OLÁ, BOM ESPERO QUE TENHAM GOSTADO, E LEIAM A MINHA OUTRA FIC!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...