História Livros, café e Park Chanyeol - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, Kai, Lay, Sehun, Suho, Xiumin
Visualizações 41
Palavras 1.396
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Lemon, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá amores! ❤
Dedico essa fanfic pra minha amiga chanbaeka sugaeccentric ❤
Boa leitura! ❤

Capítulo 1 - Amargo como café


O café que tinha em mãos era amargo assim como Chanyeol, a dureza de suas palavras cortavam-me em mil pedaços e tudo que conseguia fazer era chorar pedindo por uma trégua. Tinha de suportá-lo contra minha vontade, afinal, era o irmão mais velho de meu namorado Sehun.

 

-Byun? O que está fazendo acordado?- sua voz rouca e grave atingiu meus ouvidos.

-Estou sem sono.- o relógio em formato de pinguim posicionado sobre a geladeira marcava seis horas em ponto. O céu estava tingido de azul acinzentado, provavelmente choverá mais tarde.

-Discutiu com meu irmão de novo?- os braços magros de Sehun envolveram-me num abraço quente e aconchegante. O maior depositou sua cabeça em meu ombro esquerdo enquanto balançava nossos corpos lentamente de um lado para o outro.

-Sim, mas isso não é nenhuma novidade.- meus dedos adentraram os fios negros de Sehun, os mesmos possuíam um perfume doce e refrescante como hortelã. -Você está sem sono também?

-Senti sua falta quando acordei, imaginei que estivesse aqui, sei que gosta de observar o céu nublado.- virei meu corpo ficando de frente para o garoto, coloquei-me na pontinha dos pés para depositar um breve selar em seus lábios naturalmente rosados. Chanyeol nos observava do outro lado do cômodo, sua feição era de nojo como se sentisse repulsa por estarmos nos tocando, mesmo sendo de uma forma tão terna e carinhosa.

-Que tal fazer isso num quarto e me poupar dessa visão?- Sehun desvencilhou-se de mim fitando o irmão carrancudo.

-Não estamos fazendo nada demais.- inclinei a cabeça para baixo ignorando a presença indesejável de Chanyeol.

Procurei no armário envernizado a caixa de cereal para despejar sobre a tigela que encontrava-se em cima da mesa, assim que o fiz caminhei até a geladeira pegando o leite desnatado que ficava num dos compartimentos transparentes da porta, com uma colher misturei tudo enquanto sentava-me numa das cadeiras redondas que ali estavam.

-Dormirei fora hoje.- disse retirando-se cautelosamente do lugar.

-Que horas irá voltar?- o mais novo perguntou aos berros já que o irmão não estava mais por perto. Não ouve som de resposta.

Provavelmente Chanyeol dormiria na casa de Jongdae, um de seus amigos da faculdade. Apesar de ser tratado com frieza quase todas as vezes perante a presença do garoto, sentia carinho por sua pessoa, talvez fosse pena por ser tão reservado e privado de sentimentos tão puros e doces como o que sinto por Sehun.

-Acha que ele irá para a casa de Jongdae?- a preocupação transparecia em sua voz.

-Tenho certeza.- deslizei a língua por meu lábio inferior limpando os vestígios de leite no local. -Tente se preocupar menos, ele não é mais uma criança.

-Sei disso mas... Ultimamente ele anda agindo de maneira estranha.- eu trabalhava em tempo integral numa simples biblioteca, Chanyeol ia até lá todos os dias procurar novos livros para sua coleção que até hoje não pude conhecer. O castanho era amigável e chegou convidar-me para sair algumas vezes, na quarta vez que nos encontramos fora de meu ambiente de trabalho Channie levou o irmão e dois de seus amigos mais próximos, Jongdae e Yixing para conhecer-me. Sehun demonstrou desde o início que não queria apenas minha amizade e eu não perderia a oportunidade de sair com um garoto inteligente e bonito como o mesmo. Desde que assumimos nossa relação publicamente o mais velho se afastou passando a desprezar-me com todas as suas forças, inicialmente achei que fosse algum tipo de preconceito por sermos homosexuais, porém, depois de um tempo Chanyeol revelou seu interesse por garotos começando um breve namoro de seis meses com Kyungsoo, o que não durou muito pois a relação era baseada apenas em sexo e brigas.

-Talvez ele só não goste de mim.- admitir isso doía, mas era a mais pura verdade então teria de conviver com aquilo mesmo contra minha vontade.

-Não fale isso.- senti seu corpo posicionar-se atrás de mim enquanto seus lábios estacionavam em meu pescoço sugando levemente aquela área arrepiando-me por inteiro. -Ele age assim comigo também.

