História Lock Me Up - Capítulo 4


Escrita por: ~

Exibições 539
Palavras 3.531
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Festa, Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Shonen-Ai, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Cross-dresser, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


BOMBAYAH~

Leiam as notas finais u-u

Capítulo 4 - The Result! - III


Fanfic / Fanfiction Lock Me Up - Capítulo 4 - The Result! - III

 

                               The Result - III

 

Ah...Ah... JungKook-ah... M-Mais rápido... Vai! — Gemia manhoso rebolando no mais novo.

— Mas é uma puta mesmo...hmm... — Disse rouco arremetendo Jimin enquanto lhe lançava tapas nem um pouco fracos nas nádegas do mesmo.

— Awn... Oppa! — Gritou se desfazendo no lençol da cama.

Os garotos sequer tinham a noção de quantas vezes repetiam aquele ato, Jimin estava insaciável e JungKook não estava muito diferente, o garoto sinceramente não esperava que Jimin fosse desse jeito, como havia pensado antes: Park Jimin foi feito ser tomado, e agora, feito para ser tomado apenas por Jungkook. Estavam exaustos, Jimin nem dera tempo para respirar e já estava rebolando em cima de si com uma expressão de falsa inocência, óbvio que Jungkook não resistiria a um "Oppa, faz de novo?" e novamente reiniciavam o ato. O maknae poderia dizer que esta fora a melhor foda de sua vida e por ele mesmo repetia quantas vezes Jimin quisesse.

O menor caíra exausto em seu peito trocando agora trocando beijos mais calmos e sem algum pingo de malícia, lá estava Jimin saindo de vinho e voltando para água, todo manhoso se aninhando no peito do mais novo pedindo por carinho, este que não o negou, abraçara-se ao mais velho dando um beijo em sua testa enquanto o mais velho fechava os olhos roçando seu nariz no pescoço do maior denunciando o quão esgotado e com sono estava. Não demorou para que ambos estivessem dormindo agarrados como não dormiam a muito tempo.

 

   
                                                  •◈•◈•◈•

 

 

Os raios de sol invadiam a janela do quarto batendo suavemente nos corpos que repousavam profundamente na cama de JungKook, era cedo demais para que alguém ali abrisse os olhos e sequer queriam cometer tal ato, ambos estavam confortáveis se não fosse por uma movimentação na cama incomodando Jimin, o Jeon havia acordado e os olhos arregalados encarando o seu hyung dormindo tranquilamente em seu peito fez suas lembranças de ontem voltarem a tona como pequenos flashs, sem contar na maldita dor de cabeça por conta da ressaca. Quer dizer, JungKook não consegue acreditar que tomou o seu hyung, onde estava com a cabeça para fazer uma coisa dessas e se os outros hyungs descobrem?! No mínimo JungKook estaria ferrado, torturado pelo Jimin e morto pelos seus outros hyungs.

O mais velho parecia está longe de acordar e o garoto também não queria se levantar, ali estava bom demais para isso, na verdade estava perdido demais em seus pensamentos da noite passada, caralho... Era a única coisa "coerente" que conseguia pensar, quer dizer, o garoto gostou de está dentro de Jimin e gostou mais ainda de seu hyung se comportando como um putinha para si mas bem... Ninguém precisava saber agora. Na verdade ele teria de pensar em algo que acalmasse o seu Hyung assim que este acordasse, Jimin é lerdo então demoraria alguns minutos para entender o que está acontecendo, pelo menos costuma ser assim. JungKook suspirou pesado ajeitando suas costas na cabeceira e Jimin melhor em seus braços o mesmo apenas o apertou num abraço, adorável. Parecia um pirralho, o que cogitou o maknae a pensar se o seu hyung é bipolar.

Tipo...

Uma hora o Park age realmente como uma criança inocente, pelo menos ele era até ser corrompido por JungKook e se transformado numa vadiazinha, o Maknae nunca vai entender o Park.

