História Lolita - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Ino Yamanaka, Naruto Uzumaki, Sai, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha
Tags Hentai, Romance, Sasusaku
Visualizações 686
Palavras 2.173
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Acho que escrevi demais

Capítulo 3 - Que a bebedeira comece


Fanfic / Fanfiction Lolita - Capítulo 3 - Que a bebedeira comece

Que a bebedeira comece...

Sakura on.

Porra acho que dormi demais, quando acordo já esta escurecendo e meu celular não para de apitar, cacete mais de cinquenta mensagens da loira. O que será que ela quer. Vindo da Ino so pode ser bucha fico ate apreensiva com isso, mas tudo bem dou uma ignorada nisso e vou ate a cozinha to com sede pego um suco de laranja e volto pra cama. Mas cinco mensagens só nesse meio tempo, ai que merda loira de farmácia o que tu quer, resolve abrir as mensagens.

CACETE ELA QUER QUE EU VA COM ELES PRA BALADA, isso não me cheira bem, porque será que ela também quer que eu vá? Tá isso não me cheira bem. E eu o que faço não to nem um pouco a fim de ir, mas que droga odeio multidões odeio barulho. Nunca contei para ninguém além da Hinata que sofro de um distúrbio chamado síndrome do pânico, não suporto lugares com barulho e muitas pessoas isso me deixa apavorada. Mas não posso virar pra Ino e nem pro meu novo amigo e falar ´´OI gente então eu não vou com vocês por que tenho um distúrbio que me faz ter crises excessivas de medo quando estou no meio de multidões...’’. Que bosta né, bom vou dar a desculpa mais antiga e clichê conhecida pela mulher. Pego meu celular e mando a mensagem para os dois desmarcando o encontro.

Oi, boa noite Sakura aqui...

Enfim tive um inesperado agora a noite e não vou poder ir hoje a noite e estou morrendo de cólica, bom me perdoe por furar... Espero que aproveite a noite e não apronte muito. Beijo cuidado.

Pronto mensagem enviada para os dois, a loira visualizou na hora e me xingou de piranha pra baixo kkkk típico dela, mas ok eu não ligo sei que ela é assim mesmo. Já meu novo amiguinho se é que posso chamar assim ficou todo preocupado perguntando se eu ia ficar bem sozinha e etc. Cara entenda eu amo ficar sozinha, mas só respondi com um sim pequeno e chocho. Agora é só ficar de blusa e calcinha e aproveitar a solidão acho que vou revisar matéria ou algo do tipo, ver uma série ou um filme sei lá algo assim, juro que fiquei triste em não ir, mas o problema é que eu não consigo. A tudo bem já me acostumei com esse tipo de situação, fiz um lanche bem gordo pra mim tomei um banho quase de uma hora e coloquei meu conjunto mais bonito uma calcinha rosa de renda com laços e um sutiã igual, me sentia uma deusa grega quando vestia ele acho que é porque combina com meu cabelo com minha pelo, ele combina comigo por inteiro, vesti uma blusa verde um pouco decotada demais e um short bem curto branco. Quando me olhei no espelho me senti a mais gostosa do mundo kkkk quem dera fosse verdade, fui direto pro sofá e coloquei o primeiro filme que apareceu nem estava prestando atenção, fiquei imaginando o que poderia ter acontecido se eu tivesse topado ir à tal balada servir de cupido, confesso que to morrendo de vontade de pegar alguém faz quase cinco meses que o carinha que eu ficava na universidade se formou e deu um pé na minha bunda, ainda bem que não era nada sério mesmo apenas sexo. Só que esse apenas sexo tá me fazendo muita falta confesso que to na seca e aquele tal de Sasuke podia me molhar muito bem, chega eu até um calorzinho na menina em pensar aquele homem por cima de mim gemendo no meu ouvido. DROGA SAKURA NÃO PENSA NESSAS COISAS, com certeza ele tem namorada ou algo do tipo um cara com esse não fica sozinho por muito tempo. Sai dos meus devaneios pervertidos quando meu celular começou a tocar feito louco.

-Alo.

-Vida é a Ino, tudo bem?

- Oi amiga, tudo sim e com você?

-Tudo... Então aconteceu um problema na balada acho que não vai abrir hoje ou algo do tipo não sei bem, enfim vamos pra casa do Naruto um amigo do Sasuke continuar a festa quer ir?