-Nunca vamos entendê-lo.- virei-me agarrando seus ombros colando nossos corpos para beija-lo. Minhas pernas envolveram sua cintura definida enquanto suas mãos massageavam minhas coxas descobertas pelo fato de estar vestindo uma bermuda. Nossa intimidades se tocaram fazendo-me arfar contra sua boca, tentei me afastar pois sabia onde aquilo acabaria e tinha medo que Chanyeol por algum motivo voltasse e acabasse presenciando aquela cena.

-Por que está se esquivando?- a rouquidão em sua voz fez meu membro pulsar dentro de minha cueca.

-Estamos na cozinha, alguém pode chegar a qualquer momento.

-Este alguém seria Chanyeol?- Sehun movimentou seu quadril fazendo nossas intimidade roçarem inúmeras vezes. Aquilo estava me levando a loucura, acabaria me entregando para ele ali mesmo caso não parasse naquele instante. -Fique tranquilo, ele já deve estar longe e além do mais, eu quero você agora, não aguentarei te levar até o quarto.- a bermuda foi retirada junto com a cueca deixando-me nu diante do mais alto, não estava usando blusa alguma apesar do dia ter amanhecido frio e chuvoso. Seus dedos magros envolveram meu membro que direcionaram o mesmo até sua boca engolindo toda minha glande, apoiei-me com os cotovelos na mesa jogando a cabeça para trás. Sua língua fazia movimentos circulares me levando ao delírio, meu pré gozo escorreu e fora engolido pelo maior que olhou-me travesso, logo seus lábios desceram até minha pequena entrada umedecendo-me ali. Puxei seus cabelos negros trazendo-o para um beijo quente, o mordisquei ao sentir dois de seus dedos invadirem-me impiedosamente, nos mesmos os aprofundando em meu interior estreito, gemidos escapavam cada vez mais altos demonstrando o prazer que estremecia-me violentamente. Perdi todo o controle sobre meu corpo ao sentir sua língua esfregar-se em meus mamilos os sugando e mordendo ali.

-S-sehun acho que vou gozar.- uma trilha de beijos foi depositada em meu peitoral que apenas parou ao chegar em meu membro vibrante que logo se desfez nos lábios do mais velho.

-Querem ajuda?- Minseok nos olhava na ponta da mesa. Encolhi-me tentando tapar meu corpo desnudo, Sehun não parecia nem um pouco incomodado com a presença de seu hyung e agiu como se estivéssemos a sós. As roupas descartadas no chão foram pegas e entregues em minhas mãos para que as vestisse, assim que o fiz caminhei até a pia a procura de um copo de água na tentativa de acalmar-me.

-O que faz aqui, hyung?- permaneci de costas para os dois evitando mostrar a queimação de minhas bochechas. Deveria estar vermelho como um pimentão.

-Vim lhe entregar este panfleto de viagens, estamos quase de férias e pensei que poderíamos ficar alguns dias em um acampamento.- abracei Sehun escondendo-me atrás do garoto. -Byun, não fique com vergonha de mim, já vi coisas que você nem deve imaginar.

-Falar isso só vai piorar as coisas.- seus risos estridentes deram-me coragem para encará-los.

-E-eu acho uma ótima ideia ir para um acampamento.- tentei agir naturalmente.

-Você tinha que vir até aqui entregar isso logo agora?- prosseguiu Sehun.

-Não tinha como eu saber que vocês estariam trans...- tossi para cortar educadamente o que Minseok iria dizer.

-Chega desse assunto. Quem mais sabe sobre essa viagem?- fomos até a sala onde nos jogamos nos sofás de estofado marrom claro.

-Por enquanto ninguém, você e Chanyeol são os primeiros que convidei.

-Acha mesmo que ele vai aceitar?- seria incrível se Channie aceitasse ir conosco, talvez voltassemos a ser amigos.

-Não custa tentar.- meu celular vibrou em baixo das almofadas. Tinha esquecido o aparelho desde a noite passada e somente dei falta do mesmo agora. Minha caixa de mensagens estava cheia, provavelmente eram meus familiares perguntando sobre meu paradeiro, apesar de saberem exatamente onde me encontriam.

-Que tal falar com os outros meninos agora? Eu realmente estou muito animado com a ideia de passarmos um tempo juntos novamente.

-Claro! Baek... Quer ir junto?- neguei com a cabeça. Sentia-me desanimado para sair de casa, tudo o que queria no momento era uma boa tarde de sono já que a noite fora perturbada. Os garotos levantaram-se indo em direção a porta de saída, os acompanhei despedindo-me com um aperto de mãos.

-Terá que me recompensar mais tarde, Byun.- Sehun cochichou em meu ouvido depois de selar nossos lábios. Sorri fechando a porta atrás de mim, o garoto me fizera ter o orgasmo mais prazeroso que já tivera em pouco tempo, terei de surpreendê-lo, e eu sabia como.


Notas Finais


Espero vocês no próximo capítulo! ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...