Um pouco mais para baixo do mais novo se encontrava Jimin, que já dava indícios de que iria acordar logo logo, seu corpo doía como o inferno principalmente no quadril e naquele lugar, o Park resmungou algo e franziu espremendo os olhos, por que seu corpo doía tanto?! Não se lembrava de nada da noite passada só de estar dançando com Chanyeol este que lhe oferecera vinho e depois uma boa dose de alguma bebida forte que nem sequer lembra e logo depois JungKook dançando consigo. Sua cabeça parecia explodir ao tentar se lembrar de alguma coisa. Abrira os olhos lentamente piscando os olhos freneticamente na tentativa de se acostumar com a claridade do local estava abraçado à alguém que supôs ser JungKook já que sempre dormiam juntos, mas por que o garoto não sentia a blusa fina do pijama do mesmo?! E por que bulhufas se sentia exposto?!

— J-JungKook-ah — Soltara com a voz arrastada e garganta doendo.

O mais novo por outro lado estava gritando "fodeu" mentalmente enquanto abraçava um pouco mais o corpo de seu Hyung, um nó se formara em sua garganta ainda em busca de tentar falar algo, quer dizer, não poderiam discutir, não estavam e um bom "estado" para isso, mas o maknae não queria o seu hyung chateado ou o ignorando, muito menos chorando, por deus, Park é sensível demais! O ver chorar parte o coração de qualquer um, parabéns Jeon Jeongguk, troféu de idiota do ano para você.

Okay, respira fundo, Jimin está precisando de cuidados nesse momento, até porque ele quem está mais — literalmente — Fodido. Remédios para dor e náuseas, pois sabe que o mais velho vomita muito depois que bebe, e comida, ambos estavam famintos, e só depois, depois disso tudo ai, tocariam no assunto. JungKook respirou fundo dando um beijinho na cabeça do platinado.

— B-Bom d-dia, Hyung — Disse se torturando por ter gaguejado.

— Jeonnie, por que meu corpo ta doendo? — Perguntara dengoso tentando se levantar soltando um gritinho fino pela ardência em sua bunda, se arrepiou junto aos olhos arregalados ao sentir algo escorrer de seu interior. Isso só aumentou o desespero de JungKook — P-P-Por q-que tem algo escorrendo de dentro de mim? JungKook o que aconteceu? — Perguntara rápido com medo da resposta.

— Hyung, pelo amor de Deus fica calmo — Disse um tantinho desesperado. 

O que não adiantou. Soltando grunhidos de dor Jimin se afastara de JungKook arregalando os olhos querendo não acreditar no que estava vendo, por favor, alguma alma boa me diz que não é o que eu to pensando! Jimin pensara desesperado encarando tanto seu corpo quanto o de JungKook ambos marcados e despidos, tapou a boca imediatamente sentindo os olhos lacrimejarem enquanto levara uma das mãos até sua entrada sentindo a porra que só podia ser do Maknae.

— Ai meu Deus. — Disse alto fechando os olhos momentaneamente pela dor de cabeça que parecia pior a todo momento.

— Hyung! — JungKook chamou tentando se aproximar do mais velho — Se acalma! — Pediu mais uma vez tendo o seu hyung mais vermelho que um pimentão estendendo suas mãozinhas num pedido mudo para que não se aproximasse.

— Como eu vou me acalmar, Jeon Jeongguk?! — Exaltou-se já chorando. — C-Como... E-Eu e-e você...? — Dizia trémulo levando as mãos ao rostinho vermelho.

JungKook sem pensar duas vezes abraçou o mais velho, não queria ver o seu melhor amigo chorar, não! De jeito nenhum. A merda já foi feita e ambos são os culpados teriam de aceitar as consequências, o maknae se dividia entre sussurrar um simples "Shhh.. " ou se pedia mais uma vez para se acalmar e que iria explicar o que aconteceu, não era só Jimin que também estava completamente pasmo, quer dizer, o maknae ainda não consegue acreditar que isso aconteceu, como assim? Por que justo com o seu Hyung? Tantas garotas bonitas naquela festa e fode justamente Jimin, e ainda diz que foi a melhor foda de sua vida? Mas que porra! Maldito momento em que ambos ficaram bêbados.

