História Lolita - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Ino Yamanaka, Naruto Uzumaki, Sai, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha
Tags Hentai, Romance, Sasusaku
Visualizações 565
Palavras 1.407
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Mais um capitulo pra vocês.

Capítulo 6 - Ps: Estou com saudades


Fanfic / Fanfiction Lolita - Capítulo 6 - Ps: Estou com saudades

PS: Estou com saudades.

Sasuke on

Desde domingo nos não nos víamos e cara que domingo trazamos em quase todos os cômodos do ape, rimos, brincamos até parecia que nos conhecíamos a tempos. Depois daquele final de semana não nos vimos mais  estou tendo tanto trabalho que mal consigo ir a universidade tenho que pagar todo o conteúdo quando voltar e isso vai ser um porre enorme . O foda de você gerenciar um setor inteiro é isso e o melhor de quem é a impressa?

Do meu pai pressão em dobro no trabalho, essa merda tá osso essa semana temos que fechar negocio com um multibilionário egocêntrico e insuportável Kakashi Hatake dono das empresas Hatake Airlines, uma das pessoas mais ricas e influentes do Japão todo, e eu fui incumbido de preparar toda a papelada dos contratos, todos aqui estão muito empolgados com o novo cliente pois uma pessoa desse patamar aqui iria elevar o conceito da Uchiha Contábil a mil. Era terça feira e não estava nem na metade de colocar um fim nesse monte de papeis jogados em cima da minha mesa, mesmo com todo esse corre-corre não parava de pensar na minha bonequinha de cabelos rosas e olhos esmeraldas mantínhamos contato apenas por Whats sentia falta do perfume doce o do sorriso infantil, queria vela o mais rápido possível sentir aquele corpo pequeno embaixo de mim se contorcendo de prazer ofuscada pela luxuria, fui tirado dos meus devaneios quando meu irmão mais velho entrou na minha sala.

-Tarde.

-Hm.

- Vou almoçar quer ir você precisa sair da Batcaverna um pouco?

- Vai almoçar aonde?

-Aqui perto mesmo.

- Eu vou preciso respirar- Fomos há um restaurante na esquina onde um grupo de garotas nos olhava e ria feitas hienas histéricas, meu irmão gostou de uma e acenou pra ela, até que era uma garota bonita. Ela se levantou e foi ate nossa mesa deu um selinho no Itachi e voltou para a mesa, fiquei olhando pra ele com cara de confuso.

-Ficante nova.

-Ah.

Finalmente meu irmão correndo atrás de um rabo de saia toda vez que vejo ele é só trabalho-casa-trabalho ele precisa se divertir um pouco mesmo, gostava da companhia dele metade de quem eu sou tenho que agradecer a ele, meu irmão é como um pai pra mim. Ele é formado em psicologia e trabalha no setor sênior do RH tudo que acontece naquele lugar tem que passar pelas mãos dele primeiro. Puta responsabilidade, mas ele era capaz.

- Mamãe quer passar o final de semana na casa de campo e te convidou pra ir, eu vou levar a Izumi, vamos sair na sexta a tarde depois de serviço e vamos voltar domingo a noite, eles querem comemorar o um ano de casados do Obito e a Rim.

- Eu vou, só que mais tarde a noite eu apareço por lá.

- BLZ maninho... Mas eai me conta tem alguém na sua vida, vejo que você esta diferente?

Contei para ele da minha Lolita de inicio ele ficou preocupado pois ele lembrou do casa da piranha ruiva Karin mas o tranquilizei meu bebe não ia fazer isso comigo, Itachi me deu total apoio e alguns conselhos também, voltamos a nossa rotina louca e só fomos conversar quando o relógio apitou nove horas. Hora de descansar.

Voltei ouvindo Muse Hysteria no maior volume dirigindo feito um louco mandando mensagens sem parar pro meu bebe, ela estava no quinto período e disse que agora não dava pra falar, fiquei meio pito com isso e afundei o pé no acelerador quase bati duas vezes, fiz o contorno e fui direto  um lugar que tinha conhecido a alguns dias encontrar uma garota linda e só minha.

............................................................................................................................................

Sakura on.