- Gata eu to de pijama, nem pensar, mas eu agradeço.

-Olha tem um cara de cabelo preto aqui do meu lado quase me matando pra você vir, então eu não aceito um NÃO como resposta, em meia hora passo ai pra te buscar.

 - Já que não tenho escolha OK, vaca vou me trocar.

- Também te amo ate.

Droga, droga, droga odeio quando a Ino faz esse tipo de coisa idiota, agora vou ter que sair do meu conforto e ir a casa de um carinha que nem conheço socializar com pessoas que nem conheço por causa de uma loira com fogo no rabo. Fazer o que né vou me trocar, não quis trocar meu adorável conjunto rosa e nem minha blusa só coloquei uma calça jeans rasgada nos joelhos um all star branco  e uma jaqueta de couro, tá ótimo, passei um pouco de pó e rímel um lápis e um gloss. Agora era só esperar a chata de galochas e torcer pra não ter tanta gente naquele lugar.

Fiquei uns vinte minutos esperando até que alguém bateu na porta. PORRA não era a Ino mais um  loiro que nunca tinha visto antes, olhos azuis e um sorriso branco, cara que lindo e um moreno gostoso já conhecido por mim, ele também estava lindo com uma calça preta uma bota estilo coturno com uma camiseta branca e um perfume fudidamente bom. O calor na menina subiu de novo e dei uma mordida de leve no lábio.

- Então Sakura borá?- disse o moreno me fitando tão intenso

-Sim vamos- sorri levemente- Quem é seu amigo?

- Ah claro desculpe por ser mal educado, esse é o Naruto o cara mais insuportável que você vai conhecer- ele disse apontando para o deus grego do seu lado, cara que dupla essa dois faziam de deixar qualquer mulher sem ar

-Nossa teme você tinha razão ela é uma deusa, prazer Naruto Uzumaki a seu dispor pra o que a senhorita desejar.

-Eu te disse um babaca interdimensional, enfim vamos indo.

Descemos os três rumo ao caro um generoso HB20 preto fosco, uau play boys entramos em silencio e seguimos a viagem só com o som do radio, bom se o carro dele já era assim fiquei pensando como era a casa do amigo. Um sobrado pequeno só que com um quintal enorme.

-Pronto chegamos.

Descemos os três do carro e fomos em direção a casa quando estramos havia cerca de umas dez pessoas rindo, conversando e bebendo a única que reconheci ali foi a Ino que estava num sofá de canto conversando com uma carinha bem bonitinho acho que esse era o tal do Sai.

-Dona rosinha ‘’mi casa es tu casa’’ sinta-se a vontade.

Concordei com um sorriso tímido e me afastei deles fui falar com a loira, mas não quis cortar o clima do casalzinho. Fui sentar num canto da sala sozinha com uma bebida e fiquei ali observando as pessoas se divertindo como sempre faço.

-Ei tudo bem com você parece não estar se divertindo?

-A estou sim obrigado... E quem é você?

-Sasori trabalho junto com o irmão do Sasuke ele me chamou pra vir hoje, e você ?

-Sakura a gente estuda juntos na mesma universidade.

- Que legal, posso me sentar aqui sabe to me sentindo meio deslocado aqui.

-Claro que pode.

O Sasori era bem maneiro e mais velho passamos quase a noite inteira bebendo e rindo as vezes via o Sasuke olhando para a gente com cara feia ou de bico, isso era bem engraçado estava começando a ficar um pouco bêbada já estava vendo tudo em dois e começando a gostar da musica. Em duas horas de festa tinha dobrado de dez pra vinte e isso estava começando a incomodar um pouco

-Vou ao banheiro.

-Ok vai lá.

............................................................................................................................................

Sasuke on

Quando vi a rosada aquela noite só pensei como aquela garota conseguia ser tão delicada de sensual ao mesmo tempo. Fui a viagem toda olhando pelo retrovisor como ela era linda e como seu perfume de cereja era bom. Acho que aquilo já estava se elevando de um fascínio físico para algo a mais que eu não queria aceitar.