— Hyung... — Chamou baixinho enquanto o outro soluçava em seus braços com vergonha demais para encarar Jeon — Eu vou explicar o que aconteceu, m-mas a gente precisa se acalmar. — Repetiu — Precisamos de um banho, remédios e um café da manhã reforçado — Disse baixinho acariciando as madeixas platinadas do menor — Olha pra você, hyung, precisa de cuidados. — Em um momento sequer saiu do tom sereno.

O que era justamente ao contrário da bagunça que estava dentro de si, alguém teria de tomar as rédeas da situação e se Jimin não estava em condições, JungKook teria de ter a vergonha na cara de tomar. Se Jimin não estivesse tão... Desacreditado, teria orgulho de seu dongsaeng por está sendo tão maduro, e estaria também surpreso por ter o mais novo cuidando de si, quer dizer, costuma ser ao contrário, Jimin quem cuida de JungKook sequer lembra da ultima vez que o Jeon fizera a mesma coisa.

— T-Tudo... Bem... — Disse baixinho fungando e se afastando do maior limpando as lágrimas que ainda insistiam em cair.

— Eu vou te dar um banho, tudo bem? — O moreno perguntou levando seus dedos delicadamente ao rosto morno do menor limpando a tempestade recente.

Jimin, mesmo envergonhado, assentiu levemente abaixando o olhar para as mãozinhas pousadas entre as pernas, não obtinha a coragem de olhar para o rosto do dongsaeng, certo que não lembrava do que havia acontecido noite passada e provavelmente demoraria para lembrar o que havia acontecido, mas só pelo fato de saber e ter completa noção de que haviam transado noite passada o deixava o suficientemente vermelho para se juntar as frutas roxas da fruteira do Jin. JungKook suspirou pegando seu Hyung como se fosse algo quebrável em estilo noiva levando até o banheiro o colocando na banheira e a enchendo em temperatura de água morna. O menor não pôde evitar um suspiro em satisfação fazendo o maknae sorrir acariciando o cabelo e as bochechas cheinhas do mesmo.

— Consegue tomar banho? — JungKook perguntou baixo pela proximidade observando o menor negar com a cabeça. — Então espera, eu vou no quarto rápido. — Avisou se levantando deixando um Park pensativo na banheira.

O menor queria poder falar mas a sua garganta doía demais para citar ao menos um "okay" estava confuso a respeito de praticamente tudo, quer dizer, sabia que sua relação com JungKook não seria mais a mesma depois de ontem, mas podia ver que o maior estava se esforçando para não se tornar pior, Jimin se sentia aliviado, no fundo não queria se afastar do dongsaeng, mas era nítido que ambos precisavam de um tempo para digerir tudo que houvera.

JungKook retornou agora vestindo apenas uma boxer preta se abaixando ao lado da banheira pegando uma esponja e o sabonete líquido passeando o mesmo suavemente no corpo extremamente marcado do menor, o silêncio que se encontrava naquele lugar não era algo incômodo, na verdade se sentiam confortáveis ali, Jimin aproveitava do banho e JungKook se perdia nas feições delicadas do mais velho, não queria ter de se afastar do menor e vice versa. JungKook sorriu pequeno mais uma vez guardando a esponja e buscando uma toalha para que enxugasse o seu hyung.

— Se sente melhor agora, hyung? — Perguntou pegando o mesmo no colo e o levando para o quarto.

— M-Minha g-garganta... — Disse com a voz falha e um tanto rouca.

— Vou pedir para o Jin hyung fazer algo, só vou tomar um banho, okay? — Disse enquanto colocava uma peça intima no menor e um moletom cinza do mesmo.