As aulas ficavam cada vez mais difíceis já estávamos chegando no final de semestre e mês de provas, ai meu papai tenho que estudar dobrado pra compensar o final de semana quando sai para o intervalo encontrei com minha miga piranha loira que quis saber de tudo nos mínimos detalhes ela ficou bege, também fiquei sabendo que ela tinha ficado MUITO próxima do tal de Sai e que eles se viam quase todos os dias antes dela vir pra cá, contei para ela que desde de domingo não via o Sasuke e estava começando a ficar com saudades dele, tomamos um café e voltamos pra maçante aula, quando acabou dei graças a deus por ter acabado a Ino queria passar em casa pra pegar um livro de anatomia emprestado então voltamos juntas andando já que morava ali perto mesmo quando virei a esquina vi um carro preto parado na entrada do meu apartamento e uma pessoa encostada nele com a cara de poucos amigos, suspirei eu adorava aquela cara de mau. Sasuke. A loira do meu lado viu que eu comecei a corar e riu entre os dentes ouvi ela falar baixinho ‘’que fofos’’, e acenou pro meu cavaleiro de armadura reluzente.

- Olha quem tá aqui o branca de neve.

-Oi Ino, tudo bem?

- OIIIIIIIIIIIIII BEBE, QUE SAUDADES DE VOCE.

Ela se atirou nos braços dele que pareceu não ligar acho que já estava acostumado com isso, ele pareceu fingir que ela não estava ali e voltou sua direção pra mim, meu coração deu um salto Merda que cara de mau, acho que estou na roça.

-Sakura a gente precisa conversar- Ele estava com um olhar frio e a voz mais rouca possível, o que será que aconteceu?

- Bom acho que vou indo então, não quero atrapalhar vocês... Saki amanha a gente conversa ai você me entrega o livro, beijos lindos e usem camisinha sou nova demais pra ser tia.

A loira tinha o dom de deixar as pessoas em situações embaraçosas, mas eu a amava do fundo do meu coração. Abri a porta e dei passagem pra ele entrar subimos em absoluto silencio minha mão começou a suar de ansiedade estava começando a ficar nervosíssima. Quando fechei a porta da sala Sasuke me prensou entre a porta de uma forma possesiva e começou a beijar meu pescoço de uma forma rude e violente.

-Ei pequena que saudade de você sabia, precisava te ver, seu cheiro, seus olhos você todinha sabia.

-Eu também estou com saudade de você, mas eu estou suja agora é melhor você parar to o dia todo na rua. Ele riu parecia estar mais calmo e relaxado agora me deu um selinho e se afastou.

- Posso saber o que a senhorita fez durante esses dois dias?

- Estudei e trabalhei por quê?

- Porque moro de ciúmes ao saber que você estava na rua com esse vestido lindo e algum vagabundo olhando pra suas pernas

- Você é muito possesivo sabia?

- Sim.

Fui ate a cozinha e peguei uma cerveja gelada pra mim e outra pra ele tomamos e conversamos um pouco, perguntei se ele estava com fome e respondeu que esta morrendo, de toda boa vontade ele me ajudou a fazer a comida. Como é fofo gente, foi uma coisa simples macarrão com brócolis e molho branco. Comemos na mesa fazia tempo que não comia lá isso me deu boas lembranças da casa da vovó.

- A comida esta boa.

- Ótima de verdade... Sabe quer ir passar o fim de semana comigo e minha família na nossa casa de campo no interior?

- Sério?

- Sim.

- Posso pensar e te responder depois?

- Claro, mas se você não for vou ficar muito triste.

- Posso te fazer uma pergunta, o que você viu em mim?

- Você é perfeita Sakura...... Acho que te amo.

-OI?

Ele respirou fundo e olhou dentro dos meus olhos de uma forma intensa e séria. Nossa.

-Sakura eu não sei bem o que é, mas desde do primeiro dia do ano letivo em que te vi não paro de pensar em você, sempre quis te conhecer saber quem você é, eu te chamo de Lolita por que você pra mim é uma Lolita. Minha Lolita e Sakura eu te amo.

Puta merda o que eu faço agora, levantei e fui a sua direção dei um selinho calmo e casto nele, será que isso é mesmo de verdade?

- Ei agora você esta suja de molho sabia.

- KKK e você também... Eu vou com você no final de semana

Ele passou a mão no meu rosto e sorriu veio ate meu ouvido e sussurrou ‘’Minha pequena Lolita’’.

 


Notas Finais


Como o Sasuke é fofo


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...