Quando a vi se dando tão bem com o Sasori meu subiu um ódio tão grande, ele tem fama de embebedar as garotas só pra transar com elas. Um filho da puta da pior qualidade, só de pensar que ele queria fazer isso com a minha Lolita SIM MINHA, eu a queria só pra mim, vi que ela começou a ficar bêbada ria mais alto e se balançava com o ritmo da musica isso me desconcentrou um pouco da conversa com os caras. Se aquele cretino estivesse planejando algo eu não iria deixar.

-Ei cara, ta me ouvindo... Cara ouuu... Sasuke.

-Fala Naruto porra o que se quer?

-Aconteceu algo se tá esquisito nem falou nada quando o Sai falou que sua amiga loira é uma delicia.

-To bem sim só pensativo com umas paradas...

-E então?- dessa vez era o Sai que tava enchendo o saco

-O que?

-Me empresta seu ape, pra levar a loirinha?

-Ah claro, só que sujar vai lavar as cobertas e não quebra nada... Tó pega a chave e vaza.

-Ah cara valeu fico te devendo.

Não ouvi a ultima parte que Sai disse fui andando em direção ao ruivo filho da puta no sofá que sorria besta para meu neném que falava com a amiga do outro lado.

-Ou quero falar com você cara.

-A claro pode falar

-Não se faz de cínico Sasori sei o que você quer, se tentar algo com a Sakura eu te mato.

-Só isso?

-Só.

-Pode ficar tranquilo cara eu não vou fazer nada que ela não peca agora se me der licença.

Ele se levantou do sofá e foi em direção as garotas, a Ino foi embora com o Sai deixando os dois sozinhos de novo.

............................................................................................................................................

Sakura on

A Ino consegui ela foi embora com o carinha e voltei a conversa com o Sasori agora perto da porta, eu estava mais bêbada do que antes  tudo parecia divertido pra mim e eu ria de tudo que aquele cara dizia, ele estava começando a se tornar meio invasivo com algumas perguntas e estava chegando perto de mais em certas horas, já não estava gostando tanto assim do rumo da conversa toda vez que tentava me afastar ele chegava mais e amis perto.

-É eu vou tomar um pouco de ar lá fora tá já volta.

-Que isso eu vou pegar um bebida e já te encontro.

Que cara chiclete, lá fora tinha menos pessoas e estava agradável também me sentei num banquinho e comecei a sentir uma vontade enorme de vomitar mas engoli a seco, cara preciso ir embora.

-Ei gracinha eu voltei e trousse seu copo.

-A obrigado, mas não to muito afim agora.- Realmente eu preciso ir embora, ele sentou do meu lado e passou a mão na minha cintura. OPA ta indo longe demais- Oque você esta fazendo cara?

-Tentando te roubar um beijo.

Ele se aproximou demais e eu levantei só que não deu muito certo ele me encurralou na porta do carro, merda e agora o que eu faço.

-Sasori me solta, por favor, isso não é legal.

-Só um beijo bebe ai juro que te levo pra onde quiser.

-Não cara me solta é sério – estava começando a entrar em pânico, não conseguia me mexer e ele começou a beijar meu pescoço, comecei a chorar desesperadas queria ir embora, queria ir para casa estava começando a ficar tonta pela bebida pela crise de pânico. Porra se eu desmaiasse com certeza ele ia abusar de mim.

-Calma bebe só vou te fazer gemer um pouco depois vou embora.

Senti um baque forte e vi o Sasori ser jogado pra longe, quando dei por mim Sasuke estava por cima dele batendo muito.

-Você esta bem Sakura?- era o Naruto, comecei a chorar só queria ir embora- Ei teme acho melhor você levar ela pra casa.

Vi o Sasuke levantar limpar as mãos e vir na minha direção ele parecia nervoso e preocupado também, passo a mão no meu rosto e acenou pro Naruto ele deu passagem e abriu a porta do carro, eu entrei no carro ainda em pânico e fomos em bora pra minha casa em silencio.

-Ei tá melhor?

-Não sei quero dormir quero um banho... QUE QUE ISSO SUMA DA MINHA MEMORIA- comecei a chorar

-Ei calma eu to aqui, calma to aqui com você a gente já vai chegar na sua casa.

-Obrigado.

-Pronto chegamos você esta com a chave?

-Sim.

-Você esta entregue agora vê se melhora ta amanha veio te ver...

-Ei... Fica aqui... Quer dizer comigo, eu não quero dormir sozinha.

-Tudo bem fico.

Ele entra e trancou a porta.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...