— Okay — Deitou-se na cama, o mais velho sentia-se completamente acabado e mesmo assim havia a droga de um sentimento de satisfação dentro de si, sentia-se feito, completo, como se houvesse gostado da noite anterior.

E isto só lhe dava, receosamente, a vontade de lembrar de tudo.

JungKook mantinha seus pensamentos a mil, sua cabeça doía tanto quanto a do seu hyung que descansava no quarto, o maknae estava preocupado, de uma forma ou de outra seu intuito egoísta não queria se afastar do mais velho, quer dizer, sabia que alguma merda iria acontecer se se afastarem, do exemplo: nenhum dos dois quererem se aproximar novamente. Bufou baixinho esfregando o rosto com ambas as mãos sentindo a água morna escorrer por seu corpo relaxando seus músculos, precisava se manter calmo, isso não era difícil, não mesmo!

Saiu do cômodo com uma toalha na cintura e outra em seu pescoço, havia se esquecido de suas roupas e deu graças aos céus por Jimin está de costas para si, não queria deixar aquele ambiente mais desconfortável ainda, mordeu o lábio inferior repreendendo um risinho ao ver o mais velho todo encolhidinho na sua cama, era adorável de qualquer forma. Pegou suas roupas e seguiu para o banheiro trajando uma calça moletom preta, moletom branco e a peça íntima. Sequer havia olhado as horas, mas provavelmente seus hyungs já estariam acordados.

Deu uma ultima olhada em Jimin e se retirou do quarto em busca de algo reforçado para seu hyung comer, suas suspeitas foram concluídas mas apenas Jin e Yoongi estavam acordados, o que foi de espanto para JungKook encontrar o de cabelo preto acordado, o que levaria yoongi a acordar uma hora dessas? Bem, ele não sabia, mas preferia ficar sem saber havia problemas demais para se preocupar com o que Yoongi faz ou deixa de fazer.

— Hyung, pode fazer algo bastante reforçado para o Jimin hyung? — JungKook perguntou para o Jin.

— Claro, aconteceu alguma coisa? — Perguntou preocupado e JungKook enguliu seco.

Precisava pensar em algo rápido, sua sorte é que tanto Yoongi quanto Jin se encontravam ocupados demais para notar as marcas roxas que Jimin deixara em seu corpo.

— Huh... É que... O Jimin hyung não acordou muito bem — Disse nervoso e mordeu o lábio inferior se repreendendo internamente pela falta de firmeza na voz — Acho que é a ressaca. — Dessa vez pareceu mais convincente, pensou consigo mesmo.

— Tudo bem, irei levar algo pra ele e-

— Não! — O Maknae se exaltou dando um susto do mais velho — Quer dizer, não precisa eu posso levar pra ele, hyung — Sorriu amarelo e sentou-se na bancada esperando pelo café da manhã que Jin preparara.

Jin obviamente estranhou o comportamento do dongsaeng o encarando com um ar de desconfiança, todos do bangtan tem total consciência que JungKook é um iceberg inteiro e obviamente era difícil ver o garoto praticando um ato de bondade, na cabeça do mais velho de todos talvez Yoongi tenha razão, JungKook finalmente deixou alguém entrar nessa pedra que ele chama de coração e consequentemente é o Jimin, mas bem, Jin não pode ter certeza, até porque mesmo se fosse verdade conhecia bem esses dois. Demoraria tempos para finalmente contarem o que está acontecendo.

Seok preparou a maioria a base de frutas, um ótimo suco de laranja junto a tudo que se pode esperar de um café da manhã e comprimidos de náuseas e dores. JungKook quase o agradecera de joelhos, finalmente ele e Jimin poderiam comer. Agradeceu ao mais velho sorrindo largo e voltou para seu quarto as pressas depositando a bandeja no criado mudo caminhando até Jimin delicadamente o colocando sentado na cama.

— Aqui — Colocou a bandeja de frente para o mais velho e sorriu alisando a bochecha corada do mesmo — O Jin hyung disse que o suco de laranja iria ajudar com a dor de garganta — Explicou com um sorriso pequeno.

— Obrigado, Kookie — Disse com um sorriso levando as mãosinhas até o copo de suco.

Por um lado ambos se sentiam aliviados por adiarem uma conversa tensa, aproveitavam do clima consideravelmente confortável que havia se instalado ali, como se as preocupações que obtinham sumissem temporariamente, Jimin, por mais que sentisse dores por todo corpo e sentindo-se completamente esgotado, comia sozinho recusando o pedido de JungKook que perguntara se ele precisava de ajuda, gostou do fato de ter o dongsaeng cuidando de si e até achara engraçado a forma que o mais novo puxava assunto e se alimentava de uma maneira desastrosa lhe arrancando risadas gostosas e suaves, JungKook gostava desse som.

— JungKook-ah! — Jimin chamou ainda em meio a risos — Coma direito! Parece uma criança — Riu alto pegando um guardanapo e levando até a boca do mais novo.

— Ya! Você também está todo melado, Hyung — Disse rindo também.

— Você está mais sujo do que eu! — Fez um bico.

O interior do Maknae torceu e uma vontade absurda de morder aquele bico tomou seu corpo, se conteu. Tinha completa noção de que teria de cessar seus toques como o mais velho, pelo menos por um tempo. Jungkook mal percebera que encarava Jimin descaradamente, se perdia nas orbes castanhas do mesmo que mesmo depois de tudo emanava uma inocência sútil. Sorriu pequeno ao vê-lo corado e terminar seu café da manhã, o mais novo preferiu não falar nada apenas pegar a bandeja colocando-a de volta no criado mudo e entregou o remédio de dor de cabeça para o Park que tomou rapidamente.

— Sabe que não podemos mais adiar a conversa, não é? — A voz suave e receosa de Jimin quebra o silêncio que se instalou ali.

— É... Eu... — Suspirou alto fechando os olhos brevemente e sentou ao lado do mais velho — Eu sei, eu só não sei por onde começar, hyung — O mais novo mordeu o lábio inferior — Quer dizer, eu lembro de algumas coisas mas é... Constrangedor...  — Disse corado e receoso, viu o seu hyung engolir seco.

— JungKook-ah... — Jimin chamou baixinho — Conte tudo que lembra, por favor — Pediu com as bochechas ruborizadas evitando contato direto com o mais novo.

             E JungKook contou. Explicou tudo do começo e como ambos agiram, obvio que evitou detalhar o que fizeram, seu hyung parecia que iria infartar a qualquer momento de tanta vergonha, estava mais vermelho que qualquer outra fruta. Contara as sensações e os ciúmes que sentira de Jimin quando se encontrava bêbado e explicou o seu lado, Jimin poderia compreender, isso era óbvio, sabia que a culpa também era sua e não apenas do mais novo. JungKook explicou também que não esperava ser correspondido assim, de primeira, disse que ficou surpreso internamente por Jimin o corresponder de uma maneira que nunca havia visto.

Por mais que evitasse os detalhes, JungKook fora explícito, contou tudo e com todas as letras, houve momentos em que Jimin escondia seu rosto nas próprias mãos por simplesmente não saber como encarar JungKook, tanto que as vezes o Maknae tinha de afastar as mãozinhas do rosto do mais velho para que este prestasse atenção no que JungKook dizia. Sentiam-se perdidos e sequer vos passavam pela cabeça que era um desejo profundo de ambos, JungKook já desconfiara disto, já Jimin apenas sentia.

Contudo...

Ninguém esperava que todas essas sensações, misturas de sentimentos e vontades fosse simplesmente vontade de tomar e ser tomado. De fato, ambos são lerdos demais para notar alguma coisa.

Com um suspiro que escapara dos lábios finos o mais novo terminara de contar tudo ao menor que mantinha as bochechas ruborizadas e olhar perdido, quer dizer, não conseguia imaginar na hipótese de transar com o seu dongsaeng e melhor amigo, em sua cabeça aquilo era demais, mas também não poderia desmentir o fato de que isso realmente aconteceu. Jimin estranhou seus próprios atos, deveria está irritado mas, no máximo, sentia-se confuso em relação a tudo, precisava digerir tudo que acabara de ouvir.

— E-Eu sinto muito, Hyung... Eu deveria ter me controlado e-

— JungKook-ah — O chamou com a voz macia o interrompendo — N-Não se preocupe, e-eu também tive culpa — Disse mordendo o lábio inferior desviando o olhar.

— Hyung... — Agora JungKook quem chamara o outro — Isso vai mudar as coisas entre a gente, não é? — Perguntou receoso com um olhar indecifrável na concepção de Jimin.

— P-Parece que sim — Sussurrou mais para si do que para o outro.

— Eu... Não quero que se afaste, Jimin hyung — O mais novo disse com a voz vacilante.

— JungKook-ah, precisamos de um tempo... — Jimin disse baixinho, parecia que iria chorar a qualquer momento. — Não podemos fingir que nada aconteceu, Kookie — O encarou nos olhos, sim, seus olhinhos estavam marejados novamente fazendo com que JungKook o abraçasse imediatamente.

— Eu sei que não podemos, Hyung — Sussurrou alisando as costas do mais velho.

— P-Precisamos a-ao menos digerir tudo o que aconteceu, Jeonnie — Disse baixinho fungando — Não podemos ficar colados de novo, e-eu m-me sentiria, no mínimo, estranho — Explicou se separando de JungKook, este que lhe acariciava o rosto.

— Tudo bem, Hyung — Disse se dando por vencido — Tem razão, precisamos de um tempo, certo? — Sorriu pequeno e o menor assentiu — Não tem problema, Hyung, eu vou esperar — Selou sua testa.

Jimin estava surpreso com ações do outro, nunca em momento algum esperava ver esse lado do outro, não segurou um sorriso pequeno que se esboçou em seus lábios ao pregar seus olhos nos do mais novo, sentia seu interior aquecido, algo estranho dentro de si e mal sabia que era a mesma coisa com JungKook, este que travava uma guerra dentro de si mesmo sobre segurar-se para não beijar o menor, ele queria tanto que isso chegava a ser bizarro para si mesmo.

— Hyung — Chamou Jimin depois de respirar fundo lhe lançando um olhar um tanto incerto — Eu posso te beijar?

 

 


Notas Finais


~Bem diabético -q

Eu betei mas deve haver algum erro nesse negocio ai.

AAHH... Finalmente saiu essa joça :v gente vocês são fodas pra caramba <3 Enfim, acho que o capítulo ficou pequeno, mas o próximo vai ficar maior, eu acho... como, acho, que todo mundo sabe eu perdi os capítulo tudo e to tendo de reescreve-los TT-TT por isso tem demorado tanto pra sair, perdoem meus dedinhos lentos e não desistam de mim <3

Por hoje é apenas isso e-e

Genty, cês num sabe o que aconteceu :v eu tenho uma mania de meio que ouvir músicas aleatoriamente enquanto eu escrevo, até que tipo começa a tocar a música que eu havia escutado pra escrever essa bagaça aqui, como eu havia dito no primeiro capitulo, essa joça tava mofando no meu cartão de memória do celular e obviamente havia esquecido quais músicas eu havia usado pra me inspirar e tudo mais... e bem, quem quiser ouvir a música...

Lock me Up - The Cab -> https://www.youtube.com/watch?v=5XF_XwFixAg

Assim, acho que ela tem tudo haver com a história -q quem puder, escute, The Cab é maravilhoso -q

Genty, cês viram a capa? essa foi a fic que eu mais troquei de capa dels ;-; finalmente fiz algo descente :v to amando sá coisinha ai <3

enfim...

Até o próximo capítulo, amoras <3
bjocas!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...